1. Spirit Fanfics >
  2. Aftercare >
  3. ;uniq; Carinho

História Aftercare - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


ss tô postando umas 🔞 aleatória do nada

juyeon bottom world domination

Capítulo 1 - ;uniq; Carinho


O que era para ser apenas um jantar de família da casa de JuYeon foi muito além quando o mais novo começara a provocar JaeHyun, discretamente quando seus pais não estavam olhando ou haviam deixado-os sozinhos por algum momento, deixando-o em apuros durante o jantar inteiro. 


Levantaram da mesa e foram direto para o quarto, e ali estavam até agora. Decidiram que iriam desapegar da cama por um dia, então ali estavam. 


JuYeon era grande, além de alto, ainda tinha músculos definidos por conta da dança, mas nada que fosse impossível para JaeHyun. Apoiara o garoto na parede, o prensando ali e segurando uma de suas pernas na altura de seu quadril, dando a oportunidade do mais novo tentar sustentar-se com a outra, o mantendo ali enquanto o estocava com força, ouvindo os gemidos delirantes que saiam entre os lábios do amado. Com a mão livre, controlava quando o outro podia, ou não, chegar ao seu ápice, tinha JuYeon literalmente na palma de sua mão quando fazia isso. Mal conseguia comentar o quão prazeroso era vê-lo se contorcendo de prazer, praticamente. Implorando com todas as forças que tinha para Jaehyun o deixar gozar de uma vez por todas, porém as coisas não seguiam do jeito que o azulado realmente queria. 


JaeHyun o segurou por um bom tempo, acabando por o dar a tão esperada permissão quando também atingiu seu ápice, pela segunda vez, dentro do mais novo, era claro. Viu a porra de JuYeon sujando sua mão e escorrendo pelos seus dedos, tal como a sua escorria pela perna do mais novo, e um pouco na sua também, pela posição. 


Colocou-o no chão com cuidado, porém se assustando quando viu-o agarrar em seus ombros, quase caindo, aparentemente sem forças, fazendo escapar uma risada contida dos lábios do loiro.



— Você é tão fraco. — Riu, sustentando o corpo do garoto, o ajudando. Era até engraçado ver aquela figura toda de um metro e oitenta e um num estado tão submisso assim, a ponto de precisar de ajuda para ficar em pé depois de uma foda. 



A verdade era que JaeHyun acabava com toda a postura de valentão que JuYeon sequer um dia teve, ou pensou que teve.



— Quando o assunto é você, impossível não ser. — Se assustou quando o loiro ameaçou o soltar, segurando forte nos ombros do amado, que riu gostoso da situação. O de cabelos azuis revirou os olhos, deixando um tapa no ombro alheio. 


— Vem, vamos cuidar disso, hm? — Beijou a bochecha do Lee mais novo, o colocando em seu colo e indo até o banheiro do quarto, o colocando na banheira e ligando, colocando uma bomba de banho na água assim que a viu cheia, entrando na água quentinha também e aproveitando a visão que tinha, sorrindo bobo. 



Via JuYeon encostado na borda da banheira, repousando ali com os olhinhos fechados e toda aquela espuma cor-de-rosa até praticamente metade do peito. Tinha alguns cabelos grudados na testa ainda pelo suor, e as maçãs do rosto ainda jaziam uma leve coloração rubra. Era uma visão angelical. 


Se aproximou um pouco, ficando de joelhos na banheira, e começou a esfregar o corpo do amado, o dando banho, com direito a massagem e tudo. Traçava trilhas de beijos desde a altura de seu pulso até chegar em suas bochechas, deixava carícias por todo canto, selares por onde pudessem imaginar. Estava tratando-o como um verdadeiro príncipe, porque era isso que JuYeon era. 


Via o mais novo aproveitar isso, deixava claro no sorriso de gatinho que jazia em seus lábios, os cantinhos da boca levantadinhos era exatamente tudo que JaeHyun precisava ter em sua vida.


Deu banho em JuYeon como se fosse a coisa mais preciosa de sua vida, tomando seu banho também e saindo, prendendo uma toalha na altura do quadril e tirando JuYeon da banheira, o secando e enrolando na toalha, pegando no colo, antes esvaziando a banheira para que pudessem sair do banheiro. 


O deitou na cama e pegou dois conjuntos de roupa, vestindo-se primeiro para poder passar para o parceiro. Tinham a mesma altura e o mesmo porte, era completamente normal que compartilhassem roupas. 


Voltou-se para o que era importante, vestindo JuYeon com carinho, ainda receptando beijos por toda a área onde seus lábios alcançavam. O coração do azulado estava quentinho com todo aquele carinho gostoso, JaeHyun o fazia sentir como se fosse a única pessoa no mundo e sinceramente? Amava isso. 


O posicionou na cama larga com todo o cuidado que tinha e pegou os controles da televisão e do videogame, voltando para sentar-se ao seu lado, vendo o mais novo se arrumar na cama de modo que pudesse recostar em seu peito, sorrindo com isso e deixando um beijo entre os fios vividamente azulados do namorado, havia pintado-os a pouco tempo. 



— O que quer assistir, príncipe? — Perguntou, com a voz baixinha e um pouco rouca, fazendo carinho pelo rosto alheio e o virando para si momentâneamente, puxando seus lábios num beijo carinhoso, sentindo-o retribuir com tamanho carinho, deslizando sua canhota pelos cabelos na nuca do mais velho, fazendo uma terna carícia ali antes de separar o beijo, encarando os lábios alheios e retornando ao beijo novamente, ficando naquela brincadeira particular de separar e tomar os lábios um do outro novamente por um bom tempo, não cansariam-se nunca daquele carinho todo. 


— Qualquer... — Sussurrou, soltando um suspiro, subindo o olhar para os olhos do amado, o percebendo sorrir e rindo timidamente, aninhando seu rosto na palma da mão do outro assim que colocara-a em sua bochecha. — Qualquer coisa, meu amor, qualquer coisa tá bom, eu só quero passar um tempo com você. — Segurou no pulso de JaeHyun para que permanecesse com a mão ali, empurrando sua mão com a cabeça como um gatinho que implorava por carinhos do dono, ouvindo uma risada contida do mais velho, que apenas levou sua outra mão até os cabelos do azulado, o dando o dobro de carinho. Os 1,81 de JuYeon facilmente transformavam-se em, no máximo, 1,60 com tamanha manha que o garoto tinha. JaeHyun nunca havia conhecido uma pessoa tão manhosa em toda a sua vida. 



O loiro apenas seguiu as palavras do amado e colocou ‘qualquer coisa’ na televisão, havia escolhido um desenho aleatório que passava nas sugestões, nem estavam dando tanta atenção para a televisão mesmo, de qualquer jeito. 


E continuaram naquele pequeno jogo por um bom tempo, mantendo seus lábios ocupados até as bochechas doerem um pouco pela tensão, resolvendo passar para outra forma de carinho. Enquanto mantinha uma das mãos ocupadas segurando a mão do namorado, usava a outra para fazer carinho em seu rosto, subindo pelo seu cabelo e deixando selares em sua testa, sua têmpora, sua bochecha e onde alcançava, deixando o mais novo completamente bobo com o carinho, passando a noite inteira naquela ternura. 


JuYeon sabia, e sabia muito bem, que os momentos íntimos com JaeHyun eram os melhores, o loirinho sabia exatamente como levá-lo aos céus em exatamente todas as vezes, mas com certeza nada se comparava com todo o carinho depois do sexo, fazendo-o sentir a pessoa mais importante do mundo, e realmente era assim que o Lee mais velho esperava que se sentisse, afinal, era o que significava para si. 


Notas Finais


boiolinhas sim.

ALGUEM TINHA QUE FAZER UMA JUYEON BOTTOM NESSE MUNDO VEI SE NGM FAZ CABE A MIM NÉ

obrigado por ler me perdoem eu n sei escrever hot <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...