História Agora mulher - Capítulo 9


Escrita por: e inuyasha11

Postado
Categorias Inuyasha
Personagens Rin, Sesshoumaru
Tags Anime, Inuyasha, Rin, Romance, Sesshoumaru, Youkai
Visualizações 101
Palavras 2.105
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência
Avisos: Canibalismo, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Heey pessoas!
Tudo bem com vocês?
E aqui esta o próximo capítulo, espero que gostem. Boa leitura <33

Capítulo 9 - Vazio


- Adeus Rin.

Essas foram as últimas palavras que Sesshoumaru disse para mim, após isso ele desapareceu, simplesmente foi em bora, foi tão rápido que nem me deu a oportunidade de dizer “Tchau".

Não era isso que eu queria? Se eu queria tanto voltar pra casa, por que sinto esse vazio dentro de mim agora?

Fiquei um tempo na mesma posição olhando pro nada em minha frente.

- RIN??? _ Escuto me chamarem e essa voz é bem familiar para mim _ RIN!

Me viro e lá esta a pessoa que me chama _ Kagome! _ Digo com um sorriso no rosto, Kagome vem para minha direção rapidamente e me abraça

- Poxa! Eu não espera te ver aqui! _ Ela falava com entusiasmo, ainda me abraçando _ Você não estava com Sesshoumaru? Cadê ele? _ Ela agora se afasta um pouco, mas ainda assim permanêcia bem perto segurando minhas duas mãos

- Ah.. sim! Mas eu voltei pra ficar _ Falava um pouco sem graça

- Aconteceu alguma coisa? _ Ela se aproximava mais de mim olhando em meus olhos, sua feição ficou um pouco preocupada _ Você esta diferente! Está magra e um pouco sem cor. Está se sentindo bem?

- Sim, só um pouco cansada, mas está tudo bem, não precisa se preocupar _ Deu um sorriso para a Kagome, mas ela só a olhou com um olhar desconfiado querendo dizer “Aham, sei" mas resolveu deixar pra lá

- Bom, vamos entrar! Estavam todos com muita saudade, quero só ver a cara deles quando te verem _ Kagome falava enquanto praticamente me empurrava, fazendo-me andar

...

Já dentro da casa, Rin foi recebida super bem por todos, encheram-na de perguntas, que ela tentava responder todas, não só Kagome havia reparado no estado fraco de Rin, mas sempre que alguém perguntava à ela sobre o motivo disso, tratavam de mudar de assunto ao ver o mal jeito da garota em responder, sabiam que havia acontecido algo só pela cara dela, mas ninguém queria perguntar algo agora

- Rin? _ Ao se virar pra ver quem lhe chamava, Rin deu de cara com Kohaku, por um momento ela estranhou a presença dele ali e se perguntou o motivo, mas logo se lembrou que ele havia dito que ficaria por um tempo no vilarejo

- Kohaku _ Rin foi na direção dele, que recebeu ela com um abraço que não durou muito, após se separarem ficou meio sem jeito por lembrar da ultima vez que se viram

- O que faz aqui? _ Falou animado, visivelmente feliz em vê-la

- Eu voltei pra ficar _ Após dizer isso o sorriso dele aumentou de tamanho

Desviou o olhar dele após ouvir alguém ao lado pigarreando, olhou e viu que era Sango, que estava logo atrás de seu irmão e olhava dela pro Kohaku e do Kohaku pra ela, Rin ao perceber isso corou um pouco

- S-Sango! Oi! _ Disse aproximando-se dela agora depositando um beijo em sua bochecha

..

Aquela tarde foi divertida, ouvia tudo o que aconteceu em sua ausência, comeu, e até ajudou a arrumarem tudo depois, a noite chegou e ela foi para seu quarto, que continuava a mesma coisa desde partiu, sentou-se na cama, fechou os olhos e respirou fundo

Por que aquele vazio ainda continuava dentro dela?

.

.

Sesshoumaru estava em seu escritório, desde que chegou não conseguia fazer nada, não conseguia se concentrar direito, sempre que pegava um papiro para ler seus pensamentos viajavam e chegavam a Rin

“Droga! Por que isso? Achei que quando ela fosse embora meus pensamentos nela parariam"

Mas diferentemente do que ele achava isso só piorou! Por que estava pensando nela agora? Não foi culpa dele ela ter partido? Não tinha o porquê de ficar remoendo isso!

Nesse momento ele parou para pensar. Verdade, foi culpa dele ela ter ido, seu coração se apertava em lembrar do estado dela naquela cama, e ele se amaldiçoava em lembrar que aquilo tambem foi culpa dele. Suas ações, suas palavras.. tudo que fez feriram a Rin, e ele só conseguia perceber isso agora

“Meio tarde não?” falou irônico para sí mesmo

.

.

.

O dia amanheceu para Rin, ela não dormiu tão bem, mas se sentia melhor, estava disposta a voltar a sua rotina e fingir que nada aconteceu “se é que isso era possível”

Assim que saiu do quarto percebeu que era bem cedo ainda, naquela casa vivia somente ela e a vovó Kaede, mas todos sempre se reunião lá, as casas era muito perto uma da outra, coisa que facilitava

Todos ainda deveriam estar dormindo, então resolveu apenas pegar uma maçã e sair, mas ao passar pela porta se deparou com Kohaku sentado no chão em frente a casa, ele parecia concentrado limpando sua arma, mas logo desvia o olhar para Rin ao perceber a presença dela

- Bom dia _ Ele falou com um sorriso, ainda sentado

- Ah, bom dia, eu não queria te atrapalhar

Kohaku deu uma leve risadinha – Atrapalhar? Que nada, senta aí _ ele falou apontando para o chão ao seu lado

- Não sabia que acordava tão cedo _ Ela falou após sentar-se

- E não acordo, mas não dormi direito essa noite

- Hm.. entendo, você está na casa de Sango não é? _ Perguntou ela querendo puxar algum assunto

- Eu? Na casa de Sango? Não, não! _ Ele começou a rir _ lá esta bem cheio, com Miroku e os bebês lá não tem espaço para mim

- Puxa! É verdade _ Ela riu _Sem contar que deve ter choros de criança a toda hora

- Aaaah bem lembrado, isso também favoreceu à minha estadia aqui com a dona Kaede _ Rin apenas sorriu para ele e começou a comer sua maçã _ É... Rin? _ Ele a chamou

- Sim?

- Sobre o que eu te disse lá na cachoeira quando você foi embora.. é tudo verdade _ Ele falou meio sem jeito e ao se lembrar daquele ocorrido Rin corou e desviou o olhar dos olhos dele

- Kohaku.. eu..

- Não precisa falar.. eu sei que você ama Sesshoumaru, e tambem sei que algo aconteceu para você ter voltado para o vilarejo, mas eu não ligo, só de te ver aqui de novo já fico feliz, olhar seus olhos novamente.. isso é muito bom

Rin voltou seu olhar para Kohaku, mesmo com a tonalidade de seu rosto não ter voltado ao normal, ela se surpreendeu com as palavras dele

- Você devia se dar uma chance _ Ele continuou _ sabe.. de tentar ser feliz com alguém que realmente goste de você, e eu gosto muito de você Rin, sempre gostei _ Ele suspirou pesado e abaixou sua cabeça _ Mesmo sabendo de seus sentimentos eu não vou desistir de você _ Voltou a olha-la com um sorriso nos lábios

- Eu..

- Não precisa falar nada _ Ele a interrompeu levantando-se e estendendo a mão para que ela fizesse o mesmo _ O que acha de sairmos para caçar? Faz tempo não é?

- S-sim _ Ela levantou, mas não conseguia parar de olhar nos olhos dele

- Ótimo, vou pegar minhas coisas _ e assim ele saiu deixando ela com aqueles pensamentos

Rin sabia que Kohaku tinha razão, ela tinha que se dar a chance de ser feliz, não podia esperar Sesshoumaru pra sempre, ela realmente ama Sesshoumaru, mas não quer mais sofrer por algo que a faz chorar, por isso decidiu voltar, mesmo que agora sofra com a ausência dele

.

.

Sesshoumaru não dormiu aquela noite, ficou eu seu quanto apenas com seus pensamentos e olhando o nada

Nesse momento ele reconheceu a besteira que ele fez. Nunca devia ter ignorado Rin ou ter sido grosso, muito menos ter permitido que a humilhassem ali. Mas a única coisa que ele se perguntava era o por quê estar pensando tanto nela? Por que se sentia tão bem com ela do lado? Por que sua cabeça sempre fazia questão de voltar na cena do beijo deles?

Estou ficando louco" _ Era a única explicação para ele

Porém mesmo reconhecendo seus erros, Sesshoumaru ainda era orgulhoso, e não iria até ela e pedisse para ela voltar, nem mesmo pediria desculpas, pra ele, isso não aconteceria

.

.

- Rin, espere! Vai mais devagar! _ Kohaku tentava inutilmente fazer a Rin parar de correr em sua frente

- Vamos Kohaku! _ Falava enquanto permanecia em sua corrida _ Não me lembrava de você ser tão devagar! _ ela dava risadas

- Ah! É assim então? _ Se Rin estava tentando provoca-lo, ela conseguiu

Percebendo que ele ainda não havia a alcançado, ela olhou para trás, mas não o viu, achou estranho e parou de correr

- Quem é o devagar aqui mesmo? _ Ouviu ele falando, e quando foi olha-lo ele estava bem mais a frente dela

- Mas.. Como você..? _ Estava visivelmente confusa, sua cabeça se movia para trás e para frente tentando entender em que momento ele havia passado ela na corrida. Como assim? Ele estava atrás dela e do nada aparece em sua frente!?

Kohaku vendo a confusão no rosto da garota começa a rir _ Vamos logo, você demora muito _ Disse provocando-a

E assim saíram do vilarejo

- O que andou fazendo esses dias? _ Rin perguntou para Kohaku, que agora estava andando lado a lado com ela

- Eu ajudei algumas pessoas no vilarejo, admito que foi meio entediante

- Não parece muito ruim

- Mas para alguém que estava acostumado a todo dia algo novo e arriscado como eu, foi sim, bem entediante

- Cof cof exagerado

- Hey, eu ouvi

- Hã? Não sei do que está falando

- Okay Okay, mas e você? Como foi lá com o...Sesshoumaru?

- F-foi bem

Kohaku respirou fundo parando de andar - Olha Rin, eu te conheço, sei que não foi nada bem, e sei que também não quer falar sobre isso agora, então não tem problema, somos amigos _ ele sorria gentilmente para ela _ só espero que ele não tenha te feito nenhum mal _ Ele se aproximou e colocou uma mexa de cabelo de Rin delicadamente atrás da sua orelha, já que o mesmo se encontrava solto _ Vamos

E ali ele finalizou aquele assunto

O tempo passou e eles haviam arrumado um pouco de carne para levar para casa, e resolveram que já era hora de voltar, mesmo ainda estando no período da manhã

Kohaku andava um pouco atrás de Rin, ali ele podia a observar bem, a roupa que ela usava marcava bem o seu belo corpo, e reparou que tinha lindas curvas, naquele momento ele se sentiu um pervertido, mas ainda enquanto estava em seus pensamentos ele sentiu uma movimentação estranha atrás de si e ao virar-se pode ver um Youkai com aparência semelhante a uma aranha gigante aproximando-se velozmente por trás, mas já era tarde para ele reagir e o Youkai que se aproximava o derrubou no chão passando direto por ele e indo rápido mais para frente

- RIN! _ Ele gritou ainda derrubado no chão

- O que foi Kohaku? _ Rin falou calmamente como se nada tivesse acontecido

Kohaku levou seu olhar para ela que estava com sua Kudarigama em mãos cheia de sangue e a sua frente o Youkai caído no chão já morto

- Achei que..

- Eu não sou tão fraca quanto pareço ser, sou uma exterminadora lembra? _ Ela falou e o Kohaku simplesmente balançou a cabeça em concordância _ Ai ai, você me subestima demais! _ Disse rindo estendendo sua mãos para que ele levantasse

- Desculpe, força do habito _ Sorriu sem graça

- Sei _ O olhou desconfiada _ Bom! Vamos voltar! Já estou morrendo de fome

E assim Rin voltou a andar em sua frente

Kohaku ficou para trás e viu o Youkai morto no chão, arregalou um pouco os olhos em perceber o estrago que ela fez em apenas uns segundos

Preciso parar de provoca-la” pensou sorrindo “Essa menininha esta mais forte do que eu lembrava”

..

Se passaram alguns dias desde Rin voltou ao Vilarejo, estava feliz, mas sentia que algo ainda faltava, ou alguém talvez..

Ela passava boa parte do tempo com Kohaku, não que ele não fosse uma boa companhia, longe disso, mas o vazio continuava dentro dela, aquilo seria.. saudades?

Bem provável, mas ela não podia fazer mais nada, foi ela quem pediu para voltar, e ainda achava que fez o certo

Sesshoumaru não correspondia seus sentimentos, e nesse momento não devia estar dando pela falta dela, pelo menos era o que ela achava


Notas Finais


Acabei mais um :) Éhh Sesshoumaru reconheceu seus "errinhos", tava mais do que na hora! Quero só saber o que ele vai fazer com essa descoberta kk
Eu tentei deixar esse Cap um pouquinho maior, não ficou do jeito que eu queria maas.. né
Não sei quando vou postar o próximo mas espero que não demore muito kk desculpa qualquer coisa
Bjus <33 até


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...