1. Spirit Fanfics >
  2. Alameda dos Sonhos Despedaçados >
  3. Gado

História Alameda dos Sonhos Despedaçados - Capítulo 3


Escrita por: Belajuhina

Capítulo 3 - Gado



Acordo cedo e me sinto disposto apesar das poucas horas de descanso e da intensa noite de...sono. Solto um sorriso pequeno lembrando da morena e da agradável surpresa que tive ao chegar em casa.
Yuguito Nii dorme nua ao meu lado. Que bela visão mas está na hora de mandá-la para casa. Yuguito é diretora da filial da Uzzo em Kirigakure. Alguns anos mais velha que eu, a loira de personalidade marcante e independente faz qualquer homem perder a cabeça. Mas não temos nada além de atração e amizade.
 
- Yuguito, você precisa ir. - a chamo enquanto me encaminho ao banheiro.
- Que horas são?
- Quase 9.
- Droga, estou atrasada. Se incomoda se eu entrar no banheiro com você?
- De jeito nenhum
O que seria apenas um banho e transforma em mais uma rodada de sexo.
 
Próximo a hora do almoço ouço meu celular tocar.


- Ta vivo, Dobe? - que pergunta, Sasuke
- Não, morri e é meu espírito que está atendendo você, idiota.
- Quanto bom humor. - aposto que ele está revirando os olhos. - Passo em sua casa em 20 minutos para irmos almoçar.
- Ok. Vou te esperar.
Pego meu tablet e abro a sessão de fotos de ontem. Quanto mais olho, mais louco fico pela morena.
- Ah, Hinata, ainda vou provar todo esse corpo maravilhoso. - penso alto.
- Falando sozinho? - da onde esse demônio surgiu.
- Eu tento mas sempre tem um idiota atrapalhando meus momentos de loucura.
- Vai se fuder. - Sasuke xinga e eu gargalho. Ele não aguenta brincar e sempre apela. - E então, quando vou ver a deusa da luxúria que deixou meu amigo de quatro?
Entrego o tablet para ele e digo:
- Veja e comprove se não tenho razão.
- Caralho!!! Onde essa mulher estava se escondendo? - ele está com olhos arregalados. Eu te endendo, cara. Ela deixa qualquer um de boca aberta.
- Bem, o que importa é que a encontramos e vou garantir para que permaneça ao meu lado, de preferência nua na minha cama. - sorrio ladino e o vejo sorrindo malicioso.
- Será que ela tem umas amigas gostosas?
- Podemos descobrir. Vamos almoçar?
 
Seguimos jogando conversa fora e olhando as fotos da morena até o horário marcado para a última reunião antes da inauguração da Kyubi, a boate onde Sasuke, Gaara e eu somos sócios. A Kyubi foi um projeto que idealizamos ainda na faculdade mas que tivemos que adiar devido a necessidade em assumir a Uzumaki's. Apesar da minha mãe ser a presidente, sou eu o responsável por todas as estratégias e decisões tomadas ali e sinto que carrego o peso do mundo sobre  meus ombros.  No início enfrentei bastante resistência dos acionistas e do mercado em geral, mas com muito trabalho, diplomacia e uma certa malícia, consegui conquistar o meu lugar e hoje sou exaltado e admirado dentro e fora da empresa.
Mas voltando a boate Kyubi, em uma semana faremos a inauguração e tudo indica que será um grande evento visto que os convites estão esgotados há mais de um mês.
 
- O que mandam? - pergunta Gaara com seu típico desinteresse.
- O Yamato confirmou com o fornecedor de bebidas? - Sasuke pergunta.
- Já está tudo certo. Agora só temos que esperar as portas serem abertas e as gostosas invadirem. - Gaara sorri e fecha os olhos como se imaginasse a cena.
- Falando em gostosa, você não tem noção da morena que fez o catálogo ontem. - Sasuke conta chamando a atenção do ruivo. Pego o tablet e entrego para ele.
- Quero o telefone.
- Entra na fila. - Sasuke responde.
- Não tem fila nenhuma. - interrompo irritado - Tem apenas eu e minha cama. E destruo quem tentar entrar no meu caminho.
- Está apaixonado, Uzumaki? - desafia Gaara.
- Completamente apaixonado, Gaara.
- Wow, agora fiquei preocupado. - ironiza o ruivo. - Devo me preparar para o fim do mundo?
- Podem me sacanear, mas estejam preparados para quando a vez de vocês chegarem, farei questão de lembrá-los que são tão gados quanto eu.
Sasuke e Gaara soltam uma gargalhado e eu logo os acompanho.


O fim de semana passou sem grandes novidades. Aproveitei a companhia de mais uma amiga na noite de sábado e seguindo a tradição, almocei com minha mãe no domingo.
Nesse tempo de descanso aproveitei para refletir um pouco sobre alguns pontos de minha vida. Percebi que desde a adolescência mantive apenas um relacionamento que poderia ser considerado mais sério,  apesar de durar apenas 3 meses. Foi com uma garota linda do primeiro ano de faculdade. Ela era bem gostosa e até divertida mas logo começou a demonstrar interesse exagerado por momentos em locais públicos e movimentados e foi quando percebi sua real intenção, e como as outras, ela também queria apenas ser vista ao lado do príncipe Uzumaki. Depois disso todas foram apenas casos passageiros e sem grandes significados. Muitas buscavam somente alguns privilégios, convites para festas, presentes, visibilidade social, apenas interesses egoístas. Outras queriam só o prazer que me orgulho em dizer que sei proporcionar. As vezes me sinto como um objeto disputado por pessoas ambiciosas por poder e status, como um troféu a ser exibido e contemplado de longe. Será que em algum dia encontrarei alguém que reconheça o Naruto, aquele que tem mania de organização e ama lámen? Será que morrerei como um lobo solitário?  Já me peguei algumas vezes desejando formar um família com filhos correndo pela casa e uma esposa me amando todas as noites. Mas me questiono se eu seria um bom pai  ou cometeria  os mesmos erros dos meus? Acho que não nasci para viver essas experiências de família e filhos.

E mais uma semana se inicia e meu único objetivo é trazer a morena para mim.
 
- Senhor Uzumaki, a equipe de marketing o aguarda na sala 5. - avisa Margo, minha secretária.
- Obrigado, Margo, já estou indo.
Me encaminho para a tal reunião mas paro em frente minha secretária.
- Margo, veja o contato da modelo Hinata Kawame e marque uma reunião com ela amanhã pela manhã.
- Mas amanhã a agenda do senhor já está toda fechada. O senhor não terá nem a hora do almoço livre.
- Margo, remarque o compromisso das 9 hs e marque com a senhorita Kawame. - tento ser educado mas não vou abrir mão da reunião com a morena.
- Sim senhor, farei como desejar.
- Obrigado. Vou aguardar a confirmação.


Agora sim posso encarar o Nara e sua equipe. Aliás, não entendo como o preguiçoso e desinteressado Shikamaru Nara consegue chefiar uma equipe que transborda criatividade e euforia. Conheci Shikamaru Nara durante o ensino médio. Fui transferido para o colégio onde o mesmo estudava e por ser novato, a direção solicitou para um dos alunos do grêmio estudantil me acompanhar durante o primeiro mês e o escolhido foi Shikamaru Nara. No início tivemos alguns desentendimentos pois eu sempre fui um posso de animação e ele um poço de preguiça. Enquanto eu queria ir na quadra praticar esportes, ele queria ficar no pátio deitado no grama esperando o intervalo acabar. Com o tempo consegui convencê-lo de praticar alguns esportes enquanto eu passei a admirar as nuvens e foi assim que nos tornamos grandes amigos. Hoje Shikamaru é um dos meus braço direito a frente de um departamento repleto de melindres e competições. Ele é casado com Temari no Sabaku,  irmã do Gaara e vice-presidente da empresa Sabaku's tecnologia e meu sócio na Kyubi.


- Está atrasado, Naruto.
- Oi para você também, Nara.
- Hunf, que seja. - diz entediado - Precisamos decidir sobre o catálogo da Uzzo. Vi as fotos de divulgação e acredito que logo iniciaremos as divulgações. Precisamos estar com o catálogo de vendas pronto pelo menos na mesma data de lançamento.
Isso me faz lembrar da morena e já sei como deixá-la próxima a mim.
- Concordo Nara, e mantenho a escolha da ilha como cenário. Kakashi, você já definiu o casting para essa campanha?
- Nosso book tem boas opções. Como é um catálogo apenas para venda acredito não ser necessário contratos externos. - Sugeriu o grisalho e eu apenas balanço a cabeça em concordância.
- Concordo, exceto que gostaria da presença da modelo que fez a campanha de divulgação. - Kakashi ja está sorrindo, ele me conhece mesmo - As fotos que ela fez ficaram excelente e estava pensando se não daria um destaque maior usá-la em alguns conjuntos especiais. A visibilidade dessas peças que tem custo elevado aumentaria e consequentemente os pedidos também.
- Mas o custo da campanha também aumentaria - questiona o Nara.
- O custo não sofreria grande impacto,  Nara. - Kakashi justifica. - a Hinata é de uma agência pequena e seu cachê também é baixo.
- Porque não trazemos ela para o casting fixo da Uzzo? Sei que você já tem intenção de dispensar algumas modelos, Kakashi. Talvez seja a oportunidade para uma renovação de ares. - sugiro com a esperança de aprovação.
- Por mim tudo bem. - aprova o Nara. - se vocês me garantem que as modelos estarão prontas para o ensaio então aprovo essa renovação. Só me envie um relatório com as substituições que preciso encaminhar ao Uchira para verificar se há alguma pendência com direitos de imagem.
- Pode deixar que providencio o contrato com a senhorita Hinata . - interrompo. Confesso que já fui para essa reunião com a intenção de contratá-la, mas preciso induzir que foi uma decisão profissional.
- Fuu, preciso que confirme até amanhã a locação da ilha. E não esqueça de pegar a lista de profissionais envolvidos no ensaio para providenciar transporte e acomodações. Ah, inclua meu nome nessa lista - todos me olham assustados - essa coleção será lançada na Semana da Moda e  quero garantir que tudo saia perfeito. - todos sorriem e assente, exceto Kakashi que me olha com malícia. Nem vou questioná-lo pois sei que já sabe o meu real interesse.
- Então todos dispensados e aguardo as confirmações o mais rápido possível. - finaliza Nara.
- Quer fiscalizar o ensaio ou uma certa morena, Uzumaki - sussurra Kakashi saindo sem esperar resposta.
 
- Os dois, Kakashi, os dois. - falo sozinho enquanto retorno para minha sala.


 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...