História Agridoce - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Loona
Personagens Choerry, GoWon, Olivia Hye
Tags Agridoce, Comedia, Fluffy, Go Won, Hyewon, Loona, Olivia Hye
Visualizações 194
Palavras 1.454
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: FemmeSlash, Ficção Adolescente, Fluffy, LGBT, Literatura Feminina, Romance e Novela, Yuri (Lésbica)
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


CHEGOU! Meio atrasado talvez, mas chegou!

Esse bônus foi bastante pedido, então aqui está! Eu espero que gostem, não acho que tenha ficado tão bom quanto o primeiro capítulo, mas como os meus leitores pediram, eu trouxe <3

Eu coloquei a Yerim neste bônus, para estar tudo condizente com as minhas ideias, e desculpem qualquer erro...

Enfim, boa leitura!

Capítulo 2 - Bônus- Obrigada por me amar


Fanfic / Fanfiction Agridoce - Capítulo 2 - Bônus- Obrigada por me amar

Son Hyejoo olhava sua princesa dormir serena, enrolando os dedos nos seus fios dourados e cheirosos Porém, por dentro o nervosismo estava lhe corroendo. Amanhã era seu aniversário de namoro de três anos e meio com Park Chaewon, e ela não tinha ideia do que dar de presente para amada ou o que fazer para agradá-la.

Pensou em lhe presentear com uma roupa de sua loja de roupas favorita, porém, Chaewon estava sempre lá e foi concluído que roupa era o que ela menos precisava. Sua segunda escolha foi uma pelúcia, mas isso era tão clichê... Qualquer um poderia lhe dar uma pelúcia, portanto, foi descartado.

— O que você tanto pensa, Hyejoo-ah? — A voz melodiosa de Chaewon se fez presente. Quando foi que ela havia acordado?

— Nada importante... — Sorriu amarelo. Tanto para ela quanto para Chaewon era extremamente importante. Abaixou-se mais um pouco para beijar os lábios da namorada com carinho, sendo ele devolvido com aquele sorriso lindo.

— Devemos levantar? Que horas são? — Perguntou sonolenta, sentando-se na cama de casal e esticando os braços. Antes de coçar os olhos.

— Está cedo, se quiser pode ficar deitada. Mas eu vou levantar, tenho algumas coisas para fazer — Hyejoo iria apelar, marcando um encontro com uma amiga para pedir ajuda. Realmente, não conseguia fazer certas coisas sozinha.

— Não vai ficar comigo? — A morena conseguiu sentir um certo tom de tristeza na voz da loirinha. Suspirou fundo, tomando o rosto dela entre suas mãos e lhe beijando lento novamente. As vezes se esquecia de que Chaewon era extremamente sensível. 

— Eu não vou demorar, será uma surpresa. Amanhã é um dia especial, lembra? — Disse confortante, roçando os narizes das duas.

— Lembro... Não vejo como poderia esquecer — Chaewon sorriu, lembrando daquele dia. Hyejoo não falava com ninguém naquela escola, nem mesmo consigo e, por isso, se surpreendeu quando esta lhe chamou para sair.

Aqueles três anos foram muito generosos com Son Hyejoo, ela nunca havia deixado de ser linda. Depois de um bom tempo saindo, ela resolveu se declarar para Park Chaewon, e quando soube que seus sentimentos eram recíprocos a pediu em namoro.

— Volto logo — Lhe deu mais um selar, desta vez na bochecha. Logo, levantando-se da cama. Já estava com uma roupa decente, gostava de acordar cedo. Após passar um pouco de máscara de cílios, correu em direção a porta do cômodo saindo dali, mas em seguida voltando — Comprei seu leite sem lactose.

Sorriu após a fala, saindo definitivamente do cômodo, descendo a longa escadaria da casa e pegando sua bolsa em cima da mesa de jantar. De dentro dela, tirou seu celular e mandou uma breve mensagem para Yerim, dizendo para lhe encontrar na cafeteria mais próxima.

Assim que finalizaram o que poderia ser chamado de conversa, Hyejoo novamente colocou seu celular na bolsa, abrindo a porta de casa e saindo as pressas dali. Por mais que, talvez, Yerim fosse se atrasar bem mais do que ela.

[...]

— Deixe-me ver se entendi: Você quer que eu te ajude a organizar uma surpresa para a sua namorada, porque não tem essa capacidade sozinha. Correto? — Choi Yerim falou em seu tom de deboche matinal, o que fez a morena mais nova revirar os olhos.

— Sim... — Respondeu contra gosto, porque havia pedido a ajuda de Yerim mesmo?

 — Fofo. Muito fofo — Sorriu. 

— Vai me ajudar ou não? — Hyejoo já estava começando a ficar sem paciência.

— Eu vou, calma — Teve que rir de toda aquela raivinha de Son Hyejoo — Primeiramente, faça alguma coisa que a tire de casa. Marque um salão de beleza. Seguidamente, faça o seguinte...

Ela começou a falar o que tinha em mente, e Hyejoo escutava com atenção. De primeira mão, a ideia lhe pareceu péssima. Mas era por Park Chaewon, e faria isso para a surpresa do dia mais especial do casal.

[...]

— Eu nem acredito que finalmente vou passar o dia no salão. Obrigada, jagiya! — Chaewon estava muito mais do que animada, em frente ao espelho se maquiando. Hyejoo observava ela aplicar um gloss sabor tutti frutti nos lábios, seguido de fazer um pequeno delineado perfeito em um único risco em sua pálpebra — Acho que realmente precisava.

— Você está sempre linda, Won. É um apenas um agrado... — Hyejoo respondeu, vendo o sorriso da namorada crescer ainda mais. Se não estivesse acostumada, com certeza teria medo.

— Acho que deu minha hora — Chaewon disse se levantando da cadeira em frente a penteadeira, arrumando o vestido no corpo — Você vai estar aqui quando eu voltar?

— Vou, e pretendo fazer um jantar maravilhoso para nós — Sorriu, deixando um beijo na testa de sua namorada ─ Aproveite, Chaewon-ah!

Chaewon sorriu uma última vez, antes de lhe dar as costas. Hyejoo não moveu sequer um único músculo, até ouvir o barulho da porta sendo fechada e deduzir que ela havia finalmente saído.

Tratou de correr para o andar de baixo, mais especificamente para a cozinha. Colocou o avental em volta de sua cintura, antes de pegar todos os ingredientes do bolo e colocar em cima do balcão. Logo, ficando na ponta dos pés para alcançar o livro de receitas que estava muito alto para si, porém nada que subir em uma cadeira não resolva.

Ela já começou de um modo errôneo; no momento de quebrar os ovos para misturar com outros ingredientes – Se Chaewon visse a bagunça que ela estava fazendo apenas para preparar um bolo iria enlouquecer. Porém, no final tudo daria certo. Ou pelo menos, deveria dar.

A massa de bolo recém batida parecia estar um tanto diferente da foto que havia no livro de receitas – esse que estava com a página um pouco suja daquela mistureba, e nem se falava de seu avental. Porém, estava... bonita.

Hyejoo colocou a mistura no forno, lavando as mãos em seguida. Desatou o nó do avental, colocando em um balde de molho, antes de pegar alguns confeitos e chantilly para adicionar ao bolo, já que havia comprado uma cobertura pronta. Só lhe restava esperar o bolo ficar pronto para assim, decorar.

[...]

Assim que o cheiro ficou mais forte, a morena correu para desligar o forno e retirar o bolo dali de dentro com uma luva para não se queimar. Não não havia ficado tão ruim como ela achou que ficaria, e isso a deixou satisfeita. Depois de o tirar da forma com cuidado, despejou a cobertura pronta e espalhou com uma colher grande, em seguida colocando alguns confeitos em cima e um pouco de chantilly – apenas porque Chaewon gostava daquele negócio.

Deu alguns passos para trás, observando sua obra de arte. Estava orgulhosa de si mesma. Colocou o bolo em cima da mesa – já arrumada com pratinhos de plástico e talheres do mesmo material, como uma festa infantil – e correu para se arrumar, tinha pouquíssimo tempo para que sua namorada chegasse.

Substituiu as roupas desleixadas por um vestido simples e rodado, com um sapato de salto pequeno. Batom vermelho escuro nos lábios – ela ficava bem com isso – e um pouco de máscara de cílios. Algumas borrifadas de um perfume marcante e estava pronta, voltando para o andar anterior.

Hyejoo julgava não saber se arrumar muito bem e isso lhe trazia uma insegurança. Ficava se perguntando se estava bonita o suficiente para Park Chaewon e seus pensamentos só foram interrompidos pelo barulho de chave na porta.

— Hyejoo-ah? — Chaewon chamou por seu nome, adentrando na casa. Seus olhos pararam diretamente na mesa, e logo em Hyejoo a apreciar como ela estava linda. Aliás, era linda.

— Feliz aniversário de três anos, GoWon! — Hyejoo sorriu amarelo. Não sabia se sua garota realmente tinha gostado até esta lhe abraçar fortemente.

— Você é a melhor namorada do mundo, Olivia! — Chaewon disse abafado. A morena não deixou de reparar em como sua princesa estava linda depois do salão de beleza.

Hyejoo a afastou brevemente, apenas para olhar em seus olhos castanhos.

— Eu disse que iria preparar um jantar, mas... Achei que fosse gostar de alguma coisa mais infantil — Viu a namorada acenar positivamente ─ Chaewon-ah, você que é a melhor namorada do mundo. Francamente falando, eu não sei como você aguenta esse meu jeito, achei que ele fosse atrapalhar em algo. Mas com todas as nossas discussões você não desistiu de mim, e nem de nós. Eu te amo Park Chaewon. Obrigada por me amar.

Abriu seus olhos – quando foi que eles fecharam? – para olhar para o rostinho de sua princesa. Ele continua lágrimas deslizando pelas bochechas coradinhas e adoráveis de Park Chaewon, e esta sorria sincera para Hyejoo, antes de ficar na ponta dos pés para lhe beijar com toda a paixão que lhe unia a ela. Seja como fosse, elas seriam eternamente o casal agridoce. Podiam brigar o quanto fosse necessário, mas sempre acabariam se amando mais e mais.


Notas Finais


AHHHH SOCORRO EU SOU PÉSSIMA FAZENDO COISAS ROMÂNTICAS, DESCULPE SE FICOU UMA BOSTINHA!

Eu realmente espero que tenham gostado, podem comentar, eu deixo <3

Sigam @Lokante e acompanhem todas as minhas outras fanfics, porque logo vamos ter uma one de Twice!

Beijos!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...