História Agatha Cooper - MYG - - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Min Yoongi (Suga), Personagens Originais
Tags Bts, hacker, Jeon Jungkook, Min Yoongi, Romance
Visualizações 2
Palavras 830
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Bishoujo, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Literatura Feminina, Luta, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá, essa é minha primeira fanfic mas, sinceramente? ela promete ksksks
Espero que gostem, boa leitura <3

Capítulo 1 - Escaneando...


"Alo?" - Questiona a mulher com o celular ao lado da orelha.

"Tatha! Como vão as coisas por ai, ruivinha?" - A voz masculina do outro lado da linha diz simplesmente.

"Ah, olá Matt."- A mulher diz sem emoção enquanto digitava alguma coisa no computador a sua frente. -"Vão bem. Precisa de algo? É a primeira vez que você me liga em horário de trabalho." - A ruiva continua com o tom de voz baixo e, de certa forma, frio.

"Bem...sim, os chefes estão pedindo alguém que saiba desses bang's de tecnologia para verificar a rede e..." - Matt não termina a frase devido ao barulho do outro lado da linha.

"Matthew, eu não faço isso." - A ruiva responde um tanto quanto arrogantemente para o homem fazendo  o mesmo suspirar.

"Mas, Thata... Eu já procurei em todos os lugares! É assustadora a forma como tem incompetentes se fingindo de Hackers, você sentiria nojo." - O homem diz com uma voz engraçada, insinuando enjoo em relação ao assunto. - "Por favorzinho! Só dessa vez! Eu prometo de comprar um Cheeseburger daquela lanchonete que você é viciada!"

"Com direito a bebida?" - A mulher diz aceitando a ideia aos poucos e Matt confirma. "Ok, me mande o endereço e eu vejo um horário livre para mim..."- A ruiva é interrompida rapidamente.

"Tem que ser agora! Os chefes vão para uma conferencia em Chicago daqui....vinte minutos, e você tem que ir junto." - Matthew diz e envia o endereço para a mulher através do e-mail. - "Vou desligar agora, venha rápido ou meu emprego já era, bye bye!"

A Chamada é encerrada fazendo a mulher praguejar o irmão por tal ato, agora ela teria de ir para essa conferência, mesmo que a contragosto.

"Eu vou te matar Matthew! Seu desgraçado!" - A ruiva diz com o tom de voz alto enquanto se levantava de sua confortável cadeira.

Agatha não tinha o costume de sair de seu "escritório", normalmente seu irmão cuidava dos assuntos do mundo exterior e ela cuidava da renda que ambos tinham para sobreviver, tudo isso sem sequer sair da cadeira.

Enquanto procurava o pé esquerdo da sua bota de couro preto a mulher amarrava os longos e alaranjados cabelos em um rabo de cavalo bagunçado.

Cuidados com a aparência não era um de seus pontos fortes mas com certeza isso não diminuiria sua beleza.

Dotada de um belo par de olhos esverdeados e pele clara como papel, Agatha era invejada por muitas garotas enquanto ainda na escola; Conforme foi se desenvolvendo como mulher os traços da ruiva foram se intensificando tornando-a dona de uma beleza inigualável, não só pela face, já que seu corpo é digno de uma obra de arte, mas nada disso importava, Agatha nunca se importou com sua aparência e não seria novidade a mesma não se arrumar com frequência.

Após encontrar a peça de roupa que lhe faltava, a ruiva segue para fora da casa, mais especificamente para a garagem, e retira as chaves do veículo preto de dentro do bolso da calça, destrancando o carro em seguida.

Não era a primeira vez que Matt fazia algo assim, o homem sempre dera os trabalhos tecnológicos para a irmã fazer, mas mesmo assim Agatha não se acostumava a sair de casa, ou a ter que socializar com outras pessoas para completar seus trabalhos.

A mulher já planejava sua vingança mentalmente. Matthew não perdia por esperar.

Já no caminho para a empresa em que seu irmão trabalhava, Agatha cantarolava a música que tocava no rádio e dirigia rapidamente, ela só tinha vinte minutos afinal.

Após alguns minutos o carro dos irmãos já estava parado em frente a empresa WAG e a ruiva já atravessava a porta da frente do lugar.

"Boa tarde, como posso ajuda-la?" - A recepcionista diz sorrindo para Agatha, fazendo a mesma revirar os olhos internamente.

"Saberia me informar onde está Matthew Cooper?" - A ruiva responde com outra pergunta, fazendo a recepcionista a olhar de maneira engraçada.

"Vigésimo sétimo andar, senhorita." - A mulher responde sorrindo. - "Poderia me informar por que está a procura de Matthew?" - A recepcionista questiona curiosa olhando para a ruiva.

"É você quem informa os outros, não eu. " - Agatha Responde friamente seguindo até o elevador, deixando a pobre recepcionista sem reação.

O botão do vigésimo sétimo andar é pressionado e as portas se fecham, logo o elevador começa a subir em direção ao seu destino.

Quando as portas se abrem novamente Agatha logo encontra seu irmão sentado atrás de uma bancada, o jovem tinha iniciado seu trabalho na empresa como assistente dos chefes, o que era muito bom, segundo ele.

"Matthew Cooper, você está ferrado. " - A ruiva diz apoiando os braços sobre o balcão, assustando o irmão.

"Ai meu deus,Agatha! Quer me matar mesmo?!... Não responda! " - Matt diz com a mão no lugar do coração e fazendo uma careta.- "Os chefes vão sair da sala em cinco minutos, é só esperar."


Notas Finais


Comentários são bem vindos, sejam criticas (construtivas) ou elogios *-*
obrigado por lerem, até a próxima!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...