1. Spirit Fanfics >
  2. Alec Slater Brothers, Book Three >
  3. Capítulo Nove

História Alec Slater Brothers, Book Three - Capítulo 9


Escrita por: melomelinho2

Notas do Autor


•Oi amores
•Boa leitura

Capítulo 9 - Capítulo Nove


— Você já transou com Alec? — Aideen me perguntou quando eu abri a minha porta da frente para ela.

Eu bocejei e esfreguei os olhos enquanto ela me empurrava.

— Bom dia para você também, docinho. — eu disse enquanto eu fechava a porta do corredor.

— Bom dia. — Aideen cantou. 

— Voltando para minha pergunta, você já transou com Sr. Slater?

— Eu posso responder isso para você, se você quiser?

Eu não olhei por cima do meu ombro quando Alec falou, mas quando me virei para Aideen vi que sua boca estava aberta, assim, eu cheguei à conclusão de que ele estava, mais uma vez, sem camisa.

— Infelizmente Aideen, a vagina de Keela ainda é um território desconhecido para mim. — Alec suspirou fazendo Aideen gargalhar.

Revirei meus olhos enquanto eu abri a torneira e enchi um copo com água.

— Você é nojento. — eu disse, então tomei a minha água e coloquei meu copo na pia, em seguida, virei-me. Peguei uma toalha de chá em seguida, e atirei-a em Alec que pegou em sua mão direita.

— Coloque um pouco de roupa, ninguém quer ver metade de seu corpo nu a esta hora da manhã.

— Eu quero. — Aideen entrou na conversa.

Olhei para Aideen com desgosto. 

— Deixe-me reformular isso, ninguém com qualquer autorrespeito quer ver metade de seu corpo nu a esta hora da manhã.

Aideen bufou, mas não disse nada enquanto Alec enfiou o polegar por cima do ombro e disse: 

— São 12:30, não é de manhã mais.

Senti minhas sobrancelhas saltarem quando virei meus olhos para o relógio na parede atrás Alec.

— É tão tarde?

Alec sorriu.

 — Eu lhe disse que você teria uma boa noite de sono.

Ele estava certo, mas eu não iria admitir isso.

— Eu não consegui dormir até as três ou quatro da manhã por causa de você então obviamente eu dormi até tarde.

Olhei para Aideen quando ela estalou os dedos na minha direção. 

— Você não conseguiu dormir até as três ou quatro da manhã por causa de Alec? Garota, é melhor você explicar!

Alec bufou. 

— Não é nada empolgante, confie em mim.

Eu assobiei para ele então olhei para Aideen.

 — Ele expulsou Storm do quarto e o fez dormir no sofá porque ele não iria dormir lá. Ele também me chutou muito durante a noite e eu não conseguia dormir, até que eu abordei o problema.


— Ao abordar o problema ela quer dizer me arranhar até a morte com sua navalha como unhas dos pés.

Aideen rachou de rir que só aumentou o meu temperamento.

— Vá se foder! — eu bati em Alec enquanto eu passei por ele e fui para o banheiro.

Bati a porta atrás de mim para bloquear Aideen e Alec enquanto eu procurava a porra dos meus cortadores de unha. Eu estava furiosa ao descobrir que eles estavam em cima do balcão, assim como Alec disse que eles estavam. Eu com raiva me sentei ao lado da minha banheira e coloquei meu pé no assento do vaso sanitário fechado e passei a trabalhar cortando as unhas dos pés até que elas estavam em um comprimento seguro.

Eu odiava que elas estavam muito longas como Alec disse.

— Keela, quanto tempo você vai demorar antes que possamos ir? — a voz agora rindo de Aideen gritou da cozinha.

Franzi minhas sobrancelhas em confusão. Nós estávamos indo para algum lugar? 

— Ir para onde? — eu gritei.

— Às compras, duh.

Compras?

— Compras para quê?

Eu pulei quando a porta do banheiro, de repente se abriu. Não sei por que eu me cobri com as minhas mãos, eu não estava nua, mas se estivesse, Aideen teria visto tudo.

— Compras para o que você vai usar no casamento, você viajará amanhã. Sério Keela, vamos com isso.


Eu gemi e levantei minhas mãos para esfregar meu rosto, compras de roupas completamente escaparam da minha mente.

— Eu tenho 350 euros para tudo, será suficiente?

Eu esperava que fosse o suficiente, isso é tudo que eu poderia poupar de minhas economias, sem colocar-me em dívida.

Aideen acenou diante de mim.

 — Por favor, eu posso fazer isso esticar com facilidade.

Eu dei uma olhada Aideen. 

— Eu quero ficar bem, Ado, não barata. Aideen colocou as mãos nos quadris e disse:

 — Vamos deixá-la sexy, mas com um orçamento bom.

Eu ri. 

— Você está pronta para o desafio, então? Aideen riu. 

— Eu cuido disso, Kay.

Eu sorri.

 — Eu confio em você.

Eu ri quando Alec colocou a cabeça na moldura da porta o que fez Aideen gritar de susto. Ele riu e se esquivou de suas mãos balançando. Ele colocou seus braços ao redor dela por trás e colocou as mãos ao lado do corpo.

— Eu ouvi você dizer que tem 350 euros para comprar roupas para estas férias?

— Sentença de morte,não para férias, mas sim, você ouviu isso corretamente.

Alec balançou a cabeça. 

— Nenhuma namorada minha faz compras em um orçamento, isso é por minha conta.

Olhei para Aideen quando seus olhos quase caíram de sua cabeça. 

— Posso ser sua namorada, por favor?

Revirei meus olhos quando Alec riu e disse: 

— Claro que você pode. Vou estar sempre disposto para um ménage com você e a gatinha.

Em seus sonhos, playboy.

— Ha-ha muito engraçado, mas não, eu não vou pegar o dinheiro de você Alec.

— Por que não? —Alec perguntou.

— Sim, por que não? — Aideen ecoou.

Sério, ela também?

— Porque eu não sou uma sanguessuga. Eu não preciso de dinheiro de um homem, eu cuido de mim mesma.

Aideen gemeu. 

— Dá um tempo Kay. Alec quer ajudá-la por isso deixe-o ajudar.

— Sim, deixe-me ajudar.

Estreitei meus olhos para os olhos azuis de bebê, então bufei.

— Ele provavelmente vai querer que eu tenha relações sexuais com ele como pagamento pelo dinheiro.

Alec olhou fixamente. 

— Keela, eu já te disse que eu não vou importuná- la para te foder. Você vai tomar esse caminho para mim quando você estiver bem e pronta.

Eu senti meu queixo cair aberto, assim que Aideen caiu na gargalhada. Alec riu também, em seguida, beijou o alto da cabeça dela, soltou os braços dela e saiu do banheiro.

Eu cruzei os braços com raiva.

 — Você acredita na merda que sai da boca dele?

Aideen sorriu.

 — Sim, eu acredito, e se você quer que isso funcione é melhor manter a boca fechada e tolerá-lo. Ele está te fazendo um favor, afinal de contas, agora se apresse para que possamos sair.

Eu suspirei quando eu me levantei da minha posição sentada do lado da banheira.

— Isso vai ser minha maior realização. — eu disse. Aideen ergueu as sobrancelhas e perguntou:

 — O quê? 

— Apenas me manter de boca fechada.

— Faça-a parar! Eu não posso entrar em outra loja, eu apenas não posso fazer isso.

Olhei para Alec e ri. Parecia que ele estava prestes a chorar e cair no chão de cansaço. Era atualmente seis da tarde e tínhamos saído às compras no centro de Dublin, nas últimas cinco horas. O smoking dele e os sapatos eram a primeira coisa que comprei porque era fácil e simples. Alec pendurou o smoking que veio na embalagem própria na parte traseira de seu Jeep, enquanto Keela e eu fomos a algumas lojas na Grafton Street.

Eu comprei todos os elementos essenciais para umas férias em um país estrangeiro, como trajes de banho, toalhas, protetor solar, chinelos, tudo. Quando Alec nos encontrou em Pennys ele também tinha itens que um homem precisaria para férias em um país quente. Sua cesta estava muito mais leve do que a minha, porque ele literalmente tinha acabado de comprar um par de sapatos slip-on19, quatro pares de calções de cores neutras, quatro camisetas brancas, quatro camisetas coloridas, um pacote de cuecas boxer e uma escova de dente. Ele disse que iria se contentar com o que eu tenho comigo, caso ele precisasse de alguma coisa.

Eu não sei o quanto ele pode se contentar com produtos femininos, mas eu não questionei, porque eu estava cansada. Eu estava pronta para ir para casa depois de uma hora fazendo compras, mas Aideen estava em seu elemento, então eu nem sequer mencionei a palavra casa, ela provavelmente teria me machucado se eu mencionasse.

— Quanto tempo antes que possamos ir para casa? — Alec gritou para Aideen que estava alguns passos à nossa frente.

Aideen se virou e sorriu.

— Temos tudo. Nós só precisamos ir ao cabeleireiro e colocar o gruig de Keela sob controle.

O rosto de Alec franziu em confusão.

Eu ri. 

— Para o que é essa cara confusa?

Alec olhou para mim e perguntou: 

— O que gruig quer dizer?

— Isso significa que cabelo em gaélico... em irlandês.

Alec ergueu as sobrancelhas. 

— Você fala irlandês?

Dei de ombros. 

— Eu não sou fluente, eu sei a maioria do que Aideen diz, mas eu ainda fico perplexa de vez em quando.

Alec olhou para Aideen, depois de volta para mim.

 — Aideen é fluente? Eu assenti.

 — A família dela é fluente e ela também.

Alec sorriu e olhou para Aideen.

 — Como é gatinha em irlandês?

Aideen riu e disse: 

— Puisin.

Revirei meus olhos e cruzei os braços sobre o peito quando Alec riu.

— Oh, isso é perfeito pra caralho.

Eu olhei para ele. — Eu não gosto de ser chamada gatinha20 em Inglês e muito menos em irlandês por isso nem sequer pense nisso.

— Eu não posso te chamar de minha pequena puisin então?

Eu queria rir, seu sotaque e pronúncia de puisin eram adoráveis.

— Não, você não pode.

— Nós vamos ver isso.

Rosnei fazendo-o rir.

— Aideen, como se diz menina bonita em irlandês?

— Eu iria com cailin deas.

— Soletre para mim, por favor. — disse ele, em seguida, pegou seu telefone e bateu na tela enquanto Aideen soletrava as palavras.

— O que você está fazendo? — perguntei.

— Mandando uma mensagem ao meu irmão com o que significa menina bonita em irlandês, que vai ajudá-lo quando ele e Bronagh estiverem discutindo.

Eu ri. 

— Você acha que ela vai derreter?

Alec olhou para mim e assentiu.

 — Bronagh vai pensar que Dominic se esforçou para descobrir sua expressão de carinho para ela em sua língua nativa. Será uma foda instantânea para ele.

Meu rosto vincou. 

— Você é tão desagradável.

Alec riu.

 — Eu estou apenas cuidando do meu irmão.

Revirei meus olhos.

 — Que seja, vamos apenas arrumar meu cabelo para que possamos sair daqui.

— Eu concordo.

Aideen acenou para que a seguíssemos.

Alec me cutucou enquanto caminhávamos. 

— Temos todas as coisas materiais necessárias para este casamento, estamos muito bem preparados quanto a isso. Storm está sendo um cachorrinho bonzinho para Aideen, ele será feliz com isso, a propósito. Tudo o que precisamos é que você esteja pronta... você está?

Eu continuei olhando para frente enquanto caminhamos.

Eu estava pronta para enfrentar Jason, Micah e o resto da minha família louca?

— Nós vamos descobrir em breve.


Notas Finais


Vocabulário:

19 Calçado que não tem cadarços, é só deslizar o pé para dentro para calçá-lo. Eles também são conhecidos como iates.

20 Kitten


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...