História Agust Z - Capítulo 26


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Block B, EXO, GIRIBOY, K.Will, Mad Clown, UNIQ
Personagens B-Bomb, Cho Seung Yeon, D.O, GIRIBOY, J-hope, K.Will, Kim Sun Joo, Kris Wu, Lay, Li Wen Han, Lu Han, Mad Clown, P.O., Sehun, Suho, Taeil, Tao, U-Kwon, V, Wang Yibo, Xiumin, Zhou Yi Xuan, Zico
Tags Agustz-, Suga, Tao, Yoongi, Zyoongi
Visualizações 279
Palavras 644
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Bishounen, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Hentai, Lemon, Lírica, Luta, Policial, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 26 - Afastar


Fanfic / Fanfiction Agust Z - Capítulo 26 - Afastar

Min Yoongi saiu de lá desolado, abalado.

Com a mente em um turbilhão, ele sentia tonturas. Sabia do que se tratava, porém não iria voltar para a casa para tomar os remédios. Não iria fazer diferença.

Yoongi tinha anemia e sabia que estaria em apuros se todos aqueles sintomas fossem a volta da enfermidade... 

Talvez ela nunca tenha ido embora. 

Após interromper o tratamento contra a anemia, os remédios continuavam em seu banheiro, do mesmo jeito que havia deixado da última vez que tinha tomado.

Suga foi direto para um hospital e ficou esperando em uma das cadeiras, por horas.

A cena de Tao a sua frente girava e girava. As palavras eram ditas lentamente, como se a câmera tivesse travado.

Uma enfermeira foi em direção à Agust, preocupada por ele estar ali, imóvel, uma estátua.

-Senhor? Você está bem?

Suga balançou a cabeça, sem levantar o olhar.

-Preciso conversar com o Dr. Greenleaf.

-Você tem hora marcada?

Yoongi olhou para a moça. E o olhar de terror a fez segurar firme a prancheta.

-Fala que sou o Yoongi.

A enfermeira assentiu e momentos depois, voltou.

-Ele disse que está pronto para recebê-lo. A sala é...

Suga ergueu-se e com rapidez atravessou os corredores. Abriu a porta da sala e trancou-se.

James Greenleaf ajeitou os óculos e suspirou.

-Yoongi?

-Eu preciso de remédios.

-OPA, calma.

-Agora.

-Sabe que não é assim que funciona.

Yoongi encarou-o.

-Sente-se. Conte-me o que houve. Faz tempo que não aparece por aqui.

Suga engoliu a seco e sentou-se com cautela, temendo que sua tontura o derrubasse.

-Você está um lixo. - Dr. Greenleaf cruzou os dedos sobre a mesa. - Você está com a mesma aparência quando apareceu aqui. - Ele suspirou, curvando-se sobre a mesa. - Deixe-me adivinhar. Interrompeu o tratamento, não foi?

Suga ficou em silêncio, sabendo que a resposta era positiva. Nem tinha terminado o primeiro frasco de medicamentos.

-Você ainda não entendeu que a anemia tem que ser tratada? Quando disse que anemia não era uma doença propriamente dizendo, não quis dizer que era para você relaxar contra ela.

Suga coçou os olhos.

-Vamos cortar essa parte? Me dê a merda dos remédios e ficamos quites. Aqueles... venceram.

Na verdade, todos estavam em casa, em embalagens lacradas. Entretanto, Suga não queria voltar para lá tão cedo.

Dr. Greenleaf suspirou.

-Infelizmente, não posso fazer isso.

Yoongi ameaçou levantar-se e então, James pediu para que ele se sentasse de volta.

-Vamos fazer uma bateria de exames, depois vemos o que podemos fazer com os medicamentos, está bem?

-Por que você não me dá uma receita de uma vez?

-Eu dou no final. Apenas preciso saber como você está. Porque... externamente você não parece nada bem.


Tao ligou imediatamente para W. Quando atendeu a porta, puxou o melhor amigo para dentro.

-Ei, ei, calma.

-Eu fiz besteira.

-Fez? Que merda você fez mais?

-Eu... terminei com o Suga.

Agente Williams sentou-se no mesmo lugar onde Suga estava há minutos atrás. Tao, transtornado, passou as mãos pelos cabelos, bagunçando-os.

-Escute, eu sei que isso é difícil, mas cá entre nós, era a única coisa certa a se fazer. Você precisava terminar isso, pelo menos por enquanto. É temporário, cara. Bom, até você mesmo não parece saber o que está fazendo.

-Eu não estou confuso. Não com os meus sentimentos. Mas, eu não sei se me envolver com ele é o certo.

-Por causa do que ele faz?

-Exatamente.

-É apenas um conflito de ideais. Poderia ser a única coisa que impede vocês de ficarem juntos. Agora tem esse canalha do Jaebum cagando com a nossa vida.

-Você acha que isso vai demorar?

-Vai. Principalmente se o Suga veio aqui. Ele vai ficar ainda mais na nossa cola. Temos que tomar cuidado, não somente com as nossa saídas, mas também com quem nos encontramos.

-O que podemos fazer para reverter isso tudo? - Tao perguntou.

-Você sabe.

ZTao massageou as têmporas.

-Maldita ressaca.

-Maldito Jaebum, Tao.

-Maldito.

Tao apoiou-se no balcão e suspirou forte. Teria que ficar o máximo afastado de Suga possível. Era isso que deveria fazer. E iria. Para proteger, não só ele, como Williams....

E o próprio Min Yoongi.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...