1. Spirit Fanfics >
  2. Ainda vai me amar amanhã? >
  3. Extra04 (Lílian Eileen)

História Ainda vai me amar amanhã? - Capítulo 20


Escrita por: Morango_Senpai

Notas do Autor


Voltei!

Penúltimo extra TAM TAM TAM!


Sem lengalenga



Boa leitura 😌👓📖🍷💋

Capítulo 20 - Extra04 (Lílian Eileen)


Fanfic / Fanfiction Ainda vai me amar amanhã? - Capítulo 20 - Extra04 (Lílian Eileen)


 

Lílian olhou para Severus e mordeu o canto dos lábios, visivelmente nervosa. O moreno ergueu os olhos do livro e arqueou uma sobrancelha em direção á menina, que desviou os olhos.

 

- Há algo que eu precise saber, mocinha? - Lílian voltou a olhá-lo timidamente.

 

- Não... - Severus fechou o livro e chamou a menina com o dedo. Lílian, que estava em pé na escada, veio até ele, sentando-se em sua perna. 

 

- Pode falar. - ele abraçou a menina. 

 

- Bem... Lembra do Ethan?

 

- Ethan Horan? Seu amigo lufano? - a menina assentiu. 

 

- Ele e eu somos amigos há muito tempo, sabe? E de uns meses pra cá a gente tem se conhecido de outra forma...

 

- Que outra forma? - Lílian sorriu como se fosse óbvio e Severus sorriu - Ethan é um bom rapaz, mas você sabe o que seu pai vai pensar disso.

 

- E é bem aí que meu papaizinho lindo entra. - ela sorriu travessa. Severus suspirou. A pior parte sempre ficava com ele.

 

 



 

 

Autora Off / Harry On 

 

- Chegou faz tempo...? - ouvi a voz sonolenta de Severus quando me deitei ao seu lado. Abracei sua cintura, cheirando seu cabelo.

 

- Só uma meia horinha.

 

- Como foi seu dia? 

 

- Bem até e o seu?

 

- Bem... - ele se virou dentro do meu abraço, se deitando sob mim - Tenho uma coisa pra te falar. Você tá muito cansado? 

 

- Pode dizer. - passei a mão pela lateral do seu corpo, acariciando sua cintura. 

 

- Lílian está-...

 

- Saindo com Ethan Horan? Eu já sabia. - Severus se ergueu um pouco e me olhou curioso, seu cabelo caindo no meu rosto, até ele jogar os fios negros e cumpridos de lado. 

 

- Como sabe e porque não está surtando de ciúmes? 

 

- Eu sei porquê Ethan foi pessoalmente no meu departamento me dizer isso. 

 

- Sério?! 

 

- Sim. Eu também fiz essa cara aí e eu estou sim com ciúmes, mas o fato dele ter ido me enfrentar, me fez ter um pouco de respeito por ele. - dei de ombros. 

 

- Convenhamos que ele foi corajoso, se levarmos em conta a sua fama de azarar – de formas bem repugnantes – os pretendentes das nossas filhas. - eu o fitei inocentemente. 

 

- Eu não tô sabendo da fama não. Nunca fiz nada parecido. - Severus deu um tapinha no meu ombro.

 

- Devo lembra-lo do Henry Colin? O garoto deve ter cicatrizes de verrugas até hoje. - eu não evitei sorrir. Esse dia foi memorável. 

 

- O pequeno Henry foi um caso isolado. - o pirralho teve coragem de insinuar indecências para o meu bombom. Eu não poderia perder a oportunidade, não é? 

 

- Sei...

 

- Sem falar que do Ethan eu não desgosto. - fechei os olhos, me preparando para dormir.

 

- Vamos ver até quando você vai continuar assim. 

 

- Eu acho que Ethan não vai me decepcionar..

 

 


 

 

Ainda bem que eu não me enganei. Ethan era realmente um bom garoto. Ele e Lílian logo começaram a namorar e de todos os meus genros, Ethan era o meu preferido.

 

Mas eu tinha certa dó dele, já que Lílian tinha o rapaz enrolado em seu dedo mindinho. Pobre rapaz...

 

 





Harry Off / Lílian On

 

- Você está distante hoje. - ouvi Ethan após ele se sentar ao meu lado, em frente ao lago negro. 

 

- Bobagem. - deitei minha cabeça no ombro dele. 

 

- Fala comigo, Lils. - ele me abraçou e a gente se deitou na grama. 

 

- Esses dias eu me peguei pensando nos meus... Nossa, eu nem sei como chamar eles... As pessoas que me geraram?

 

- Por que isso agora? 

 

- Eu não sei. Só curiosidade, eu acho. - suspirei e me levantei, sentando no seu colo - Todos os meus irmãos sabem de onde vieram, menos eu.

 

- Já falou com seus pais? - Ethan se pôs a acariciar minha cintura. 

 

- Eu tento, mas parece que eu finalmente achei um assunto tabu lá em casa. - peguei sua gravata, começando a brincar com ela - Papai até fala sobre o que ele sabe, que é muito pouco. Mas o meu pai, ele nem deixa brecha pra eu perguntar. 

 

- Seu pai não me parece o tipo de homem que foge de um assunto sem motivo, Lils. - eu suspirei. 

 

- Eu sei e esse comportamento dele me dá muito medo, Ethan. Saber que ele não quer me falar, me faz acreditar firmemente que tem algo grave com o meu passado. - Ethan se sentou, me abraçando e beijando minha bochecha. 

 

- O que quer fazer?

 

- Eu quero falar com ele, mas... Essa sensação de estar colocando meu pai contra a parede não é legal. Só que eu prefiro isso, do que ir em Gringotts sozinha e descobrir de uma forma pior o que ele está tentando esconder...

 

 




 

 

Lílian Off /Severus On

 

 

- Eu posso falar com vocês? - olhei para Lílian, que estava parada na soleira da porta. 

 

- Claro, meu bem. Vêm cá. - ela entrou e subiu na cama, se sentando na minha frente, suas pernas cruzadas - Harry! - ele apareceu na porta do banheiro, escovando os dentes - Lílian quer conversar com a gente.

 

- Umhum. - ele voltou para o banheiro, voltando segundos depois - Pronto! - ele pulou ao me lado, sorrindo - Pode falar, princesa. - Lílian respirou fundo. Notei que seu olhar estava focado em Harry. Parece que sua conversa era com ele e não com a gente. 

 

- Eu quero saber sobre as pessoas que me geraram. - o sorriso de Harry se desfez lentamente. Ele se sentou. 

 

- Meu bem, seu pai e eu já falamos tudo o que sabíamos. - Lílian segurou minha mão e negou, ainda olhando para Harry. 

 

- O pai não disse tudo. Eu sei que não...

 

- Harry... - ele me olhou - Nossa filha quer respostas e eu também.

 

- Eu já disse tudo. - Lílian franziu o cenho. 

 

- Eu vou á Gringotts! Se não me falar, eu vou á Gringotts e vou descobrir sozinha... Mas eu quero saber pelo senhor. Pai, por favor... - Harry passou a mão pelos cabelos.


- Harry, fala, por favor. - puxei Lílian para meus braços, ela se encolheu buscando conforto, Harry suspirou e me olhou e depois fitou Lílian. 


- O que você quer saber? 

 

- O nome deles. Me diga nome deles. - limpei as lágrimas da minha pequena.

 

- Merophy Black Riddle, esse era o nome da sua mãe. Ela tinha 15 anos quando você nasceu. - ele começou. Meu corpo tencionou ao ouvir o sobrenome Riddle. Não podia ser possível... - Você não tem pai. Merophy te... Te gerou através de um ritual. 

 

- Então... - Lílian limpou suas lágrimas com certa rudez - Então ela me gerou pra fazer alguma coisa. O que? 

 

- Para carregar a alma do pai dela, seu avô. Mas eu destruí todos os pedaços de alma dele. Merophy, ao ver que não tinha tido êxito no ritual, acabou indo para St. Mungus depois de uma explosão mágica. O núcleo dela foi destruído, mas você, inesperadamente, nasceu bem e saudável apesar de tudo. Ela morreu no parto. Eu estava ao lado dela. - meu coração se apertou. Lílian me olhou quando meu corpo estremeceu.

 

- Papai, o que foi? - eu neguei, mordendo o canto dos meus lábios - O senhor disse Black? Eu já era uma Black antes de me adotarem? 

 

- Sim, por parte da sua avó. Bellatrix Lestrange. 

 

- Não... - Harry segurou minha mão, mas eu puxei minha mão da dele. 

 

- Ela era um comensal da morte. A vovó Molly a matou durante a batalha de Hogwarts. - Lílian assentiu, seus lábios trêmulos. 

 

- E... E o meu... O pai de Merophy? Quem era? - fitei Harry, esperando que ele dissesse tudo menos aquilo que eu temia. 

 

- O nome dele era Tom Marvolo Riddle, mas... Mas todos o conheciam como Lord Voldemort. - a cor sumiu das bochechas de Lílian, seu corpo ficou mole contra mim. Eu a apertei mais, beijando seus cabelos.

 

Lílian soluçou alto. Eu queria soluçar alto também. Eu não acreditava naquilo. Meu pequeno benzinho era parte daquele... Não! Lílian era minha! Ela não tinha nada dele ou da maluca da Bellatrix. Ela era minha filha e de Harry! Ela era nossa. Ela tinha as nossas melhores partes. Meus filhos herdaram o que há de melhor em mim e o que há de melhor em Harry. 

 

- Princesa... - Harry finalmente se aproximou, tocando Lílian - Não se sinta assim. Eu sei que está chateada comigo. - ele me olhou - Vocês dois e com razão, mas eu preciso que saibam. Preciso que entendam que eu só escondi isso porque eu não queria que você crescesse sob a sombra de ninguém. Merophy tinha sim um motivo egoísta, mas no fundo ela só queria alguém e ela acreditava que Tom fosse esse alguém, mas ela reconheceu o erro dela e me pediu para cuidar de você. Me fez prometer que você nunca deveria saber sobre o que ela fez. Ela queria que você crescesse normalmente. Merophy sabia que eu iria amá-la. Que nós iríamos amá-la pelo que você é. Pelo ser lindo que você é. - ele beijou a testa dela, limpando suas lágrimas - Me perdoe. Por favor, perdoa seu pai? 

 

Lílian assentiu, o abraçando. Harry a puxou para o seu colo, consolando-a. Ele me olhou, mas eu desviei o olhar. Eu não podia olhá-lo agora. Lílian era a prioridade ali...

 

 




 

 

Severus Off / Autora On 

 

 

Na manhã seguinte, Harry estava na cozinha fazendo o almoço com a ajuda de Teddy. Branca, Júlia e Lílian estavam na praia. 

 

- O papai não vai descer? Ele sempre vem roubar alguma coisa na cozinha quando estamos cozinhando. - Teddy terminou a salada, colocando na geladeira. 

 

- Ele está um pouco atrasado no trabalho essa semana e está tentando aproveitar bem o tempo livre. - Teddy não acreditou, já que uma coisa que seu papai era, é ser organizado. 

 

- Sei... - Harry o olhou sorrindo. 

 

- Deixa que eu termino aqui. Pode ir pra praia. - o mais novo assentiu, saindo pela porta dos fundos da cozinha. Severus desceu minutos depois, adentrando a cozinha - Oi. - Harry sorriu, indo até o moreno. Severus virou o rosto quando Harry tentou beijá-lo. Harry suspirou, beijando a bochecha do mais velho - Seu café tá no forno. Eu vou arrumar pra você. - Severus se afastou, indo até o forno e pegando seu café e indo comer na bancada - Certo...

 

Severus comeu em silêncio. Ele olhou as costas do marido por longos minutos, antes de suspirar e se levantar para lavar sua louça. Logo os braços de Harry o envolveram. 

 

- Me perdoa. Eu não deveria ter escondido de você sobre a Merophy.

 

- Ao menos você tem noção disso. - o mais novo beijou seu pescoço. 

 

- Me perdoa? 

 

- Depende. Tem mais alguma coisa sobre os nossos filhos que você esconde de mim?

 

- Eu juro que não. - Severus se virou dentro do abraço de Harry.

 

- Me prometa que nunca mais vai fazer algo assim.

 

- Eu prometo. - Severus suspirou, abraçando o pescoço do mais novo, que abraçou sua cintura - Eu não vou fazer mais nada nesse sentido. 

 

- É bom mesmo. - Harry sorriu, beijando a lateral do rosto de Severus até encontrar seus lábios.

 

Da porta da cozinha, os filhos do casal saíram na pontinha dos pés de volta para a sala. 

 

- Ainda bem que se acertaram. - Júlia se jogou no sofá. 

 

- Verdade. O pai estava com uma cara de condenado á beijo de dementador. - Todos riram da fala de Teddy.

 

 




 

 

Alguns anos depois, o casal Potter-Snape estava na sala de sua casa, vendo um filme quando uma Lílian muito feliz atravessou a porta, pulando no colo do casal. 

 

- O que aconteceu? - Harry deixou sua taça de vinho de lado e olhou sua filha. 

 

- Está tão radiante. - Severus ajeitou os fios bagunçados de Lílian.

 

- Bem, não é nada demais sabe... - ela disse, balançando sua mão na frente dos seus pais.

 

- Isso é um anel de noivado?! - Harry segurou a mão de Lílian, vendo a joia com um grande diamante em forma de coração. 

 

- Ethan te pediu em casamento?

 

- Sim! Sim! Sim! - Lílian se levantou, pulando animada.

 

- Princesa, parabéns!

 

- Meu bem vai se casar. - Severus sorriu, fitando a filha. 

 

- Sim e preciso de ajuda. Eu nunca organizei um casamento antes! - ela pulava animada.

 

 




 

 

Severus e Harry ficaram ao lado de Lílian e Ethan durante todos os preparativos para o casamento dela. O último teste de Lílian exigia a presença dos seus pais e levou ambos ás lágrimas. Foi o último teste do vestido de noiva. 

 

- Santo Merlin... - Severus olhou sua caçula de cima a baixo, seus olhos transbordando. Lílian olhou seu papai, tão emocionada quanto - Você está tão... A palavra perfeição ficou tão insignificante agora, diante de toda a sua beleza, meu bem.

 

- Papai... - Lílian não aguentou e começou a chorar. Harry chegou nesse momento, fitando Lílian refletida no espelho. Ele se aproximou devagar a olhando atentamente - Pai... E-Eu escolhi o tecido que o senhor achou bonito. - ela tentou enxugar suas lágrimas.

 

- Você... - ele tocou gentilmente o tecido do vestido - Você cresceu tanto. Minha princesa agora já é uma rainha. A mais bela rainha. - Lílian voltou a chorar - Minha filha é tão linda.. - Lílian enxugou com cuidado as lágrimas do pai. 

 

- Pra sempre serei sua princesinha, pai. - ela o abraçou, sendo acolhida como sempre protetoramente - E pra sempre seu benzinho, não é papai? - Lílian olhou para Severus, que assentiu, ainda admirando a beleza de sua filha. Ele sorriu e se juntou ao abraço.

 

- Para sempre meu bem. - ele beijou a testa dela.

 

- Pai, papai, eu preciso ir á um lugar e quero que me acompanhem. Por favor. 

 

- Claro, meu bem.

 

♡♡♡

 

Lílian aparatou com seus pais no mausoléu da família Black. Harry achou melhor enterrar a mãe de Lílian ali. Ela era uma Black no final das contas.

 

Os três pararam em frente á lápide de Merophy. Lílian fez um lindo buquê de flores ali. 

 

- Olá Merophy. Eu sei que não venho muito aqui, mas sei que a senhora me entende. - ela suspirou - Eu só vim te dizer duas coisas. A primeira é que eu te perdo. Eu admito que sempre tive essa dúvida, se a senhora em algum momento me quis de verdade, mas só de lembrar que me deu de presente para as duas melhores pessoas do mundo... Eu não consigo sentir raiva. A senhora me deu a chance que nunca teve, que o Tom nunca teve. Eu tenho que agradece-la por isso. A senhora me deu a chance de ter uma família e... E hoje eu estou formando uma família. - ela levou suas mãos ao seu abdômen ainda liso e olhou para seus pais - A segunda coisa que eu queria dizer aos três é isso: eu estou grávida...

 

 





 

 

Três semanas depois, o dia do casamento chegou. Lílian e Ethan escolheram se casar no castelo da família Horan, no interior na Espanha – onde eles residiram após a cerimônia. O casal estava radiante, toda a família estava. Principalmente com a descoberta do novo membro – que ainda não se sabia o sexo.

 

Harry e Severus estavam muito emocionados com a chegada do seu terceiro neto. A cerimônia foi linda. Lílian escolheu fazer o mesmo juramento que seus pais um dia fizeram, mas infelizmente ela não estava presente. Ela esperava que desse sorte assim como deu para Teddy e Victoire, Júlia e Jeremy e obviamente Severus e Harry – e com certeza daria um dia para Branca e suas namoradas Virgínia e Andrea.

 

- Eu, Lílian Eileen Potter-Snape, te entrego, Ethan Salvio Von Horan, meu alimento, minha alegria e minha tristeza. Prometo ser pra ti um abrigo. Um abrigo de respeito e amor e que em mim, você encontre repouso e paz. Presenteio-te hoje com meu ouro e prometo te cobrir de bênçãos infinitas. De ser contigo, próspera em todas as áreas. De dividir meu espírito banhado em ouro contigo e lhe demonstrar que nenhuma riqueza é maior que meu amor e respeito por ti... - disse ela lentamente e em seguida bebeu metade do vinho de sua taça e ofereceu a outra metade a Ethan, e fez uma reverência em sinal de respeito. Seu vestido se espalhando no chão como neve brilhante ao fazê-lo. Ethan sorriu, recebendo a taça de Lílian. 

 

- Eu te aceito, Lílian...

 

 





 

 

Aqueles votos realmente pareciam ter o poder do amor, pois Ethan e Lílian ficaram juntos por longos anos, até que ambos se fossem quase ao mesmo – com a única diferença sendo uma hora e meia. Eles tiveram dois filhos, dois netos, três bisnetos e viveram tempo o suficiente para conhecer ao menos um dos seus tataranetos – que também foi batizado como Ethan. 

 

O casamento de seus irmãos seguiu o mesmo fim...

 

Teddy e Victoire tiveram uma vida boa até suas mortes. Teddy lecionou Defesas em Hogwarts durante 50 anos, até sua aposentadoria. Victoire se formou em jornalismo e fundou seu próprio jornal aos 22 anos, o gerenciando pessoalmente até Teddy se aposentar e juntos irem viajar pelo mundo. Victoire morreu primeiro e Teddy um ano depois. 

 

Júlia e Jeremy tinham com certeza uma vida muito agitada. Ambos sendo chefes de departamento de aurores. Júlia protegendo os ingleses e Jeremy os americanos. Suas vidas profissionais sendo muito agitadas ao ponto de ás vezes só se encontrarem uma vez por mês, mas ainda sim eles se amavam e se respeitavam muito.

 

Talvez por trabalharem na mesma área, eles eram muito compreensíveis um com o outro, sempre que estavam juntos eles não perdiam tempo com coisas como brigas e preferiam se amar e cuidar um do outro e de sua família. Os dois morreram com uma diferença de uma semana. Júlia morrendo primeiro. 

 

Branca, Andrea e Virgínia se casaram três meses após Lílian e Ethan. Elas eram muito felizes, por mais que todos achassem a relação um tanto quanto diferente. Branca se tornou pocionista e trabalhou por muito tempo ao lado de Severus, e deu continuidade ao legado do pai ao mesmo tempo em que construiu o seu. Virgínia era medibruxa e trabalhava na área psiquiátrica de St. Mungus e Andrea era uma bailarina russa.

 

Das três, Andrea era a única trouxa. As três se amavam muito e construíram uma família muito bonita. Andrea por não ser uma bruxa, envelhecia mais rápido. Ela conseguiu resistir ao lado de suas esposas até seus 98 anos, quando infelizmente faleceu. Virgínia e Branca só se foram 30 anos depois, cada uma com a diferença de um dia. 

 

Os Potter-Snape ficaram conhecidos como os amantes eternos, pelo fato dos casais durarem por muitos anos e se sempre quando um dos cônjuges morria, o outro o acompanhava em período muito curto de tempo ou até mesmo ao mesmo tempo. Branca foi a única meia exceção á regra, pois ela só suportou a perda de Andrea por ainda ter Virgínia e vice-versa.

 

 


Notas Finais


Betado por @Alexander_Angel

Por favor sem choro gente eu ainda tô pagando a terapia do último capitulo 😂😢😂😢😂


Até a próxima aonde nos despedirmos 💋



Até a próxima 💋💋


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...