História Aigoo... Me apaixonei por um menino! - Vmin - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Tags Bangtan Boys, Bts, Kookie, Namjin, Vmin, Yoonseok
Visualizações 370
Palavras 480
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), LGBT, Romance e Novela, Suspense, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Espero que gostem 💜

Capítulo 6 - Taehyung


-Não me deixa, por favor, Oppa...

Taehyung, 1 semana atrás

Talvez eu estivesse me iludindo muito, talvez o dia de hoje fosse como todos os dias do ano, talvez eu só ficasse olhando o hyung enquanto conversa com o amigo dele, mas, ainda assim, acordei mais animado do que nunca, nem o medo de apanhar daqueles idiotas do terceiro ano fez minha animação acabar.

-Omma, me traz a toalha?

-Ai, garoto, quantas vezes eu já falei para você levar isso antes de entrar no banheiro? - Minha mãe, ou Nina se você preferir, falava brava, enquanto entrava no meu quarto, pegava a toalha e saia batendo a porta. - O que você faz quando eu não estou em casa, menino?

-Saio pelado, ué! - Sorrio pegando a toalha de sua mão e fechando a porta do banheiro. - Obrigada, mãezinha, amo a senhora.

-Você já está atrasado, Taehyung! Não me faça entrar nesse banheiro e te puxar pelas orelhas!

Rio mais uma vez, minha mãe e eu somos muito próximos, talvez o fato dela ter me tido com 17 anos e não ter tido o apoio do idiota do meu pai para me criar, tivesse feito com que ela seja muito apegada a mim, assim como sou a ela.

Por isso, não foi um problema quando falei para ela que era gay, minha avó só faltou mata-la quando ela soltou a frase:

"Se eu posso beijar um menino, ele também pode, não estamos lutando por direitos iguais?"

Minha omma é incrível.

-Estou indo, senhora!

Carregando minha lancheira - que obrigatoriamente tenho que trazer todos os dias, por conta das paranóias da minha mãe - e com a mochila nos ombros, olho para o grande prédio da escola, aquela animação sumiu por completo quando o grupinho de ontem, começou a se aproximar de mim.

-Acho que temos um assunto a ser terminado, não é?

-T-temos? Eu não lembro...

-Ah, temos sim! - Eu já ia me encolhendo quando o idiota elevado a dois, levantou o braço, com os punhos cerrados.

-Ei, Tae! Você demorou. - Meus olhos se arregalaram e a vontade de sorrir me atingiu, quando o loiro da sala ao lado, me envolveu pelos ombros, sorrindo animado. - O que é isso? Trouxe pra mim? - Disse como uma brincadeira, apontando para minha lancheira de carro.

-Hm... Bom, eu...

-Tudo bem, podemos resolver isso no intervalo, você vai passar comigo, não vai?

Assentindo rapidamente, sorrio olhando o garoto do último ano abaixar a mão e entrar com seu grupinho da baderna.

-O-obrigado, hyung.

-Hm, tudo bem, até mais, Taehyung! - Me soltou e acenou voltando para perto do seu melhor amigo, sorrindo. - Tá olhando o que idiota? - Abraçou o amigo pelos ombros, do mesmo jeito que fez comigo a pouco, puxando-o para dentro da escola.

-Você nunca me defendeu assim, seu traidor! - Foi a última coisa que escutei antes de escutar o sinal avisando que era hora de começar as aulas.


Notas Finais


Tá pequeno, mas fazer o que?
💜💜💜💜💜💜💜💜💜💜💜💜💜💜


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...