1. Spirit Fanfics >
  2. Albhar Lyon >
  3. Caçada

História Albhar Lyon - Capítulo 2


Escrita por:


Capítulo 2 - Caçada


A gritaria tornou a começar no centro da cidade. Os camponeses, sujos pelo trabalho duro, arrastavam uma jovem pelos pés descalços em direção a uma espécie de guilhotina, todos vaiando. 

O céu, como sempre, estava fechado. As nuvens escondiam a lua crecente e dirigiam um feixe de luz para fora dos perímetros da cidade. Um homem de vestes escuras começou a recitar palavras de um livro antigo contra ela, enquanto prendiam sua cabeça, mãos e pés no objeto de madeira. 

 

- A profecia não mente!!! Essas aberrações amaldiçoados matam por esporte! A criadora ordenou que matasse todas elas, sem piedade!! Morte as bestas!! -  O público gritou devolta, aprovando a ordem do executor. 

 

As cordas foram cortadas e as lâminas desceram a toda a velocidade, mas foram paradas por uma espada grande antes de cortá-la. 

 

- O REI NÃO TOLERA MORTES SEM JUSTIFICAÇÃO!-  O soldado arrancou a moça da guilhotina e a segurou com apenas uma mão, pelo pulso-  Na próxima vez eu os entregarei para ele os julgarem !!! 

 

Começou a chutar a guilhotina até cair e esparramar suas peças no chão. Saiu do sereno marchando e carregando a mulher brutalmente. Voltou para o hall de entrada e a jogou aos pés do rei. Ela gemeu e imediatamente se ajoelhou ao perceber que estava na frente de seu imperador.

 

-  É a segunda vez essa semana. Eu quero um aumento se continuar assim...- ele bufou olhando para o rei com uma cara debochada.

- Sua família não tenta te proteger ?...-  O rei perguntou enquanto arrumava seu manto azul ultramar. 

- E-eu só tenho um irmão mais velho... M-meus pai estão mortos...- levantou e colocou as mãos no peito, com a postura curvada para frente- Ele sempre sai para caçar, fico sozinha em casa.... 

-  Eu tenho a intenção de queimar os livros e os tritos, mas preciso da aprovação dos outros nobres de Androcmena... Não há motivo para o povo te machucar dessa maneira. 

 

O rei usava roupas negras e azuis com detalhes dourados e prateados. Não ostentava jóias ou pedras preciosas,  apenas sua coroa possuia pedras, também azuis. Seu cabelo era comprido e preto, amarrado com uma linha dourada perto à nuca. Pele branca e com certeza, muito alto. A maioria dos súditos se espantavam com seu tamanho. A coroa, sempre caindo, era grande demais para a sua cabeça, era cômico observar o rei arrumar ela a todo momento e ficar irritado com a mesma. 

Sua voz era grave e muito gentil, ao mesmo tempo. Não era conhecido por sua crueldade ou ostentação, mas sim pelo carisma. 

Sem dúvidas, o manto era a marca de sua pessoa. largo, quente e felpudo. Por algum motivo, ele tinha muito cuidado com o manto. 

Esperou uma resposta da camponesa, mas estava distraída com o toque no tapete sob seus pés. um pedaço daquele pano macio sera mais valioso que sua vida  certamente.

 

- ... Justice. 

- Sim majestade !! M-muito obrigada!- acabou voltando para a realidade após o chamado. 

-  Precisa de mais alguma coisa ? 

-  Não senhor... 

-  Maximum, acompanhe-a até a saída, por gentileza. 

 

Sempre precisou de ajuda para se mover pelos cantos da cidade, e se não conseguia um braço para se apoiar (na maioria das vezes) procurava um galho pelo chão para servir de guia.

Justice era cega. Um dos motivos de ser tão caçada pelo povo. 

Vestia um capuz cinzento, sujo e remendado pelo irmão mais velho. Tampava seus olhos azuis esbranquiçados com um pedaço de pano beje e nunca tirava da cabeça. Sua pele era lotadas de roxos e ralados e as pernas sempre tremendo. Seu corpo era magro demais para notar alguma curva dele. 

Seu cabelo era magnífico, diferente dos demais, e um caso raro de degradê. As raízes eram rosas e as pontas azuis, um pequeno lilás na transição das cores. 

O soldado foi bom o suficiente para escoltar a jovem até sua casa em segurança. Nao se despediu, Maximum foi embora sem mesmo parar para escutar o "tchau" de Justice. 

 A porta foi fechada, ela suspirou com ar de derrota e deitou na cama de palha de seu quarto. 

O dia seguinte mudaria sua vida para sempre. 

 


Notas Finais


Um capítulo pequeno, só para começar, irei usar como teste !


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...