História Ainda playboy Jimin? (Segunda temporada) - Capítulo 51


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Blackpink, EXO, Got7, HyunA, Red Velvet
Personagens Byun Baek-hyun (Baekhyun), HyunA, Irene, Jackson, JB, Jennie, Jeon Jungkook (Jungkook), Jisoo, Jung Hoseok (J-Hope), Kim Jong-in (Kai), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Lisa, Mark, Min Yoongi (Suga), Park Chan-yeol (Chanyeol), Park Jimin (Jimin), Rosé, Yugyeom
Tags Drama Adulto, Suspense
Visualizações 83
Palavras 1.961
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Ficção, Ficção Adolescente, LGBT, Romance e Novela
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi!
Espero que gostem desse cap
Boa leitura

Capítulo 51 - Fifty one


Fanfic / Fanfiction Ainda playboy Jimin? (Segunda temporada) - Capítulo 51 - Fifty one

O dia do meu casamento havia chegado.

Há muito tempo eu me sentia cansada pela correria dos preparativos e também por estar casando na época de prova...

Jungkook também estava muito ocupado e nervoso com a data tão esperada.

Eu não conseguia explicar qual era sensação ou o sentimento, mas eu podia sentir que iria valer apena.

Depois que tudo aquilo acabasse e todos nós podessêmos descansar, eu enfim poderia desfrutar da companhia do meu esposo e comemorar nossa união...

Nunca pensei que fosse tão sério. Mesmo já amando muito ele, nunca pensei que nosso namorinho no tempo da escola nos levaria a isso...

Priorizei nosso relacionamento a muitas coisas e não tinha como saber, não tinha certeza, se um dia chegaríamos à aquele patamar...

Nunca duvidei do quanto Jungkook me amava, mas quando você passa para fase adulta, muitas coisas mudam, e na maioria das vezes... Os sentimentos também.

23/06 era a data do casamento.

E dia vinte e três do seis, as sete horas da manhã eu já não estava casa.

Saí muito cedo para começar toda aquela produção e ficaria quase o dia inteiro sem ver meu noivo, o que colaborava muito para minha ansiedade e nervosismo, mesmo sabendo que nos veríamos ao final da tarde.

*    *    *

_Sn

- Hyuna? Esta pronta?

Hy: Já estou indo...

Gritou de volta pra mim do quarto.

Peguei as bolsas, abri a porta e as levei para dentro do carro.

Recebi uma ligação e atendi sem hesitar, sem ao menos olhar de quem se tratava

Ligação on

- Annyeonghaseyo...

Li: Sn?

- Bom dia, Lisa.

Li: Já estou com Rose. Onde você e Hyuna estão?

- Estamos saindo de casa. Hyuna e eu precisamos passar no centro para pegar nossos vestidos...

Li: Não demore, temos hora marcada aqui.

- Não vamos demorar.

Li: Já falou com o Jimin?

- ...Era para falar?

Li: Sim... Vocês vão juntos?

- É provável que não. Mas caso Hyuna vá com o Yoon...

Li: Ligue pra ele.

- Está bem.

Li: Ou peça ao Jin.

- Está bem. Nos vemos daqui a pouco.

Li: Tchau.

Ligação off

- Hyuna!

Gritei abrindo a porta

Hy: Oi!

- Vamos, Lisa está apressada.

Hy: Tudo bem, vamos.

Enquanto eu ativava a trança da porta, Hyuna guardava sua bolsa no banco traseiro do carro.

Entramos no carro e logo a loira deu partida no mesmo

- Preciso ligar pro Jimin...

Hy: Por que?

- Você volta com o Yoon?

Hy: Não. Onde eu deixaria o carro? E com quem você voltaria?

- Estava conversando com Lisa sobre isso.

Hy: Vou encontrar Yoongi já na praia.

Lisa e Jungkook iriam se casar na praia e no final da tarde.

- Mesmo assim vou ligar pra ele.

Peguei o telefone e liguei para o mesmo. Não demorou muito pra que ele atendesse

Ligação on

Jm: Huh?

- Tudo bem?

Jm: Sim... Aconteceu alguma coisa?

- Não... Só liguei pra saber se você já pegou sua roupa...

Jm: Ainda não.

- Ah, sim.

Jm: Estou com Jungkook e Jin... Estamos meio ocupados.

- Estou indo encontrar Lisa e Rose... Quer que eu pegue o terno?

Jimin, eu, Rose e Hyuna havíamos pegado nossas roupas na mesma loja.

Jm: Não quero que se atrase com a Lisa por minha causa...

- Não seria incômodo algum, Jimin. Hyuna e eu estamos indo buscar nossos vestidos.

Jm: Tudo bem, então.

- Vou pra casa da sua tia quando sair do salão.

Jm: Ótimo. Posso ir até lá.

- Está bem, nos vemos mais tarde.

Ligação off

Hy: Vai pegar o terno do Jimin?

- Sim, ele está ocupado.

Todos nós estávamos ansiosos e tentávamos ao máximo não transmitir isso aos noivos...

Chegamos ao salão e ela já andava de um lado a outro a nossa espera. Exatamente por esse motivo que evitamos transmitir aos noivos o que estamos sentindo, porque só piora a situação.

Li: Meu Deus, onde vocês estavam?

- Desculpe, tivemos atrasos na loja.

Hy: Na verdade tivemos que ir em mais de uma loja...

Li: Por que?

- Por nada.

Ela suspirou

Li: Já falaram com o Jungkook?

- Jimin e Jin estão com ele...

Li: Rose, ajuda a Sn com aquelas sacolas.

Rose me ajudou a carregar as sacolas

*    *    *

Presenciei todo percurso da trajetória da minha amiga. Desde das crise de choro e ansiedade, à produção e transformação para noiva...

Era muito lindo ver com ela e também o Jungkook se importa um com o outro. Ela lindo ver o quão ansiosa ela estava para chamá-lo de 'esposo'.

Eu me sentia feliz... Satisfeita e honrada. Era satisfatório saber que fiz parte daquela história, de alguma forma. Para mim, aquele momento era muito importante, e único...

Me sentia honrada por poder acompanhar esse momento incrível de pertinho... Para mim era uma honra poder participar, estar tão próximo da minha amiga nesse dia tão especial para ela.

Me peguei deixando algumas lágrimas sobre as bochechas e então limpei as mesmas, antes que me deixassem feito um panda.

- Lisa...

Me sentei em um poltrona ao lado da que a loira estava sentada

- Ainda não disse isso hoje, mas... Você está linda, amiga.

Não consegui segurar

Li: Ai, não. Não chora... Se você chorar eu não vou aguentar.

Ri

- Me sinto uma boba!

Ri

Li: Por que?

- Estou tão feliz, Lalisa... Estou agradecida. Obrigada por me permitir fazer parte desse momento.

Li: Ah, Sn...

Ela fez uma careta como se fosse chorar e nos abraçamos

- Te chamei de boba por estar chorando a cada minuto que de olhava no espelho, mas me sinto muito mais nova por querer chorar a cada vez que olho para você...

Gargalhou

Saímos da salão e nos despedimos de Rose e Hyuna. 

Ambas seguiram para praia, onde aconteceria o casamento, e eu e Lisa iríamos para casa de Seus pais...

- Vem, por aqui.

Ajudei ela a se ajustar no carro e logo em seguida entrei no mesmo

Li: Está fazendo meu calor, não?

Disse se abanando

- Com certeza é efeito do nervosismo, Lisa.

Li: Ai...

Passou a mão sobre a testa

Li: Não me sinto bem, Sn...

- O que?

Tomei o buquê da mão da mesma

Li: Estou com frio, mas estou suando...

- É apenas nervoso, Lalisa. Tente ficar calma...

Li: Acho que vou desmaiar...

- Lisa, para. Foco. Tudo vai estar lindo do jeito que você quer e a senhora vai ser casar com Jeon Jungkook hoje!

Li: Tá.

Fomos todo o caminho tentando manter a calma, mas Lisa ainda tremia e suava, mesmo estando com frio.

Chegamos a casa do seus pais e o pai da loira nos esperava. Ele me ajudou, carregando algumas das minhas coisas e eu ajudei Lisa a não enroscar o vestido em nada do veículo.

Adentramos a sala onde estava a mãe da noiva e assim que elas se olharam, as lágrimas rolaram. Não consigo imaginar o que elas sentiram, mas dava para perceber que era a forte conexão de mãe e filha...

M/l: Eu não posso acreditar, Lisa... Filha, você está linda.

Li: Omma, não chore. Quero que esteja linda.

Ela sorriu

Deixei Lisa no quarto e perguntei a sua mãe se o Jimin poderia se trocar no quarto de hóspedes e a mesma me deu permissão.

Deixei as roupas do moreno sobre a cama, sem nenhum tipo de complicação, para que ele não se atrasasse. Voltei a sala para pegar minhas bolsas e levar ao quarto...

Antes que eu saísse do cômodo, ouvi meu celular tocar alarmantemente e corri para atendê-lo...

Ligação on

- Annyong?

Jm: Estou na casa dos meus tios...

- Eu também. Suba.

Jm: Está bem.

Ligação off

_Jimin

Deixei o carro estacionado do outro lado da rua e corri para o portão já digitando a senha do mesmo.

A ahjumma que trabalhava na casa atendeu e logo na porta da cassa encontrei minha tia

M/l: Jiminnie... Não sei como ainda me surpreendo... Você está lindo!

Nem me recordava daquele apelido

Jm: Obrigada tia.

M/l: Olha isso...

Segurou meu rosto. Encarei a mulher e percebi seus olhos marejados

M/l: Apesar de homem, você tem os traços lindos e delicados da sua mãe... Essa sua beleza admirável realmente veio dela.

Sorri

Jm: Concordo plenamente. Minha mãe era uma mulher linda.

Ela sorriu

M/l: Está atrasado, não?

Jm: Sim, muito. Preciso me vestir e correr e encontrar Jin e Namjoon antes de ir a praia.

M/l: Vamos, Sn deixou tudo pronto.

Avistei a roupa organizada no cabide deixada sobre a cama.

M/l: Seja rápido.

Ela fechou a porta

Lá estava tudo arrumado. Até mesmo um relógio. Que não era meu e parecia ser novo, estava sobre a cama, e ao lado da gravata azul.

Sorri ao lembrar de como Sn arrumava minhas roupas todos os dias para o trabalho...

Caminhei até a cama e comecei a me despir.

Depois de vestir todas aquelas peças e me certificar de que todos os botões estavam colocados, ouvi batidas leves na porta.

A mesma se abriu revelando Sn

Ainda com as mãos nos botões do colete e boquiaberto, analisei a linda mulher bem a minha frente...

Ela entrou e logo fechou a porta atrás de si, dando um sorriso ladino em seguida...

- Está bonito.

Apenas continuei a olha-la.

Aquele impacto não estava sendo causado pela quantidade de tempo sem vê-la... Nos víamos muitas vezes durante a semana, e também não era como se nunca tivesse visto dela linda daquela forma...

Sn estava espetacular. Estava bem a minha frente, rindo e me elogiando...

Nosso filho só a deixava mais bela diante do vestido azul que usava.

- Jimin?

Despertei do meu pequeno transe depois da terceira vez que ela chamou meu nome, então percebi o quanto viajei nela...

- Jimin?

Jm: Sim?

- Você está bem?

Jm: Estou.

Ela sorriu e caminhou até mim

- Se me da licença...

Colocou as mãos sobre a gravata para arrumar a mesma

_Sn

Não achei estranho. Era de meu costume estar ali, a sua frente e arrumando aquela gravata torta todos os dias.

Pela primeira vez depois que terminamos, senti algo normal entre nós.

Pela primeira vez não me senti desconfortável de estar tão perto dele e podia sentir, era tão perceptível, que ele também se via normal naquela situação.

- Pronto.

Sorri.

Senti suas mãos passarem pela parte interna do meu braço e então abaixei a cabeça para ver o que o moreno estava a fazer...

Jimin colocou suas mãos sobre minha cintura e me aproximou de si. Segurou meu rosto, levantando o mesmo e em seguida...

Me beijou. Lentamente.

Admito não ter feito nem 1% de esforço para pará-lo. Aceitei seu beijo sem nenhuma relutância e me vi fazendo do que sentia falta a muito tempo...

Quase nenhum de nossos beijos eram calmos... Sempre muito carinhosos e quentes, mas aquele, dentro de anos estava sendo significativo e intenso...

Nós dois falávamos muito naquele ato. Era uma forma de nos expressar sem procurar por palavras...

Era normal um beijo após uma situação ou conversa complicada... Aquele ato não era para demonstrar malícia, como os outros, e sim para entendermos melhor um ao outro.

Pode não fazer sentido aos olhos de alguns, mas Jimin e eu sabíamos que aquilo sempre nos ajudaria...

Jimin segurou forte minha nuca e me deu último selar demorado. Nos separamos meio ofegantes e eu protestei sobre aquilo...

- O que você está fazendo comigo, Jimin?

_Jimin

Tirei minha atenção de sua boca com o batom levemente bordado e encarei seus olhos... 

Busquei palavras para me justificar, falar que não consegui conter minha vontade de beijá-la, mas uma única palavra sem nexo, saiu.

Jm: Desculpe.

A soltei

Jm: Preciso ir.

Soltei a morena, peguei o blaizer em cima da cama e fui até a porta. Saí pela mesma sem nem olhar para trás, me sentia envergonhado pelo que eu acabava de fazer.

Atravessei o jardim quase correndo, abri o portão e entrei dentro do carro.

 Me praguejei por não ter dito o que me deu vontade, e convicto de que ela levaria aquilo como um mal entendido, saí em processão a praia.


Notas Finais


Vocês vão me matar nesses comentários, eu sei.
Espero que tenham gostado, pelo menos um pouco.
Essa foi a primeira parte do dia do casamento, e teremos um cap totalmente focado ao casório.
Bjs
Até a próxima💕


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...