1. Spirit Fanfics >
  2. Ainda te amo >
  3. Capítulo 6

História Ainda te amo - Capítulo 6


Escrita por:


Notas do Autor


Tu pode pensar nisso como um eu-lírico se declarando ou da maneira certa: a gabi se declarando pra ti

Capítulo 6 - Capítulo 6


Por mais que tu não admita, tu ainda quer me ver. Tu ainda quer correr pra me abraçar cada vez que tu fica mal com algo, tu ainda quer deitar no meu peito cada uma das poucas vezes que tu chora. Tu ainda quer me escutar gargalhar de porquinho (mesmo que tu tire sarro com ela). E por mais que durante alguns instantes tu me odeie, eu ainda sou a pessoa que tu mais ama, e desde o momento que tu entendeu que tu me amava tu não consegue sentir algo diferente. Tu nunca vai admitir isso, mas tu adora me explicar alguma coisa pq faz tu te sentir bem e isso mexe com teu ego. E por mais que tu tenha esse lance de quanto mais a pessoa te procura menos tu quer, tu ainda adora quando eu te mando mensagem perguntando da tua aula, tu ainda ama quando eu mando mensagem e ama saber que eu me preocupo contigo. Tu nunca vai admitir isso, mas tu quer ser uma das 10 pessoas que vai estar na minha formatura e tu quer que eu veja a tua última hora de voo. Tu nunca vai falar isso em voz alta, mas tu sabe que desde o dia que tu me viu pela primeira vez eu não saio da tua cabeça. Tu nunca vai admitir que eu fiz cagadas, mas mesmo assim sou a pessoa que tu quer viver e ter os nossos não-filhos. Tu sabe bem disso, mas acha que é estranho admitir que tu gosta de cada pedacinho meu e ama o conjunto completo, mas também ama cada pedaço (até mesmo a extensão de pele atrás da minha orelha). Tu nunca vai admitir que tu pode tentar se afastar, mas que teus pensamentos sempre vão voltar pra mim. Tu pode até tentar mentir, mas ti me acha super inteligente e isso te intimida.  Tu nunca vai admitir, mas tu acha muito legal o quão fofa e romântica e carinhosa eu sou (e no fundo tu gostaria te mandar correios pra mim). Tu nunca vai admitir que as coisas não são como tu pensa/aprendeu (tu é um cientista novo demais pra ter visto alguma mudança e velho demais pra aceitar que tudo pode ser mentira). Tu pode até dizer que não, mas tu ainda quer me falar qual a resposta sobre a devolução dos cabos.  E tu nunca vai sequer pensar em me falar que mesmo que tu saiba que tu não precisa de mim tu sente como se precisasse, mas é verdade. Tu sabe que não precisa de mim racionalmente, mas no fundo tu te questiona se realmente é tão independente assim de mim quanto tu acha que é. E tudo bem se tu nunca falar nada disso em voz alta, pq eu te conheço bem o suficiente pra saber que eu acertei tudo (ou quase).


Notas Finais


juro que foi SEM QUERER, mas eu meio que peguei um par de meia teu (sem chulé) e ele tá aqui


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...