História Agora e para sempre - Capítulo 17


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hanabi Hyuuga, Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Karin, Naruto Uzumaki, Personagens Originais, Rock Lee, Sai, Sakura Haruno, Sarada Uchiha, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Shino Aburame, Suigetsu Hozuki, Temari, TenTen Mitsashi
Tags Drama, Hentai, Inosai, Naruhina, Naruto, Revelaçoes, Romance, Sasusaku
Visualizações 149
Palavras 1.980
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Eu sei que eu demorei séculos para voltar, mas eu além de eu estar atolada com a escola, vestibular e trabalho eu tinha esgotado minhas inspirações, mas ai andei pensando e tive algumas outras ideias, então espero que gostem

Capítulo 17 - Figuras do passado.


Fanfic / Fanfiction Agora e para sempre - Capítulo 17 - Figuras do passado.

Sakura Haruno

- Sasuke, estou indo até o mercado, quer vir? – perguntei calçando meus sapatos.

- Sim, preciso sair um pouco de casa. – disse ele entrando no quarto e trocando de roupa.

- Cadê a Sarada? – perguntei ajeitando meus cabelos.

- No berço brincando com o ursinho que a Hina deu para ela.

- Aquele ursinho é uma graça. – disse e fui até Sasuke beijando sua bochecha.

- Ei, espera! – disse ele e me puxou pela cintura selando nossos lábios de um jeito mais intenso e eu o abracei pelo pescoço o puxando para perto enquanto andávamos trocando os pés pelo quarto. – Sinto sua falta. – ele sorriu assim que o beijo se partiu.

- Vamos sair hoje, Hina disse que fica com a Sarada. – disse eu e seu sorriso se alargou e ele me deu um selinho.

- Ótima noticia, estou até mais animado agora. – sorriu.

Trocamos de roupa, vesti uma roupinha em Sarada e a peguei no colo e fomos saindo de casa e Sarada estava sempre com o ursinho grudado em si, mas ria de tudo ao seu redor.

- O temperamento dela é exatamente igual ao seu. – disse Sasuke com o indicador na bochecha de Sarada a cutucando.

- Porque você fala? – perguntei curiosa olhando para Sarada.

- Olha isso, ela está muito sorridente certo? – ele perguntou mexendo nos cabelos e eu afirmei com a cabeça. – Agora olha isso. – ele disse e tirou o ursinho dela.

Sarada na mesma hora fechou a cara para Sasuke e segundos depois fez um bico enorme segurando o choro, mas não permitia uma lágrima escorrer e assim que ele devolveu o ursinho ela esfregou os olhinhos e riu.

- Viu só? – ele disse rindo e abraçou minha cintura e beijou a cabeça de Sarada.

- Você está brincando com a cara da sua filha, é isso mesmo Sasuke Uchiha? – fechei a cara o olhando.

- Claro que não, amor. – ele disse e me roubou um selinho e foi inevitável não sorrir. – Viu? Vocês tem o mesmo temperamento, ela me puxou apenas na aparência até agora.

- Eu duvido que seja apenas na aparência, algo me diz que ela vai ser igual a você quando estávamos na academia. – disse e ele sorriu.

- Isso também, ela será a melhor da sala, a mais forte, a mais incrível. – ele disse orgulhoso.

- Ela é uma Uchiha, honrará o sangue que tem, terá um sharingan tão bom quanto o do pai. – disse sorrindo e olhando para pequena que mordia toda a mão olhando para as árvores.

- Falando em Uchiha, já está mais que na hora de planejarmos nosso casamento amor, Sarada já está com seis meses, ela consegue ficar quietinha no colo da Hina ou do Naruto durante a cerimônia. – ele disse parecendo ansioso.

- Você tem razão, podemos começar a organizar isso, falarei com as meninas para me ajudar a pensar na decoração e então planejaremos tudo. – sorri.

- Ótimo, me passe tudo quando decidir. – ele disse e pegou Sarada do meu colo vendo que nos aproximávamos da feira.

- Tudo bem amor. – sorri.

Paramos nos lugares e fomos cumprimentamos as pessoas e comprando o que precisarmos, até me assustar com uma voz que eu não ouvia a mais de um ano.

- Sakura? Sakura Haruno é você mesmo? – na mesma hora me virei vendo quem eu nunca esperava encontrar ali.

Fuyuki?

- Fuyuki? – perguntei arregalando os olhos. – O que está fazendo aqui?

- Estou de passagem mais uma vez, nossa, você está tão diferente. – disse ele me olhando da cabeça aos pés.

- Atrapalho? – ouvi a voz grossa e bem irritada de Sasuke surgir e logo ele estava parado ao meu lado com uma cara nada boa.

Eu sabia que Sasuke se lembrava dele e sabia quem era.

- Você é o Uchiha certo? O que chegou aqui com aquela mulher. – ele disse em um tom debochado apontando para Sasuke e na mesma hora eu peguei Sarada e vi Sasuke fechar a cara. – Falando nisso, como ela está? Esse bebê é de vocês dois? – perguntou.

- Cale sua boca, bastardo de merda! – disse Sasuke entre os dentes. – Não, eu não tenho notícias dela, porque eu não estou com ela, e sim com a Sakura, ela é minha noiva e ela é minha filha e de Sakura. – disse entre os dentes.

- Sakura? Sua noiva? – ele começou a rir alto. – Você é não é nada, você só a fez sofrer a vida toda, se eu fosse você não teria coragem de olhar na cara dela de vergonha.

- CALE A BOCA! – gritei e Sarada se assustou a começou a chorar. – Se for para falar do meu noivo dessa forma, suma da minha frente, eu nem me lembrava da sua existência até você aparecer, sua daqui e volte de onde veio. – disse aninhando Sarada a fazendo parar de chorar. – Vamos embora Sasuke. – disse e eu e Sasuke saímos andando.

- Eu quero matar esse cara, quem ele pensa que é? – disse Sasuke transtornado.

- Amor, não se preocupe, esqueça-o, vamos sair hoje e ter a noite toda só para nós. – disse sorrindo, mas ele ainda continuou de cara fechada.

Sasuke e seu temperamento difícil.

Não insisti, apenas continuamos voltando em silêncio para casa, eu carregando Sarada que estava dormindo em meu ombro e ele carregando as sacolas, parecia com a cabeça longe, apenas o deixei quieto. Assim que entramos em casa vimos o dia escurecendo.

Sasuke deixou as compras na cozinha e eu fui para o quarto de Sarada pois eu tomaria um banho com ela para andar mais rápido. Fui para o banheiro e coloquei a banheira para enchei e voltei para o quarto só de toalha vendo Sasuke brincando com Sarada dentro do berço.

- Conta para o papai que vamos tomar banho. – disse fazendo vozinha fina e ela começou a bater os braços e as perninhas rindo alto.

- Fala com a mamãe que vamos tomar um banho em família hoje. – ele disse e olhou para mim e mordeu o lábio por eu estar de toalha.

- Sem segundas intenções Uchiha. – sorri pegando a pequena em meus braços.

- Nem terceiras. – ele disse e sorriu.

Eu amava quando ele sorria, ele nunca fora de sorrir, mas seus sorrisos abertos são so meus preferidos.

Fui para o banheiro com Sarada em meus braços e Sasuke logo atrás. Quando entramos na banheira Sasuke me encaixou no meio das suas pernas e eu apoiei as costas em seu peito enquanto segurava Sarada sentada em meu colo batendo as palminhas a água com um sorriso enorme me fazendo sorrir.

Sasuke jogou um pouco de água nos cabelos dela e um enorme bico já começou a se formar e eu acabei rindo e enchendo a sua bochecha gordinha de beijos a fazendo soltar gargalhadas.

- Essas são as partes preferidas do meu dia. – Sasuke comentou e eu me virei para olhá-lo.

- Tomar banho? – perguntei com ironia e ele jogou água em meu rosto. – EI!

- Estar com vocês é a parte preferida do meu dia. – ele comentou e me abraçou pela cintura beijando minha cabeça e logo beijou o rosto de Sarada que pegou uma mexa de seus cabelos compridos

- Do meu também. – admiti sorrindo. – Seu cabelo está enorme, vamos ter que cortar um pouco dele. – disse passando a minha mão livre em seus cabelos negros que agora batiam em seus ombros e cobri seu olho direito que possuía o Rinnegan.

- Amanhã você faz isso, temos outras coisas melhores para fazer. – ele disse.

- Você já pensou sobre o braço com as células de Hashirama? O do Naruto foi um sucesso, isso te ajudaria tanto e... – ele me interrompeu.

- Se um dos meus castigos para a redenção divina é viver com um braço apenas eu farei isso sem questionar. – ele disse em um tom sério. – Eu causei muito mau a você, e a toda aldeia, eu não mereço se quer essa família. – eu segurei seu rosto o fazendo olhar em meus olhos.

- Se você não nos merecesse, nós não estaríamos aqui e Sarada não existiria, se ela existe é porque você merece, merece uma segunda chance, merece amor, merece cuidados, merece o perdão, você merece uma família Sasuke, e eu e Sarada estaremos ao seu lado todos os dias para provar isso a você. – eu disse e ele me abraçou colocando Sarada no meio.

- Eu amo vocês. – ele disse baixinho e Sarada logo começou a fazer birra e nos soltamos.

Ficamos um pouco brincando com ela na água quente e ao sairmos já estava escuro, Sasuke se vestiu e ficou com Sarada para que eu me arrumasse. Vesti um vestido vermelho com detalhes brancos e calcei um salto preto, arrumei meus cabelos e passei um pouco de maquiagem.

Quando me virei Sasuke pareceu vidrado olhando para mim.

- Eu tenho a mulher mais linda do mundo. – ele disse e eu sorri sentindo minhas bochechas corarem.

- Idiota. – disse e ele me puxou me dando um beijo.

- Vamos antes que acabamos nos atrasando. – disse ele e saímos logo de casa.

(...)

- Qualquer coisa mesmo você vai atrás de mim. – disse enquanto Sasuke me puxava para fora e Hinata ria de mim.

- Saky, ela vai ficar bem, Naruto vai me ajudar a olhar os dois. – disse ela com seu sorriso doce de sempre.

Mesmo com o passar dos anos Hinata nunca mudou, sempre conservou exatamente quem ela era, a garotinha doce e apaixonada por um idiota chamado Naruto Uzumaki.

- Esse é meu medo. – disse vendo Naruto aparecer com Sarada e Boruto no colo.

- EI! – ele gritou e Sarada abraçou seu pescoço sorrindo. – Viu? Ela me ama, se brincar até mais que você. – ele botou língua.

- Não me faça quebrar a sua cara em pedacinhos Uzumaki. – disse entre os dentes.

- Vamos logo Sakura. – disse Sasuke já impaciente. – Cuide bem da minha filha Naruto se não eu te corto em pedaços minúsculos. – ele disse e saiu me arrastando.

- Tchau! – acenei para Hina que acenou de volta ainda rindo a cena anterior.

- Se continuarmos tão grudados nela assim, nunca vamos conseguir sair sozinhos. – Sasuke comentou.

- Eu sei, mas ela é tão novinha, ainda não tem nem um ano. – disse enquanto andávamos de mãos dadas pela rua movimentadas de Konoha.

- Eu sei, mas ela precisa se acostumar a ficar sem nós dois, eu já voltei a trabalhar, logo você terá que voltar para o hospital... – ele disse.

- Você vai voltar a fazer missões? – perguntei sentindo um aperto no peito.

- Eu preciso te ajudar a sustentar a família, não posso deixar que faça isso sozinha.

- Você não precisa trabalhar, eu ganho bem no hospital, posso vender a casa dos meus pais, eu consigo sozinha. – disse sentindo o desespero bater.

- Sabe que eu não posso deixar isso acontecer, se eu ficar muito tempo parado posso trazer perigo a vocês duas e eu não quero isso. – ele disse e eu sentia meus olhos se encherem de lágrimas.

- Você não precisa ficar sempre viajando para isso, correrá ainda mais perigo.

- Esse será meu modo de me redimir com a vila. – ele disse e segurou meu rosto.

- Irá se redimir com a vila, mas abandonará sua esposa e sua filha? – perguntei o olhando nos olhos com raiva.

- Não vamos falar disso agora, será uma noite nossa lembra? – ele disse e limpou minhas lágrimas com o polegar.

- Porque não deixou para contar outra hora? – perguntei e me soltei dele e sai andando na frente.

- Sakura! – ele me chamou. – Amor... – ele me chamou mais uma vez e ouvi seus passos apressados atrás de mim.

Então alguém entrou em minha frente, meu coração disparou assim que senti algo em meu rosto e minhas pálpebras pesarem e meu corpo amolecer e um grito de Sasuke ecoar em minha mente.

O que aconteceu comigo?


Notas Finais


Me contem aqui nos comentários o que acharam? Se querem continuação.
Muito obrigada a todos por lerem.
Até o próximo capitulo.
- Najumoon.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...