1. Spirit Fanfics >
  2. Akemi - a Ninja Definitiva >
  3. Estilo Hyuuga:A Barreira celestial de Chakra

História Akemi - a Ninja Definitiva - Capítulo 44


Escrita por:


Notas do Autor


Me desculpem pelos erros de português.

Class: +16: violência.
Class: +18: Sexo.

Aviso!
Galera,eu fiquei muito concentrada nessa fic,que acabei deixando a outra que é como se fosse a história anterior dessa.
A minha outra fanfic:"Sayuri Hyuuga,a criança negligenciada do clã Hyuuga"
Conta a história da Sayuri.

Então,eu vou deixar essa fanfic de lado por um tempo para escrever na outra.
Bjs,boa leitura.

Capítulo 44 - Estilo Hyuuga:A Barreira celestial de Chakra


Fanfic / Fanfiction Akemi - a Ninja Definitiva - Capítulo 44 - Estilo Hyuuga:A Barreira celestial de Chakra

Alguns meses depois,Yuna estava treinando Sayuri.

Itachi,Akemi e Tobi estavam observando. Yuna estava ensinando o Reação Total para Sayuri.

Sayuri aprendeu rápido. Ambas foram beber água. 

Akemi:- Isso foi bem legal mamãe!

Sayuri:- Bem, quando você for maior eu posso te ensinar.

Akemi:- Eba!

Akemi abraça e se senta no colo da mãe.

Yuna:- Retomamos o treino na próxima vez que eu vier.

Sayuri:- De acordo.

Akemi:- Você vai ter que ir embora vovó?

Yuna:- Sim,mas eu prometo voltar.

Akemi:- Tá bom vovó.

Yuna e Akemi se abraçam e Yuna beija a cicatriz da neta.

Os três se cumprimentam e Tobi usa o Kamui para levar Yuna de volta para a vila da folha,e Tobi foi para uma missão.

*De tarde.

Akemi almoçou e pediu para Itachi contar histórias para ela dormir.

De noite ia ter uma tipo de festinha para o aniversário de Kisame,por isso Akemi quiz dormir mais cedo.

Sayuri foi para o quarto e continuou os estudos do diário do pai. Estava em uma página com jutsus que envolviam muito chakra para serem feitos.

Achou interessante que seu pai tivesse conseguido criar jutsus assim.

Minutos depois Akemi dormiu e Itachi foi para o quarto. 

Itachi parou na porta e observou sua esposa lendo o diário. 

Itachi em pensamento: Como eu posso atrapalhar os estudos dela? Taí uma ótima idéia.

Sayuri olha para frente e vê seu marido olhando para si escorado na porta.

Sayuri volta escrever e ouve Itachi entrando no quarto e trancar a porta.

Sayuri ainda olhando para o caderno que estava escrevendo um tipo de resumo.

Sayuri:- precisa de algo, querido?

Itachi diz próximo de Sayuri.

Itachi:- Ah,sei lá. Nada para fazer...mas se não for incomodar eu quero algo sim...

Sayuri estava totalmente concentrada nos estudos:- O quê você precisa?

Itachi tira ambos diário e caneta das mãos da esposa e a joga na cama segurando os pulsos da mesma.

Itachi consegue jogar Sayuri em uma posição no qual consegue ficar entre as pernas dela.

Itachi diz com olhar e sorriso maliciosos:- Você.

Itachi começa a beijar Sayuri. Sayuri afasta Itachi.

Sayuri:- Por favor agora não. Eu tenho que achar um jeito de conseguir dispertar esse jutsu.

Itachi:- Um jutsu que precisa ser despertado? 

Sayuri:- Sim.

Itachi se levanta.

Itachi:- Que tipo de jutsu precisa ser despertado? 

Sayuri:- Bem,um jutsu proibido.

Sayuri se senta e mostra um ilustração que Itsuki fez.

Itachi:- Um escudo?

Sayuri:- Bem,sim.

Aqui diz barreira celestial de chakra. Ela tem que ser despertada em um momento de perigo extremo para proteger a si mesmo,ou alguém inocente.

Itachi em pensamentos: como naquele dia que você saiu de "casa". Você era inocente. Mas qual será o nível da inocência? 

Bem, acho que uma criança de 4 anos pode ser considerada inocente.

Sayuri:- Diferente dos outros jutsus,ele tem que ser despertado.

Itachi:- Bem,eu ajudo você.

Sayuri:- Sério mesmo? Obrigada! 

Itachi:- Vai ser um prazer te ajudar.

Sayuri abraça Itachi como forma de agradecimento.

Itachi em pensamentos: Eu vou apanhar muito depois de fazer isso...

Ambos se soltam e Sayuri guarda sua coisa e vai arrumar casa.

*Na festa.

Depois de cantar o parabéns Akemi colocou um tipo coroa de papel que tinha feito com Itachi.

Dizia que o aniversariante tinha que usar algo especial. Também tinha feito isso para os outros membros.

Akemi sempre colocou um elemento especial em cada coroa que fazia.

Na de Kisame tinha o desenho de um peixe.

Sayuri foi parabenizar Kisame e ficou surpresa com a reação de Itachi. 

Sayuri estava conversando com Kisame, quando sentiu alguém puxar seu braço. Era Itachi.

Itachi deu uma bronca em Sayuri,ela não ligou e continuo conversando com todos e ajudando Akemi.

Itachi continuou dando broncas nela,em uma das vezes ficou tão chato que a própria Akemi disse que ele estava irritando.

Sayuri estranhou muito o comportamento de Itachi,mas decidiu deixar para lá.

*Mais tarde.

Todos gostaram da festa,estava ótima com a excessão de Itachi enchendo o saco.

Em casa.

Sayuri estava zangada com Itachi.

Akemi tinha dormido ainda na festa.

Sayuri:- O que houve com você hoje? Você nunca foi assim,e eu não estava falando nada de mais.

Itachi:- A verdade é que eu nunca gostei que você ficasse muito íntima deles.

Sayuri:- Mas Itachi, não precisava disso. 

Itachi:- Pode ser... 

Itachi diz chegando por trás de Sayuri e começa a beija-la.

Itachi:- Por quê não vamos lá para baixo?

Sayuri:- Não Itachi, já conversamos sobre isso.

Itachi envolve as mãos na cintura de Sayuri e prende o corpo dela ao dele e continuou a beijando.

Sayuri quase cedeu mas voltou a si.

Sayuri:- Eu disse não.

Sayuri se afasta.

Sayuri para quando ouve uma voz que não ouvia a muito tempo.

Era a voz de sua mãe adotiva.

Mari:- Você é ridículo! não acredito que você fez isso!

Ao invés de Hiroshi,era Itachi que estava respondendo.

Hiroshi:- É eu fiz, você não tem noção do quão bom foi.

Mari:- Você vai pagar caro!

Mari olha para Sayuri:- Ah,oi filha.

Sayuri:- Mari?

Mari:- Vamos filha.

Sayuri pisca e vê Itachi,Tobi,Mari e Miyako mortos em sua frente.

Sayuri olha para Itachi.

Sayuri:- Itachi isso...isso não tem graça!

Itachi diz com a voz de Hiroshi:- Você achou mesmo que era ele?

Itachi desfaz (faz) o jutsu de transformação e aparece como Hiroshi.

Sayuri:- Você?

Hiroshi:- Que tal minha adorada neta ficar no seu lugar?

Sayuri vai para o corredor e vê Akemi abrir a porta.

Sayuri:- Akemi!

Sayuri a abraça.

Akemi:- mamãe?

Hiroshi (Itachi) se aproximava.

Sayuri pega Akemi no colo e vai para o andar de baixo.

O plano de Itachi era fazer Sayuri pensar que Hiroshi estava vivo e que iria matar Akemi. Itachi estava fazendo isso para ajudar Sayuri a despertar "a barreira celestial de chakra".

Sayuri escondeu Akemi na sala de mantimentos do andar.

Akemi:- Mamãe,por quê estamos aqui? E por quê você está chorando?

Sayuri:- está tudo bem filha. 

Sayuri olha para o nada.

Sayuri:- Pai,por favor toma conta da Akemi por mim.

Sayuri sai da sala.

Itsuki vai até Akemi.

Akemi:- Oi vovô!

Itsuki:-Oi! Que tal agente procurar alguma coisa para comermos,hein?

Akemi:- Eba!

* Do lado de fora:

Hiroshi (Itachi) Estava esperando por Sayuri.

Sayuri:- Vai embora!

Hiroshi:- Se você vai fazer o quê?

Sayuri ativa o Byakugan:- Eu mandei você ir embora!

Hiroshi se aproxima e ataca Sayuri.

A mesma revida,mas não faz efeito.

Hiroshi pega Sayuri pelo pescoço e pressiona ela contra o chão.

Hiroshi:- Você sempre foi tão fraca. Sua amada filha ficará em seu lugar.

Sayuri sentiu o ódio que contorceu por toda a sua infância.

Jogou Hiroshi (Itachi) no chão e começou a socá-lo.

Sayuri:- Você não vai encostar um dedo na minha filha!

Hiroshi segura os pulsos de Sayuri e a jogou no chão.

Começou a socá-la também.

Hiroshi:- Acha mesmo que vou deixar você sair ilesa?

Hiroshi (Itachi) continua socando ela por um tempo.

Hiroshi se levanta e vê Sayuri tentar se levantar.

Sayuri dá alguns passos e caí novamente.

Sayuri rasteja até Akemi e a abraça de forma apertada. 

Sayuri sangrava pelo nariz,boca e orelhas. Sayuri estava chorando muito e Akemi tava comendo biscoito.

Quando Hiroshi entrou Sayuri conseguiu ativar 'a barreira celestial de chakra'.

Akemi conseguia ver atrás do jutsu de transformação.

Akemi:- Mamãe? Por quê você tá com medo do papai?

Sayuri:- Não é o papai.

Akemi:- É sim,Olha mamãe.

Sayuri olha para Itachi e o vê se destransformando.

Sayuri:- Itachi?

Itachi:- Oi.

Sayuri:- Era você o tempo todo?

Itachi se abaixa:- Sim,me desculpe.

Espero não ter te machucado muito.

Sayuri:- Você não vai dormir em casa hoje. Saia!

Itachi:- Sim.

Itachi sobe e vai para o lado de fora percebe que os outros ainda estavam lá e foi até eles.

Kisame:- O quê aconteceu com você?

Itachi:- Bem, aconteceu...

Itachi explica tudo e todos ficam chocados.

Konan ficou extremamente brava com Itachi.

Eles param a conversa quando Akemi aparece.

Itachi a pega no colo e a cobre com seu manto.

Itachi:- Por quê você está aqui fora?

Akemi:- Bem,a mamãe está machucando a mão na parede. Fiquei com medo da casa cair nela, então saí para ficar mais leve.

Pain segura o riso.

Itachi:- Entendi,eu vou ir falar com ela.

Konan pega Akemi no colo e Itachi volta para casa.

Vai para o andar de baixo e vê Sayuri ajoelhada no chão com os dedos sangrando.

Itachi se aproxima de Sayuri.

Itachi:- Sayuri? 

Sayuri se levanta e soca o rosto de Itachi bem forte.

Itachi:- Tá bom,eu mereci isso.

Sayuri:- isso não teve graça,que brincadeira ridícula!

Itachi:- Tá bom já chega.

Itachi segura segura os pulsos de Sayuri.

Itachi:- Vamos resolver isso.

Sayuri e Itachi foram para a parte hospitalar e Itachi enfaixa as mãos da Sayuri.

Itachi:- Vou dormir na casa do Kisame hoje a noite. 

Sayuri:- Ótimo.

Itachi:- desculpa querida. Não queria te machucar. Era só para te ajudar a despertar  a barreira celestial de chakra.

Sayuri:- Só se você me deixar te bater amanhã.

Itachi:- Claro,fica a vontade.

Sayuri:- Cadê a Akemi?

Itachi:- está com a Konan.

Sayuri:- Por quê?

Itachi:- Ela achou que a casa ia cair em você.

Sayuri começa a rir.

*Dia seguinte.

Como o prometido, Itachi e Sayuri estavam treinando mas Itachi não atacava muito.

Akemi estava desenhando com Tobi ao seu lado.

Akemi:- Por quê eles estão brigando?

Tobi:- Bem,eles não estão brigando, estão treinando.

Akemi:- Ata.

Tobi:- Ei,me diga quem vai vencer?

Akemi:- Por quê eu saberia quem vai vencer?

Tobi:- Bem, você vê o futuro não é?

Akemi:- Às vezes. De vez em quando eu vejo o passado e às vezes o futuro.

Tobi:- Entendi.

Akemi:- Tio Tobi, você sabe que a Rin ter morrido não foi culpa do Kakashi, né? Foi culpa do Madara.

Tobi:- Não sei do que você está falando.

Akemi:- Tio Tobi,por quê você não gosta mais de ser chamado de Obito?

Tobi:- Não me chama assim,nunca mais, entendeu?

Akemi:- Mas por quê.

Tobi:- ESSE NÃO É O MEU NOME! 

Tobi levanta a mão para Akemi,mas para ao ver seu olhar.

Era uma mistura de medo com certeza.

Tobi segurou a mão e saiu de lá.

Sayuri foi até Akemi para ver se ela estava bem.

Akemi:- Eu estou bem, mamãe.

Sayuri:- Que bom filha.

Akemi:- Olha mamãe eu desenhei a nossa família.

Sayuri olha o desenho e estranha ao ver duas crianças no desenho.

Sayuri:- filha,quem são esses no desenho?

Akemi:- É você,o papai,o meu irmãozinho e eu.

Sayuri:- Entendi. Vou voltar para o treino, gostei do seu desenho filha.

Sayuri em pensamentos:- Ele tem outro filho? Por quê ele fez isso comigo? Então ele mentiu naquela noite. Ele ficou comigo para restaurar o clã. 

Você vai se arrepender...

Sayuri ativa o Reação Total e ataca Itachi.

Sayuri estava furiosa.

Sayuri:- quando você pretendia me contar?

Itachi:- Do quê você está falando?

Sayuri:- Não se faça de idiota!

Sayuri soca Itachi na barriga o mesmo ativa o Susano'o.

Itachi:- Sayuri do que você está falando? Contar o quê?

Sayuri:- A Izumi é a mãe dele não é?

Itachi:- Do que você está falando? 

Sayuri:- Ele é mais novo ou mais velho que a Akemi?

Itachi segura os pulsos da Sayuri e olha nos olhos dela. 

Vê um ódio que nunca viu em sua vida.

Sayuri:- Me solta!

Itachi solta os pulsos de Sayuri e a mesma entra na floresta.

Itachi vai até Akemi.

Itachi:- Vamos para casa.

Akemi:- Mas e a mamãe?

Itachi:- Foi resolver uma coisa já, já ela vem.

Itachi e Akemi vão para casa para almoçar.

Akemi:- A mamãe ainda não chegou.

Itachi:- Ela me disse que foi comprar doces para você.

Akemi:- Eba!

Depois do almoço Akemi dorme e Itachi faz alguns dangos.

Quando acabou, Itachi saiu na procura de Sayuri.

Encontrou a mesma atrás das águas da cachoeira.

Itachi:- Sayuri?

Sayuri olha para trás.

Sayuri:- O quê você quer?

Itachi:- Quero saber por quê está tão brava.

Sayuri:- Eu já sei de tudo! 

Itachi:- De tudo o quê?

Sayuri:- Do seu outro filho. A Izumi é mãe dele não é mesmo?

Itachi:- Não, porque eu não tenho outro filho.

Akemi é minha primogênita e única filha.

Sayuri:- como posso ter certeza?

Itachi pega a mão esquerda de Sayuri.

E a encara. 

Itachi:- vê esse anel? Essa é a terceira maior prova de amor que já dei a você.

Sayuri:- E quais seriam as primeiras?

Itachi:- A segunda é a Akemi.

E a primeira é isso.

Itachi toca a testa da Sayuri (fazendo o Mata kondo da).

Itachi:- E eu te garanto Sayuri, se eu tivesse...1,5,10 ou 100 filhos. Seriam todos com a pessoa que eu amo. E essa pessoa é,e sempre foi você!

Sayuri:- Itachi...

Itachi e Sayuri se abraçam forte.

Itachi:- Isso que você precisa saber. 

Sayuri:- Me desculpe, Itachi...

Eu fui tão idiota!

Itachi se afasta e limpa as lágrimas de Sayuri. 

Itachi:- Quero você como forma de perdão.

Sayuri solta uma risada.

Sayuri:- Bem,que seja.

Sayuri se levanta e mostra uma banheira natural com água da cachoeira. 

Itachi:- Como sabia desce lugar?

Sayuri:- Eu só vi.

Itachi começa a tirar as roupas de Sayuri e ela as dele. 

Ambos entraram na banheira natural.

Começaram com beijos calmos e foram aprofundando.

Itachi começou a penetração.

Esperou Sayuri se acostumar e no sinal dela, começou os movimentos de vai e vem.

Depois de alguns minutos gozaram juntos.

Itachi diz ofegante:- Estamos quites.

Sayuri diz ofegante:- Hai...

Sayuri sai da piscina e veste as roupas.

Sayuri:- vamos voltar. 

Itachi:- Hai...

Sayuri:- Em casa nós continuamos.

Itachi:- Ri,saí da piscina e se veste.

Em casa.

Akemi estava acordada.

Viu os pais entrando.

Sayuri:- Oi filha!

Akemi:- Cadê meu doce?

Itachi:- Está na geladeira.

Sayuri:- Doce?

Itachi:- Depois te explico.

*1 semana depois. 

Itachi e Kisame saíram em uma missão.

Sayuri ficou em casa com Akemi. Konan também fez companhia para elas 

Itachi ia ficar fora por algumas semanas.

Sayuri sentiu enjôos constantes durante esse período.

*Sayuri vomitando

Akemi:- Cruz credo, que cheiro ruim.

Sayuri:- Akemi vá para a sala sim?

Akemi:- Sim.

Akemi:- Vai para a sala.

Sayuri:- Espera...será que...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...