História Além da morte (Degel X Kardia) - Capítulo 2


Postado
Categorias Saint Seiya
Tags Camus X Milo, Dégel X Kardia
Visualizações 39
Palavras 922
Terminada Não
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá amores miu eu tô aqui apulso,a autora me agrediu me levando pra fazer a segunda parte,é mentira tá não me mate ;-;" ok vim aqui fazer mais um cap PORQUE se não ela faz outro cap que eu adoro de coração 😍

Bom espero que gostem gente

Capítulo 2 - Sentimentos


     07 de agosto,13:09 da tarde

Após as palavras de Kardia para Degel, o coração do garoto derrotou feito gelo num sol escaldante,realmente eram grandes amigos 

Nada poderia tirar a amizade deles dois,bons amigos e estão descobrindo muitos desafios onde vão enfrentar no futuro,assim como ; Degel já começou a sentir e oque importa é que eles estão felizes...por enquanto.....é o que parece 

                Degel ONN

Apos Kardia dizer aquelas palavras senti meu coração explodir,uma sensação estranha ou se fosse possível meu coração poderia disparar até a boca 

Olhei novamente prós nossos dedos enrolados,vi os olhos perolares de Kardia brilhando feito diamante,senti minhas bochechas esquentarem com o rosto moreno e pálido de meu melhor amigo 

Toquei lentamente minha mão no seu rosto fazendo com dois dedos um carinho confortável,meus dedos novamente foram deslizando para suas bochechas que já estavam molhadas pelo choro feliz rodando e rolando no rosto dele,toquei na parte debaixo conhecida como lábios que eram macios,e delicados...me deu vontade de sentir o gosto,o sabor e o quanto eram macios 

Meus pensamentos foram cortados com Kardia ajeitando sua calça e me abraçando,seus braços me traziam uma sensação de conforto retribui lentamente sorrindo delicado 

Kardia-Você é meu melhor amigo..nunca se esqueça do quanto é nossa amizade..que não vale um centavo, pode ser? 

   - Nunca me esquecerei

Separei ele do meu abraço sorrindo 

- Preciso ir - falei - até mais tarde Kardia - beijei a sua bochecha colocando meus pés em nas pontas,sorrir saindo dali 

Quando dava passos pequenos eu olhava para Kardia que estava ali sorrindo já tomando sua direção 

              Kardia ONN

Aquilo...foi..DEMAIS foi o melhor dia que pude sentir em toda minha vida,nunca senti algo tão forte pelo meu amigo 

Sorrir delicadamente tomando minha direção indo pra casa,pois já era uma hora da tarde precisava me arrumar para uma reuniao importante ná na casa do Dege,aliás fui convidado com minha família pois era uma reunião importante

            Kardia OFF 

Após ter se passado algumas horas,chegou o horário da famosa reuniao na casa de Degel esperava ansiosamente apenas uma certa pessoa que estava demorando demais 

Queria se divertir,ficar cumprimentando a família ou sentindo lágrimas sobre a morte de seu pai era demais,mais ficou triste também 

Estava vestindo,uma calça preta meio rasgada,com um pouco de meus cabelos os prendi,uma blusa de manga curta com um casaco na cintura os filhos dos amigos de minha mãe e meu pai me olhavam com um certo prazer,corei forte e tremendo uns primos meus sorriram para mim e ouvi alguns dizerem que eu era lindo 

Passousse alguns minutos e vi a família Escorpions chegando,sorrir vendo Kardia chegando com uma camisa azul marinho com mangas curtas,calça dins rasgada cabelos soltos deixando um ar mais lindo,eu e ele usávamos colares simples 

Eu andava na direção dele mais quase fui atropelado com Camus e Milo correndo para se abraçarem,balancei a cabeça rindo baixo assim como Kardia 

  Kardia: Você tá lindo? 

Corei forte 

 Degel:  O-br-igada - sorrir - vamos ao meu quarto 

Kardia: Ok amigo 

Nossos pais amigos e familiares falaram bastante,meu irmão e Milo brincavam bastante 

Agora eu estava sentado na cama assistindo com Kardia,deitei lentamente sentindo meus olhos pesados 

Não demorou muito para eu adormecer 

              Uma hora depois 

Abri meus olhos lentamente,Ainda era de noite acabei dando um cochilo,meus olhos estavam pesados e minha roupa estava trocada,Corei muito forte sentindo que alguém trocou minha roupa,percebi e dei graças a Deus de quem a trocou foi minha mãe

Me levantei abrindo a porta de meu quarto olhando devagar e com cuidado olhando minha família e o resto do povo dando alguns abraços e indo embora 

Percebi que a família Scorpions iria demorar mais e vi que Kardia não estava lá 

Subi mais as escadas para o terceiro andar onde era uma piscina bastante grande e sabia que Kardia sempre amava ficar lá 

Abri a porta e o vi longe deitado com os olhos fechados,ao ver mais de perto Corei bastante e muito 

Ele tinha deixado sua blusa em sua barriga mais suficiente para aparecer sua barriga,seu corpo era meio definido mesmo tenho 9 anos,seus cabelos bagunçados e espalhados pelo seu corpo,sua calça dins o destacava e estava de tênis 

Me sentei delicadamente ao lado dele sorrindo 

Degel: Tao lindo..ao mesmo tempo tão gentil e forte 

Não sabia se poderia fazer isso,mais toquei lentamente em seu peito ele estava realmente dormindo 

Após virar os olhos para cima senti uma mão quente sobre a minha 

O olhei assustado e corado ele estava segurando minha mão e ainda colocando minha mão gelada sobre o frio vento Ali ele estava segurando realmente minha mão em seu peitoral não muito definido 

Meu coração estava acelerado seus olhos azuis brilhavam e me olhava,olhei para ele mãos próximo enquanto ele enrrolava o braço dele sobre a minha cintura; corei mais o olhando nos fundos dos olhos 

ele levou uma mexa de cabelo minha atrás da minha orelha fazendo ele corar mais 

Ele me beijou rápido tudo isso que ele fez foi rápido...ele me beijou,senti seus lábios mexerem na meus pedindo para eu retribuir,rapidamente retribui aquele beijo doce,calmo,apaixonado os lábios eram quentes ele tocou mais fundo e apertado na minha cintura,sua outra mão foi até em minha nuca e eu colocando lentamente meus braços em seu peitoral 

Após o beijo pequeno eu me levantei o derrubando devagar,corei forte 

Kardia: E-u posso explicar 

Iria pronunciar mais ouvi a voz da mãe de Milo o chamando ele me olhou saindo andando mais correu rápido para fora 

Me sentei no chão corado colocando meus braços ao redor de minhas pernas e cabeça nos joelhos 

             Oque foi isso...



 Continua...











Notas Finais


Espero que tenham gostado ^^
MILO-AI CARAI


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...