História Infortúnio - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO, Got7
Personagens Jimin, Jin, Jungkook, Suga, V
Tags Bts, Hot, Romancefanfic
Visualizações 65
Palavras 1.160
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Ficção Adolescente, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi amores,finalmente estou postando a continuação e espero corresponder as expectativas. Beijão

Capítulo 3 - Deixem uma pecadora passar


Fanfic / Fanfiction Infortúnio - Capítulo 3 - Deixem uma pecadora passar

As razões pela qual não conseguimos dormir a noite são as mesmas responsáveis para que não sejamos capazes de viver durante o dia,mas o que você faria se seus pesadelos fossem sua realidade? Eu sou má ou aquela era apenas uma péssima hora? Eu sei que você provavelmente está tentando responder minhas perguntas ou tentando encontrar meus pontos fracos,não se esforce tanto, eu os entregarei a você.                                                                  

E-Eu sei sobre aquilo,mas não importa. Realmente não importa,por que eu definitivamente vou te proteger. — Ele disse olhando dentro de meus olhos outra vez.

                                                                                   05/02/2000 -   P.O.V  Jungkook: 

Era mais um dia normal brincando com meus três melhores amigos: Suga,Jimin e Taehyung. O dia estava um pouco frio quando nos sentamos para pensar em algo que nos desse "frio na barriga" como Jimin descreveu nossa próxima diversão.

— Eu tenho uma idéia. Só não sei se vocês frangos da mamãe vão querer participar. — Disse Jimin caçoando de nossa cara enquanto esfregava suas mãos. 

— Certo,não quero saber o que é mas já estou dentro. — Taehyung  fala enquanto se levanta.

— Vocês dois não vão dizer nada? Ou preferem que eu diga o lance primeiro?— Jimin pergunta sorridente. 

—  Estamos dentro,então começa logo a explicar o que vamos fazer. — Falei olhando para Suga que apenas assentiu com a cabeça em sinal de concordância,desviando agora meu olhar para Jimin. 

— Certo babacas,vamos escolher uma casa de nossa rua, a mais estranha possível e quebrar a janela,mas antes alguém precisa invadir o quintal e olhar se não tem ninguém no cômodo alvo,não queremos matar uma pessoa com uma pedrada na cabeça.- Disse Jimin pegando algumas pedras grandes no chão. 

Começamos a andar observando todas as casas,a rua era extensa e tinha uma grande variedade moradias,mas no momento em que passamos por uma casa em especial todos paramos o que parecia ser uma decisão mútua. Era uma casa estranha,tinha uma pintura acabada e uma construção um tanto quanto antiga,o quintal era repleto por plantas mortas e de alto porte nos dando uma visão limitada do espaço.

— Puta merda que droga de casa é essa? Eu que não vou invadir isso aí. —  Suga fala se afastando.

— Vocês são uma vergonha mesmo,vamos brincar de jokempô  quem perder vai invadir o quintal. — Jimin diz dando pulos em sinal de agitação. 

E foi assim que eu acabei escalando aquela droga de muro,nunca fui muito sortudo com jogos eu apenas devia ter me voluntariado. Enquanto subia aquele muro olhei para trás e vi os garotos rindo e acenando com a mão me apressando. Dei um pulo caindo em alguns arbustos,me levantei e comecei a caminhar pelo quintal. Meu objetivo era simples: Olhar se algum cômodo estava vazio e voltar para avisar os meninos que então iriam jogar a pedra e quebrar o vidro. Tudo bem Jungkook você é o garoto,vamos lá!

Comecei a andar pelo quintal com um pouco dificuldade indo em direção a primeira janela que avistei,olhei entre a janela do que parecia ser uma sala e havia uma mulher dormindo no sofá,continuei caminhando até a próxima janela que era repleta por um vidro,o achado perfeito só precisava estar vazia. Levanto minha cabeça e coloco as mãos sobre o vidro e p-puta merda que porra era aquela???? 

Me lembro de que era um quarto rosa e havia muitos brinquedos o que certamente seria o quarto de uma criança. Naquele momento minhas mãos tremiam e me segurei para não soltar um grito de choque,na verdade eu nem mesmo sabia que reação eu deveria ter,fiquei paralisado até recobrar minha consciência... Era um homem,droga era a porra de um homem em cima de uma garota que aparentava estar dormindo. Era a porra de um homem se movendo sobre uma criança que estava dormindo. O choque continua mas me dou conta que preciso dar o fora antes que os meninos pensassem que algo errado ocorreu. 

Andando desnorteado e com aquela visão nojenta se passando em meus olhos dou de encontro com o muro,escalei o muro e pulei para o lado de fora indo de encontro com meus amigos que já vieram saltando em minha direção mas pararam ao ver que eu estava perplexo e sem fala. 

Quando notaram que eu estava chocado com algo apoiaram meus braços em seus ombros e caminhamos sem dizer nenhuma palavra,meus amigos não sabiam o que eu tinha visto,mas não fizeram perguntas devido a meu estado,os mesmos estavam assustados e confusos enquanto seguíamos rumo a minha casa.  

                                                                      P.O.V Jungkook OFF

Ele sorria para mim,era mesmo um garoto estranho e persistente. Deixei uma lágrima rolar e minha respiração acelerou ao ouvir aquelas palavras,alguém estava segurando meus braços e não era para  me obrigar a algo,ao mesmo tempo que aquele garoto segurava meus braços ele me soltava,me soltava de mim e de todos meus problemas. Não,eu não estava exagerando. 

E-Eu sei sobre aquilo. Foi isso que o garoto disse um pouco sem jeito. Minha reação imediata foi ficar confusa com tudo aquilo. 

— Qual o seu nome? — Perguntei tirando suas mãos de meu pulso e já me preparando para entrar para casa. 

— Jeon, Jeon Jungkook e o seu? —  O garoto disse me olhando e sorrindo de lado. 

Apenas sorri de volta e me virei, Jungkook  tentou me segurar novamente porém sem sucesso,ele provavelmente deu de cara com a porta. Voltei para o meu quarto e sentei sobre minha cama. Aquelas palavras se repetiam feito música em minha cabeça,alguém que não me conhecia dizendo que iria me proteger. Alguém que nem sabia o que eu estava passando iria me proteger? O que é este sentimento de esperança?....

                                                                                       5 meses depois: 

Eu nunca mais vi Jungkook  o garoto que venho até mim e me disse algumas palavras de esperanças,como fui tão tola ao ponto de imaginar que alguém que nem ao mesmo sabia quem eu era iria me proteger,ele estava apenas brincando com uma garota estranha e frágil. Mas eu estou bem,não estou feliz. Apenas não sinto mais nada,de tanto sentir eu provavelmente me imunizei de qualquer coisa que se parecesse com sentimentos. Não havia mais dor,muito menos esperança. 

E foi em meio a toda está zona em minha mente que bolei um plano. um plano que me faria o que sou hoje,ou pelo menos o inicio de quem sou. Meu imundo pai trabalhava como segurança em uma empresa local,e era obrigado a andar armado. E quem andava com você foi quem te derrubou. 

Certa noite mamãe saiu usando roupas vulgares sem dizer aonde iria,eu já sabia que em alguns minutos meu pai chegaria em casa e iria abusar de mim novamente,eu já sabia. Mas dessa vez,apenas dessa vez eu não iria ficar imóvel. Eu iria fazer você querido papai,se ajoelhar em minha frente e me pedir que tenha piedade. E pela última vez eu iria dirigir uma palavra a você. Minhas doces palavras seriam a sua sepultura: 

— O que você está fazendo com essa arma sua vaca? — você irá me perguntar. 

A vaca feito a mãe que não prestava nem para foder,vai te matar agora papai. Feche seus olhos....

 


Notas Finais


AAAAAAAAAA ahhahahh eu escrevo e fico animada socorro.
Vou apanhar após está história mas está ai. Por que Jungkook sumiu? Ela vai conseguir matar o pai dela? O que vai ser da nossa pequena Seolhyun galera?
Podem deixar as teorias,até mais. Espero que gostem!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...