História Akatsuki: Rise of the Damned - Capítulo 10


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Deidara, Guren, Hidan, Itachi Uchiha, Kabuto, Kakuzu, Kisame Hoshigaki, Konan, Madara Uchiha, Nagato, Obito Uchiha (Tobi), Orochimaru, Pain, Sasori, Zetsu
Tags Akatsuki, Amegakure No Sato, Guerra, Revelaçoes, Suspense
Visualizações 41
Palavras 893
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Ficção, Luta, Romance e Novela, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 10 - Entrando na Guerra


Enquanto uma guerra brutal acontecia em Amegakure no Sato, Sasori e Deidara sobrevoavam o território entre Konoha e a Vila da Chuva sem nenhuma pressa por uma grande floresta próxima ao local de destino, como se estivessem adiando o momento inevitável. Não era por causa do ninja da areia, que resmungava o tempo todo sobre a velocidade do pássaro de argila feito pelo seu companheiro.

- Se você não se apressar logo, irei jogá-lo daqui! – ameaçou o manipulador de marionetes.

- Não fique tão nervosinho, Danna. Ainda vamos ter muita coisa para fazer lá, afinal uma invasão não dura apenas algumas poucas horas. Eu também estou ansioso para explodir alguns inimigos com a minha argila, mas não estou tão apressado como você.

- Eu odeio deixar as pessoas me esperando.

- Sem ofensas, mas não acho que Orochimaru esteja esperando por você, Danna. – Deidara zombou do companheiro. – Não seja são egocêntrico.

- Eu não estou sendo! – bradou o ruivo, de dentro da sua marionete. – Só quero acertar as minhas contas com aquele verme de uma vez por todas.

- Duvido que ele vá embora sem falar com você. – sua ironia irritava Sasori. – Agora, eu acho que você não deveria subestimá-lo. Quer dizer, ele não se tornou o Sannin de Konoha a toa. Até mesmo Itachi dizia que ele é formidável.

- Eu não preciso do Itachi para saber as habilidades do Orochimaru, eu as vi com os meus próprios olhos! Aquele homem é obcecado pelo poder, e não vai parar até ser o mais poderoso de todo o mundo ninja. 

- Bom, isso faz dele um artista. – Deidara ponderou, mas dessa vez falou sem brincadeiras. – Quer dizer, um artista deve estar sempre aprimorando as suas técnicas, não é? Isso é uma das poucas coisas que eu e você concordamos.

- Você está certo. – pontuou Sasori. – Mas um artista obcecado em ultrapassar limites eventualmente arruinará a sua arte. É o que Orochimaru faz. Ele não é como nós, que nos aperfeiçoamos de forma honrada.

- Mas você também faz marionetes humanas, como ele faz.

- Dos mortos, de todos aqueles que eu derrotei em combate, permitindo que eles consigam viver depois de mortos. Eu os torno eternos. Já Orochimaru brinca de Deus, pesquisando Kekkei Genkais e dando poderes a si mesmo. O que ele faz é roubar aquilo que é passado de geração em geração. Ele poderia até mesmo roubar a sua capacidade de manipular argila, se assim ele quisesse. Nossa visão sobre perfeição pode ser quase iguais, mas os meus métodos e os métodos de Orochimaru são totalmente diferentes.

- Eu entendo... Mas não é por isso que você deseja mata-lo, não é?

- Orochimaru é um traidor da causa, e precisa ser parado! – afirmou o ninja da areia. – Quanto tempo falta para chegarmos a vila da Chuva?

- Talvez uns dez minutos. Veja... As fumaças subindo. – apontou para frente, tirando o manipulador de marionetes da distração momentânea do debate que estavam tendo, permitindo que ambos vissem, mesmo que de forma superficial, os estragos promovidos pelo exército de Otogakure no Sato. – Parece que chegamos no começo da guerra.

- E nós seremos o final dela. – garantiu Sasori. – Vá depressa, Deidara, para que possamos mostrar a nossa arte para os inimigos da Chuva.

- Então vamos!

O pássaro voou mais rápido sob o comando de Deidara, que ergueu uma das mãos e fez um sinal de mão, erguendo os dois dedos para cima e mentalizando o seu desejo. O animal de argila acabou fazendo o seu percurso na metade do tempo planejado pelo loiro, chegando a Amegakure no Sato e chamando a atenção dos ninjas voadores.

- Mas que tipo de equipamento engenhoso é esse? – Sasori perguntou a si mesmo, analisando a máquina que os shinobis de Soragakure no Sato usavam. – Seria interessante ter um desses na minha coleção de marionetes.

Mal perceberam a presença dos dois novos Akatsukis no campo de batalha e os ninjas voadores já prepararam os lançadores de kunais e lançaram algumas delas contra eles. A maioria delas não machucaria Sasori, mas Deidara era um alvo mais fácil. Foi por isso que o Nukenin da Areia fez a cauda da Hiruko envolver a sua dupla. As kunais acabaram batendo na cauda, e protegeu Deidara da morte iminente.

- Obrigado por me proteger, Danna! – o loiro disse com empolgação.

- Não o protegi por gostar de você, mas para não acabar morrendo junto com você. Ao menos seja útil e ataque-os.

- Sua sinceridade é contagiante. – ironizou Deidara.

Ele enfiou a mão no bolso de armas, sentindo a boca da palma da mão mastigar uma grande quantidade de argila, colocando esta mesma mão para frente, disparando diversas bolas de argila contra os inimigos. Antes mesmo que os tocassem, elas explodiam contra os seus rostos e peitos, atingindo-os em cheio.

Sem nenhuma piedade, Deidara matou dez dos membros da infantaria aérea, desmoralizando-os ainda mais.

- Não pense que irei protege-lo para sempre. – Sasori avisou. – Trate de pensar em uma maneira de nós nos livrarmos destas aberrações.

- Por que você não sai desta maldita marionete e faz alguma coisa, para variar?

- Talvez eu deva... – Sasori pensou por alguns segundos, até que tomou uma decisão. – Voe um pouco mais baixo. Eu entrarei no campo de batalha.

- Tem certeza disso?

- Está na hora de adquirir novas marionetes para a minha coleção.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...