História !Agente Chaeyong! - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias TWICE
Personagens Chaeyoung
Tags Chaeyong, Twice
Visualizações 7
Palavras 769
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Mistério, Suspense

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - Caso 1


Fanfic / Fanfiction !Agente Chaeyong! - Capítulo 2 - Caso 1


--Mais o que é isso que você está levando na mochila, menina?--perguntou minha mãe enquanto eu tirava com muito custo a mochila do carro e a colocava nas costas.  Estava superpesada , mais acho que ninguém notou, consegui disfarçar bem.


--minhas coisas --respondi, olhando de relance pela frestinha dos meus óculos escuros para analisar a reação dela.


--suas coisas?!-- respondeu minha mãe, fazendo cara feia e desconfiada. E pelo jeito como ela disse "coisas" eram aquelas, e porque eu tinha tantas coisas.


--Ai, mãe, só um monte de coisas chatas para a excursão da escola-- falei sorrindo, e corri em direção ao portão da escola.



Em caso de interrogatório, ser bem vaga é a melhor estratégia. Se minha mãe quisesse mesmo saber o que tinha na minha mochila, teria vindo atrás de mim e investigado. Mas eu já tinha enrolado um montão em casa, de propósito, pois sabia que ela estava atrasada. 




Afinal, uma agente secreta precisa pensar em tudo, e com antecedência.



 
--Bom então aproveite --gritou minha mãe lá do carro, indo embora rapidinho.



Ufa!



Eu não podia contar para minha mãe que minha mochila estava cheia de coisas de agente secreta, ela ficaria uma fera. Quando você é agente secreta, não pode contar para ninguém, pois todo mundo fica megapreocupado  com você saindo por aí para salvar o planeta.



Principalmente minha mãe, que tem ataques quando eu vou a uma loja sozinha.



《》《》《》《》《》《》《》



O pessoal da minha sala já estava entrando no ônibus da escola para ir ao museu, então fiquei lá para trás e de olho na nossa professora, a senhora Yura, que estava conferindo o nome dos alunos na lista.



Eu já estava vigiando a senhora Yura havia uma semana e tinha certeza que ela era mais um gênio do crime  (ou gênia? ) posando de professora. Eu também sabia que algo aconteceria de muito suspeito no museu.



A senhora Yura planejou a excursão ao museu para o pessoal ver um tesouro famoso,  o " Diamonte Fantasma", um colar com o maior diamante do mundo.  Em geral, as excursões da escola eram educativas, mais o Diamonte Fantasma  não tinha nada a ver com nossas materias, então não fazia nenhum sentido esse passeio.



Então fui investigar a lista de retiradas da biblioteca da escola e descobri que a senhora Yura pegaria dois livros bem suspeitos.



FLASHBLACK ON



Lá estava eu indo em direção a biblioteca indo devolver os livros que tinha pegado para estudar, quando vejo a senhora Yura saindo da mesma carregando alguns livros e ela...,parecia apressada.



Ignorei e entrei na biblioteca e fui devolver os livros, e fui assinar no livro de retiradas da biblioteca  ( para saberem que devolvi o livro) e vi o nome da senhora Yura logo acima , ela tinha pego dois livros cujo os nomes eram ," Hipnotismo para iniciantes"  e "jóias e maldições malditas".



FLASHBLACK OFF



Isso estava me cheirando estranho, e  a segunda obra abordava um tema bastante estranho. Coincidência demais, não é mesmo?



Com certeza minha professora estava armado alguma coisa, e eu precisava descobrir o quê. 




Quando chegou a minha vez de entrar no ônibus, a senhora Yura me barrou com sua prancheta.




--Son Chaeyong, pode tirar esses óculos escuros ridículos! --gritou, estridentemente, a senhora Yura, que o ônibus inteiro ouviu. Todo mundo caiu na risada.




Se a senhora Yura suspeitava de que eu fosse uma agente secreta, então mandou muito bem ao tirar a atenção dela para dirigir o foco a mim; isso é bem o tipo de coisa que um gênio do mal faria.



Tirei meus óculos escuros, e a senhora Yura bateu em minha mochila com a prancheta que tinha nas mãos.



-- E o que você trouxe nessa mochila? --indagou-- A pia da cozinha?



A galera do ônibus se matou de rir de novo, mais eu não estava nem aí.



--Meu lanche e meu casaco -- menti. Bom eu tinha mesmo trazido meu lanche,  mas não o meu casaco.



--Minha mãe me mandou trazer o casaco porque pode esfriar-- Quando um professor começa um interrogatório, aprendi que uma boa tática é jogar a culpa de tudo na minha mãe. Assim, eles não falam mais nada, tampouco se dão ao trabalho de ligar para ela confirmar a História.



--Óculos escuros e um casaco! -- repetiu a senhora Yura, dando um suspiro cansado e abrindo espaço para eu passar.


-- Son Chaeyong, você veio preparada mesmo!-- O pessoal riu de novo, enquanto eu procurava um lugar para sentar, no fundão do ônibus.


E falei bem baixinho:


-- É senho Yura, vim bem preparada mesmo -- Disfarcei e coloquei meus óculos escuros novamente.



Continua.......


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...