História Agora te quero (de) longe, com saudade mas sem me desmanchar - Capítulo 1


Escrita por: e raioderei

Postado
Categorias Histórias Originais
Tags Capítulo Único, Drama, Originais, Português, Quatorze, Raioderei, Tchulix
Visualizações 93
Palavras 285
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia)

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


desculpa. tá repetitivo: beleza e destruição, beleza e destruição, bleh.

Capítulo 1 - Linda catástrofe


Fanfic / Fanfiction Agora te quero (de) longe, com saudade mas sem me desmanchar - Capítulo 1 - Linda catástrofe

eu pensei que cê nem era tudo isso, com o cigarro entre os dedos e um sorrisinho de lado, a cicatriz insistente daquela vez na infância que cê caiu da escada no supercílio.

incrivelmente belo com os dentes meio amarelados de café, mas o tipo de beleza que a gente prefere só observar ao invés de tê-la bagunçando a nossa vida. e, amor, cê veio pra revirar tudo, né?

se aproximou e eu pensei que talvez não fosse uma total perda de tempo te acompanhar nas tardes silenciosas na biblioteca ou nas madrugadas banhadas por desafinação no bar com karaokê da avenida, sem saber que cê me faria perder [viver] um tempão.

estava na cara que cê era garoto-problema, do tipo que eu costumava passar bem longe. e eu tentei. tentei mesmo. mas seu olhar sempre pareceu me puxar pra perto.

a destruição tinha olhos castanhos, brilhantes e traiçoeiros. e eu juro que achei que estava preparada para toda a complicação que eu soube que te envolvia assim que pus meu olhar no seu maldito sorriso — acontece que nós nunca estamos preparados pra esses acontecimentos de proporções catastróficas.

e cê sempre foi uma linda catástrofe. não proposital. do tipo bonito de longe, não quero chegar perto. mas não; não. me puxava com uma promessa no olhar: fica, só fica; eu juro que eu tento.

e aí eu fui ficando, me doando e me desgastando até que chegou a hora de me querer de volta [mas cê nunca me devolveu inteira].

e eu nem posso culpá-lo por esse declínio. linda catástrofe, né? em casos assim, a destruição acompanha a beleza e quase sempre, tudo o que está ao redor acaba em ruínas.

eu estava ao seu redor, amor. fadada à crueldade do fim.


Notas Finais


"não era pra ser", mas não dói menos.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...