História Agentes Opostos - Capítulo 9


Escrita por: e svtlit

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Tags Jikook!flex, Jimin!bottom, Jimin!top, Jungkook!top, Jungkookbottom!, Namjin, Secretagents!au, Vhope, Yoonmin
Visualizações 74
Palavras 318
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Festa, Ficção Adolescente, Fluffy, Lemon, LGBT, Policial, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


eu praticamente tô me afundando e com isso, trazendo a thais comigo. agora estamos com uma nova obra e ela é particularmente uma coisa ótima, espero que se interessem por ela.

e logo quando der, irá ter uma atualização oficial de Agentes Opostos.

Capítulo 9 - Alive


Fanfic / Fanfiction Agentes Opostos - Capítulo 9 - Alive

Sinopse:

Há um tempo, venho tendo sonhos estranhos.

Não são exatamente... Sonhos. Talvez sejam reais demais para se tratarem de apenas coisas que nossa mente projeta enquanto dormimos. E isso me incomoda. Ser real me incomoda. Ter aquele garoto em todos os sonhos me incomoda.

É sempre assim. Eu o vejo, de longe, arrumando seus fios castanhos com os dedos compridos. Então, ele se vira, encostando-se à uma árvore, de costas para mim. Todas as vezes que me aproximo, ele pede para que eu fique longe. E isso dói.

Me esforcei para fazer de tudo mas aparentemente foi em vão. Toda vez que abria a boca pra tentar dizer algo, nenhum som se quer ousava sair, porém, era como se minha garganta se fechasse.

O rosto do desconhecido tinha um tipo de "névoa" escura que cobria seus olhos, impossibilitando de fazer com que eu o reconhecesse mas tudo não passa de um sonho, que logo vai acabar.

Eu não sei por quê dói, mas todas as vezes que ele me afasta, eu sinto vontade de chorar, mesclada com uma vontade de virá-lo a força. Eu quero ver o rosto dele. Eu quero poder ver o garoto de cabelos escuros que cheira tão bem, que faz parte dos meus sonhos todas as noites, que é o motivo de eu não conseguir me concentrar em nada.

Tudo que eu consegui ver até hoje foram suas mãos estupidamente bonitas, os dedos longos e seus lábios finos. Nada mais do que isso. E a história começa a ficar mais complicada a partir do momento que eu tento fazer algo.

Sempre que me aproximo, ele foge. Então, eu digo algo estúpido, e antes que eu consiga consertar isso, o sonho acaba, e eu volto pro mundo real. Isso se repete, todas as noites, e eu não consigo nem ao menos ouvir sua voz.

Se eu tivesse apenas mais um tempo com ele nesse sonho, será que eu escutaria sua voz?


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...