1. Spirit Fanfics >
  2. After You (Imagine Jeon Jungkook - BTS) >
  3. Epílogo

História After You (Imagine Jeon Jungkook - BTS) - Capítulo 38


Escrita por:


Notas do Autor


Bom dia
Boa tarde
Boa noite, ooi meus amores, como vocês estão? ❤

Cá estamos nós, com nosso último capítulo...
Eu não irei falar tanto aqui, então, se preparem para minhas declarações nas notas finais.

Fiz um capítulo beeem grande pra vocês, uma despedida e tanto né?
Aproveitem bastante o capítulo, pra hoje temos 5 mil palavras, que dá em torno de 12 páginas de um livro aksjka.
Boa leitura, meus amores! 🌻❤

Capítulo 38 - Epílogo


Capítulo 38 — Chapter Thirty Eight.

Saímos daquele lugar completamente aliviados, o vento gélido me trazia mais ainda aquela sensação de liberdade e confiança, estávamos livres de qualquer preocupação. Meus avós não puderam se fazer presentes no julgamento de Susan, já que tiveram alguns compromissos importantes justamente nesse horário, mas eles estavam muito ansiosos para saber qual seria o destino daquela mulher. E eu sequer hesitei em ligar para eles assim que sai do tribunal, ouvindo a comemoração de meus dois velhinhos do outro lado da ligação, que diziam como estavam felizes com tudo isso, principalmente por saberem que eu estaria em segurança agora, não só eu, como Jungkook e Yumi.

— O senhor Kim me ligou hoje de manhã, disse que está ciente do julgamento de Susan mas preferiu não vir. — Jin dizia enquanto todos nós caminhávamos para o estacionamento. — Talvez ele precise de um tempo para absorver tanta informação.

— Claro, imagina só, ele estava namorando uma psicopata. — Corine, a esposa de Jin, comentou enquanto passava as mãos pelo seu sobretudo.

O tempo estava relativamente frio, as folhas amareladas das árvores caíam e cobriam o chão, sendo levadas por aquele vento gélido. Estávamos quase no final do outono e o inverno se aproximava, me lembrando também que o aniversário de Yumi estava quase chegando.

— Enfim, ela teve o que mereceu, já é uma preocupação a menos. — Namjoon falou e nós concordamos, paramos em frente aos nossos carros e continuamos aquele diálogo, não demorando muito para nos despedir, já que eu e Jeon ainda teríamos que levar Yu para a escola e sair pra trabalhar, assim como os outros que também tinham seus compromissos.

Há alguns dias atrás, o Jungkook finalmente comprou a sua nova Mercedes, já que ele estava ansioso para comprar esse carro a tempos e não hesitou assim que teve a primeira oportunidade, cuidando dele como se fosse a coisa mais preciosa da vida, a BMW ainda estava no concerto e provavelmente sairia nos próximos dias.

— Como você se sente? — Jeongguk perguntou quando entramos no carro.

— Eu me sinto adorável! — Falei enquanto me encostava no banco, respirando fundo e deixando todas as preocupações de lado, Jeon riu de mim e ligou o carro, logo dando partida e nos tirando daquele lugar. O caminho inteiro nós conversamos sobre a Susan, sobre as coisas terem dado certo e a sentença que ela ganhou, saber que ela passaria o resto da vida na cadeia, já era um grande alívio para nós, ela não poderia nos fazer mal nenhum mesmo se quisesse, e realmente, não tínhamos do que reclamar.

Chegamos em casa e Jeon estacionou o carro ali na frente, o Taehyung havia se tornado o nosso babá enquanto fomos para o julgamento, já que a Yumi se sentia mais confortável na presença dele do que na dos seguranças, que ainda não haviam sido despachados. Caminhamos até a entrada e assim que abri a porta, Tobby pulou em meus braços animado, como se eu tivesse passado anos fora de casa.

— Tobby! — Falei o pegando em meus braços, rindo pelo susto que levei ao ser pega de surpresa pelo cachorro.

— Por que ele sempre pula em você e não em mim? — Jeongguk perguntou fechando a porta e fazendo uma expressão ciumenta.

— Eu queria que você fosse o alvo dele nesses casos. — Ri enquanto acariciava o cachorro. — Oi meu amorzinho, você sentiu saudades da mamãe?

— Não. — Jungkook falou baixo imitando uma voz fina, o encarei revirando os olhos, ouvindo o mais velho rir enquanto tirava seu casaco.

— Cadê o pessoal dessa casa? — Perguntei enquanto subia as pequenas escadas dali, logo tendo a visão da sala e de toda a área, sem sinal de Taehyung ou de Yumi.

— Devem estar no quintal. — Jeongguk falou dando de ombros indo para a cozinha em seguida.

Caminhei por ali ainda com o animal em meus braços, abri as portas de vidro que davam acesso a área externa da casa, logo tendo a visão de Tae e Yumi rolando pela grama, Tobby saiu de meus braços e correu pra cima deles, entrando na brincadeira.

— Olá, eu cheguei! — Falei acenando para eles, sequer recebendo atenção. — O que vocês estão fazendo? — Perguntei, logo tendo o olhar deles direcionado a mim.

— Mamãe, você chegou! — Yumi correu até mim levantando os bracinhos para que eu a pegasse, me enchendo de beijinhos assim que se agarrou ao meu pescoço. — Cadê o papai? — Perguntou se separando de mim.

— Tá na cozinha. — Respondi rindo de toda a animação da garota, que parecia estar mais feliz do que Tobby. Ela saiu de meus braços e correu pra dentro, olhei para Taehyung que estava jogado na grama. — Tudo bem com você? — Perguntei em meio ao riso.

— Tudo, ela só me fez correr esse quintal inteiro, mas tá tudo ótimo... — Ele disse tentando controlar sua respiração, ri sem parar logo tendo o olhar bravo dele sobre mim. — Dá onde sua filha tira tanta energia hein?

— Ela nunca me disse. — Ri me sentando na grama ao seu lado.

— Aliás, eu queria dizer que adorei o quarto que vocês fizeram pra mim aqui, muito aconchegante e ainda tem um banheiro! — Ele falou convencido enquanto sorria, arqueei as sobrancelhas e o encarei.

— Você tá falando do quarto de hóspedes? — Perguntei rindo baixo.

— Quarto de hóspedes não meu bem, quarto do Tae! — Me corrigiu e eu ri mais ainda.

— Que bom que você gostou do seu quarto. — Disse dando ênfase no ‘’seu’’, vendo o outro rir convencido.

[...]

Algumas semanas depois.

5°C

O aniversário de Yumi seria amanhã e ela estava tão ansiosa que não conseguia falar sobre outra coisa, apenas sobre sua festinha de aniversário, que claro, estava sendo organizada por nós. Nicki se disponibilizou para ajudar na organização, junto de Corine e Taehyung, claro. As garotas viraram minhas grandes amigas de uns tempos pra cá, estávamos sempre conversando em grupos de KakaoTalk ou nos encontrando por aí.

Jungkook e eu não paramos quietos desde a semana passada, andando de um lado para o outro atrás de decorações de festa, bolos de aniversário e mais dez mil coisas, já que a Yumi teve o azar ou a sorte de ter um pai extremamente perfeccionista e babão.

A festa seria na nossa casa, como o quintal era grande e com uma área para festa que usaríamos raramente, organizaríamos tudo ali mesmo, Yu havia levado convites de seu aniversário para os amiguinhos da escola hoje, dizendo que convidaria todos eles, sem exceção. O Jeon também convidou alguns de seus familiares, inclusive os próprios pais dele, que apesar de morarem longe, iriam chegar amanhã pela manhã, apenas para conhecer e fazer presença no aniversário da neta.

Apesar de não serem tão presentes na vida do filho, já que Jeongguk saiu de casa ainda novo, para morar com Jimin e os pais dele, eles faziam o possível para vê-lo, e o aniversário da Yumi seria uma ótima oportunidade. De começo, eles estranharam por sequer saberem que tinham uma neta, mas depois pareceram amar a ideia, sem nem pensar em recusar o convite, Jeon não estava tão contente com a vinda dos pais dele, devido a discussões passadas, mas depois de grande insistência minha, acabou aceitando. Bom, os meus pais estariam aqui, que no caso, são meu avô e minha avó, que me criaram durante todos esses longos anos, então, achei que seria ótimo ter a presença dos avós paternos de Yumi.

Corine, Nicki e Taehyung foram minha companhia do dia inteiro, nós terminamos de comprar mais algumas coisas e comidas para o outro dia, acabávamos por ficar mais ansiosos do que a própria aniversariante, já que seriamos responsáveis por toda a organização.

— Nós vamos vir de manhã, aí começamos a organizar as coisas desde esse horário, né Nicki? — Corine disse assim que terminamos de colocar as caixas de decorações no quintal.

— Claro, estaremos aqui bem cedo, então, trate de acordar no horário mocinha! — Nicki falou para mim, que apenas assenti, cansada e completamente exausta do dia inteiro.

— Acho que gastamos todas as forças da ________. — Taehyung falou enquanto ria junto das outras.

— Vocês me fizeram andar o shopping inteiro, como eu poderia estar? — Perguntei rindo fraco.

— Pense bem, vai ficar tudo perfeito para a pequena Yu. — Corine falou e nós assentimos.

— Enfim, vamos pra casa né, eu também estou exausta! — Nicki disse enquanto se levantava para nos despedirmos.

— Vamos, eu vou aproveitar a carona, obviamente. — Tae falou e elas riram, elas haviam amado conhecer o Taehyung, até porque, ele sempre cativava todo mundo com seu jeito louco e engraçado, me causando um leve ciúmes de melhor amiga.

— Tchau gente, nos vemos amanhã. — Me levantei para abraçar todo mundo, logo os acompanhando até a porta.

Assim que eles foram embora, eu voltei para a cozinha, para guardar os doces que ficaram sobre a bancada, havíamos buscado eles antes de voltar pra casa, já que seria um trabalho a menos para amanhã. Decidi guarda-los antes que Yu chegasse, já são seis da tarde e Jeongguk provavelmente, já havia buscado ela, ele sempre a buscava depois do trabalho, então, sempre chegavam juntos. Dessa vez eles estavam atrasados, já que deveriam estar aqui desde ás quatro da tarde.

— É, Tobby, ficamos só nós dois agora. — Falei olhando para o cachorro que estava deitado no chão, Tobby já havia crescido bastante desde o dia que o adotamos, sempre mostrando ser um animal extremamente dócil e carinhoso.

Respirei exausta pelo dia inteiro e subi as escadas, indo para meu quarto para que eu pudesse tomar meu banho. Minutos depois eu desci novamente, com uma roupa confortável e já sentindo saudades da barulheira de Jeongguk e Yumi pela casa. Me joguei no sofá sendo acompanhada por Tobby, que deitou preguiçoso no chão ao meu lado, fiquei revirando o catálogo da Netflix à procura de algum filme para assistir, não demorando a ouvir o barulho das chaves na porta, anunciando a chegada de Jeon e nossa filha.

— Finalmente... — Falei ainda deitada no sofá, me virando levemente para ver o movimento ali. Tobby se levantou apressado, correndo para a porta, Jeon entrou em casa com Yu em seus braços e os dois sorriram ao me ver, sendo recepcionados por Tobby, que sempre fazia recepções calorosas para todos nós. Logo vi a mais nova correr pra cima de mim. — Oi, minha princesa! — Falei recebendo um abraço apertado da mais nova.

— Mamãe, mamãe, você nem imaginla’ onde nós estávamos. — Ela falou animada dando leves pulinhos.

— Não conta, Yu, é uma surpresa. — Jeongguk falou adentrando a sala, jogando as chaves na cômoda e se aproximando de mim, me dando um selinho rápido.

— Mas agora eu quero saber... — Fiz bico e Yumi riu de mim.

— É uma surpresa! — Yu repetiu. — Mas você vai gostlar’ muito mamãe.

— Vocês adoram me deixar curiosa. — Falei dando mais um abraço apertado na mais nova. — Você entregou os convites do seu aniversário?

— Todlos’ eles. — Respondeu sorridente, abrindo a bolsa e mostrando que o envelope com os convites já não estava mais ali.

— Puxa vida, vamos ter muitas crianças aqui amanhã. — Falei me sentando no sofá e colocando-a em meu colo.

Yumi começou a contar de seu dia, como sempre fazia, e eu aproveitei para leva-la para tomar um banho, já que ela havia acordado muito cedo e eu sabia que ela logo capotaria de sono pelos sofás.

— Mamãe, adivinha quem tamblém’ vai vir pro meu aniversálio’? — A bebê falou ansiosa quando a coloquei em pé sobre sua cama, para terminar de vestir sua roupa de dormir.

— Quem? — Perguntei distraída.

— O Chin! — Disse animada, a olhei arqueando as sobrancelhas e rindo baixo.

— O menino que você gosta? — Perguntei rindo mais ainda, ela assentiu várias vezes e eu só consegui rir de tamanha fofura. — Sério, amor?

— Sim, mamãe. — Sorriu com as bochechas coradas. — Ele é muito fofinho.

— Ai, Yumi, você é uma graça. — Falei em meio ao riso, terminando de vestir ela e a pegando no colo, para assim, leva-la para jantar.

E como dito antes, foi só ela jantar que acabou caindo no sono, nem deu tempo de tomar sua mamadeira pois estava morta de sono, Jeongguk a levou para seu quarto para colocá-la na cama e eu me joguei na nossa, sentindo meu corpo relaxar do dia inteiro, já pensando em toda a correria de amanhã.

— Finalmente sós! — Jeongguk falou assim que entrou no quarto e se jogou em cima de mim, me fazendo rir.

— Que isso, desse jeito você vai acabar me matando. — Falei ouvindo ele rir abafado, já que estava com a cabeça em meu pescoço.

— Veja pelo lado bom, é a primeira vez nessa semana que eu entro no quarto e você ainda não está dormindo. — Disse fazendo bico, enquanto fechava os olhos.

E realmente, não havíamos tirado um minuto a sós durante toda a semana, apenas na hora de dormir, mas na maioria das vezes, eu ou ele já estava dormindo. Toda a correria na organização da festa nos impediu de passarmos nossos tempinhos juntos.

— Eu estou tão cansada que você nem imagina, Jeongguk, nem consigo fazer mais nada. — Falei fechando os olhos levemente.

— Ai, __________, você só pensa em sexo, eu nem estava pensando nisso. — Ele falou indignado, me fazendo rir alto.

— E no que você estava pensando, então? — Semicerrei os olhos, segurando a vontade de rir.

— Bom... — Reprimiu os lábios disfarçando e olhando para o lado.

— Viu só? — Disse convencida.

— No momento eu só quero dormir com você. — Murmurou enfiando a cabeça em meu pescoço, me fazendo rir baixinho.

— Mas dorme do meu lado, ou você vai acabar me esmagando desse jeito. — Tentei tira-lo de cima de mim, ouvindo o mais velho rir, logo se jogando ao meu lado.

— Exagerada é pouco. — Falou me abraçando novamente.

— Hora de dormir, Jeongguk. — Murmurei fechando os olhos e segurando o sorriso.

— Sua chata... — Disse puxando o cobertor pra cima de nós dois, logo se aconchegando junto a mim.

[...]

E como já havíamos imaginado, o dia já começou na maior correria, íamos pra lá e pra cá organizando as coisas do aniversário da Yumi, mas tudo estava sendo feito com muito amor, claro. Jeongguk saiu bem cedo pois tinha que resolver algumas coisas da empresa, além de que queria comprar um presente especial para a Yu, então, ele acabou a levando junto dele, até para distrai-la enquanto as coisas não ficavam prontas.

Os pais de Jeongguk chegariam em algumas horas e um dos seguranças ficou responsável de busca-los no aeroporto e traze-los para casa. Corine e Nicki começaram a organizar tudo e eu ajudava no que podia, assim como Taehyung, que estava mais perdido do que eu. Mas apesar de tudo, a decoração estava linda e a cada toque especial das meninas, ficava mais ainda.

Eu estava distraída com as arrumações quando um dos seguranças veio até mim, informando que o senhor e a senhora Jeon haviam acabado de chegar, eu respirei fundo e o segui para receber meu sogro e minha sogra, eu não os conhecia pessoalmente, eles sempre foram bem afastados e como dito antes, não mantiveram tanto contato com Jeongguk desde que ele se mudou, portanto, se não fosse por hoje, eu dificilmente os conheceria.

— Então, você é a namorada do Jungkook? — A senhora Jeon perguntou enquanto se aproximava de mim, com um sorriso de orelha a orelha. — Bom, você já deve saber meu nome, mas eu me chamo Haneul, e esse é o HyunBin. — Falou enquanto me cumprimentava.

— É um prazer conhecer vocês, o meu nome é __________. — Respondi retribuindo o belo sorriso da mulher.

— O prazer é nosso, querida, onde está a nossa netinha e o Jungkook? — Perguntou o senhor Jeon.

— Ele saiu pra resolver algumas coisas e levou ela, mas não vão demorar pra voltar, vocês querem se acomodar enquanto esperam?

— Claro, seria ótimo. — A mulher respondeu. Pedi que o segurança que havia os buscado, levasse as bagagens deles para um dos quartos de hóspedes, onde eles dormiriam durante esses dias.

Enquanto o pai de Jeon ajudava o segurança a guardar as bagagens, eu mantive um diálogo confortável com a Haneul, que me contava como estava feliz por voltar a Seoul, e saber que logo veria o seu filho, já fazia alguns anos que eles estavam longe um do outro, pra falar a verdade, eu nunca soube o motivo real da briga deles, mas havia sido algo um tanto quanto sério para o Jungkook simplesmente vir embora.

— Acho que eles chegaram. — Falei ao ouvir o barulho do carro sendo estacionado. Saímos da cozinha e caminhamos até o hall da casa, logo a porta foi aberta e Yumi passou por ela rindo alegremente, mais atrás dela vinha o próprio Jeon, que ria junto da mais nova, assim que nos viu ali, sua expressão mudou quase que instantaneamente.

— Mãe? — Disse surpreso. — Vocês já chegaram... — Murmurou coçando a nuca.

— Meu filho, quanto tempo! — Ela se apressou para abraça-lo, apesar de estar meio desconcertado, ele apenas retribuiu o abraço, demorando alguns minutos ali, eu observei a cena sorridente, talvez esse reencontro melhorasse a situação entre eles. Yumi correu até mim pulando em meus braços, observando os outros dois desconfiada, tentando entender o que estava acontecendo.

— Quem é ela, mamãe? — Sussurrou em meu ouvido.

— É sua outra vovó, a mãe do Jungkook. — Sussurrei de volta, a pequena sorriu por um instante, parecendo curiosa com toda a situação.

— É tão bom te ver de novo, veja como você está bonito, parece até que cresceu mais um pouquinho. — A mãe dele dizia alegremente, enquanto passava as mãos no cabelo do mais velho, que acabou rindo da mais velha.

— Obrigado, mãe. — Ouvimos alguns passos e vi o senhor Jeon descendo as escadas, abrindo um sorriso ao ver o seu filho ali, indo cumprimenta-lo rapidamente.

— Olha como você está, que saudades senti de você garoto! — Falou enquanto abraçava o Jungkook, ele apenas sorriu e retribuiu o abraço, olhando pra mim de relance. A senhora Jeon estava animada, e seus olhos brilhavam sempre que eram direcionados ao seu filho, mostrando claramente como estava feliz em dividir esse momento.

— E então, essa é a Yumi? — HyunBi perguntou se virando para mim e Yu, ao mesmo tempo que Haneul, que olhou para a pequena sorrindo alegremente.

— Oh meu Deus, como você é uma gracinha, meu anjo! — Ela disse se aproximando de nós e pegando Yumi em seus braços, a pequena sequer estranhou, já que estava curiosa para conhecer seus avós. — Olha HyunBi, os olhinhos iguais ao do Jungkook quando era bebê. — E assim, começaram a mimar a Yu, que sorria a cada coisa que seus avós falavam.

— Conseguiu resolver tudo por lá? — Perguntei quando vi Jeongguk se aproximando de mim.

— Sim, também comprei o presente da Yumi. — Falou enquanto me abraçava de lado. — E eu tenho uma surpresa pra você, mas você só vai ver a noite. — Falou enquanto me abraçava de lado.

— Ah, por que não agora? — Indaguei cruzando os braços.

— Como o nome já diz, é surpresa! — Deu de ombros e eu ri, dando um tapinha em seu braço, voltamos nossa atenção para seus pais e Yumi, que agora já estava conversando abertamente com eles. Observei a cena com um sorriso no rosto, era bom ver que eles finalmente conhecendo a sua neta, e acima de tudo, super felizes com esse reencontro.

[...]

5:50 PM.

16ºC

Nós terminamos toda a organização e para não nos atrasarmos nenhum pouco, fomos logo nos arrumar, decidi arrumar a Yumi primeiro, já que era importante que ela estivesse lá embaixo para receber os convidados, ela estava com um vestido rodado que havíamos comprado justamente para ela usar hoje, junto de uma sapatilha cor rose e um laço vermelho e pequeno sem seus cabelos curtinhos. Jeongguk que se arrumava na velocidade da luz, já estava pronto e aproveitou para descer com a bebê, para ir recebendo as pessoas que já estavam prestes a chegar.

Taehyung havia trago sua roupa pra cá então, se enfiou em um dos quartos de hóspedes e foi se arrumar, as meninas e eu aproveitamos para nos arrumar juntas, dividindo maquiagem e bagunçando meu quarto inteiro com roupas de um lado pro outro, me lembrando bastante de quando eu fazia isso com minhas amigas do ensino médio.

— O Namjoon e o Jin acabaram de chegar. — Nicki falou enquanto mexia em seu celular, ela que já estava pronta a horas, esperava por mim e Corine, que apenas enrolávamos mais e mais. — Vocês vão demorar mais quantos anos se arrumando? — Brincou parando atrás da penteadeira, olhando para nós que apenas finalizávamos nossa maquiagem.

— Eu já estou pronta. — Falei me levantando e caminhando para outro espelho, arrumando minha roupa e meu cabelo.

— Vamos Corine, o Jin já viu você toda descabelada, não precisa se arrumar tanto. — Nicki disse nos fazendo rir.

— Tão engraçadinha. — Zombou. — Pronto, acabei! — Se levantou passando a mão por sua roupa. — Podemos descer agora, meu filho deve estar me procurando.

— Nossa, por um momento eu havia esquecido do Caleb. — Falei me virando para elas.

— Ele nem chora quando a Corine sai, deve pensar, glória Deus, minha mãe vai me dar uns momentos de paz. — Nicki falou fazendo nós rirmos mais ainda.

— Eu vou lembrar disso quando você e o Namjoon tiverem o de vocês. — A outra disse enquanto pegava sua bolsa, se aprontando para sairmos do quarto.

— Podemos ir agora, bonitinhas? — Perguntei colocando a mão na maçaneta, logo sendo acompanhada por elas.

Nós descemos as escadas e a casa já estava relativamente cheia, já que a maioria dos convidados, que eram de nossa família, já haviam chegado, olhei para a porta onde Jeongguk e os meninos estavam, rindo sem parar, procurei a Yumi com o olhar e sequer a encontrei.

— Estavam fabricando roupa? — Namjoon perguntou quando nos aproximamos.

— Culpa dessas duas aí. — Nicki falou em meio ao riso.

— Nem demoramos tanto assim. — Falei dando de ombros, ainda olhando ao redor enquanto procurava pela Yumi.

— A Yumi sequestrou o Caleb assim que eles chegaram, devem estar correndo por aí. — Jeongguk falou enquanto me puxava para ele, colocando o braço em minha cintura e passando o nariz em meu pescoço, me causando certos arrepios e cócegas. — Como você consegue ficar tão bonita de uma hora pra outra? — Murmurou.

— Não sei, mas depois eu vejo se te ensino. — Brinquei vendo um sorriso nascer em seu rosto, ele me deu um selinho rápido e logo voltamos a atenção aos outros casais, que conversavam alegremente.

— Vocês acham que o Yoongi vai vir mesmo? — Hoseok comentou pensativo.

— E por que eu não viria? — No mesmo instante, o Min apareceu ali, assustando nós por conta de sua chegada repentina. — Caramba, eu estou tão feio assim?

— Você chega e some igual o mestre dos magos, estranho seria se não nos assustássemos. — Hoseok falou colocando a mão no peito. — Ai, meu Jesus amado, preciso de mais uma bebida... — Saiu andando fazendo nós rirmos feito bestas. Continuamos conversando e Yumi voltou para onde estávamos, mais convidados iam chegando e ela cumprimentava todo mundo alegremente, ela estava muito feliz por ser o dia de seu aniversário, mas um convidado em especial chamou nossa atenção.

Chin! — Ela gritou, correndo para abraçar a outra criança. — Você veio mesmo! — Dizia animada dando leves pulinhos ainda abraçada ao outro.

— Por que essa animação toda? — Jeongguk perguntou para que apenas nós pudéssemos ouvir.

— É o menino que ela gosta. — Respondi, as meninas sorriram feito bobas e Jeongguk arregalou os olhos, fazendo os garotos rirem sem parar.

— Eu sempre esperei por esse momento. — Yoongi falava em meio ao riso.

— Vem, vou te apresentlar’ para os meus amiglos’! — Puxou o garotinho, que acabava por sorrir animado junto da outra.

— Mas gente... — Jeongguk murmurou ainda perplexo, fazendo nós rirmos mais ainda.

— Não se preocupa com isso, eles só têm quatro anos. — Ele me encarou mais incrédulo ainda.

— Pior ainda... — Disse enciumado, sem tirar o olhar de lá. Apesar de sentir um leve ciúmes, Jeongguk deixou isso de lado, mas não escondia seus olhares desconfiados, fazendo eu e o pessoal rirmos de todas as expressões dele.

[...]

Horas depois todos já haviam chegado e aproveitavam a festa da melhor forma, outros parentes nossos também vieram e parecia que nossa família estava toda reunida ali, faltando poucas pessoas, que fizeram de tudo ao menos para mandar um presente para a Yu. Meus avós deram tantos presentes que quase não houve lugar para guarda-los, Taehyung até mesmo brincou dizendo que gastaram toda a aposentadoria nos presentes, fazendo os mais velhos rirem e brigarem com ele, no mesmo clima de união que sempre tivemos.

Na hora dos parabéns, Yumi estava tão feliz que faltava pular de alegria, Jeongguk a carregava e ela batia palminhas com um sorriso de orelha a orelha, era o primeiro aniversário dela com a presença do pai, e ela não escondia o quanto estava contente com tudo isso. Os quatro anos de idade de Yumi haviam chegado, e com eles, os melhores momentos de nossa família, onde todos estavam reunidos e verdadeiramente felizes, sem ninguém para atrapalhar.

Depois dos parabéns, todos continuaram por ali, conversando e se divertindo, indo embora aos poucos, deixando apenas os mais íntimos no local.

— E foi assim que o avô da ________ aceitou o namoro dos dois. — Vovó Hillary contava toda a nossa história pra o senhor e senhora Jeon, ou melhor, contava a versão dela e pelos olhares dela, eu apenas concordava e ria dos momentos de exagero que ela criava.

— Nem foi tão difícil assim, ele quase morreu de tanto nervosismo, mas deu tudo certo. — Finalizei a história fazendo os pais dele rirem.

— É uma história tão linda, o destino de vocês era realmente ficar juntos, independente de tudo. — Haneul comentou, e eu apenas sorri abaixando a cabeça, meio pensativa com tudo que estava acontecendo, eu estava feliz demais.

— Ei, __________, vem aqui! — Ouvi a voz de Taehyung e logo me virei, pedindo licença para os mais velhos e caminhando até ele.

— O que foi agora, Tae? — Perguntei rindo baixo.

— Tem uma coisa que você precisa ver! — Foi me empurrando pra dentro de casa e eu apenas me deixei ir, assim que passei pela porta de vidro, levei um susto pois meus olhos foram vendados.

— Ai, que susto. — Praticamente gritei ouvindo a risada alta de Nicki e Corine. — Ah, vocês estão aí...

— Desculpa pelo susto. — Corine riu enquanto me guiava para algum lugar da casa junto dos outros, eu apenas ria e deixava eles me levarem, com medo de que me jogassem na piscina a qualquer momento.

Nós paramos de andar e elas afastaram suas mãos de mim, me deixando sozinha em algum lugar totalmente desnorteada, pensei em tirar a venda, mas não tirei, já que deviam estar aprontando alguma coisa e eu não queria estragar nada.

— Meu Deus, o que vocês estão fazendo? Cadê vocês? — Perguntei em meio ao riso, levantando os braços para conseguir alcança-los, logo tocando em algo, ou melhor, em alguém.

Naquele instante senti desatarem o nó da venda, logo me dando a visão do que estava acontecendo, pisquei algumas vezes e me deparei com Jeongguk, nós estávamos na frente da casa, as luzes clareavam a área levemente, em suas mãos havia um belo buquê de rosas e eu arregalei os olhos surpresa, ainda tentando entender o que estava acontecendo.

Corine, Nicki, Namjoon, Hoseok, Yoongi e Jimin estavam ali, todos reunidos, um pouco ao lado estava Yumi, que era carregada por Taehyung que observava a cena parecendo ansioso.

 — O que é isso? — Perguntei em meio a um sorriso, olhando para Jeon e para o buquê que ele carregava.

— Um buquê de rosas né. — Jeongguk brincou, nos fazendo rir alto.

— Lembra do treino, seu merda! — Jimin jogou uma bolinha de papel em Jungkook, nós rimos e logo a atenção do mais velho foi voltada pra mim.

— Eu fiz um discurso bonitinho, só que eu esqueci, então vou improvisar. — Começou, todos riram mais uma vez e logo um silêncio se fez. — Bom... _________, nos últimos meses eu tive os melhores momentos de toda minha vida, e esses meses apenas me deram a certeza de que a única coisa que faltava, para eu ser totalmente feliz, era você. — Logo tomei consciência do que estava acontecendo e senti minha garganta doer. — Depois de longos três anos longe, eu percebi que precisava de alguém.... Não qualquer pessoa, mas uma específica, que me fez uma falta imensa durante todo esse tempo, eu pensava em você praticamente todos os dias, ás vezes passava horas apenas pensando em voltar e mudar tudo, mas sempre achava que era tarde demais pra isso.

Vi uma lágrima cair de seus olhos e eu sorri emocionada, a enxugando levemente, ainda mantendo minha mão em seu rosto.

— Quando eu te reencontrei, e todo aquele sentimento voltou como baque, eu vi que não poderia desistir até te fazer ser minha novamente, você sabe que eu quero estar com você o tempo todo, e que eu te amo, tanto quanto nunca amei ninguém. — Ele sorriu e acariciou meu rosto, me entregando aquele lindo buquê de rosas, naquele instante Jeongguk se ajoelhou e eu senti uma grande vontade de chorar, eu esperei tanto por esse momento, que não sabia nem mesmo como reagir. — _________, eu sei que passamos por poucas e boas durante todo esse tempo, mas desde que eu te reencontrei, tive apenas um objetivo, e agora, nesse momento, o que eu realmente quero saber é se.... Você quer casar comigo? — Olhei para a pequena caixinha preta com dois anéis nela, sorrindo feito boba, tentando conter minha emoção.

Os olhares e os sorrisos estampados no rosto dos nossos amigos, declaravam como estavam felizes e ansiosos pela minha resposta, apesar de todos ali já saberem que minha resposta era...

Sim, é claro que eu quero casar com você, Jeongguk. — Falei sorrindo em meio as lágrimas, ele sorriu soprado, se levantando rapidamente para me beijar, todos começaram a gritar e comemorar super animados, chamando até mesmo a atenção dos que estavam dentro de casa. Meus avós e os pais de Jeon apareceram ali apressados, se tocando no que estava acontecendo e logo comemorando junto dos outros.

Naquele momento o tempo pareceu parar, era como se estivesse apenas eu e ele ali, nos beijando e dando início aos nossos longos anos juntos, um na companhia do outro. Yumi saiu dos braços de Taehyung e correu até nós, eu a peguei no colo e ela me abraçou, puxando Jeongguk para que ele nos abraçasse também, completamente feliz e animada com tudo isso.

Para ser bem sincera, Yumi era a causa de tudo isso, ela era o que nos mantinha juntos, era o único laço entre nós que jamais poderia ser quebrado, graças a ela estávamos comemorando esse momento juntos, graças a ela e toda a insistência em ver o ‘’titio’’ Jungkook e mantê-lo sempre por perto, sem sequer imaginar, que na verdade, estava unindo a sua família novamente.

Eu tinha uma grande certeza agora, esse era apenas o começo da nossa história, onde eu, Jeongguk e Yumi seriamos felizes para sempre.


Notas Finais


E é isso, meus amores, chegamos ao fim, é triste pra quem se apegou bastante a After You, né? Mas não pensem nisso como um fim definitivo, eu logo estarei de volta com novos capítulos extras pra vocês, podem ter certeza.

Gostaria de agradecer a todas que acompanharam a estória até aqui, aos que tiraram uns minutos do seu dia apenas para ler a fanfic e deixar tanto amor e carinho nos comentários. Foi incrivelmente bom trabalhar com a estória de After You, conheci pessoas adoráveis e adorei passar todo esse tempo com vocês... 😚

Para as leitoras veteranas e que não me abandonam por nada (Eu reconheço cada uma de vocês ahshah), grandes projetos estão por vir e estou cheia de ideias para fanfics novas, espero tê-las comigo nas próximas que virão, não só vocês como também as que acompanharam AY, o apoio de vocês é extremamente importante e especial pra mim.

Aguardo vocês nos capítulos extras, se cuidem e fiquem com Deus, adorei conhecer cada uma! 💕
Meu perfil ღ: @mayaszz
→ Me sigam para ficar por dentro de todas as novidades que estão por vir.

Até a próxima! 🌸❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...