1. Spirit Fanfics >
  2. Alcatéia >
  3. Dor

História Alcatéia - Capítulo 1


Escrita por: Pombadonaruto

Notas do Autor


Essa história é uma inspiração que tiver de uma fic que li a mt tempo. Se não me engano era do jimin.

Espero que vcs gostem❤️

Capítulo 1 - Dor


O cheiro de terra molhada era bastante forte. A chuva caia de  forma calma, e lenta. 

   Isso de certa forma me causava uma certa paz. levantei da cama de casal que se encontrava no pequeno quarto.

   Olhei pela  janela vendo que meu amado se aproximava.

    logo fui abrir a porta para recebê-lo.

    - Minha querida!_ disse kizashi me abraçando.  - o que está fazendo em pé?_ disse após me solta de seu abraço caloroso.

     - Estava cansada de ficar deitada, fico deitada praticamente o dia todo.

     - Oras meu amor, está em uma situação delicada! você sabe que sua gravidez é de risco. tem que ficar de repouso pelo bem do nosso bebê._ disse me olhando repressivo. sabia que kizashi estava deverás preocupado com minha saúde e com o bem estar de nossa filha.

    - Você esta muito afobado, meu querido_ disse soltando um riso divertido. - estou me sentindo muito bem! só me levantei da cama um pouco. Não é para tanto_  disse sorrindo para o mesmo, logo em seguida pegando em suas mãos.

    - Nós duas ficaremos bem, não se preocupe tanto._ falei levando sua mão direita a minha barriga. Senti um afago leve é delicado seu. Ele é um homem de porte forte e bruto, mas quando se tratava de mim se tornava o mais gentil de todos os homens.

      ele me olhou nos olhos com amor.

  - Eu te amo tanto minha querida. você é aquela que enche  meus dias de alegria_ disse fazendo um leve carinho em minhas bochechas com sua outra mão livre.

        Se aproximou e me beijou, Me beijou com com desejo, e acima de tudo com amor.

    - Não deixarei que nada de ruim aconteça com você ou com nossa sakura!_ disse após terminar nosso beijo.  Em seus olhos avia uma determinação enorme.  

 - Sei disso, meu querido_  o abracei com força. sabia que estávamos em perigo, poderíamos morrer! mas... eu confio em kizashi. nós vamos conseguir fugir pra bem longe antes que os lobos de sua antiga alcatéia nos achem.

       E então finalmente teremos uma vida de felicidade e paz.

      o casal apaixonado estava tão entretido fazendo carícias, que não perceberam a presença da perversa mulher que os olhava pelo lado de fora. 

  A bela mulher de olhos vermelhos como sangue olha a cena a sua frente  furiosa.

    - pagará caro por essa traição, kizashi_ disse com ódio de seu marido.

    - você e sua querida amante vão pagar com sangue!_ disse antes de se transformar em uma loba de pelagem cinza.

        O lorde uchiha adorará está notícia.

         com pensamentos maliciosos a loba deixou o local.

 

 

          _ território uchiha

 

   o garotinho de apenas onze anos mostrava para todos que realmente carregava o sangue uchiha! o mesmo tem se mostrado ser um prodígio, ainda mas para um garoto de sua idade.

   O mesmo ja avia conseguido se transformar  com apenas nove anos. E olha que geralmente as transformações acontece entre os quinze a dezesseis.

      Aos dez ja tinha matado cinco homens adultos, sendo esses lobos também. O garotinho era o orgulho da alcatéia, e principalmente de seu pai.

    itachi sem sombra de dúvidas era o filho favorito de fugaku. E o próprio não fazia questão de esconder esse fato, o que fazia com que sasuke se sentisse menosprezando pelo pai.

 

  uma "luta" acontecia entre os irmãos no grande salão do palacete. enquanto fugaku estava em seu trono assistindo. 

  fugaku fazia os dois irmãos lutarem contra si pelo menos duas vezes por semana. era cruel, já que a luta so terminava quando um dos dois estivessem já inconsciente.

     itachi é claro que sempre ficava em vantagem, até porque é o mais velho, e também já conseguia se transformar em sua forma lupina.

     já sasuke, com seus nove anos. o pobrezinho era muito cobrado pelo pai. pois nesse idade itachi ja avia se transformado, enquanto sasuke parecia bem longe de ter sua transformação. e isso causava muitas humilhações por parte do pai para menino.

     os garotos lutavam, itachi em sua forma de lobo, que era exigida por seu pai. E sasuke lutava com seu corpo pequeno e magro de menino.

 

       ele não tinha chances de vencer o irmão, e seu pai fazia questão de passar por essa humilhação.

      A luta enfim chegou ao fim, e como esperando itachi foi o vencedor.

 

     fugaku olhava para itachi com orgulho, porém quando seu olhar se direcionou a sasuke que estava completamente feriado e caído no chão.

       o mesmo mudou o olhar de admiração para desprezo.

   - Sasuke, levantasse e venha até a min_ disse com uma voz estrondosa igual um raio.

      o garoto todo machucado fez bastante esforço para se levanta, porém não conseguiu. Suas pernas estavam deformadas por causa das mordidas de seu irmão. Iriam demora máximo três horas para se curarem.

      itachi com pena de seu irmão o ajudou a se levanta. Ato que foi repreendido por seu pai.

    - o que pensa que está fazendo itachi! pare com isso já!_ disse friamente. 

    - mas meu pai. 

     - mas nada, retire-se itachi. Deixe-me sozinho com seu irmão. 

   o irmã mais velho saiu do local cabisbaixo. Ele não queria ter machucado seu irmãozinho, so fazia aquilo porque era obrigado por seu próprio pai.

    - Vamos sasuke! Não tenho o dia todo. Levante!_ ordenou o lorde.

      - s..sim meu s..senhor_ disse tentando não gemer de dor.

      conseguindo ficar em pé com muita dificuldade o menino caminhou em direção ao pai lentamente.

     fugaku olhava com escárnio pro garoto.

    - Será que é meu filho mesmo?_ disse com decepção. Fazendo o sasuke para meio do caminho sentindo um aperto em seu coração. 

 - Mas você é um inútil mesmo! Nessa idade itachi ja se transformava em sua forma lupina! Ele sim honra meu nome! Você é um fraco que não merece ter o sobrenome que tem!

    o garoto sentia seus olhos arderem. Apertou suas mãos com força, estava decidido. Não ia deixar que seu pai e mais ninguém o humilhasse ou dissesse o que ele tem que fazer.

   - Eu realmente sinto muito meu pai se não sou um "itachi" da vida. Mas um dia, escute bem o que te direi... Eu serei melhor do que ele, melhor do que qualquer lobo dessa maldita alcatéia! E acima de tudo.._ parou um momento para levantar a cabeça olhando nos olhos do seu pai com fúria 

  - É acima de tudo serei melhor que você!_ disse confiante. fugaku olhava para sasuke surpreso.

      porém rapidamente seu olhar desviou para a entrada.

       kurenai se aproximava em sua forma lupina. A loba cinza foi tomando forma de mulher, a poucos segundos já estava em sua forma humana exibindo seu corpo nú e escultural sem vergonha alguma. 

    - Meu lorde, tenho uma notícia que te deixará contente _ disse a mulher com sacarmo.

      fugaku franziu o cenho. 

     - Diga logo o que é_ disse rude.

     kurenai olhou de lado para sasuke que estava confuso.

     - Sasuke, retirasse e me deixe sozinho com kurenai_ sasuke não disse nada, fez  o que  seu pai mandou e saiu da enorme sala do palacete com certa dificuldade.

     kurenai se aproximou mais do trono de seu lorde, podendo ver que o lindo chão de  marquise estava sujo de sangue.

      olhou com devoção para o seu líder, sentado de forma majestosa em seu trono feito de ouro puro com ossos dos líderes do clã uchiha no passado.

     - Meu senhor, tem notado a ausência de kizashi? . 

  - hun, agora que você falou ele tem sumido com certa frequência.. _ disse pensativo. - mas isso não é problema meu, não é você que é a esposa dele!? devia saber por onde ele deve estar.

        A mulher sorriu de lado. 

    - Pois eu sei onde ele vem estado estes meses todo... Você não acreditaria se eu te falasse que kizashi não traiu só você, mas todos nós da alcatéia, meu lorde...

      - O que está insinuando com isso kurenai!? isso é uma acusação muito grave!_ disse fugaku ja levantando do seu trono caminhando até a mulher ficando cara a cara com a mesma.

      - Eu acho bom você explica essa situação direito se não quiser que eu arranque seu coração agora mesmo. E não me importarei se kizashi ficará furioso._ disse a olhando frio.

       - Eu tenho certeza que se você me matasse estaria fazendo um grande favor a kizashi_ disse a mulher astuta.

      fugaku a olhou irritado pela demora da lupina.

        - Não precisa ficar assim meu lorde!_ disse o rodeando. Parou bem do lado de seu líder para logo sussurra em seu ouvido.

         - kizashi... ele tem uma amante, por isso ele está tão ausente das reuniões e também dos treinamentos. Ele não é o comandante de combate? pois bem, nem mesmo pra alcatéia ele liga mais... não treina mais seus homens. Não segue nem mesmo as ordens de seu lorde._ disse perversa. Se afastou para olhar nos olhos de fugaku que se encontrava intrigado com o que a mulher falava.

        kurenai apenas estava com seu ego quebrado por kizashi ter a traído.

      pensou fugaku desinteressado.

      porém ao ouvir as seguintes palavras seu corpo todo paralisou. de fúria.

       - Sua amente é uma mestiça.

...

 

 

       dois meses depois

 

 

       no pequeno quarto a bela mulher loira, fazia o possível para não fazer muito barulho.

        mas a missão parecia impossível! as dores das contrações era fortes. Sua bolsa ja tinha estourado, e o pior é que estava sozinha. 

        - Calma sakura, aguente mais um pouquinho ai, minha filha_ disse a mulher chorosa. Queria poder sair do quarto e ir para o vilarejo mais próximo. Talvez tenha alguma parteira ou curandeira.

 

       entretanto, não conseguia ao menos se mexer de tamanha dor que sentia.

        Assustou quando a porta da pequena casa de apenas um cômodo foi aberta brutalmente.

         suspirou aliviada a ver que era kizashi.

         - A menina esta pra nascer! precisa me levar para o vilarejo mais próximo. Talvez encontremos uma parteira!_ estava desesperada, queria que desse tudo certo.

        - Tsunade... Eles nos encontraram, precisamos sair daqui agora! se não todos morreremos._  arregalei os olhos quando ele disse isso. Peguei no meu colar de diamante e o apertei.

 

         - M..mas isso é impossível! Você sempre foi cuidadoso! E também o meu colar... Ele me protege, não tinha como eles descobrirem nossa localização!_ meu coração tava palpitando tão forte que pensei que pudesse ate sair de meu peito.

          estou morrendo de medo! eu não queria morrer, e muito menos queria perder o amor da minha vida.

          O que será da minha filha!?

        - tem que ter algum jeito de fugir_ disse ja chorando.

         - eu sinto muito, meu amor _ kizashi me pegou no colo delicadamente. Eu estava sentindo muitas dores, minha menina vai nascer em qualquer momento.

          - kizashi, nossa filha..._ ele me calou com um beijo castro na testa.

         - eu sei, vou te levar em um lugar seguro. minha mãe vai te ajudar no parto._ eu ja estava muito confusa com tudo, apenas assenti e descansei minha cabeça em seu ombro.

        - tudo bem.... eu confio em você.

 

        - Vou me transformar, em minha forma de lobo chegaremos no local mais rápido. Preciso que se segure forte em min.

        desci de seu colo sentindo fisgadas fortes. mordi meus lábios para conter o gemido de dor

       kizashi ja estava em sua forma de lobo. seu lobo é vermelho como fogo, e seus olhos são verdes. Seu lobo era muito belo.

      Ele se deitou para que eu conseguisse subir. Com muita dificuldade consegui subir, agarrei fortemente seus pelos macios.

         E então ele correu veloz. Fechei meus olhos tentando me acalmar e aceita meu futuro destino.

 

          depois de alguns minutos percorrendo a parte mais escura e perigosa da floresta, chegamos em um tipo de caverna.

          Sua entrada fica por dentro de uma cachoeira. apesar do caminho sombrio e perigoso ate aqui o lugar é muito belo.

       Ao adentrar a caverna que era bastante espaçosa, pude ver uma mulher de meia idade nos esperando.

      kizashi se agachou para que pudesse descer. porem dessa vez não consegui conter meu grito de dor.

      - kizashi, rápido traga ela. o bebê ja está para nascer!_ disse a mulher desconhecida.

        rapidamente fui deitada em uma cama improvisada.

        A mulher veio com bacias de água e alguns pano.

        - você já está toda dilatada, será rápido! muito bem, minha querida. Preciso que faça toda força que puder.

        fiz o que a mulher me pediu, fiz toda minha força possível. Aquilo doía muito, nunca em toda minha vida sentir uma dor tão forte como essa.

         - Meu amor_ kizashi segurou minha mão me dando apoio. - eu queria muito ficar com você no parto todo, queria ver nossa pequena sakura nascer._ disse tristonho.

      - mas você sabe que tenh.. - shii_  sorri terna.

       - Faça o que tiver de fazer meu amor! Eu sempre irei te amar. para sempre.

       - Tsunade... Você foi a mulher que me ensinou o verdadeiro significado do amor... Não vou deixar que nada aconteça a você e a nossa filha. _ me deu um último beijo antes de parti... eu sabia que era um adeus.

 

 

   

           (...)

 

 

 

         Sabia que iria morrer, não tinha como  vencer um uchiha sangue puro, ainda mais o lorde fugaku.

          Mas eu precisava ganhar tempo. Mesmo que custe minha vida.

     Corria em direção a alcatéia, sabia que fugaku provavelmente ja estaria a caminho.

         não demoro nem cinco minutos para que minha constatação fosse confirmada.

         quando dei por mim estava cercado em um círculo de lobos, eram no máximo sete.

porem somente um deles eu olhava nos olhos.

         O maior lobo de todos os sete deu alguns passos a frente, logo ficando cara a cara comigo.

          Era óbvio a diferença de tamanha entre eu e o lobo negro. ele é um alfa lúpus de linhagem sangue puro! Era considerado a raça mais forte. A raça que dominava.

 

        - Você me traiu seu miserável_ disse fugaku em sua forma de lobo. pude perceber em sua voz um certo tom de desgosto e talvez ... decepção.

      - Em momento algum traí você, ou a alcatéia. a única pessoa que traí foi minha esposa, confesso que não fiz por mal... mas tsunade é a minha alma gêmea.

        - Não fez por mal!? Você é um desgraçado! você e sua puta merece morrer!_ disse a loba cinza furiosa.

        - Cale-se kurenai! não se intrometa aonde não foi chamada!_ de uma coisa tenho certeza, fugaku estava cheio de ódio.

        Não tinha escapatória, não ia conseguir convencer ele. sabia da fama de meu lorde, ele so resolve as coisas com sangue.

        eu ia morrer, meu destino estava escrito.

        - Você está dizendo que estou mentindo? se eu digo que você me traiu é porque de fato me traiu, minha palavra é lei!_ disse o líder me olhando soberbo.

       ele começou a andar a minha volta em circulo.

        - Você se envolveu com a raça proibida! Uma mestiça! Você é um ordinário mesmo... mas como sou um líder bondoso. Vou limpar esse seu erro as coisas voltaram a ser como eram antes.

       - o que ira fazer?_ perguntei com medo do que ele falaria em seguida.

        O lorde parou de andar em círculos, chegou bem perto com seu olhos vermelho sangue.

         - É simples kizashi, vou matar você e sua família... todos um por um. O que você fez é imperdoável.

         - Me apaixonar, e amar a mulher mais doce e pura... isso é imperdoável para você meu alfa?

        - Você se apaixonou pela pessoa errada. Você sabia desde o princípio que esse seu romance idiota resultaria em morte.

        - Cuidado com o que diz e com o que faz meu lorde... não se esqueça que tem três filhos. As vezes o carma vem quando menos esperamos

         - Você acha mesmo que meus filhos, uchihas! que carregam o sangue puro cometeram esse erro!?_ disse gargalhando - você é um idiota kizashi, e como você disse o "carma" vem uma hora ou outra. E esta na hora de você pagar pelo seu erro. O mais triste é que a sua querida amante e filha bastarda irão sofrer as consequências...

        - você não pode fazer isso, mate eu! elas não tem culpa de nada! eu sou o único culpa!_ disse ja em desespero.

        - Não se preocupe kizashi, você vai morrer também. Como disse sou piedoso e bondoso... Darei a elas uma morte rápida, entretanto não posso dizer o mesmo de você.

         Mal tive tempo de racionar quando percebi atrás de mim tinha dois lobo mordem minhas pernas. Eram cruéis arrancaram minhas duas pernas sem nenhum pingo de dó.

        sem o apoio das pernas caí, forcando meu corpo ainda em forma de lobo com as duas patas que me restava.

      olhei para trás é vi a loba cinza vir a meu encontro, era kurenai.

 

          - Essa meu querido esposo_ disse com deboche - foi por me ter traído! _ logo em seguida abocanhou minha barriga a abrindo por completo.

          estavam me comendo vivo. sabia que desse jeito não ia durar muito tempo.

         - chega! _ gritou fugaku. - agora é minha vez_ sorriu perverso.

         E em um único ataque arrancou a cabeça do pobre lobo.

          - um ja foi... agora so falta a mestiça e a bastarda!

 

 

 

      (...)

 

 

 

       Segurava minha pequena em meus braços. meu peito se aquecia só de olha-la.

      Minha menina é tão linda! Minha pequena Sakura.

         - Veja, minerva! os cabelos dela são rosas, não é linda!_ disse para senhora que descobri ser mãe de kizashi.

        -  Minha netinha é a mais bela de todas_ a senhora sorriu doce.

         - Estou a pouco tempo com ela nos braços, mas sinto que a conheço a uma eternidade toda. Eu a amo mais que tudo.

        - Tsunade..._ sei que está em um momento de amor, e de paz. mas tenho que te manter informada.

       disse minerva cautelosa.

       - pode falar.

       - eu não sinto mais a energia do meu filho, é bem provável que esteja morto_ falou triste. arregalei os olhos, por um momento jurava ter sentido meu coração parar. kizashi...morto?

     - m..m.mas c..com??_ estava chorando, meu mundo caiu. no fundo sabia que isso iria acontecer, só não estava preparada.

       - você sabe como, o que importa agora é que temos que fugir! é bem provável que os lobos consigam farejar o cheiro de Sakura. 

 estavamos muito longe, mas eu não duvidava dessa possibilidade.

      - Temos que ser rápidas tsunade! Eu tenho o pressentimento que já estão vindo.

     - Eu sei o que devo fazer agora, minerva _ a olhei nos olhos com determinação.

      estava dolorida ainda devido ao parto mas consegui me levantar.

        Olhei para minha doce sakura, que estava dormindo tranquilamente em meu colo.

         - Eu te amo minha filha, não importa  o que aconteça, mamãe sempre vai estar com você. Sempre vou te protege e cuida de ti minha sakura!_ com um enorme aperto no coração a entreguei nos braços da avó. tirei meu cordão e coloquei em Sakura

 

        - minerva... cuide bem dela, ela é o meu tesouro mais valioso_ a mulher me abraçou - tsunade você é uma mulher muito forte! faça o que tiver de fazer.

       E assim assistir minha filha ir embora, para longe de mim.

        Eu espero que você seja muito feliz, minha filha.

       Com toda a rapidez saí do local, estava sem o cordão que me protegia. Sabia que agora os lobos poderia sentir meu cheiro, e não demorariam para me encontrar.

         O que realmente não demoro.

       Eram muitos, mas um em específico estava me olhando odioso.

         - Ela é toda sua...kurenai_ o maior lobo disse.

        Sabia que meu destino seria a morte.

        Eu não me arrependia de absolutamente nada! viveria tudo de novo.

          Se para salvar minha filha eu tenha que morre, eu não me arrependo.

 

    

 

      

 


Notas Finais


Oii, essa é a primeira fanfic que escrevo. Estou muito animada com esse projeto, espero que vocês gostem! 🥰
Me desculpem pelos diversos erros kkkkkk


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...