1. Spirit Fanfics >
  2. Álcool em gel >
  3. Único.

História Álcool em gel - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Meu irmão tava reclamando que não achava álcool em gel pra comprar aikk não sei

Capítulo 1 - Único.


Já era tarde da noite quando BaekHyun escutou a porta de entrada sendo destrancada e passos ecoarem pelo apartamento. Ele se levantou da cama quentinha e andou até a sala, já sabendo quem era. 

Tinha uma carranca evidente no rosto, essa que só aumentou quando se deparou com ChanYeol totalmente bêbado. O grandalhão estava cambaleando para os lados, o cabelo estava bagunçado e as roupas abarrotadas.

BaekHyun pigarreou, chamando a atenção do marido.

 — Posso saber por que cê tá chegando a essa hora? — perguntou bravo, vendo o cônjuge se jogar no sofá e largar uma sacola plástica que segurava no chão. 

Ele não obteve respostas. ChanYeol fechou os olhos e colocou as mãos sobre o rosto.

— ChanYeol, por que suas bochechas estão pintadas? — apontou para o rosto do marido. Ele tinha dois risquinhos pretos desenhados em cada bochecha.

— O JongIn falou que a gente tá em um apocalipse e eu preciso entrar no clima.

— Esse também é o motivo pra você tá com essa calça militar? — balançou a cabeça, indicando a roupa — Isso nem é seu. Olha só, tá super apertada.

— É do JongIn.

BaekHyun suspirou alto e caminhou em direção ao marido. Pegou a sacola do chão e a abriu, vendo o que estava lá dentro.

— Que porra é essa? — agarrou uma garrafinha transparente, que tinha um líquido semelhante a água dentro. Ele destampou o objeto e cheirou. Okay, aquilo definitivamente não era água — Cadê o álcool em gel que eu pedi, ChanYeol? 

— Não tinha. — se deitou no sofá — Ai eu trouxe a cachaça, que também tem álcool.

Por que BaekHyun ainda não tinha pedido divórcio? 

Nem ele sabia.

— Você bebeu essa droga? 

— Não, bebi a outra garrafinha. — piscou lentamente — Mas fica tranquilo, o JongIn também bebeu.

— Nossa, fiquei muito mais despreocupado agora. Mudou muita coisa. — foi irônico — Esse menino vai acabar te transformando em um pinguço.

— Eu já sou. — murmurou e depois começou a rir, como se tivesse dito a coisa mais engraçada do mundo — Você é minha pinga. Sou viciado em você.

Que linda declaração de amor.

— ChanYeol, levanta daí e vai tomar um banho. Cê tá fedendo a bebida. — massageou as têmporas, tentando conter a irritação.

— Não consigo levantar. — reclamou — Me ajuda aqui.

— Eu não vou dar banho em você.  — torceu os lábios.

— Por quê? Você já viu isso aqui muitas vezes. — colocou a mão no meio das pernas e apertou o próprio pau.

— ChanYeol, para de passar vergonha. — sacudiu as mãos no ar antes de se aproximar do marido e o ajudar a se sentar no estofado — Só quero que saiba que álcool nessa casa, só álcool em gel.


Notas Finais


Não bebam, crianças.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...