1. Spirit Fanfics >
  2. Além da amizade >
  3. Capítulo 6

História Além da amizade - Capítulo 6


Escrita por: e EvelynSnape88


Capítulo 6 - Capítulo 6


Fanfic / Fanfiction Além da amizade - Capítulo 6 - Capítulo 6

Depois que arrumou suas coisas em seus aposentos, Narcisa resolveu que era o melhor momento de ir na casa de Snape, e conversar com ele sobre a idéia dele se esconder, afinal sabia que logo o ministério iria atrás dele para o levar para Askaban.

 

Mesmo sabendo de sua inocência ela sabia que isso era o melhor, afinal alguém que tinha a marca negra, não seria bem tratado.

 

Narcisa desaparatou de frente a casa de Snape e bateu à porta, olhando para os lados para ter certeza que não tinha ninguém vigiando a casa, e ficou feliz ao notar que os aurores pareciam acreditar que seria tão fácil prender Snape que ao menos se deram o trabalho de vigiar a casa

Depois de alguns minutos, o elfo a atendeu, e informou a Narcisa que Snape havia saido as pressas com a esposa para o hospital pois Hermione sentiu dor e que bebê estava querendo nascer. Infomou também que já fazia dois dias e que ainda não tinham retornado e nem mandado notícias. Narcisa ficou preocupada e desaparatou novamente com destino ao hospital bruxo.

Chegando ao hospital, ela logo conseguiu às informações que precisava para poder saber onde Snape estava.

Em minutos ela chegou ao segundo andar do Snts. Mungus, andar que era destinado à ala maternidade, e logo encontrou o berçário.

Pelo vidro ela pode ver Snape observando a encubadora onde seu filho estava.

Ela logo se dirigiu até ele que estava com um olhar preocupado e cansado.

 

- Severo porque não me mandou uma coruja avisando que Hermione tinha passado mal e veio pra cá? Como eles estão? - Ela olhou pela vidraça do berçario e ao ver o pequeno bebê de cabelos pretos iguais os de Snape, ela sorriu feliz.

 

- Narcisa, eu esqueci de avisar a todos, fiquei tão perdido que ainda não tinha avisado ninguém... Bom que você está aqui para me ajudar, eu não sei o que fazer... Hermione está em coma, os médicos estão esperando ver a reação dela as poções... Meu filho não corre risco de vida, está na incubadora pois nasceu prematuro, mas o médico me disse que ele está saudável... Eu só quero que Hermione acorde e fique bem para nós voltarmos para casa...

 

- Não se preocupe a partir de hoje sempre virei ajudá-lo. Pois, não sabe como eu sempre torci para que Draco me desce netos que eu pudesse mimar, como o mimei, mas isso acho que vai demorar. Então mimarei o seu filho.

- Só não o estrague tanto. - Ele olhou de forma ameaçadora para ela e depois deu um sorriso.

 

- Não se preocupe essa missão deixarei para você e Hermione.

Nesse momento o médico que acompanhava o quadro clínico do bebê apareceu.

 

- Senhor Snape tenho uma ótima notícia o bebê está de alta. - Snape abriu um sorriso.

 

- Dr. Posso pega-lo em meus braços?

 

- Claro, vou pedir a infemeira que dê um banho nele e o arrume para você levá-lo para casa, também vou passar orientações para como proceder nos primeiros dias com ele, ele ainda precisa de alguns cuidados especiais.- Snape olhou desconfiado para o medibruxo, fazendo com que Narcisa gargalhasse.

 

- Não se preocupe Severo. Eu sei muito bem cuidar de um recém nascido. Acho que o melhor é você ir cuidar da papelada para que ele receba alta, eu fico aqui.

 

Uma hora depois eles chegaram à casa de Snape.

Mesmo receoso, e desajeitado ele segurava o pequeno Alan com todo cuidado.

 

- Severo o que acha de colocar o bebê no berço e então conversaremos, assim ele não acordará? - Perguntou Narcisa enquanto segurava a pequena mãozinha do bebê.

 

Snape não queria deixar o pequeno Alan no berço, queria ficar o segurando para sempre.

 

- Vamos Severo, ele está dormindo, o coleque no berço, estaremos aqui do lado.

 

Snape colocou o bebê no berço e em seguida olhou para Narcisa.

 

- E agora? O que quer conversar?

 

Narcisa olhou para o estado de Snape e decidiu que antes da conversa Snape precisava de um banho e um café.

 

 

- Severo, antes, acho melhor você tomar uma banho e trocar de roupa... Vou falar para seu elfo fazer um café forte para tomarmos. - Snape assentiu, pois relamente precisava de um banho...

 

 

 

Depois que saiu do banho, ele convidou Narcisa para sentar na poltrona e pediu para o elfo trazer o café.

Enquanto tomava um pequeno gole de café, Narcisa resolveu que não poderia mais adiar, então, respirou fundo e disse calmamente.

 

- Não estou mais morando com Lucio.

 

- Isso é uma novidade e tanto, pensei que você nunca teria coragem de largar aquele covarde.

 

- Não me subestime, sabe bem que sou uma Sonserina corajosa.

 

- De fato. - Disse ele ainda pensativo. - Você se mudou para onde?

 

Ela então narrou para ele os últimos acontecimentos sem esconder nada.

 

- Eu sempre soube que o Black não gostava tanto assim do afilhado dele, digo até que ele não queria que o Potter vencesse a batalha,  se gostasse não o abandonaria, sempre soube que aquele cachorro sarnento não era de confiança.

 

- Sim! Pois, se realmente amamos alguém, permanecemos sempre ao seu lado. Do mesmo jeito que acho que você não ficará escondido não é? Tendo em vista que não vai abandonar o seu filho. 

- Eu não irei me esconder, eu não devo nada, eu não fiz nada do que estão me acusando... O ministério não pode simplesmente mandar me prender sem que eu possa me defender e sem sequer ter provas concretas.

 

- Severo, você sabe muito bem como funciona, eles te prendem, e lhe deixam sob os cuidados dos dementadores e se você sobreviver quem sabe depois passe por um julgamento. E se sair de lá quem garante que sairá bom do juízo, lembra-se que Bella antes de Azkaban era somente sádica, mas depois que saiu de lá ficou louca.

 

- Isso é completamente arcaico e desumano. - Snape fala passando as mãos nos cabelos. - Eu não vou deixar meu filho e minha esposa, eles são tudo na minha vida...

 

- Então tá bom Severo, não serei eu a discutir com você. A propósito se eles chegarem aqui hoje, quem cuidará do bebê até que Hermione saia do hospital, e não posso me tornar guardiã legal, afinal eles vão querer enviar o bebê para um orfanato até que Hermione saia do hospital. Acha que Hermione vai lhe perdoar algum dia por ter deixado o filho dela em um orfanato?

 

Ele ponderou por alguns minutos.

 

- Está bem sua bruxa manipuladora. - Ele sorriu quando Narcisa fez beicinho se fazendo de ofendida. - Mas saiba que só ficarei escondido pelo tempo que Hermione estiver internada. Além disso, quero que você vá vê-la amanhã, preciso saber como ela está.

 

- Vou sim! Vou amanhã cedo e após vamos para a casa de Draco, como disse você não pode correr perigo de ir para Azkaban Severo...

 

continua.....



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...