História Além do Horizonte. - Capítulo 19


Escrita por:

Postado
Categorias How to Get Away With Murder, Suits
Personagens Connor Walsh, Oliver Hampton, Personagens Originais
Tags Ação, Advogados, Drama, Família, Filhos, Intrigas, Mentiras, Relacionamento Pais, Romance, Sexo
Visualizações 35
Palavras 822
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Lemon, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi, gente os capítulos então pequenos, mas prometo postar todos os dias.

Capítulo 19 - Descobrindo sentimentos


Fanfic / Fanfiction Além do Horizonte. - Capítulo 19 - Descobrindo sentimentos

Nós almoçamos, a comida de Marta era maravilha eu estava sentado à mesa do lado de Oliver, ele agora estava mais feliz, sorrindo

Natália estava se preparando para voltar, ela tinha que trabalhar no outro dia cedo.

__Eu já vou indo, Connor como vai fazer, não trouxe nada para passar o fim de semana, hoje ainda é sexta.

_Não se preocupe Oliver vai me levar a uma loja de departamento, compro uma duas calças algumas camisas e tudo certo.

__Tudo bem, fico feliz que se acertaram...

__Eu também.__Oliver da um abraço na amiga e sussurra em seu ouvido.

__Obrigado...

__Até segunda então.

Ela entra no carro, ficamos ali vendo o veículo se afastar.

__Oliver, podemos ir à loja agora? Eu queria comprar algumas coisas.

__Claro, podemos ir na caminhonete do meu avô.

Entramos e pegamos a chaves com Nick.

__Quer dirigir meu amor.__Pergunto, Oliver tinha um olhar estranho.

__Não...eu não quero dirigir...pensando melhor eu não quero ir à loja, você se importaria de ir sozinho?

__Oliver está tudo bem?

__Está...eu só não quero ir...não quero sair..., mas está tudo bem...não me olha assim.

__Ei...tudo bem, eu vou à loja sozinho...esta tudo bem.

Acompanho Oliver para dentro da casa, ele sobe para quarto acho estranho aquele comportamento, mas deixo passar conversaria com ele mais tarde. Chego a loja compro dois pares de roupas, e alguns ités de Higiene pessoal, volto para o rancho, entro na sala Marta esta sentada conversando com Nick, vejo um clima tenso e pergunto se havia algo errado.

__Está tudo bem? Oliver está bem...

__Não, Connor Oliver não esta bem ele fica repetindo que tá tudo bem que ele está bem, mas não é verdade, ele tem tido pesadelos e desde que recebeu alta não saiu desse rancho, estou preocupada.

__Olha eu vou falar com ele Marta, vai ficar tudo bem.

__Marta, posso subir até o quarto de Oliver?

__Claro querido, já providenciei toalhas e lenções limpos para vocês, Connor sei que são namorados e vão querer dormir juntos, não tem problema, agora vai, ele não saiu do quarto desde que você saiu.

Subo as escadas e bato na porta do quarto de Oliver levemente, e entro Oliver estava sentado em uma poltrona em um canto do quarto.

__Oi...como esta se sentindo?

__Eu estou com medo, tenho pesadelos sinto como se tudo e todos fossem uma ameça e que aqueles homens vão me pegar novamente...

__Oliver...é normal se sentir assim, você foi vítima de um ato violento, quase morreu então todo esse sentimento é normal, vem cá.__Abraço Oliver ele tremia, beijo seus lábios e vou descendo vagarosamente, Oliver respira rápido, e geme, mas não era de prazer, ele começa a chorar e tremia ainda mais.

__Connor...não..eu não posso...

__Ei...tá tudo bem, calma eu não me importo, vem aqui.

Me deito na cama e coloco Oliver ao meu lado, tento acalma-lo, ele volta a respirar normalmente, ficamos ali deitados ate que percebo que ele tinha adormecido, saio da cama bem devagar, guardo tudo que comprei no armário, e desço para conversar com Marta.

__Ele dormiu, Marta Oliver esta tomando alguma medicação.

__Alem de analgésicos, não porquê?

__Olha eu não sou medico, mas acho que Oliver pode precisar de ajuda especializada.

__Meu Deus...o que fizeram com meu neto.

__Marta eu sinto muito...

__Isso tudo é culpa sua, seu pervertido, você colocou meu neto nesta situação.

__Nick...para não é culpa dele.

__Como você pode defende-lo Marta, Oli foi vítima de pessoas que não aceita esse tipo de comportamento.

__E você esta agindo igual a eles querido, e a não ser que você queira ir dormir no celeiro sugiro que peça desculpa a Connor.

__Marta, não precisa esta tudo bem.

__Não Connor, não esta tudo bem, não vou admitir preconceito contra meu neto, nem mesmo do avô dele.

__Tá...desculpa, eu não quis dizer isso.

__Connor vai ficar com Oliver, quem sabe com você ao lado dele, ele durma melhor.

Volto para o quarto, as palavras de Nick não me atingiram em nada, não era nada que eu já não tivesse ouvido, do meu pai, troco de roupa visto o pijama que tinha comprado, me deito ao lado dele com cuidado, não queria acorda-lo, ele se aconchega em mim, eu o abraço, ele sussurra.__Amo você...e o sono o leva novamente.

Amanhece, abro os olhos para ver Oliver olhando para mim__Bom dia!

__Bom dia, querido.

Oliver me olhava com uma profunda treisteza.

__Connor, pode me desculpar.

__Te desculpar? pelo que?

__Ontem, quando você estava me tocando, eu me apavorei e você sabe...

__Oliver...não tenho que te desculpar de nada... Olha nós vamos superar tudo isso, tá bom?

__Eu sinto muito...eu não sei o que esta acontecendo, ontem quando você estava me tocando eu sentia as mãos daqueles homens, eu não pude evitar Connor... eu queria muito você, mas não consegui...me desculpa se você quiser ir embora...

__Oliver olha para mim, eu não vou a lugar nenhum, vamos superar tudo isso ok, eu e você juntos.


Notas Finais


amanha tem mais. beijos


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...