1. Spirit Fanfics >
  2. Ainda É Você >
  3. Ele nunca irá me perdoar

História Ainda É Você - Capítulo 17


Escrita por: e Crisfama


Notas do Autor


VOLTEIIIII
Espero que vcs gostem do capítulo 😁
_______
Gente não sei vcs mas ontem a Esther kim e o Matthew Daddario anunciaram que a Esther ta grávida (Esther=sósia da Mia Khalifa) eu fiquei triste mas vai que eles se separam pq eu odeioooo aquela mulher.
_______
Hoje é 17 de maio dia internacional contra a LGBTfobia
Não importa se te criticam sobre sua orientação sexual, não ligue, vc é perfeito como é não importa o que os outros digam.
_______
Curtam o capítulo 😘😘😘😘

Capítulo 17 - Ele nunca irá me perdoar


POR MAGNUS


Quando me toquei do que estava acontecendo, quando percebi que eu tinha beijado um homem que eu nem conhecia e não iria negar, esse desconhecido beijava bem pra cacete, que o Alec tinha visto e estava pouco para chorar, eu me senti culpado, mas culpado pelo o que?


Eu e Alec não tínhamos nada, e eu deixei bem claro que a gente não teria nada até ele me falar seus motivos, então porque eu me sentiria culpado? 


Quando acordei do meu transe, Alec já tinha derramado lágrimas que escorriam de seu olho até sua bochecha, até que já tinham caído no chão. 


Eu olhei para frente e conseguir ver metade do rosto do desconhecido, seus olhos e cabelos castanhos, corpo malhado e musculoso. 


Me perdi no olhar do desconhecido e só voltei a realidade quando olhei para o lado e vi que Alec saiu do corredor correndo. 


Eu olhei para o desconhecido e ele me deu um sorriso ladino e olhou para minha boca, eu o afastei de leve com as mãos. 


- Eu sinto muito mas eu tenho que ir, falei já saindo do corredor, mas antes de sair completamente, gritei para ele: você beija bem pra caralho, disse piscando e saindo sem olhar para trás.


Dei de cara com um monte de gente, todos acumulados no salão, de forma que não conseguia ver Alexander em lugar nenhum. Ele nunca me perdoaria, mas que culpa eu tenho? Nós não tínhamos nada, ou tínhamos? 


Corri no meio de todas aquelas pessoas, até dar um trombaço em Isabelle, que estava com um copo de uísque com gelo nas mãos e por sorte eu não trombei tão forte com ela, a ponto de derrubar o uísque em sua roupa, porque se não, ela me mataria. 


- O que ouve Magnus? Porque está correndo? Se acalma, ela me falou. 


- Você viu o Alexander? Eu perguntei apressado. 


- Eu vi ele saindo correndo do salão e entrando num táxi, Jem e Tessa foram com ele, ela me fala. 


- Ok, obrigado Isabelle. 


- Mas porque vo..., ela tentou me falar, mas não dei tempo para ela, sai correndo do salão , tentei pegar um táxi, mas só consegui uns 15 minutos depois, a essa hora Alexander já estaria longe. 


Peguei o táxi e quando cheguei na universidade, fui direto para os dormitórios, com a esperança que Alexander tivesse lá.


Quando cheguei nos dormitórios, vi Jem na sala de estar e fui em direção a ele. 


- Jem você viu o Alexander? 


- Não vi Magnus, sinto muito, porque? 


- Ele saiu do baile e eu fiquei curioso para onde ele tinha ido e como você e a Tessa vieram com ele, achei que ele tinha vindo para os dormitórios. 


- Não, ele desceu umas duas quadras antes e não explicou para onde iria. 


- Ok obrigado mesmo assim, obrigado, falei e dei tchau pra ele, indo em seguida para o meu dormitório. 


Com certeza, eu era a última pessoa que Alexander gostaria de ver. Cheguei em meu dormitório, tomei meu banho, coloquei uma calça moletom preta e fiquei sem camisa. 


Me deitei na minha cama e troquei meu travesseiro com o de Alexander, porque eu gostava do cheiro que ele emanava, era um cheiro próprio, que ninguém mais tinha. 


Com certeza ele tinha ficado muito bravo comigo, nem sei se ele apareceria aqui essa noite, não sei como eu explicaria para o Alexander que eu tinha gostado do beijo e que eu queria beijar o desconhecido de novo, com certeza se eu falasse isso pra ele, ele iria pegar a coisa mais próxima dele e jogar na minha cabeça, então é melhor não arriscar. 


Fiquei até as 3 da manhã esperando Alexander aparecer, mas as únicas coisas de diferentes que eu percebi foi o barulho as 2:30 da manhã de Simon e Jace chegando, eu não sei como eles fizeram tanto barulho quanto eu ouvi. 


   NARRADORA


Magnus dormiu e nem sinal de Alec ter chegado no dormitório aquela noite. Magnus estava com seus pensamentos atordoados pelo fato que Alec poderia nunca mais querer nem olhar para o mesmo, mas Magnus ainda queria saber quem era o desconhecido e porque ele tinha o beijado do nada. 


Magnus acordou, olhou em volta e nenhum sinal de Alexander ter passado ali, ele foi para o banheiro, tomou um banho , colocou uma camisa roxa com um colete preto por cima, calça preta de couro e um sapato qualquer e foi tomar café da manhã, esperando que Alexander estivesse lá. 


Quando chegou ao refeitório e foi para a mesa aonde o pessoal estava, notou que Lydia não estava lá, estavam todos conversando animadamente, quando ele chegou perto deles.


- Oie Cat, Magnus fala dando um beijo na bochecha da irmã.


- Bela Isabelle, aonde está seu irmão? Eu não o vi lá no quarto essa noite, ele pergunta e todos param de falar e se concentram na comida que estavam saboreando. 


- Não sei Mags, achei que ele estivesse com você, ela fala e Magnus se levanta indo em direção a aula, já estava convencido da ideia de que Alec não queria vê-lo, mas ele teria que ir para seu dormitório nem que fosse para pegar algumas roupas, não conseguiria ficar com aquelas roupas do baile por muito tempo. 


Magnus fica toda a manhã e tarde pensando onde estaria Alexander e se preocupando com ele, já tinha mandado várias mensagem para ele, mas ele não tinha visualizado, só mostrava que ele tinha recebido.




  A NOITE




Magnus estava no quarto, não foi jantar porque esperava que Alexander aparecesse no dormitório, nem que fosse por dois minutinhos e ele aproveitaria esses dois únicos minutos para conversar com ele. 


Foi tirado de seus devaneios quando ouviu a porta do quarto se abrindo e Alexander entrando nele com uma calça jeans preta e uma camisa rosa escuro, o que Alexander provavelmente não usaria, então Magnus pensou que poderia provávelmente ser de Will. 


- Oie, Magnus disse, por que saiu ontem daquele jeito do baile? 


- Porque será Magnus? Ah deixa eu refrescar a sua memória, será porque você estava beijando outro? Eu vou falar a verdade para você, eu gosto de você e sou completamente apaixonado por você, e eu estava indo aquela hora atrás de você pra conversar, para dizer meus motivos de não querer me assumir, mas quando eu vi você beijando aquele homem, Magnus viu Alexander começar a chorar, foi como uma faca acertando várias e várias vezes meu coração, e sabe o que mais doeu, e ver que você pareceu que estava gostando de beijar aquele homem, isso me machucou sabia?  


- Mas você queria que eu fizesse o que Alexander? Nós não temos nenhum tipo de relacionamento, eu também gosto de você mas... 


- Mas o que Magnus? RESPONDA! Quer saber só me fala, você gostou do beijo? 


...


Notas Finais


Bom gente até quarta❤❤❤.
E a treta só continua, to com sede de treta UHULLLLLL.
Bjsssss😘😘😘😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...