História Aigoo... Me apaixonei por um menino! - Vmin - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Tags Bangtan Boys, Bts, Kookie, Namjin, Vmin, Yoonseok
Visualizações 468
Palavras 642
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), LGBT, Romance e Novela, Suspense, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Espero que gostem

Capítulo 3 - Ela?


Minutos, que mais pareciam horas para Jimin, se passaram, sua mãe e sua namorada conversavam animadas sobre a novela, o loiro não queria ouvir. Estava sentado e com os braços cruzados, olhando o chão, fazendo perguntas mudas sobre o motivo de não dar um basta naquilo tudo.

-Jimin, tá tudo bem? Você estava sorrindo até pouco tempo. - Sua mãe estava visivelmente preocupada, era óbvio o motivo, ela adorava a namorada de seu filho, quase fez uma festa e convidou a cidade toda quando seu filho apresentou a garota pra si, acreditava que não havia no mundo alguém que pudesse fazê-lo tão feliz quanto ela.

-Esta tudo ótimo, mãe. Só estou com sono.

-Ai, gatinho, que tal a gente ir lá pra cima e assistir aquela série que você gosta?

Jimin ficou com raiva, como ela podia falar uma coisa dessas na frente de sua mãe? Mesmo que a senhora estivesse sorrindo e assentindo para que o menino aceitasse, era uma falta de respeito! Ainda mais com o tom que ela usou, dando a entender que aconteceria algo a mais que uns episódios assistidos.

- Você não me ouviu? Eu falei que estou com sono, isso quer dizer que quero dormir, não ficar com você.

-Gatinho... - Arregalou os olhos, nunca, jamais o mais velho falou assim com ela, sempre foi delicado e amoroso.

-Jimin! Isso lá é jeito de falar com sua namorada?

-Desculpa, mãe. Eu realmente estou com sono. - Se levantou, pegando o celular que estava esquecido até então. - A gente se vê depois, Linda. - Falou, meio que obrigado pelo olhar repreendedor de sua mãe.

-Tudo bem, gatinho, sem problemas. - Sorriu e se levantou, beijando o canto da boca do namorado, que sentiu o estômago embrulhar sem motivo aparente. - Que tal a gente sair mais tarde?

A proposta era inocente, ele sabia, não aconteceria nada, ele sabia, mas ele estava bravo, estava com raiva e ressentido por não ser notado pela própria namorada, ela nem ao menos olhava o menino quando estava com suas amigas, e, isso deixava o menino vermelho de raiva.

-Ele vai sim. Vocês precisam mesmo de um tempo a sós.

Quando a noite chegou, a garota ficou agitada, falava várias coisas e brincava com tudo, diferente de Jimin, que mantinha uma carranca na cara, sorria forçado e respondia vez ou outra as milhões de história que sua garota falava, sendo 13 em cada 10 sobre maquiagens e como ela estava com raiva de suas amigas por não entenderem ela.

-Elas ficaram brava por eu não aceitar usar o batom vermelho, eu não queria usar! - Falava e falava, quanto tempo ele teria que escutar a mesma conversa?

-Linda, era só você falar que não queria.

-Eu falei, gatinho! - Deu de ombros e fez bico, deitando a cabeça no ombro de seu namorado. - Elas são chatas! Pega pra mim? - Apontou para uma máquina de pegar bichinhos de pelúcia, Jimin era o melhor naquilo, não podia negar, pensou até em virar um profissional na área, quem sabe não existisse por aí um louco que pague bem para ele, apenas para pegar um panda fofo para a namorada?

-Uhum. - Sorriu e foi até a máquina, depositando uma moeda.

Sem muito esforço, conseguiu pegar o bendito panda e também conseguiu um sorriso animado da parte de sua namorada.

-Já falei que você é o melhor namorado do mundo? - Pulou no colo do garoto um pouco maior que si e sorriu mais ainda.

-Você pode repetir se quiser. - Abraçou a cintura fina e delicada, desejando que um dos idiotas da escola estivesse por perto, para ver isso.

Era nessas horas de paz que ele lembrava do motivo de não terminar com a garota, mesmo irritado, ela era legal e linda.

-Você é o melhor.... - Não pôde terminar, pois, uma voz pouco conhecida pelos dois, a interrompeu

-Hyung? Eu não sabia que você namorava.... Ela


Notas Finais


💜💜 comentem ♥️ eu amo comentários 💜💜


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...