1. Spirit Fanfics >
  2. Ainda não acabou >
  3. A jovem de cabelos rosas

História Ainda não acabou - Capítulo 5


Escrita por:


Capítulo 5 - A jovem de cabelos rosas


O festival havia começado e Sasuke tinha que admitir que estava surpreso.

Jogos, desfiles e diversos tipos de comidas podiam ser vistos por todos os lados. Enquanto caminhava e observava as coisas a sua volta, lembrava de quanto tempo fazia que não participava de um desses, seu último fora ainda quando criança, em Konoha. Toda aquela energia e a animação das pessoas eram contagiantes, até mesmo para ele.

Sasuke sabia que não podia perder tempo em sua busca, mas ele queria tirar um tempo livre e aproveitar o festival.

- Moço, isso aqui é para você! - disse uma criança estendendo um doce em sua direção.

Sasuke não gostava de doces, mas decidiu seguir a onda do festival e experimentar as coisas que estavam a venda. O doce que o garoto lhe ofereceu era uma mistura de lula com caramelo, a princípio nojento, mas o gosto era aceitável.


...


Depois de algumas horas aproceitando o festival, Sasuke se retirou para aproveitar o céu estrelado, deitado sobre a grama, na floresta de Kiri. 

Sentia-se péssimo, cada vez que o tempo passava ele só se odiava mais, pelas besteiras que fez e pela dor que causou, principalmente aos seus dois companheiros de time. Naruto morreu tentando o salvar, tentando abrir seus olhos e Sasuke o matou bem na frente de Sakura. Sabia que a rosada também nunca o iria perdoar pelo que fez, e não a culpava por isso. Sasuke só queria uma última chance de concertar as coisas, de agradecer Sakura e Naruto por nunca terem desistido dele.

- Pensando na vida? - perguntou uma voz que Sasuke reconheceu na hora.

- Suigetsu.

O jovem ninja de cabelos brancos tinha um estranho sorriso no rosto.

- O que faz aqui? Sei que agora seu lance é viajar pelo mundo, mas não pensei que fosse vir logo para Kiri. Está procurando por algo, certo? - perguntou convencido.

- Não é da sua conta - disse tornando a olhar para o céu.

- Você não me engana, Sasuke. Por mais que tenha essa pose de durão, por dentro é mais mole do que pensa. Lembro bem de quando dizia: "Sem mortes Suigetsu, Sem mortes." - disse imitando sua voz.

- Veio aqui somente para acabar com meu sossego?

Ele riu por um momento.

- Na verdade eu quase sempre estou por aqui por perto. Orochimaru gosta de saber o que acontece nas grandes nações.

- Isso não explica como sabia onde eu estava. 

- Você ultimamente não anda tão discreto como antes, Uchiha. - disse agora com um sorriso ainda maior - Um contato meu me disse que viu Sasuke Uchiha andando no meio do festival de Zatara. Devia tomar mais cuidado da próxima vez.

Isso era verdade, por mais que evitasse ficar em locais muito movimentados, não estava se esforçando muito para se manter em anonimato. Isso poderia ser um problema mais para frente.

- Adeus. - disse Sasuke se levantando.

- Ah, antes que me esqueça - disse Suigetsu tirando algo do bolso de sua calça. - Sua amiguinha de cabelos rosas está por aqui.

Sasuke paralisou. Sakura estava por perto.

- Onde ela está? - disse agora interessado.

- Não sei, essa foto foi tirada ontem no porto. Parece que ela chegou recentemente. - disse guardando novamente a foto em seu bolso.

- Com quem?

- Aparentemente sozinha, mas eu não acreditaria muito nisso, ninjas de Konoha são bem discretos quando querem. 

- Sabe o motivo?

- Não, talvez para negociações entre vilas. Desde que seu sensei se tornou Hokage, sua amiguinha é uma das pessoas em quem ele mais confia.

Ficou em silêncio durante um tempo, absorvendo todas aquelas informações.

- Hm. Adeus. - disse se virando e finalmente indo embora.


 ...



Depois disso, Sasuke retornou ao hotel para pegar sua mochila. Seria arriscado de mais permanecer ali com ninjas de Konoha tão próximos dele.

- A chave do quarto. - disse devolvendo para recepcionista.

- Agradecemos a sua estadia, volte sempre. - agradeceu colocando um sorriso simpático no rosto.

Sasuke virou as costas e estava se retirando do hotel, mas esbarrou em alguém na saída.

- Me desculpe. - ouviu a pessoa dizer.

Sasuke gelou na hora, reconhecia muito bem aquela voz. 

- Você... - Seu rosto foi de surpresa para ódio em segundos. 

Foi tão rápido que Sasuke mal conseguiu acompanhar, recebeu um soco na lateral de seu tronco que o fez ser arremessado metros de distância. Tentou levantar, mas o próximo soco veio tão rápido quanto o anterior. Por sorte conseguiu desviar do segundo, mas o chão não foi perdoado.

- Você não sabe o quanto esperei por esse momento, - disse ela com cada a voz mergulhada em ódio..- o quanto eu te odeio e treinei para fazer justiça em nome dele.

Suas palavras doeram mais do que seu soco. Sasuke entendia todo seu ódio por ele, em seu lugar não estaria diferente.

- Me desculpe... - foi o máximo que conseguiu dizer.

- Desculpe?! Você acha que suas desculpas vão mudar alguma coisa? Naruto está morto por sua causa!  Você o matou! - esbravejou em sua direção.

- Sakura, entendo todo seu ódio por mim. Eu sei o quanto errei e se tivesse uma chance de mudar tudo o que fiz, faria tudo diferente! Em outra ocasião talvez eu até aceitasse minha morte, mas agora não posso, pelo menos não agora.

Ela pareceu em choque com suas palavras.

- O que de tão importante aconteceu para você achar que vai sair vivo dessa? - perguntou desferindo uma sequência de socos em sua direção.

- Olha, eu sei que parece loucura, mas eu acho que finalmente tenho a chance de concertar tudo o que fiz! De trazer Naruto de volta!

Depois de proferir isso, Sakura paralisou e caiu de joelhos no chão enquanto as lágrimas desciam pelo seu rosto.

- Não há como desfazer o que fez, seu maldito! Naruto está morto, e isso não pode ser mudado!

- Quando estava ao norte de Konoha, buscando um rumo para minha vida, encontrei isso. - disse arremessando o papel com a pedra na sua frente. - junto a isso, tive um sonho em que uma mulher me oferecia a chance de mudar tudo! De trazer Naruto de volta!

Sakura parecia ainda estar mergulhada em ódio, mas assim que pegou o papel e leu o conteúdo da mensagem, parece ter se lembrado de algo. Retirou algo do seu bolso e arremessou na direção de Sasuke.

- Foi você não foi, foi você quem enviou essa mensagem para mim, você quem me colocou naquele sonho esquisito! - disse se levantando e se preparando para ir para cima de Sasuke de novo.

Dessa vez Sakura parecia ainda mais possuída pela raiva. Acertou um chute em seu peito que o fez perder todo o ar em seus pulmões, o arremessando novamente ao chão.

- Espera Sakura, não fui eu quem fiz isso! Alguém está nos avisando que temos uma chance de trazê-lo de volta! - ela pareceu não dar ouvidos e continuou avançando em sua direção. - Confie em mim uma última vez, por favor.

Ela estagnou no local, parece que suas palavras surtiram efeito nela.

- Eu posso me arrepender muito depois, mas nunca vi você desse jeito, falando abertamente e pedindo perdão, conheço você, nunca faria isso, seu orgulho não permitiria. - deu uma pausa antes de continuar. - Você parece ter mudado Sasuke, vou acreditar em você, mas não pense que o deixei de te odiar. Você ainda é um monstro! E não deixarei que ande livre por muito tempo!

Sakura parou de o atacar, mas continuou a lhe encarar por alguns segundos, como se estivesse me analisando. Por fim ela somente se virou em direção ao hotel.

- Venha comigo, não posso te perder de vista.











Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...