1. Spirit Fanfics >
  2. Ainda existia? >
  3. Igreja

História Ainda existia? - Capítulo 16


Escrita por:


Capítulo 16 - Igreja



Dois dias depois, o grupo estava pronto para voltar a andar pela floresta e achar alguma coisa de interessante, mas não voltariam para aquela mini casa

— Todo mundo pronto?– Sasuke perguntou dando uma boa olhada no pessoal

— Sim– Alguns responderam, outros assentiram com a cabeça

Começaram a andar, Sarada no colo do pai, Sasuke e alguns andando na frente e os outros espalhados, mas ao mesmo tempo juntos

— Pra onde iremos?– Sakura perguntou amarrando o cabelo num coque

— Não temos destino, o lugar que acharmos, ficaremos pelo menos uns dias– Itachi respondeu colocando a chupeta na boca da filha

— Estamos no meio do mato, o que podemos achar aqui?– Ino falou olhando para as árvores

— Temos que acreditar que vamos achar alguma coisa aqui, na estrada é que não podemos ficar– Kiba respondeu andando ao lado de Sasuke

— Os zumbis se juntam, principalmente em estradas– Sasuke comentou

Andando, Sakura se aproximou cuidadosamente de Hinata

— Eu fiquei sabendo do seu pai... Sinto muito, nós gostávamos muito dele– Sorriu, Hinata retribuiu negando com a cabeça

— Não sinta, ele está em um lugar melhor que esse, isso eu tenho certeza– Abaixou a cabeça olhando para os galhos e plantas que pisava

— Você tem razão– Sakura voltou a olhar para frente

Sasuke parou e mirou uma arma para a direita de repente, fazendo todos o imitarem por precaução

— Viu alguma coisa?– Temari perguntou andando lentamente mais para frente com sua espada

— Tem algo pra lá– Sasuke apontou

Naruto destravou a arma e ficou parado como os outros

— Socorro

Ouviram de longe

— Era só o que faltava– Juugo susurrou com sua arma erguida

— Temos que ajudar– Naruto abaixou a arma e começou a correr

— Droga, Naruto– Sasuke e os outros correram atrás, Itachi e Sakura tiveram que matar três zumbis mas não deixaram de correr atrás do loiro

Naruto chegou até a pessoa que gritava e a viu em cima de uma pedra com zumbis o cercando em baixo, puxou sua faca e correu pra matar um, depois o outro. Sasuke chegou correndo e ajudou o loiro a matar. O resto ajudaram o homem a descer de cima da pedra, ele usava roupa de padre

— Muito obrigado, pedi ajuda a deus e ele me salvou– O padre falou olhando para o céu. O grupo se entreolhou, sério isso?

— Na verdade, fofinho, fomos nós que te salvamos– Karin falou o olhando de cima a baixo

— Pedi ajuda a deus e ele mandou vocês– Itachi reprimiu a vontade de revirar os olhos

— Qual o seu nome?– Itachi deu Sarada para Deidara segurar e começou a revistar o padre

— I-iruka– Respondeu tendo muitos olhares sérios para si

— Tem um acampamento?

— Tenho uma igreja– Apontou para trás. Sasuke e Naruto olharam na direção e realmente tinha uma igreja ao longe

— Quantas pessoas tem la?– Temari perguntou se aproximando

— Só eu– Respondeu ajeitando a roupa

— E tem... Suprimentos? Armas, como sobreviveu?– Iruka olhou para o lado e viu Naruto matando um zumbi que acabou de chegar e fez cara de nojo

— T-tenho umas comidas, só isso– Se espremeu mais na pedra com medo do olhar de Itachi

— Podemos ficar na sua igreja? Temos uma criança pequena, e armas, vamos te proteger– Falou tentando fazer um acordo

— A palavra do senhor me protege– Sasuke fez barulho com a boca debochando

— Eu vi o senhor te protegendo agora pouco– Comentou sem encarar o padre

— M-mas podem ficar na igreja– Falou fazendo todos dar um suspiro de alívio

— Quantos zumbis você já matou?– Itachi se surpreendeu quando Naruto começou as perguntas e deixou ele prosseguir

— Nenhum, graças a deus– Naruto lançou um olhar para o líder

— E quantas pessoas já matou?

— Nenhuma, eu sou um padre– Iruka estava indignado

— Porque?

— Porque deus não permite, meu jovem– Se aproximou de Naruto e Sasuke ergueu a arma pra ele

— Afasta– Iruka se afastou engolindo em seco

— Pode nos mostrar o caminho?– Itachi pediu e Iruka começou a andar lentamente

Itachi negou para Deidara e pegou a filha de volta

— Vamos ficar só hoje, como eu falei, eu, Karin, Konan, Kiba e Hinata, vamos levar o Kabuto para Suna– Juugo se aproximou de Itachi

— Konan, Kiba e Hinata? Não sabiam que iriam também– Olhou para os três enquanto seguiam o padre até a igreja

— É, nós fizemos um acordo com o Juugo– Kiba respondeu

— Chegamos– Iruka abriu a porta e todos entraram um por um

— Cheiro de...– Temari começou respirando fundo

—...Coisa limpa– Hianta completou

— Faz muito tempo que não sentimos cheiro de limpeza, era só zumbi e mato, sangue e terra– Naruto falou sentando em uma das cadeiras

— Verdade– Sasuke respondeu sentado junto, passando o braço pelo ombro do loiro

Iruka correu para dentro de uma sala, Temari e Sakura miraram suas armas para a porta de onde ele entrou

Ele saiu com duas garrafas de água de dois litros e se assustou com a recepção

— Pensei que ia nos atacar– Sakura guardou a arma

— Nós estamos um pouco desconfiados ainda, desculpe– Temari colocou sua espada na bainha

— Vocês tem motivo pra isso, está tudo bem– Ele deu as garrafas para cada um, quem terminava de beber, passava para o outro, até a bebê bebia na mamadeira

— Como que... Como você sobreviveu todo esse tempo?– Itachi o perguntou

— Me tranquei aqui, só saia depois que as hordas de zumbis passavam, e eu... Tenho comida ainda, principalmente vinho– Iruka apontou para o lugar da onde veio. O grupo se entreolhou sorrindo, já sabiam o pensamento um do outro— Eu ainda não sei o nome de vocês

— Itachi

— Deidara

— Naruto

— Sasuke

— Temari

— Sakura

— Ino

— Sai

— Juugo

— Karin

— Hinata

— Konan

— Kabuto

— Kiba

— Hanabi

— Essa é a Sarada– Mostrou a bebê sonolenta

— Muito prazer em conhecer todos, querem comer? Vinho?– Sorriu

— Traga o vinho, vamos experimentar– Iruka saiu lentamente e alguns deles riram baixo

— Experimentar? Você vai se acabar igual aconteceu no CCD– Kiba revirou os olhos para o que Sasuke disse e sentou no chão com os outros


(...)


— Esperem– Deidara tentou parar de rir, puxou Sasuke e Naruto para a frente do altar— Eu vou casar vocês

Os outros bateram palmas tomando mais o vinho da igreja

— Você Naruto Uzumaki, aceita Sasuke Uchiha na tristeza e na pobreza, na saúde e na alegria–

— Está falando tudo errado, Dei– Hinata o relembrou

— Não importa, aceita ou não?– Deidara perguntou impaciente, querendo casar os dois logo

— Aceito– Naruto sorriu de mão dada com Sasuke

— Sasuke Uchiha, aceita Naruto Uzumaki, na saúde...

— ...E na doença– Hinata completou rindo juntos com os outros

— Na pobreza e na riqueza, na vida e nos mortos, até que a mordida os separe?– O loiro perguntou sério mas o grupo ria no fundo da igreja, até o padre ria

— Aceito, mas espero que a mordida nem nada nos separe– Sasuke apertou mais as mãos juntas

Itachi sorria olhando a cena se perguntando quando Sasuke mudou tanto, pelo menos foi pra melhor

— Eu, Padre Deidara, os declaro marido e esposo, podem se beijar– O grupo ficou calado observando os dois se aproximar, e bateram palmas quando iniciaram um beijo

Itachi se levantou e começou a ninar Sarada que despertou assustada— Casados– O loiro saiu do altar e foi sentar ao lado da irmã

— Quero essa comida ai– Sasuke puxou Naruto e tomou o prato que Sakura comia— Presente de casamento

— Era minha comida– Reclamou a mulher sentada no chão

— Não é mais– Sasuke sentou num dos bancos e começou a comer, ofereceu ao verdadeiro padre ali, mas ele negou

— Vamos ficar aqui por quanto tempo?– Konan perguntou dando outro prato pra Sakura

— Tempo que der, podemos?– Itachi perguntou a Iruka, afinal, a igreja era dele

— Podem, é bom ter companhia também, faz quase cinco meses que eu não vejo pessoas vivas– O padre desviou o olhar do grupo— Podem ficar, precisam de descanso e comida, mas as que tem aqui não vai durar, temos que pegar mais

— Sabe aonde tem mais?– Kiba perguntou sonolento deitado num dos bancos

— Sei, eu levo vocês lá

— Hum... Gente?– Ino chamou atenção de todos— Cadê o Sai?

Todos olharam em volta e não o viram

— Deve ter saído pra dar uma volta– Temari deduziu olhando a movimentação lá fora pela janela

— Pode ser– Ino era teimosa, mas preferiu ficar quieta dessa vez

— Vou para Suna amanhã ao meio dia– Juugo falou para todos ouvirem

— Sunagakure está destruída– Temari falou novamente

— Você que pensa– Karin riu sem humor

— Não penso, eu vi com meus próprios olhos e sei do que estou falando– Disse sem encarar ninguém

— Se é o que você quer, ninguém vai impedir– Itachi falou para Juugo

— Precisamos levar o Kabuto lá, ele pode salvar o mundo, não é?– Kabuto não respondeu e abaixou a cabeça

— Silêncio todo mundo– Hinata foi até onde Temari estava com uma Sniper e olhou com a mira o lado de fora

— Algo de errado?– Temari tentou olhar mas não viu nada, estava muito escuro lá fora

— Itachi, vem ver isso– Hinata pediu, o líder deixou a filha com Hanabi e foi até as duas na janela

Os outros esperavam alguma resposta, até que Itachi puxou Hinata e Temari pra longe da janela

— Arrumem tudo, peguem suas armas, Naruto, fica com a Hanabi, Sarada, Kabuto, e o padre Iruka na sala dele, não saiam de lá, Hidan está por aqui e vai entrar– Itachi falou pegando uma das armas da bolsa e entregando o resto pra Naruto

— Porque o Naruto fica?– Sasuke perguntou armado

— Porque alguém que sabe atirar tem que ficar aqui– Itachi falou sem olhar para o irmão. Iruka abriu a porta da sua sala para os que iam ficar, Naruto deu uma última olhada para Sasuke e entrou fechando a porta, a trancando

— Vamos fazer com que a Sarada continue dormindo e não acorde chorando– Naruto falou baixo encostado na porta ouvindo os outros saírem e logo tudo ficou em silêncio

— O-o que vai acontecer?– Kabuto perguntou tremendo

— Itachi não precisou dizer, mas estão com o Sai, não sei o plano mas sei que não é pra sair daqui, e...– Jogou uma pistola para os três, Hanabi sentou na frente da cesta onde Sarada dormia e mirou para a porta fechada. O padre pegou mas não mirou em nada, Kabuto mirou mas tremia— Se essa porta abrir e não for nenhum do nosso grupo, a gente metralha eles





.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...