História Agent Kane // Kim Taehyung - Capítulo 15


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Visualizações 13
Palavras 1.087
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Festa, Ficção Adolescente, Hentai, Luta, Policial, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


AVISO 🔞

Esse capitulo contém cenas de sexo explicito, se não gosta, não leia, isso não irá interferir em nada no decorrer da fanfic...

Boa Leitura!

Capítulo 15 - BabyGirl


Fanfic / Fanfiction Agent Kane // Kim Taehyung - Capítulo 15 - BabyGirl

* Raquel On *

As festas que Nam Oppa dá são as melhores de toda a escola e essa, não estava diferente. Eram apenas 23:00 da noite e algumas pessoas já estavam tão embriagadas ao ponto de não lembrar mais onde deixaram as chaves  de seus carros ou até mesmo seus nomes, Marcy e YoonGi sumiram, vi Len e Taehyung irem para a cozinha a uns 10 minutos e ainda não voltaram, na certa estariam se pegando e eu... Bom, eu estava a ponto de subir numa mesa e fazer um topless na frente de toda a escola, e olha que eu só bebi alguns shot's de tequila e talvez uns 4 copos de Whisky... Ta legal, também bebi duas garafas de soju. Estava quase tirando a blusa quando Jimin me puxou de cima da mesa com um olhar de reprovação, soltei uma risada meio grogue ao escutar um "Aah" das pessoas em volta e beijei Jiminie que também não estava lá tão sobrio.

- Você está louca? - perguntou Jimin interrompendo o beijo e me olhando.

- Estou louca por você. - disse sorrindo maliciosa.

- Você vem sendo uma garota muito má ultimamente BabyGirl e merece um punição. - disse safado.

- Sim Daddy, me puna, me puna agora mesmo. - disse fazendo manha.

Desci minha mão que estava em sua nuca por seu abdómen até que chegasse em sua calça, senti uma pontada em meu ventre ao notar seu volume e o apertei por cima da calça, Jimin soltou um arfar, sorri sacana e ele me pegou pelo braço me arrastando escada a cima e adentrando uns dos quartos do andar de cima. Depois de entrar Jimin me soltou para trancar a porta, o garoto mal se virou e eu já parti pra cima do mesmo arrancando sua blusa e o beijando ferozm0ente.

Jimin foi me empurrando até a cama e logo depois me deitou na mesma ficando por cima de mim, tirou minha blusa jogando-a em qualquer canto do quarto e voltou a me beijar. Estáva tão afoita que não percebi quando Jimin tirou meu sutiã, só senti quando seus lábios tocaram meu seio esquerdo o chupando como um bebê faminto e depois mudou para o outro no mesmo processo e em seguida desceu seus lábios passando pela minha barriga e parando no cós de meu short's me olhando com um sorriso safado, desabotoou e desceu o ziper tirando o short juntamente com a calcinha lentamente me deixando frustrada.

- Jiminie Oppa por fav... - soltei um grito quando senti uma ardência em minha coxa, Jimin havia dado um tapa na mesma deixando o local imediatamente vermelho.

- Seja uma boa garota e fique calada, se eu escutar um gemido sequer irá ganhar mais marcas iguais a está, entendeu? - disse autoritario e uma expressão de enlouquecer qualquer um.

- Uhum. - murmurei choramingando.

- Muito bem BabyGirl, fica quietinha ta.

Disse e abriu minhas pernas, encarou minha intimidade sorrindo e passou sua lingua gelada pelo meu clitóris me fazendo morder os lábios para que não saisse nada. Vi sua cabeça se afundar entre minhas pernas e ele adentrou sua lingra em minha intimidade me fazendo segurar o gemido o que não deu certo, assim que soltei o primeiro gemido senti um tapa ser depositado em minha coxa quase que no mesmo lugar do outro, mordi os lábios e senti o gosto ferroso de sangue, Jimin penetrou sua lingua em mim e eu quase perdi a pouca sanidade que hávia em mim. Puxei os fios rosados de Jimin quando senti que estava chegando no meu limite, Jiminie tambem percebeu pois penetrou dois dedos em mim enquanto usava sua lingua em meu clitóris, enterrei minha cabeça no travesseiro e soltei gemidos mais altos. Quando o prazer ficou mais intenso Jimin parou com seu trabalho e eu o mandei um olhar assassino.

- Essa é sua punição por querer tirar a roupa em frente á todos. - disse beijando meu pescoço.

- Aigoo seu... Hm. - gemi quando senti outro tapa forte em minha coxa esquerda.

Jimin sorriu e se levantou, tirou sua calça junto com a cueca box preta que estava usando, pegou algo do bolso e voltou a deitar sobre mim.

- Daddy, me deixe brincar com você hm? - disse manhosa.

- Hoje não BabyGirl, preciso muito estar dentro de você... Agora de preferência. - sussurrou no meu ouvido.

- Hmm... - gemi de tesão e o beijei ferozmente.

Jimin colocou a camisinha e me penetrou com força, soltei um gemido alto juntamente ao garoto. No começo era devagar mas pouco tempo depois os movimentos ficaram rápidos e quando eu vi já estávamos os dois gemendo como loucos, Jimin estava de olhos fechados e os lábios entreabertos, gemi com essa visão e fiquei confusa quando ele parou e se retirou de dentro de mim.

- Fica de quatro pra mim Baby. - mandou e eu o obedeci imediatamente ficando de quatro na cama enquanto senti ele se aproximar e roçar seu membro em minha entrada.

Ele foi me penetrando devagar, soltei um gemido sofrego e pareçe que isso o estímulou pois se afundou em mim por inteiro e foi se retirando lentamente, repetiu os movimentos e acelerou as estocadas. Sentia que meu ápice estava próximo, Jimin denunciou que não estava diferente quando começou a gemer alto, ele pegou em meus cabelos e os puxou para trás chegando seu rosto perto do meu.

- Tão linda, tão apertadinha... Tão minha. - sussurrou e me deu um selinho.

- Aah Jiminie, estou quase lá. - disse gemendo.

- Vamos juntos. - disse ele e acelerou mais ainda os movimentos.

Minha intimidade apertou o membro de Jimin fazendo o mesmo chamar meu nome, minhas pernas começaram a tremer senti meu ápice chegar, logo depois o prazer de Jimin veio e ele apertou minha cintura forte. Continuou penetrando para ESCREVS AKII . e segundos depois parou, eu estava tão desnorteada que cai na cama e senti ele cair ao meu lado ofegante.

- Foi melhor... Do que pensei. - disse ainda ofegante.

- Sim, você e demais. - disse rindo e me puxando para perto.

- E só pra constar, aqueles tapas doeram. - disse fazendo biquinho e deitando minha cabeça em seu peito.

- Mianhe, mas você mereceu... Da próxima vez que for tirar a roupa pra alguém que não seja eu, farei pior. - disse.

- Hmm... Irá me amarrar? - perguntei subindo encima dele.

- E te bater com um chicote. - disse beijando meu pescoço.

- Hm, okay Cristian Grey, estou louca para que esse dia chegue.  - gargalhei e o beijei.

E partimos para o segundo round.


Notas Finais


Annyeong bolinhos

Turo bão com vocês?

Esperoo que siim...

Bom, esse foi meu primeiro hot, espero que tenham gostado, não esqueçam de deixar seu votinho e o seu marabrilhoso comentário porque a Alien akii adora saber o que estão achando e isso me motiva ainda mais a continuar com a fic...

Tenham uma ótima semana e até o proximo capítulo

Annyeong 💙


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...