História Agreement - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Personagens Originais, Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Tags Chanbaek, Contrato, Hunhan, Kaisoo, Kristao, Sulay, Xiuchen
Visualizações 116
Palavras 2.339
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá, o capítulo não está revisado, então se tiver algum erro me avisem.
Espero que gostem de Xiuchen....

NÃO REVISADO.

Capítulo 5 - Capítulo 5


Fanfic / Fanfiction Agreement - Capítulo 5 - Capítulo 5

Minseok

- Você é sem graça. – disse cruzando os braços e fazendo bico.

Estava Jongdae e eu no carro dele indo rumo à essa casa de campo.

- E você é chato. – ele rebateu mudando novamente de música.

Sim, era essa a nossa briga. Eu queria a nova música do Suju “Black Suit” e ele queria “Fxxk It” do BigBang.

- Mas eu quero Black Suit. – fiz um beicinho quando ele deu de ombros e continuou a contar a música do BigBang.

Encostei minha cabeça na janela e fiquei olhando o campo que nem percebi quando chegamos.

A casa era divina, era simples, mas espaçosa. O campo que ficava atrás da casa era imenso e....

- Vai me ajudar ou vai ficar parado aí? – Ah, aquela voz, vou acabar viúvo. Revirei os olhos e ele me passou duas malas, as duas dele, ou seja, as mais pesadas.

Arrastei as duas até a entrada da casa, assim que passei da porta, quase fiquei surdo.

- MAS QUE PORRA! – Kai berrou tirando um prato de carne das mãos do filho. – KYUNGSOO. – bufou indo em direção ao que deve ser a cozinha.

- APPA. – as duas meninas gritaram juntas e logo um estalado no ar se fez presente. Olhei em direção ao choro, SooMin tinha o braço esquerdo vermelho e lágrimas escorrendo pelo seu rosto. SunHee havia batido na prima.

Luhan e Baekhyun entraram na casa sorrindo, mas quando viram as duas meninas no meio da sala pararam de sorrir.

SeHun e Chanyeol chegaram na sala logo atrás.

- SUNHEE. – Sehun pegou a menina a colocando no sofá. – Porquê bateu na sua prima? – perguntou se abaixando na frente da filha.

Chanyeol pegou SooMin no colo que escondeu a cabeça no pescoço do pai. Ele sussurrava algumas coisas que fez a menina parar de chorar.

Mas outro choro soou, Sehun tinha terminado de brigar com a filha e ele estava com uma mordida no braço direito e o braço esquerdo tinha marcas de unhas.

Essa criança é um monstro.

Jongdae me avisou que teríamos que dormir no mesmo quarto, dei de ombros e o seguinte até o quarto.

Tinha uma cama de casal, guarda roupa ao lado, cômodas, uma escrivaninha e uma porta. O banheiro.

- Você deve está cansado. – ele disse pegando as malas das minhas mãos e apontou para a porta do banheiro.

Andei até o banheiro onde já havia toalhas, fechei a porta e me despi. Enrolei a toalha em minha cintura e sai do banheiro encontrando Jongdae sentado no chão com duas apostilas e um livro. Passei por ele que nem percebeu, andei até onde minha mala estava e a abri pegando uma calça de moletom preta e uma regata preta.

- O que você tanto estuda se praticamente já acabou o semestre? – perguntei me sentando ao seu lado e pegando a apostila que estava aberta. – Esse assunto é muito fácil. – disse passando as páginas.

- Bom pra você. – disse ele arrancando a apostila das minhas mãos. Reviro os olhos e pego meu celular vendo algumas mensagens e ligações de números desconhecidos.

- O valor é 4. – disse depois de olhar por cima de seu braço o que tanto ele rabiscava na apostila.

- Como sabe? – perguntou.

- Já fiz essa matéria e é todo ano são as mesmas questões. – respondo.

- Sei. – resmungou e voltou a atenção para os problemas de matemática.

- Quer ajuda ou não? – pergunto.

- Não sei. – respondeu.

- Estão reprove à-vontade.

- Quê? Por quê? – gritou no meu ouvido, puta que pariu pra que grita no meu ouvido se tô do lado dele.

- Está resolvendo essa questão errado. Você não soma o 2 e sim divide e depois soma.

- apontei para os erros e ele assentiu.

- Tudo bem, aceito sua ajuda. – desistiu e eu sorri. – Mas já está tarde. Vá dormir, amanhã você me ajuda. – bocejou e eu concordei. – Vou tomar banho.

Ele entrou no banheiro e eu fui para a cama, assim que deitei meus olhos começaram a pesar.

Acordei era 1 da manhã com a minha garganta seca. Sai do quarto e vi a luz do quarto do Sehun e Luhan ligada e as risadas do LuHan, Kyungsoo e do Baekhyun soou fraca no corredor.

Fui andando pelo corredor onde eu sabia que daria na sala, assim que cheguei lá olhei para o vão que dava para a cozinha e a luz também estava ligada. Andei silenciosamente até la, quando cheguei lá a mesa tinha garrafas de Soju secas e 4 idiotas bêbados dormindo com a cabeça sob a mesa. Bebi água e fui em direção ao quarto do LuHan onde os três ainda estavam rindo, estão bêbados também e não me chamaram?

- Min. – os três disseram ao mesmo tempo me fazendo sorrir.

- Olá. – ri e me joguei encima do Kyung que resmungou. – Adivinhem quem está bêbado? – perguntei rindo e eles me encarando curiosos. – Advinhem.

- Não sei.... – Baekkie disse pensativo. – Tao? Suho? Você? – neguei rindo.

- Afinal onde está o “Marido” de vocês? – perguntei.

- Não sei, o Kai e eu brigamos porque eu sei comida para o TaeOh e não era para dar sendo que a viajem toda ele resmungou sobre estar com fome. – Soo falou e revirou os olhos, desse a primeira vez que Soo deu carne ou comida para o menino o Kai pirava. – Betão desde nossa última briga fiquei com o Lu e o Baekkie.

- Eu briguei com o Sehun, porque quando ele levou a SunHee para o quarto ia bater nela, eu me meti na frente e brigamos. – falou.

- Eu tô aqui porque não ia consegui dormir. – Baekkiedisse e sorriu fraco. Algo aconteceu e ele não quer contar.

- O Kai, Sehun, Chanyeol e Chen estão dormindo lá na cozinha. – avisei e eles me encararam. – E estão bêbados.

Os três reviraram os olhos e levantaram da cama me puxaram junto. Andamos até a cozinha e os três roncavam alto.

- Credo. – LuHan disse e puxou a bochecha do Sehun que resmungou e voltou a dormir.

- Como vamos levá-los para os quartos? – Baekkie perguntou dando tapas na nuca de Chanyeol que nem se mexeu.

- Vamos jogar um pouco de água no rosto deles e acorda-los. – Kyung disse e o pegou uma garrafa cheia de água gelada e começou a molhar a nuca do Kai, riu quando ele arregalou os olhos.

Lu fez o mesmo junto com o Baek e eu fiz depois que eles acordaram os três.

- Mas o quê? – Chen gritou fazendo os três irmãos resmungarem, mas logo eles estavam querendo dormir depois que eles se apoiaram em nossos ombros. Luhan foi o primeiro a subi, depois o Kyungsoo e depois Baek e finalmente eu.

- Você é tão lindo. – Chanyeol disse embolado à baek. – Eu adoraria te foder todinho. – disse contra o pescoço do Baek e eu quis rir quando vi ele fizer vermelho.

- Soo. – Kai chamou quando eles pararam na porta do quarto deles.

- O quê? – perguntou abrindo a porta. Kai não disse nada só segurou as bochechas do Kyung e selou seus lábios. Soo arregalou os olhos e o Kai foi empurrando o mesmo quarto adentro.

Quando avistei o LuHan o mesmo estava sendo vomitado pelo Sehun. Eca.

Baekkie entrou no quarto deles escutando depravacidades de Chanyeol.

Entrei o meu é o do Chen combo mesmo agarrado e cheirando meu pescoço. Mereço.

- Chen me larga. – pedi tentando me soltar dele.

- N-Não. – disse embolado. – Você é fofinho e cheiroso.

- Tá tá, mas agora me solta que eu quero dormir. – falei

- S-Só se eu puder dormir agarrado à você. – disse e eu confirmei.

O fiz deitar e deitei ao seu lado, só deu tempo de nos cobrir. Chen agarrou minha cintura e me puxou para ele, sua respiração forte batia na minha nuca, Jesus, me ajude.

Depois de longos minutos consegui dormir.

Acordei cedo como sempre, ou assim eu achava. Tentei me levantar mas não consegui, havia um braço ao redor da minha cintura me puxando forte, tentei me soltar e me remexo sentindo a ereção matinal dele roçando contra minha bunda e o fazendo gemer e trazer ainda mais meu coro para perto do dele.

Deus, isso não está acontecendo. Merda, arfo quando sinto a pulsação da sua ereção na minha bunda, nessa hora a minha está como uma pedra também.

- Chen? – chamo ele e deixo escapar um gemido. Mordo meu lábio inferior tentando soltar seus braços da minha cintura. – Chen! – chamo mais alto.

Ele resmungou e logo passou uma de suas mãos pela minha pélvis. Não, não, não.

- CHEN. – grito em seu ouvido e ele me larga virando para o outro lado. Sua ereção está muito evidente. Mordo os lábio olhando para aquele também, nossa senhora. Saio da cama indo em direção ao banheiro, preciso de uma banho de água gelada.

Depois de vestir uma roupa confortável, saio do quarto indo para a cozinha. Todos estavam lá menos os quatro bêbados.

- Bom dia. – disse me sentando ao lado de Kris.

- Bom dia. – eles disseram e voltaram a conversa.

Baekkie estava dando frutas cortadas para SooMin, LuHan dava mingau para SunHee e TaeOh comia um pedaço de bolo ao lado do Kyung.

O que rolou? TaeOh só aceita comida do Kyung quando sabe que o pai vai brigar. SooMin não gosta muito do Baek então sempre que estão juntos ela fica encarando ele é SunHee vive batendo no Luhan ou pelo menos viviam fazendo essas coisas, já que agora as duas meninas sorriam sempre que os dois davam comida a elas e TaeOh vivia roubando uma fruta de Kyung.

Como junto com todos e assim que terminamos Kris disse que iria mostrar o lugar para o Tao e Lay e Suho também iam dar uma volta no lugar.

- Bincar. – SunHee falou indo rumo a porta da cozinha. Baekkie pegou SooMin no colo já que ela não queria ficar perto da prima, TaeOh deu a mão para Kyunggie, enquanto SunHee veio puxar LuHan pela mão. Fui junto com eles e a menina ia para um lado onde havia alguns brinquedos lá.

TaeOh foi para o pequeno balanço e eu e o Kyunggie fomos para a gangorra. Adoro gangorras.

Baekkie ajudava SooMin a ir no escorregador, enquanto o Lu ajudava SunHee no balanço de bebê.

Ficamos a manhã toda brincando lá com as crianças. Só voltamos para a casa quando o almoço já estava pronto encontrando todos sentados.

- Vem cá Soo. – Chanyeol chamou a filha que negou e se agarrou mais a Baekkie.

- Perdeu a filha Chanyeol. – Sehun zombou. – Vem com o papai Sun. – chamou a menina que virou a cara, fazendo todos rirem dele.

Baekkie sentou com SooMin ao lado de Chanyeol que tentava convencer a filha de ir com ele.

Me sentei ao lado de Chen e olhei pra baixo vendo que não tinha mais nenhuma ereção presente. O almoço foi divertido diferente na casa da cidade. Era como uma grande família feliz.

- Vem. – Chen me puxou quando estava me levantando. – Vou te levar a um lugar. – né arrastou para fora da casa e começamos a nos afastar da casa. – Esse é o lugar onde eu mais gostava de ir quando vinha aqui. – continuávamos a caminhada passando por várias e várias árvores.

- Tem certeza que não vamos nos perder? – perguntei e ele riu.

- Tenho, eu conheço esse caminho até de olhos vendados. – disse e escutei um barulho indo do meio das árvores me fazendo ir de encontro com o braço dele que segurava minha mão.

Andamos mais um pouco até que chegamos a uma cachoeira, sorri e soltei o seu braço.

- Aqui é lindo. – disse e ele concordou.

- Sempre que estávamos aqui vínhamos aqui para mergulhar ou relaxar. – disse se sentando na sombra.

- Aqui é bem relaxante mesmo. – afirmei.

- Sabe, quando ficamos sabendo do contrato tentamos de todas as maneiras para anular e fazer nosso pai desistir dessa ideia maluca dele. – disse e eu o encarei. – Eu não queria me casar, não queria me apaixonar ou gostar de alguém. Mas você, você é fofo até quando não está sendo, gostei de você quando lhe vi sentado no sofá.

- Eu poderia ter escolhido qualquer um dos teus irmãos, mas quis você. – falou e eu arregalei os olhos. Então eles que escolheram com quem queriam casar? – Sim, nosso pai nos deu uma pasta com fotos e nomes de vocês. O Chanyeol ficou encantado com a foto do Baekhyun foi engraçado até. – riu. – Mas eu fui o primeiro a escolher porque não queria ninguém escolhendo você, você tem uma beleza que nenhuma outra pessoa tem, nesses dias eu vi sua personalidade e é realmente aquilo que imaginei.

- Sei que nós não somos o que pensaram, que mudamos muito de personalidade. Mas é proteção. – sorri e assenti. – Eu gosto de você e acho que estou começando a me apaixonar por você Minseok. – declarou e eu arregalei os olhos, ninguém nunca havia se apaixonado por mim antes. – E eu quero muito te beijar agora. – disse sorrindo e eu assenti.

Ele olhou diretamente em meus olhos e eu depois desviou para minha boca, sua mão veio parar na minha bochecha fazendo um carinho ali me fazendo fechar os olhos e sorri. Logo senti seus lábios contra o meu, depois de um segundos ele pediu passagem e eu concedi. Nossas línguas dançam um ritmo só delas, era lento e calmo.

- Eu acho que gosto de você. – disse ofegante contra seus lábios o fazendo sorri e logo depois ele me puxou para ficar em pé e me segurou estilo noiva. Correu em direção a água.

- CHEN NÃO. – gritei agarrando seu pescoço, mas foi em vão. Ele pulou junto comigo na água. Quando emergimos eu ia brigar com ele, mas ele me beijou novamente, suas mãos estavam em minha cintura me apertando e me puxando contra seu corpo. Coloquei meus braços em torno de seu pescoço puxando delicadamente seu cabelo o fazendo gemer e arfar entre o beijo.


Notas Finais


SunHee é malvada sim ou claro?
TaeOh vai acabar passando mal de tanto que come.
SooMin ainda não fez nada até agora? Estranho....

O primeiro beijo da história tinha que ser Xiuchen..

Na verdade eu nem iria postar esse capítulo, ele não está revisado por fiz de ontem para hoje. Então não deu tempo e também eu fiquei com preguiça e tenho que estudar agora.

Beijos da Geh.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...