1. Spirit Fanfics >
  2. Além da Jornada >
  3. O METEORO

História Além da Jornada - Capítulo 1


Escrita por: twixtwixtwix

Capítulo 1 - O METEORO


14 anos atrás.

Em uma noite quente e abafada na ilha de Akala, Alola, 2 crianças deitadas sob a luz do luar observam os diversos cometas que passam rasgando o céu escuro, deixando uma trilha gigantesca de luz branca.

- Hens, é verdade que existem pokémon fora da terra?

- Acho que não maninha... Como eles devem respirar? E comer? E brincar? Imagina não ter nenhum amigo em um lugar tão vazio assim...

Hens e Alice, 8 e 5, toda noite deitavam em seu quintal junto do Litten, pokémon que nasceu de um ovo que os pais dos dois os deram para cuidar. O pai deles, era um nomeado engenheiro espacial de Hoenn, ajudou em muito as pesquisas sobre pokémon fora da terra e o espaço em si (como as crianças eram pequenas, não entendiam direito o trabalho do pai). 

Já a mãe deles, eram natural de Alola. Uma treinadora pokémon que viajou por Kanto e Unova durante a juventude, mas hoje, da aula na escola, com muito orgulho contanto as histórias de suas viagens e ensinando sobre o mundo pokémon. Alice continuou a conversa:

- É verdade, imagina se o Litten não tivesse ninguém para brincar com ele... deve ser bem triste :(

- Viu? Aposto com você que não existe nenhum tipo de pokémon fora daqui, né Litten?

- Miaaggnhu!!

- Noooosssaaa olha Hens, uma estrela cadente gigantesca!! Ela só aumenta de tamanho... deve ser bem especial! Vamo fazer um desejo, igual a mamãe ensinou pra gente! Tapu Lele, por favor, quando eu for mais 'grande', eu quero muito ter um pokémon e ser muuuuito amiga dele, pra gente brincar e se divertir muito!!

- Mas a gente tem o Litten, Alice!

- Eu seeeei, mas eu quero um que sempre esteja comigo, tipo o Ninetales do papai e Ninetales da mamãe.

- Não fala assim!! O Litten vai ficar triste >:(

- Não vai não, né Litten? Agora faz seu desejo antes que a estrela cadente suma, igual a mamãe ensin-

- Eu sei, eu sei, não precisa repetir. Tapu Lele, com a força dessa estrela cadente eu desejo der um treinador pokémon igual a mamãe!! Viajar, fazer amigos pelo mundo todo e conhecer muitos pokémon!!

- Eu prefiro o meu, o seu é muuuuito chato - Retrucou Alice.

- O seu que é chato >:(

Enquanto os dois discutiam, a 'estrela cadente' se aproximava mais e mais deles, quando estava muito perto, Alice viu de canto de olho e saiu gritando para o Hens sair dali. Hens pega Litten e sai correndo junto até uma pedra próxima. A estrela cadente se rebate no chão deixando um rastro de poeira enquanto cava o chão com a velocidade altíssima. Hens e Alice, assustados olham um pro outro enquanto Litten ficava na cabeça de Hens. Alice diz:

- Hens isso veio do espaço, melhor a gente chamar a mamãe!!

- Não precisa, vamos lá ver o qu-

- NÃOOO - Ela grita. - E se for do mal? E se atacar a gente Hens :(

- Alice, se fosse do mal, Tapu Lele teria vindo aqui pra proteger a gente, lembra o que a mamãe disse? Os guardiões das ilhas sempre aparecem quando sentem algo ruim por Alola.

- Você tem razão... mas você vai na frente!

Enquanto os dois andavam em direção ao meteoro, Litten ia um pouco mais atrás sempre alerta. Quando chegaram onde ele estava, os dois se olharam com muito espanto.

- Hens olha, é um pokémon!! - sussurrou Alice.

- Litten olha! É um pokémon mesmo!!

Enquanto Litten se aproximava para ver, o pokémon se levantava, Hens e Alice saíram correndo e gritando. Litten mais assustado que os dois, passou eles e chegou na pedra antes. Lentamente os dois se levantaram de trás da pedra, olhando fixamente pro pokémon. Flutuando, o pokémon olhava para os dois de costa. Eles não sabiam, mas era uma Lunatone. Confusa e desnorteada, ela tentava entender o que acontecia. Hens saiu de trás da pedra e foi até lá. Alice segurou seu braço e disse:

- Hens!! O que você tá fazendo, e se ele atacar a gente?

- Alice, ele parece confuso, a gente tem que ajudar ele, afinal, caiu do céu!! Você não iria querer ser ajudada se caísse do céu?

- Verdade... mas você vai na frente!!

Enquanto Hens caminhava em direção da Lunatone, Litten ia atrás dele, mas com menos medo. Quando Hens chegou perto, tentou conversar com o pokémon misterioso:

- Você tá bem? Não vai me atacar não né? Meu nome é Hens, eu quero só te ajudar, você tá machucado ou algo assim?

Lunatone, ainda confusa, olhou para Hens e girou a cabeça sinalizando que sim. Litten subiu no ombro de Hens e cheirou Lunatone. Ela demonstrou alegria com os olhos e Litten deixou de ficar preocupado. Hens chamou Alice, que mesmo que medo veio.

- Você não tá machucado não? A gente pensou que você era uma estrela cadente!! - disse Alice.

- Alice, pega na nossa bolsa que a mamãe preparou aquele remédio de emergência pro Litten!! 

Alice pegou e aplicou em Lunatone, que se sentiu mais aliviada ao ver que o pokémon não iria machucar eles. Hens e Alice continuaram vendo como Lunatone estava, a preocupação deles com o pokémon deixou Lunatone mais avontade. Após um tempo, a mãe dos meninos apareceu e eles explicaram a história. Ela explicou para eles que o nome do pokémon era Lunatone, e que ela vivia pelo espaço. 

- Mamãe, então realmente existem pokémon no espaço? - perguntou Alice.

- Hahahaha, é claro minha filha - disse Rebeca, mãe dos dois. - existem muitos pokémon que nós não conhecemos ainda, e muitos estão no espaço.

- Mamãe, eu já descidi, vou cuidar dela - com um brilho nos olhos e uma certeza no coração, alertou Hens - ela precisa de alguém, quero cuidar dela :D.

- Hmmm você ainda é muito novo filho, vamos fazer assim, por hora ela fica em nossa casa, quando você tiver idade para os desafios das ilhas, você pode batalhar ao lado da Luna, o que acha? 

- Mas e eu mamãe? Quero cuidar da Luna também! - disse Alice?

- Luna? - perguntou Hens? Alice por ser muito pequena, não conseguia pronunciar Lunatone, então dizia apenas Luna.

- Você também Alice, pode cuidar da Luna junto de seu irmão, assim como vocês já cuidam do Litten!

- Mas o papai vai deixar? Afinal já temos muitos pokémon aqui - perguntou Hens.

- Ele vai sim, afinal o que seria melhor para um estudante do espaço do que um pokémon vindo de lá, hein?!

O pai dos dois, Hélio, estava em Hoenn devido ao seu trabalho. Mas não era um pai ausente, muito pelo contrário, sempre que podia continuava em Alola. Luna e os meninos se davam bem, ela ainda tentava entender um pouco ao seu redor e a terra. Litten e ela se davam muito bem, ele amava brincar com ela. Alice sempre dormia junto de Luna, se sentia mais segura a noite. Hens sempre pedia para Luna levitar ele para pegar algumas berries com seu poder psíquico. Eles cresciam juntos e iam aprendendo um com o outro.

TEMPOS ATUAIS.

Após Hens conseguir passar por todos os desafios das ilhas em Alola, ele passou um tempo em Kanto visitando seus avós maternos. Eles eram donos de uma casa de banho quente. Litten, que agora já é um Incineroar, junto de Hens, ajudavam seus avós na mesma medida que treinavam. Luna, que agora viajava com Hens, ajudava nos treinos e aprendeu a lutar como nunca. Flygon, que também era pokémon de Hens, no qual capturou enquanto era apenas um Vibrava, na ilha de Ula'Ula, no deserto de Haina, era um pokémon fortíssimo que ajudou Hens a derrotar o velho Nanu. Durante sua estadia em Kanto, Hens recebeu um Poliwag de sua avó, que cuidou e treinou com muito carinho até se tornar um Poliwhirl. Em uma de suas conversas com seu avô, ele disse que gostaria de ir para Hoenn e treinar por lá também. 

Após voltar para Alola e passar um tempo lá, disse que iria se aventurar em Hoenn por um tempo. Seu pai, lembrou que ele poderia ficar na casa de seus outros avós se assim quisesse. Mas Hens queria aventuras e melhorar como treinador. Sua mãe, mesmo que outrora tivesse sido uma forte treinadora, não queria que Hens viajasse sozinho (instinto materno né? Que mãe quer o filho longe?). Depois de alguns dias, Hens foi para Hoenn. Ajudou seus avós paternos com algumas coisas e logo partiu da cidade de Slateport para sua grande aventura, descobrimento e muitas futuras reviravoltas.


























Notas Finais


Espero que vocês gostem. Tenho a história toda em minha cabeça, já pronta mas adoraria um feedback de vocês no que diz respeito aos personagens, suas personalidades e as atualizações que irei fazer com o decorrer do tempo. Agradeço!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...