História Agora e Para Sempre - Capítulo 145


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 27
Palavras 933
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Esporte, Famí­lia, Festa, Ficção, Ficção Científica, Literatura Feminina, Luta, Mistério, Policial, Romance e Novela, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Necrofilia, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Boa leitura....📚

Capítulo 145 - Caso,pistas,discussão


Fanfic / Fanfiction Agora e Para Sempre - Capítulo 145 - Caso,pistas,discussão

{Um mês depois}

Os dias passam voando,desde que voltamos da nossa viagem,estamos trabalhando no caso do desaparecimento do Matthew.

Nosso trabalho na Fênix está cada vez mais difícil,não tivemos quase informações sobre o Matthew ou seu paradeiro.Mesmo não demonstrando sei que o Pietro está desesperado,sei que ele quer se reencontrar com seu irmão  mais que tudo nesse mundo.

Estou usando quase todos os meus recursos para conseguir achar o seu irmão,os outros poucos recursos que mi sobraram,estou guardando para se algo de ruim acontecer,sei que isso é importante para ele e quero que ele possa ver seu irmão novamente,de preferência vivo. 

Andando quase que correndo pelos corredores da Fênix,chamo a atenção de alguns de meus colegas curiosos,o caso foi que,mi avisaram de que um homem veio de livre e espontânea vontade para Fênix,alegando ter informações sobre o Matthew e que não dirá nada se não levar uma boa recompensa.

Entrando na sala de interrogação, olho pelo espelho falso e vejo o homem sentado na cadeia,olhando para todos os lados da sala,desconfiado,batia seus dedos em sua calça,respiração irregular, tudo indicava que ele estava nervoso e que ele diria oque eu pedisse,se eu o ameaçasse ou ameaçasse algum famíliar seu,mas isso seria muita crueldade,até para mim,então oque mi resta é negociar com ele.

-Também acha que ele está nervoso ?-Escuto a voz do Pietro próxima a mim,sua respiração batendo contra minha pele,ele mi puxa para perto dele e mi dá um selinho.

-Tudo mostra que sim...-Digo o observando.

-Esse desgraçado não quer abrir essa boca,eu preciso dessa informação. 

-Posso tentar negociar com ele,oque acha ?-Pergunto mi voltando para o Pietro e mi encostando no espelho falso.

-Por mim,tudo bem,conseguindo fazer com que ele fale...-Eu acinto, pegando a ficha as fichas da mesa e entrando na sala de interrogação.

-Então senhor..Enrique Gonsalves-Digo mi sentando e olhando sua ficha.-Oque sabe sobre o Matthew Lancaster ?

-Eu já disse para os seus amiguinhos que só irei falar algo se mi pagarem.-Diz olhando para o lado e em seguida para mim.

-Quanto ?!-Digo firmemente.

-Quanto oque ?-Pergunta e eu reviro os olhos.

-Quanto você quer para abrir a boca.-Ele mi olha surpreso,eu apenas cruzo os braços olhando para o teto.

-Tenho tempo para decidir ?

-Um minuto no máximo.-Dito isso ele olha para baixo,pensando,enquanto eu batia meu dedo indicador e o do meio no meu braço fazendo barulho de relógio.

-Quero um milhão !-Diz olhando para mim novamente.

-Como iremos saber que você não estará mentindo ?

-Não saberam.

-Se for mentira..Escute bem...Eu vou atrás de você,não importa onde esteja e com quem esteja !-Digo pegando meu talão de chegue da bolsa e preenchendo.

Quando estou a lhe entregar o cheque,o Pietro entra e mi manda entrar na sala de observação novamente. 

-Você está doida,vai dar um milhão para esse cara assim,sem saber se é mentira ou verdade ?!-Diz ao fecharmos a porta,fazendo gestos.

-Vou,irei mi arriscar.

-Não vai não,não irei deixar !

-Pietro o dinheiro é meu,eu faço oque quiser com ele e agora,eu quero mi arriscar e dar meu dinheiro pra esse cara.

-Por que você tem que ser tão teimosa ?!

-Por que se não fosse assim,não seria eu !

Depois de ter entregue o cheque ao cara,ele nos contou a história,fazia sentido,pedi para que ele detalhasse o rosto do homem,para que eu fizesse um desenho,mas para não arriscar,mandei que o deixassem na sala enquanto não tivessemos provas de que oque ele disse era verdade.

A história era o seguinte:No ano de 2005,ele estava naquele mesmo parque, com sua filha que na época tinha 10 anos,ela estava a brincar no escorrega e o garoto,no caso o Matthew,estava no balanço,ele disse que viu o garoto saindo junto com um homem ruivo,alto,barbado, roupas casuais,alguns minutos depois, notou que um garoto,que no caso seria o Pepê,estava procurando alguma coisa, dedusio que fosse o outro menino,mas não lhes contou nada,pois não tinha certeza,como crianças são desligadas, poderia estar procurando alguma brinquedo,disse que o garoto depois de quase meia hora,foi em direção a uma mulher ruiva e depois disso,ele e sua filha foram embora,nunca mais vendo nenhum dos dois.

Entrando na sala de observação,via que o Pietro não estava mais lá,saindo da sala,escutava a voz de várias pessoas alteradas,corri até a sala em que discutíamos sobre os casos e lá estava o Lucas segurando o Pietro,que estava tentando ao máximo se soltar mas em vão,o Lucas é forte e consegue segurar o Pietro se quiser.

-Oque está acontecendo aqui ?!

-O Pietro está totalmente alterado, ele queria entrar naquela sala e bater no único homem que poderia dar informações sobre meu irmão  !-Dizia o Derec apertando os punhos.

-Nosso irmão !!-O Pietro tentava se soltar do Lucas,mas era uma tentativa fútil,que não daria certo.

-Ok,vamos todos se acalmar,pois bater naquele cara não irá fazer diferença alguma,Lucas solta o Pietro,Derec baixa essa bola e você também Pietro,até o subsolo !-Digo o mais autoritária possível.

-Tem certeza ?-Pergunta afrouxando seu aperto.

-Tenho...

Soltando o Pietro,ele caminha,até sua sala,entrando na mesma,batendo a porta com força,tanta força que achei que quebraria.

-E agora ?

-Vamos continuar com o nosso trabalho,Lucas vá até a sala de observação e pegue o retrato falado que eu fiz do homem que supostamente sequestrou o Matthew,depois entreguem para a Cátia,peça para ela procurar no cods informações sobre ele e que pegue uma foto do arquivo do Matthew e a envelheça treze anos,se ele estiver vivo, oque deve estar,vai ter alguma coisa lá.

 -Sim Vic !-Dito isso ele saí.

-Os outros,falem novamente com os policiais que trabalharam no caso,quero tudo sobre esse caso,até a posição do sol naquela tarde se precisar,quero as pistas que acharam,tudo !-Eles acentem e saem apressadamente.

Sento em minha cadeira olhando para a porta da sala do Pietro,suspiro e mi levanto caminhando até a sua sala, entrando sem bater,mi surpreendo com a cena que vejo.





                                           Continua.....


Notas Finais


Link do grupo do Whatsapp :

https://chat.whatsapp.com/JbxJ0BnDzapGc1ViQZt3o9

Link da musica desse capítulo:

https://youtu.be/mtM_cc4SPJI


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...