História After The Storm - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Stranger Things
Personagens Chefe Jim Hopper, Dustin Henderson, Eleven (Onze), Jonathan Byers, Joyce Byers, Lucas Sinclair, Mike Wheeler, Nancy Wheeler, Steve Harrington, Will Byers
Tags Eleven, Fillie, Finn Wolfhard, Jopper, Mike, Mileven, Romance
Visualizações 238
Palavras 984
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Sci-Fi, Sobrenatural
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 5 - Where is Steve?


Fanfic / Fanfiction After The Storm - Capítulo 5 - Where is Steve?

Onde está Steve? – Hopper brada, possesso.

Steve congela. No fim, acabou sobrando para ele. Fechou os olhos e começou a rezar.

Hopper passou a revirar cada canto da casa. Olhou atrás da estante, atrás da cortina, dentro do box do banheiro. Eleven ficou em pé, imóvel, não tinha a mínima ideia do que fazer.

Eis que Hopper caminha até o armário.

A respiração de Eleven se altera.

Ele põe a mão direita sobre a maçaneta do armário, pronto para abri-lo.

– Espera!  Uma voz muito familiar surge debaixo da cama de Eleven.

Wheeler... Hopper caminha em direção a cama e puxa Mike pela gola do casaco.

Passa a mão pelo rosto, irritado. Então esse era o motivo por qual as crianças o seguiram a manhã toda.

Eleven se põe imediatamente entre os dois.

– Não machuque ele! – Diz com uma expressão séria.

 

 

◂◃◄▷▸▹

 

 

Os quatro garotos se deparam com a pequena cabana de madeira. Se entreolham, receosos.

– O que será que o Hopper fez com Mike? – Questiona Will, temendo o pior.

Dustin começa a olhar em volta da casa, com esperança de encontrar Mike por ali.

– Oh, isso é mal. – Diz Lucas fitando a porta da casa.

Max caminha até a janela mais próxima, na lateral da casa. É um pouco alta, ela não consegue enxergar nada.

– Garotos, me ajudem aqui. – Sussurra.

Lucas vai até ela e oferece as mãos para ajudá-la a subir até a janela. Max arregala os olhos com a visão.

– Ei Max, o que está vendo? – Questiona Dustin, preocupado com a reação dela.

– Hopper pegou Mike! – Exclama.

Os três garotos congelam ao ouvir isso.

– Pobre Mike... Ele era tão jovem. – Dustin diz, lamentando pelo amigo.

– Espera, a garota Eleven se botou entre eles. – Max cerra os olhos para enxergar melhor.

– Pessoal, não podemos fazer nada. Só nos resta aguardar. – Diz Will tentando acalmar os amigos. – Ele está com Eleven lá, ela não vai deixar nada de ruim acontecer com Mike.

Dustin acena com a cabeça.

– A propósito, onde está Steve? – Dustin questiona, preocupado.

 

 

◂◃◄▷▸▹

 

 

Hopper caminha até a mesa, sentando-se na frente de Mike. Eleven está atrás dele, segurando seus ombros com o intuito de acalma-lo.

– Garoto...O que eu faço com você? – Hopper diz, furioso. Mike se encolhe na cadeira. – Vir até a minha casa, sem minha permissão. E ainda mandar seus amigos me vigiarem...

– Hopper, já chega! – Rebate Eleven. – Não é o papa, não são os cientistas do laboratório Hawkings, é só o Mike. – O delegado suspira e tenta se acalmar.

– Ok. – Levanta-se da cadeira e vai até a geladeira pegar uma cerveja. Toma um longo gole e encara Mike. – Mas eu não estou surpreso, eu estava esperando por isso. O Snowball foi a uma semana atrás, você não podia esperar mais para vê-la?

Mike fecha o semblante, irritado.

– Esperar mais? Eu a esperei por quase 1 ano! – Grita, e bate na mesa.

– Mike, acalme-se. – Eleven põe a mão sobre o ombro dele, cansada daquela discussão.

Hopper suspira e coloca a mão sobre a testa. Temia perder Eleven, ela era sua família. Ele não se sentia mais sozinho agora que ela estava ali. O único que podia toma-la dele naquele momento era Wheeler.

Ele fita Eleven, lágrimas se formavam no canto dos olhos da garota. Ela era apenas uma criança, mas sempre pareceu ser tão decidida em relação a tudo.

– Desculpa. – O delegado olha para o chão, envergonhado. Quanto mais ele tentava afasta-los, mais aumentava a vontade de ambos ficarem juntos. No fim das contas, seus esforços eram inúteis. – Eleven, você pode ir se quiser.

Eleven arqueia as sobrancelhas, sentiu um nó na garganta ao ouvir tais palavras.

– Eu não quero ir. – Diz simplesmente, as lágrimas desciam de seu rosto. – Eu quero ficar com você Hopper.

Caminha até ele e o abraça forte.

– Minha menina... – Hopper segura o choro e a pressiona contra seu peito.

Mike sorri.

Naquele momento, ele percebeu que não poderia dar a Eleven esse sentimento de proteção, o sentimento compartilhado entre um pai e um filho. Ele era só uma criança, afinal.

Proteção, era isso que Eleven mais precisava. Depois de anos trancada como um rato de laboratório.

– Eu nunca vou te deixar. Nunca. – Eleven ergue a cabeça, aos prantos.

Hopper apenas assente com a cabeça. Ele agiu como um tolo por todo esse tempo.

Permanecem ali mais alguns minutos abraçados.

 

 

 

◂◃◄▷▸▹

 

 

 

O sol já se punha no horizonte. Os garotos andavam pelas ruas de Hawkings com suas bicicletas a caminho de casa. Steve levou Will até a casa dos Byers.

Tudo ficou bem no final. Hopper se desculpou com Mike, por ter escondido Eleven todo esse tempo. E Mike ficou mais algum tempo ali conversando com Eleven, enquanto Hopper cozinhava Waffles para ambos comerem. Steve finalmente pode sair do armário. Vendo a cena o delegado apenas olhou para a filha que riu do ocorrido. Dustin correu até a porta quando Max disse que Hopper cozinhou Waffles, não demorou muito tempo para Jim se deparar com quatro crianças famintas na porta de sua casa, rolou os olhos e as deixou entrar.

Mais tarde, no porão. Mike empresta o Walkie-Talkie de Lucas para falar com Eleven, ele havia deixado seu rádio comunicador lá para falar com ela sempre que quisesse. É claro que em troca Lucas pediu para Mike deixa-lo jogar no seu Atari.

Ambos, Eleven e Mike, conversaram a noite toda sobre diversos assuntos. Mike disse a ela que precisaria inventar uma boa desculpa para seus pais comprarem um Walkie-Talkie novo, afinal Lucas não poderia ocupar seu Atari para sempre, Eleven apenas riu em resposta.

Eleven acabou adormecendo no sofá com o rádio comunicador entre as mãos. Hopper a levou para cama, beijou sua testa e saiu.

Foi até a varanda tragar um cigarro. Depois de tudo que aconteceu nessa tarde ele tomou uma decisão importante, mas precisaria muito da ajuda das crianças. Iria entrar em contato com o diretor da escola Hawkings o mais breve possível.


Notas Finais


"Steve finalmente pode sair do armário. "
Entendam como quiser kkkkkk


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...