História Aggressive Love - (imagine Jisung/ Mark Lee) - Capítulo 19


Escrita por:

Postado
Categorias 2NE1, 4Minute, AOA, ASTRO, Bangtan Boys (BTS), Big Bang, EXO, Neo Culture Technology (NCT), Seventeen, Super Junior
Personagens Baekhyun, Boo Seungkwan, Chanyeol, Chen, Chenle, Choa, Cl, D.O, Doyoung, Eunwoo, G-Dragon, Haechan, Hansol "Vernon" Chwe, Heechul, Hyun A, Jaehyun, Jaemin, Jeno, Jeon Jungkook (Jungkook), Ji Yoon, Jimin, Jinjin, Jisung, Johnny, Kai, Kim Heechul, Kim Taehyung (V), Lee Jihun "Woozi", Lu Han, Mark, Min Yoongi (Suga), MJ, Moonbin, Park Bom, Park Jimin (Jimin), Personagens Originais, RenJun, Rocky, Sandara Park, Sehun, Shindong, Soonyoung "Hoshi", Taeil, Taeyang, Taeyong, Ten, Winwin, Xiumin, Yuta
Tags Bts, Imagine Jisung, Imagine Mark, Jikook, Kim Samuel, Nct, Romance
Visualizações 146
Palavras 1.461
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Shounen, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Annyeong! Atualizei o mais rápido que pude. Espero q gostem. Bjss.
(PS: devo lembrar q por problemas de memória, tds os capítulos ficaram sem ft pra capa)

Capítulo 19 - Descobrindo o amor




Min Ah on



- Min Ah! Acorda se não vai se atrasar! - Minha mãe gritava do outro lado da porta. Olhei para meu celular e vi que ainda era cedo.

- Ah mãe! Tá cedo! Daqui a uns 10 minutos me chama de novo. Talvez até lá eu teja alguma coragem pra levantar. - Falo ainda de olhos fechados debaixo das cobertas.

- Você tem visita lá em baixo. - Ela fala já entrando no quarto e me tira minhas cobertas.

- Se for a HaNa manda ela ir tomar no cú e voltar pra cama. - Puxo minhas cobertas de volta.

- Pro seu saber... É o Mark. - Me levanto num pulo. Ela ri. - Acho bom se arrumar logo, se não eu mando ele vir te acordar. - Ela fala saindo do quarto.

Tomei um banho rápido e me arrumei.

Logo desci as escadas tendo a visão de Jungkook e Mark sentados na mesa e minha mãe encostada no balcão conversando com os mesmos.

- Posso saber o que demônios você ta fazendo aqui?! - Falo me sentando ao lado de Mark.

- Bom dia pra você também! Vim tomar café. - Fala mordendo uma torrada.

- E na sua casa não tem?!

- Eu gosto mais o da sua mãe. - Ele sorri. Suspiro.

- Só come logo.

- E então... Como anda o namoro? - Pergunta Jungkook com um olhar irônico. Engasgo com o café.

- Que namoro? - Pergunto.

- O de vocês ué.

- Nós terminamos. - Falo e vejo o sorriso de Mark murchar.

- Mas por que? - Pergunta minha mãe fazendo uma cara de cachorro dengoso. - Eu acredito que logo logo vocês irão reatar.

- Vamos logo que estamos atrasados. - Falo me levantando, ignorando o que minha mãe acabara de falar.

No caminho, fomos conversando sobre coisas aleatórias

Não vou reclamar com Mark sobre ter ido lá em casa. Afinal, ele era meu amigo. Não posso impedi-lo.




HaNa on




Chego no colégio um pouco mais cedo do que o de costume.

Vejo Jisung sentado em um banco distante.

Quando o mesmo repara em mim, viro meu rosto.

- Bom dia! - Sinto um ser me abraçar por trás. Sorri.

- Bom dia! - Me virei para ele. Recebo um selinho inesperado.

Sinto uma fisgada em minhas costas. Quando olho para trás, vejo que Jisung não está mais lá.

- Vamos entrar? - Ele pergunta. Assenti.


Já dentro do colégio.


- Vou no banheiro, pode ir na frente. - falo dando um selinho um pouco demorado em Samuel. O mesmo sorri e assente.

Ao sair do banheiro, sinto uma mão me puxar e me prensar contra parede.


 Jisung!


- Ai! - Gemo pelo impacto. Ah não! É sério isso?! Vai me estrupar?! Logo aqui, dentro do colégio?!- O que você acha que está fazendo?!

- Pergunto isso é a você! - Responde Jisung com raiva. - O que acha que está fazendo com aquele novato?! 

- Coisa que não fiz com você. Namorando!



Jisung on



Senti uma pontada em meu coração.

Namorando?! Quando? Como? Por que?

- Como assim namorando?! - Como eu deixei que acabasse assim?!

- É isso mesmo que você ouviu! Eu estou namorando com o Samuel! E não há nada que você possa fazer. - A puxo mais pra perto, colando nossos corpos. Escuto ela arfar com o choque.

- Ainda há sim, nem que seja o último. - Junto nossos lábios em um beijo necessitado. Sinto uma corrente elétrica passar por nossos corpos, como se precisassemos daquilo. De início, ela tenta me empurrar. Mas falha, ou melhor, nem tenta direito, já que ela também queria aquilo.

Aperto mais sua cintura sem machucar. Ela entrelaça seus braços em meu pescoço aprofundando mais o beijo, que logo se tornara um beijo de língua.

Queria aproveitar cada milímetro de sua boca. Não sabia quando sentiria isso novamente.

Por que ar? Por que é tão cruel comigo? Não acaba agora! Por favor!

Nos separamos pela falta de ar. Demônios de pulmão! Deveria aguentar um pouco mais.

Ela me empurra quando volta a realidade, ainda com a respiração pesada.

- Eu só aceitei, porque será o último. Não ouse mais falar comigo. - Ela sai dali. Não posso aceitar que seja o último. Ela assim como eu, sabe que não vai aguentar muito tempo sem meu beijo.



 Min Ah on



Andava pelo colégio em busca por HaNa.

Aonde essa desgraça se meteu?!

Na corrida, esbarro em alguém. Era Yoongi, o novato que entrou antes de Samuel.

- Opa, foi mal. - Falo me desculpando.

- Tudo bem. - Ele sorri. Meu Deus! Que sorriso! - Você é da minha sala, certo? - Assenti.

- Sou Min Ah, prazer em conhecer. 

- Sou Yoongi, o prazer é todo meu meu. - Ele beija minha mão. Que educado. - Min Ah. - Ele fala pensativo. - Você é a namorada do Mark, né?

Ai credo, que colégio mais fofoqueiro. Até o nevado soube de mim e do Mark. E olha que nem era real.

-Era. - Falo corrigindo. - Não sou mais.

- Então significa que está disponível?

- Sim. - Já sei onde ele quer chegar. Bom, estou disponível, não tem problema algum corresponder. Estou disponível? Por que parecia estranho? 

Escuto o sino tocar.

- Vamos? -Ele fala.

- Pode ir na frente. Tô procurando minha amiga. - Ele assente e segue pra sala.

No caminho, vejo uma cena que me incomodou um pouco.

Mark conversava com Chaerin, irmã de Yoongi. De uma forma bem próxima pra ser sincera. 

Aquilo me incomodava. Por mais que não queira aceitar, aquilo realmente me incomodava. O pior, é que agora eu não posso fazer nada. Não sou mais nada dele, apenas uma amiga.

Por que estou me sentindo triste por isso? Deveria estar feliz, afinal, agora sou livre, certo?

Agrr! Sinto culpa. Culpa por não ser eu agora com ele.

Não! Não pode ser!

Eu... Estou gostando dele?! Não! Não! E NÃO!

Saí de lá um pouco rápido. Ao entrar na sala, voltei a dar de cara com Yoongi. Ele me puxa e sem aviso algum, me beija.

Tento empurra-lo, mas o mesmo era mais forte.

Sinto um olhar pesado sobre mim. Com toda força que tive naquele momento, empurrei Yoongi. Vi que o olhar vinha de Mark, que logo sai da sala sem paciência alguma. 

Fiz merda.



Autora on



Mark havia derramado um pouco de água em Chaerin sem querer, enquanto ia em direção a sala.

-Meu Deus! Sinto muito mesmo. - Ele fala em desespero.

- Tudo bem oppa! Eu tenho outra, irei trocar. - Mark suspira aliviado. Não estava afim de se meter em alguma confusão por agora.

- Se tá tudo bem, então já vou indo. - Ele da passos a frente, se não tivesse sentido uma mão o segurar.

- O-Oppa, eu... - Chaerin fala de cabeça baixa. Atitude que surpreendeu a Mark. - Eu queria dizer que...

- Que?

- EU GOSTO DE VOCÊ! - Ela fala um pouco mais alto, quase como um grito. - Desde a primeira vez que eu te vi, eu me apaixonei por você! Eu até pensei deixar isso pra mim mesma, já que você namorava com Min Ah, mas agora que vocês terminaram, senti que deveria te dizer isso.

- Olha Chaerin... Eu entendo seus sentimentos, e fico feliz que sinta isso por mim, mas...

- Mas você ama Min Ah, não é? - Ela fala com lagrimas nos olhos.

- Que?! Não! Não é isso! É só que... - Mark finalmente se tocou da verdade. Verdade que ele já sabia, apenas tentava ignorar, já que possa ser passageiro. Mark estava apaixonado por Min Ah. Não podia mais negar a si mesmo. - Sim, é verdade. - Da um suspiro em sinal de derrota. - Eu... Eu amo Min Ah.

A menina correu para longe dalí, com lágrimas nos olhos.

Não sentia desprezo, nem ódio por Min Ah. Na realidade, Min Ah tem sorte de ter alguem como Mark, que apesar de tudo, neste momento foi fiel a ela.

Chaerin apenas queria sair dalí, desaparecer por agora.

Chegou a um ponto do colégio, onde nem sabia mais onde estava.

Ouviu uma voz fina, mas ao mesmo tempo incrível cantar.

Ao seguir a voz, foi parar no terraço do colégio. Vendo um garoto encostado na parede, enquanto admirava o céu azul.

O garoto percebe sua presença e a mesma se assusta.

- Por que choras, minha Julieta? - Fala o garoto em um tom irônico.

- Sinto muito. Já vou saindo. - Chaerin fala se desculpando, mas suas mãos são seguradas.

-Pode ficar. Você me parece triste. - Ele a puxa para sentar-se junto consigo. - Eu gosto de vir aqui quando estou triste. Me ajuda a acalmar.

-Não vai pra aula? 

- Não nessa, preciso respirar um pouco de ar. - Chaerin assente. - Sou Kwon Jiyong, mas pode me chamar de GD.

- Sou Min ChaeRin, mas pode me chamar de CL.

Os dois ficaram conversando alí por horas.

Enquanto isso, Mark estava a caminho de sua sala. Mas ao chegar lá, vê uma cena que lhe partiu o coração.

Min Ah estava beijando outro.

Como ela pode - Pensou Mark.

Viu que Min Ah havia o notado alí. Saiu de lá as pressas.










Notas Finais


Então foi isso meus amores. Ah, e logo logo irei publicar nv fic, espero ver vcs lá qnd lançar. Jalga!😊


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...