História Agora eu sou a Mama - Capítulo 13


Escrita por:


Notas do Autor


CHEGUEI!!! Mais rápido que o normal certo? Talvez hehe, mas gente!!! Esse cap esta uma delícia! Meu lado sádico e emotivo adoraram ele, espero que vcs gostem ❤

Capítulo 13 - Então essa é a liberdade?


Aquilo era como um sonho para as amigas, as árvores verdes gigantes ao redor, aquele imenso céu azul, e um doce cheiro de coisas novas, coisas que nunca viram ou presenciaram.


"Emma" Chamou Rize por sua amiga, mas quando direcionou seu olhar para a mais nova, tomou um susto, Emma estava chorando com um sorriso no rosto, seu olhar esmeralda parecia tão feliz, parecia de um bebê entrando no mundo pela primeira vez, tudo novo, tudo estranho, ele não saberia o que fazer, além de chorar.


"Nós conseguimos Rize, tudo graças a você " Emma olhou nos olhos castanhos da mais velha, que ainda estava fixa em seu rosto que já estava banhando de lágrimas "Muito obrigada, muito obrigada por não ter desistido, obrigada por não ter me deixado na mão, obrigada por trair a Grandmother e se aliar a mim, mas mais que tudo isso, muito, mas, muito! Obrigada por estar viva Rize!" E com um grande sorriso, visão embaçada, e coração acelerado, a ruiva abraçou sua amiga como se isso fosse a última coisa que faria, aquilo era um milagre, ter encontrado Rize, ela continuar vivendo apesar de não ter um grande propósito para tal, se isso aconteceu, Emma tinha certeza naquele momento que havia um Deus que não tinha desistido de si, muito menos de Rize. Podia sentir toda adrenalina correr em seu sangue, achava que poderia talvez correr um pouco mais rápido agora, que felicidade!


"E-Emma" E logo a morena agarrou a mais nova, sem pensar em soltar ela, sua esperança, sua única amiga, seu pequeno e corajoso ponto seguro, podia certamente dizer pela primeira vez, como era bom estar viva.


E como se fosse um alerta, ambas ouviram algo se aproximando, rapidamente ficaram atentas e prontas para algo que poderia vir acontecer, elas estavam nervosas, estava se aproximando muito rápido, será que poderia ser alguma caça à um animal? Seus pensamentos foram cortados quando viram as folhas se mexerem, elas ficaram mais perto uma da outra, seus olhares estavam firmes e afiados, tinham que estar preparadas para correrem, e quando menos esperavam, uma ave passou entre as árvores quase indo na cara de ambas, mas antes que pudesse acertar a morena ou a ruiva, elas se abaixaram, rapidamente um grande suspiro foi ouvido das bocas de ambas, estavam muito assustadas.


"Bem, isso foi por pouco hein" Falou Emma sorrindo, tinha que manter Rize tranquila, sabia que sua amiga poderia ser muito covarde em certas ocasiões.


"É, foi mesmo haha" E como quisesse enganar a si mesma, ela riu, era uma risada fraca, será que era assim que surgiu aquele ditado de eu rio na cara do perigo? Talvez, mas não tinham tempo para pensar sobre bobagens como essa, tinham que correr "Vamos Emma, temos que ir, talvez eles devem estar nos procurando agora" Disse a mais velha estendendo a mão para a ruiva, parecia que o efeito da adrenalina tinha passado, já que podia sentir seu corpo fraco novamente.

"Sim, você tem razão, vamos" Pegou o braço da mais velha, e quando iria ser levantada, um vulto passou por de trás de Rize, queria ter dito algo, mas foi tudo muito rápido. "Rize!! " E naquele momento, foi quando Emma sentiu que sua única chance de sair de seu lugar, fora tirado em menos de um segundo de seu alcance. Era um demônio, ele tinha Rize em seus braços, Emma estava estática, o que poderia fazer? Parecia que todo o som do mundo exterior tinha sido desligado, a visão de Emma estava embaçada, Rize gritava, mas Emma não escutava.


"EMMA! EMMA! ME SOLTA AGORA!" Tentava a morena inutilmente se salvar das grandes mãos daquela coisa horrenda "EMMA! OLHE PARA MIM EMMA! EMMAAAAAA! " Gritava, e gritava, mas Emma continuava encarando o chão, parecia estar em um estado vegetativo, o que estava acontecendo com ela?

Por que ela estava assim? Será que ela se lembrou de algo? Emma!!! Por favor, me escuta, me tira daqui!! Emma!!!


"Ela não irá lhe ouvir, Rize da área 7" E como se tudo tivesse desmoronando de uma só vez, Rize olhou para frente e viu aqueles olhos, os mesmos olhos que viu há algumas semanas atrás, os olhos sem vida da Grandmother, a mulher que comandava tudo aquilo.


"O que?... O QUE VOCÊ FEZ COM A EMMA SUA VELHA? " Gritou Rize desesperada, estava tremendo, estava com medo, medo de ser morta, mas o seu maior medo naquele momento, era que sua única amiga fosse morta, não iria aguentar, não iria poder viver, não sem a sua única esperança, o olhar de gentil de Emma, não poderia, não era merecida.


"Eu? Mas eu não fiz nada Rize da área 7" Falou Grandmother enquanto caminhava para perto de Emma, que continuava parada ainda observando o chão.


"FIQUE LONGE DELA! NÃO ENCOSTE NELA SUA MALDITA!" Seu coração estava sendo esmagado, não podia salvar ela, era fraca demais, Emma! Por favor, fuja! Acorde!


"Cale-se garota!" Grandmother elevou sua voz, logo chegou ao lado da ruiva que estava em transe. Logo se abaixou e levou sua mão até seu pequeno queixo, podia sentir o olhar mortal de Rize fixa em cada movimento seu. Logo levantou o olhar de Emma para si, a pequena estava com um olhar vazio, longe, parecia que sua alma tinha deixado seu corpo para trás. Naquele momento o coração de Elian rachou ao meio, tinha criado empatia pela garota, mas não podia salvar ela, se o fizesse, iria ter um destino pior que a morte, pior que ir ao inferno.


"Ei... " Emma tinha falado algo, a mais velha logo atenta para o que a mais nova dizia, Rize também tinha parado de se debater ao ouvir a voz de sua amiga.


"Emma?... " Murmurou Rize para si mesma, ela estava bem?


"O almoço já esta pronto mama? A Connie esta reclamado " Perguntou Emma, seu olhar ainda estava distante, sua mente parecia tentar acalmar a mesma com lembranças felizes do passado, para tentar a todo custo que sua mente não se quebrasse. Nem Emma, muito menos Rize tinham reparado, mas Elian sim, Emma era a mais covarde entre elas duas. Depois do dia da fuga, depois de fracassar, depois de toda aquela tortura, Emma tinha criado um mecanismo de defesa

Para não enlouquecer, sua mente esta brincando consigo mesma, Emma mesmo que quisesse, nunca iria conseguir sobreviver nessa imensa floresta, hora ou outra, ela iria morrer, pois não sabe mais como agir.


"Já esta quase pronta querida, apenas espere mais um pouco, tudo bem? " Falou Grandmother acariciando a bochecha de Emma, que instantaneamente sorri. E ela apaga, como se alguém tivesse apertado um botão de desligar, ela estava cansada, provavelmente iria acordar em uns minutos, até que sua mente convencesse Emma que estava tudo bem, coisa que era mentira.


"Emma... " E como se as palavras tivessem fugido de sua boca, Rize percebeu que nunca tiveram chances desde o começo, nunca houve essa tal de liberdade para elas, ela sabia, aquela velha maldita, ela sabia desde o começo! MERDA!

Continua...


Notas Finais


Eitaaaaa, oq acharam? Bem foi triste, elas n conseguiram no final, mas o próximo cap será BEM PESADO, entt pf se vcs querem o próximo cap amanhã, talvez eu faça hehehe.
Bem eu n revisei ainda, dps faço isso ❤
Eeeee, queria tb falar "FELIZ ANIVERSARIO RAY!!" nosso bb emo suicida esta fazendo aniversário hj, que emoção ❤🎉🎂. Eu fiz um desenho em comemoração lá no meu twitter, se quiserem curtir eu agradeço muito! https://twitter.com/nezukoweeb/status/1217503886187122693?s=09
Agora, xô xô!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...