História Aigoo... Me apaixonei por um menino! - Vmin - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Tags Bangtan Boys, Bts, Kookie, Namjin, Vmin, Yoonseok
Visualizações 345
Palavras 663
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), LGBT, Romance e Novela, Suspense, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Desculpa a demora, acho que eu estava com preguiça ou era outra coisa? Bom, pode ser a mistura de várias possibilidades de coisas que me fizeram demorar

Capítulo 5 - Louca ou....



Mas viu muito bem, ou melhor, ouviu muito bem a voz animada de um certo menino do lado de fora da sala, ele sorria e acenava pela janela, enquanto corria pelo campo bonito e bem cuidado da escola. Ele estava tento aula de recreação, ou só educação física mesmo.

Sorriu e acenou de volta, vendo o menino tropeçar nos próprios pés. Teve que se segurar muito para que não caísse na gargalhada ou coisa parecida; mas, isso, de repente não parecia mais uma tarefa tão difícil de ser cumprida, tudo porque um outro menino se aproximou do avermelhado e o ajudou a levantar, sorrindo abobado.

Jimin não gostou nada disso.

Desmanchou o sorriso, cruzou os braços e imitou, da forma mais idiota que conseguiu, as palavras do tal.... Jeon.

-Ei, Hobi! - Chamou o amigo, o cutucando com a caneta. - Você não acha ridiculo o Taehyung ficar perto daquele menino? Tipo.... Ele é nosso amigo, não é como se ele precisasse de novas companhias...


-hum? Ah, deixa de ser idiota, Jimin, o Jungkook não é o único amigo do Taehyung. Qual é? Alguém tá' com ciúme?

-Ciúme? Você consegue ouvir o quão ridiculo isso soa? Eu só estava falando.

-Então que tal "só falar" da sua namorada que está te chamando ali?

Só aí percebeu sua namorada, mais estressada do que nunca, mexer os braços, bufar e falar sem som o nome do loiro, quando seus olhos se encontraram, a menina até suspirou aliviada e o chamou mais uma vez.

-Estou em aula. - Apenas mexeu a boca, de repente, falar não era tão interessante, só quando fosse para falar mal do amigo do Taehyung.

-É urgente! - Falou do mesmo jeito.

Revirou os olhos ao mesmo tempo que seu estômago se embrulhou. Não queria andar para perto dela, não queria falar com ela. Talvez ele estivesse sentindo ciúme da namorada, talvez seu coração estivesse avisando de uma vez por todas que era hora de levar o relacionamento a sério. Com beijos, abraços, carinhos e até comidinhas na boca - por mais prega que isso fosse - talvez as mentiras que contava para o amigo sobre a namorada, não fossem mais tão mentirosas assim.

Com esse pensamento rondando sua mente, se levantou e foi até a mesa do professor, pedir autorização da saída.

-Tudo bem, Senhor Park. A aula já está acabando mesmo.

-Obrigado. - Saiu da sala a passos lentos, sendo surpreendido pela mão da menina que agarrou seu pulso e o arrastou para qualquer canto da escola. - Ei, para! Tá me puxando por quê?

-Cala a boca! - Falou impaciente, entrando em uma sala que não havia nada além de entulhos. - Por que está me ignorando?

- Céus! Você me tirou da aula por isso? É sério?

-Responda logo, Jimin! Por acaso você está me traindo? Se você estiver fazendo isso, eu... Eu te mato e mato a vagabunda!

-Agora eu é quem mando você calar a boca! Você está se ouvindo, garota?

-Aish! - De repente a garota não parecia a menina doce e gentil que conheceu há anos. - É sério! Me diga que não está me traindo, diz que sou única na sua vida! - Andava de um lado para o outro, puxando o próprio cabelo, estava vermelha e parecia segurar a respiração.

O loiro entendeu o que estava acontecendo quando a manga da camisa da menina deslizou de seus pulsos.

-Ah, droga! Você fez de novo?! - Suspirou e se aproximou da menina, a puxando para seus braços, mas ela tentou se soltar - Fica calma! O que foi que aconteceu? Você falou que não faria de novo...

-Oppa... Meu pai voltou pra casa... - Fechou os olhos, chorando no peito do namorado, agarrada ao tecido macio do uniforme alheio.

-Aish... Não acredito, fique calma, ok?! Vai ficar tudo bem...

Falou a frase mais universal para momentos difíceis, se odiava por ter sido essa a coisa a se dizer.

Mas não podia falar nada, a culpa de ter ignorado a menina ao decorrer da semana caiu como chumbo em suas costas


Notas Finais


Comentem ♥️ ainda bravos com a namorada do Jimin?
Eu sim

(Acabei de ver que o cap tá ruim, desculpem)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...