História Além do Passado. - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Draco Malfoy, Hermione Granger
Tags Amor, Brigas, Draco Malfoy, Drama, Dramione, Futuro, Hermione Granger, Magia, Passado, Presente, Redenção, Romance, Superação
Visualizações 137
Palavras 4.170
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Hentai, Literatura Feminina, Magia, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá amores.
Espero que vocês estejam gostando da fic.
Por favor comentem, eu quero saber a opinião de todos.
Xoxo Nadine

Capítulo 3 - Capítulo 2


Fanfic / Fanfiction Além do Passado. - Capítulo 3 - Capítulo 2

Hermione jogou-se na cama irritada, sabia que Gina tinha ido se deitar quando não encontrou mais ninguém no salão comunal depois que ela chegou da reunião com a diretora.

_ Pensei que você iria dormir na sala de diretora. – Resmungou Gina saindo do banheiro e deitando ao lado da amiga sorrindo. _ Que cara de cú é essa? Pensei você fosse voltar toda feliz da sala da diretora.

_ Eu virei babá do Malfoy. – Rosnou Hermione fazendo com que Gina risse. _ Diretora Minerva disse que agora nós somos apenas um, se ele fizer merda isso vai acabar na minha ficha imaculada. Eu quero morrer.

_ Pelo menos o Malfoy é bonito, poderia ser pior. – Falou Gina fazendo com que a morena encarasse a amiga indignada. _ O que? Vai me falar que você nunca olhou para o Malfoy com olhos diferentes, ele é um pão.

_ Gina! – Exclamou Hermione encarando a amiga e começando a corar, nunca imaginou a sua amiga falando aquilo. _ Deixa Harry ouvir você falando assim.

_ Eu posso estar namorando, mas, não sou cega e Malfoy sempre chamou a atenção de todas as garotas desse castelo. – Falou Gina encarando a amiga e dando de ombros. _ E parece que esse ano ele está ainda mais bonito, não tem mais aquela áurea sombria em torno dele e a bunda dele continua maravilhosa.

_ Ginevra Weasley! – Exclamou Hermione jogando o seu travesseiro na amiga e fazendo com que ela gargalhasse. _ Vá dormir, nós temos aula amanhã e eu não quero ouvir você falar sobre a bunda de Draco Malfoy, você está com a mente muito poluída.

_ Repare na bunda dele que você ficar com a mente tão poluída quanto a minha. – Avisou Gina saindo da cama da amiga. _ É melhor você ir tomar o seu banho antes que as outras meninas cheguem ou você vai passar um século esperando por elas.

         Hermione concordou e pegou o seu pijama e os seus produtos de higiene pessoal e entrou no banheiro, tentando tirar as coisas que Gina tinha falado da sua cabeça, nunca tinha pensando que a amiga era tão tarada para notar na bunda da fuinha albina. Tomou o seu banho e jogou-se a cama, sabia que iria ter um dia infernal no dia seguinte e não queria ter que se levantar, pois, só de lembrar que ela iria ter que passar o dia inteiro ao lado do loiro já fazia com que ela perdesse todo o seu entusiasmos em seu primeiro dia de aula.

         Draco jogou-se na cama rindo, nunca pensou que McGonagall iria lhe dar um ano espetacular, ele iria deixar Hermione Granger maluquinha e isso lhe deixava mais satisfeito para concluir aquele ano em Hogwarts, já que ele tinha voltado para aquele maldito castelo apenas por um pedido da sua querida mãe.

_ Ei Drake você está feliz. – Falou Blásio jogando uma almofado no amigo. _ O que aconteceu no escritório da McGonagall que mudou o seu humor radicalmente? Pensei que ela tinha lhe chamado apenas para reforçar as exigências sobre a sua permanência no castelo.

_ Eu ganhei uma babá. – Respondeu Draco vendo o amigo arquear uma sobrancelha. _ E ela é Hermione Granger, eu irei fazer da vida dela o meu inferno particular. Irei fazer ela sentir na pele tudo que eu sofri por causa dela nos últimos anos. Granger vai desistir de tudo e voltar para casa chorando antes que esse semestre acabe.

_ Vocês dois vão acabar se casando com esse amor reprimido. – Resmungou Blás jogando-se na sua cama e ouvindo a risada sarcástica do amigo. Ele sabia muito bem que o amigo era apaixonado pela rata de biblioteca desde o primeiro ano, ele apenas não admitia aquilo para si e aquilo poderia fazer com que ele perdesse a única mulher que ele amava. _ Me chamem para padrinho quando isso acontecer. Agora é melhor você deixar os seus planos maquiavélicos para amanhã, pois, está tarde, eu quero dormir e amanhã nos temos todos os horários cheios.

         Draco bufou e colocou os braços musculosos atrás da cabeça e sorriu, ele podia ser apaixonado pela Granger, mas, ele nunca iria dar o braço a torcer. Iria mostrar a Granger que quem daria as cartas naquele ano era ele e a morena teria que jogar o seu jogo se quisesse terminar aquele ano. Seu uma risada e levantou-se quando viu Safira bater na janela do dormitório.

_ Olá amiguinha. – Sussurrou ele acariciando a plumagem da coruja e lhe colocando no poleiro. _ Descanse Safira, mandarei a resposta para mamãe amanhã.

         Ele sentou-se na cama e abriu o pergaminho.

Olá meu querido.

Meu lindo filho, como estão as coisas em Hogwarts?

Espero que o castelo esteja ainda mais bonito que antigamente. Por favor me mande notícias, estou me sentindo solitária nessa mansão enorme apenas com Wink para conversar. Espero que você esteja bem meu filho.

Cuide-se. Por favor não apronte esse ano e divirta-se, esse é o seu último ano em Hogwarts, então faça valer a pena, curta cada momento meu querido e venha visitar a sua velha mãe nos feriados.

Com amor.

Narcisa Malfoy.

_ Como se eu conseguisse aproveitar alguma coisa com Granger no meu pé mamãe. – Resmungou ele guardando o pergaminho dentro do seu malão e jogou-se na cama. _ Mas, eu prometo que irei me divertir muito as custas da rata de biblioteca.

         Ele fechou as cortinas da sua cama e fechou os olhos, quem sabe uma noite bem dormida não fazia com que ele tivesse ideias para perturbar Hermione Granger no dia seguinte.

         Hermione acordou no dia seguinte assim que sentiu os primeiros raios de sol batendo o seu rosto, levantou-se e pegou o seu uniforme e foi na direção do banheiro, tomou um banho rápido e amarou os cabelos em um coque frouxo e passou um gloss nos lábios antes de sair do banheiro, vendo que a fila atrás de si estava enorme.

_ Bom dia Gina. – Saudou ela sorrindo e vendo a amiga lhe encarar com a cara sonolenta e mau humorada. _ Melhore essa cara, é o nosso primeiro dia de aula.

_ Mione, você é a única pessoa animada para isso. – Resmungou a ruiva enquanto procurava o seu uniforme. _ Bom dia, por favor me espere para irmos até o salão principal juntas.

_ Se você não demorar muito. – Falou Hermione enquanto arrumava a sua mochila. _ Eu preciso tomar café, tenho que encontrar Malfoy antes que ele manche o meu currículo e tenho reunião dos monitores mais tarde. Ah e a diretora vai nos levar até o salão comunal dos monitores chefes.

_ Você vai ganhar um quarto privativo? – Perguntou Gina encarando a amiga com os olhos arregalados e vendo ela assentir. _ Isso é muito maneiro, nós iremos aproveitar muito esse salão comunal.

_ Sinto lhe informal, mas, eu irei dividir ele com o Malfoy. – Avisou Hermione vendo o amigo da amiga aumentar. _ Não me olhe com essa cara, eu não irei cair nas suas artimanhas, deixar você e Malfoy juntos é apenas para me dar dor de cabeça. Então vá se arrumar ou eu irei deixar você sozinha.

_ Você está muito chata Mione. – Resmungou Gina indo na direção do banheiro e deixando Hermione ali arrumando a sua mochila, sabia que ela não iria a lugar nenhum sem si. _ Parvati sai desse banheiro ou eu irei tirar você pelos cabelos daí de dentro, pois, você está a meia hora dentro desse banheiro.

_ Gina você está estressada demais. – Resmungou a garota saindo do banheiro. _ Deveria estar tranquila como Mione, ela não está estressada no primeiro dia de aula.

_ Ela vai passar o dia inteiro com Draco Malfoy, se isso acontecesse comigo eu também não estaria bem desestressado. – Falou Gina entrando no banheiro e vendo o olhar furioso de Hermione sobre si.

         Hermione respirou fundo para não matar Gina e voltou a sua atenção para os seus materiais, ouvindo as piadinhas das suas colegas de quarto sobre ela estar de babá da fuinha Malfoy.

         Gina agarrou o braço da amiga e lhe puxou para o salão principal, estava morrendo de fome e queria saber das primeiras fofocas de Hogwarts, já que as aulas não começavam realmente enquanto não tivesse uma fofoca das boas para ser espalhada pela escola.

_ Bom dia Nev. – Saudou Hermione beijando o rosto do amigo e sentando ao seu lado. _ Não ligue para o que Gina fala, ela não está bem hoje.

_ Como você está chata Hermione. – Resmungou a ruiva sentando-se do outro lado do garoto e fazendo com que ele encarasse as duas confuso. _ Não posso fazer nada se o seu humor não está bom nessa manhã.

         Hermione revirou os olhos e começou a servir o seu café, não iria mais discutir com Gina, sua amiga ainda iria lhe atormentar muito por causa do seu papel de babá de Draco Malfoy.

_ Parece que a fuinha ainda é o garoto mais desejado de Hogwarts. – Comentou Gina baixinho fazendo com que a morena revirasse os olhos e visse Malfoy entrar no salão principal cercado por algumas sonserinas. _ Não fique com ciúmes Mione, você ainda é a babá preferida dele.

_ Gina, eu irei entupir a sua boca de comida, assim você não fala besteira. – Resmungou Hermione voltando a tomar o seu café. _ Você está insuportável com esse assunto, eu deveria ter mantido a minha boca fechada e deixado você curiosa.

         Gina sorriu para a amiga e começou a tomar o seu café, não iria conseguir ficar de boca fechada, sabia que aquela história ainda iria render varias piadinhas da sua parte e quem sabe ela não iria conseguir juntar aqueles dois, pois, Hermione podia negar com todas as suas forças, mas, ela sabia muito bem que tinha uma tensão sexual entre eles.

         Draco sentou-se na mesa da sonserina se livrando das garotas que vinham falando nos seus ouvidos desde as masmorras, as vezes era tão cansativo ser o garoto mais desejado da escola, encarou Blás que estava dormindo sobre a mesa e babando encima do seu prato, as vezes o seu amigo era nojento demais, Pansy estava do lado do namorado tomando o seu café tranquilamente e sem ligar para ninguém a sua volta e Theodore deveria estar comendo alguma menina em uma das salas vazias, se ele conhecia o seu querido amigo ele não iria perder tempo.

_ A Weasley não para de encarar você. – Comentou Pansy quando terminou de tomar o seu café. _ Não me fale que você pegou a garota do Potter.

_ Eu não me rebaixaria a tanto. – Resmungou Draco fazendo com que a amiga arqueasse uma sobrancelha. _ Juro a você que nunca coloquei um dedo encima da Weasley Pansy, meus sentimentos pela amiga dela podem ser confusos, mas, eu nunca nem ao menos olhei para a Weasley desse jeito. Não sei porque ela está me encarando.

_ Você fez alguma coisa contra a Granger? – Perguntou Pansy cruzando os braços, Draco as vezes dava trabalho demais, ele e Theodore ainda iriam lhe deixar de cabelos brancos antes do tempo. _ Draco Malfoy!

_ Eu não fiz nada Pansy, nem ao menos cheguei perto da Granger hoje. – Respondeu ele cruzando os braços irritado, odiava quando a amiga começa a lhe fazer aqueles interrogatórios intermináveis, ela estava pronta para fazer outra pergunta quando Theodore se aproximou deles rindo.

_ Festinha de boas vindas hoje na sala precisa. – Avisou ele encarando os dois sorrindo e batendo na cabeça de Blás para que ele acordar. _ Avisem as pessoas e não deixem com que nenhum professor escute as conversas paralelas, deu muito trabalho conseguir organizar isso sem que ninguém soubesse e não convidem pessoas chatas.

_ Pode deixar Nott. – Falou Pansy levantando-se. _ Eu estou de olho nos três, então sem confusões no primeiro dia de aula. E Draquinho, não se esqueça que você tem um encontro com a diretora depois do café da manhã.

         Draco resmungou alguma coisa e concordou voltando a conversar com Theodore sobre aquela festinha de boas-vindas, era disso que ele estava precisando, de algo para animar o seu dia que iria ser um tedio ao lado de Granger. Ele caminhou pelos corredores indo na direção do escritório de Minerva, sabia que logo a morena iria estar ali e ele não iria perder a oportunidade de infernizar um pouquinho o dia dela.

_ Está atrasado Malfoy, iremos perder o primeiro tempo se você continuar a andar com esse passo de tartaruga. – Resmungou Hermione com os braços cruzados fazendo com que ele revirasse os olhos. _ Eu não irei deixar com que você estrague o meu ano ou o meu currículo por causa das suas confusões.

_ Me poupe da sua voz irritante logo cedo Granger. – Pediu ele encarando a morena e sorrindo sarcasticamente para ela. _ Onde está McGonagall? Não sou eu quem está atrasando você Granger e sim a nossa querida diretora.

         Hermione respirou fundo para não retruca-lo e cair no joguinho sem graça de Malfoy e cruzou os seus braços esperando pela professora que logo apareceu os levando para o corredor longe dos salões comunais das suas casa.

_ A senha é união. – Informou Minerva encarando a menina que estava pintada no quadro e sorriu para ela. _ Os quartos já estão decorado com as cores das suas casas, o salão e o banheiro serão divididos pelos dois. Não se matem ou eu irei ficar sabendo. Aprendam a conviver e vocês podem conhecer ele depois, já que os dois estão atrasados para as primeiras aulas e se esqueçam, os dois tem que estar juntos em todos os momentos.

         Hermione bufou e saiu do salão rapidamente, sua primeira aula era de runas, pelo menos ela teria um pouco de paz, pois, não teria que aturar nem Gina ou Malfoy na sua cabeça por uma hora e isso era fantástico. Ela suspirou irritada quando descobriu que a sua próxima aula era DCAT com a sonserina, iria ter que aturar Malfoy e Ginevra durante dois períodos, isso iria acabar com o seu dia, andou pelos corredores apressadamente, não queria levar uma detenção no seu primeiro dia se aula, entrou no sala e viu que tinham apenas alguns alunos e resmungou algo andando até onde o loiro estava sentado ao lado de Theodore Nott.

_ Precisa de algo Granger? – Perguntou Nott a encarando e sorrindo sarcasticamente. _ Eu não tenho horários vagos hoje para uma sessão de amassos, mas, podemos resolver isso amanhã.

_ Eu só não vou estupora-lo Nott, pois, eu não quero uma detenção no meu primeiro dia. – Avisou ela encarando o garoto furiosa. _ E saia daí que quem vai sentar com o Malfoy sou eu.

_ Como? – Perguntou ele encarando o amigo com uma sobrancelha arqueada. _ Qual a parte da história que eu perdi?

_ Ela é minha babá. – Respondeu Draco sorrindo quando viu a morena revirar os olhos. _ A diretora acha que eu preciso de uma e colocou a Granger no papel de babá, então faça o que ela pede Theo ou ela vai chorar nos ombros da McGonagall.

_ Desculpe-me Granger, não queria atrapalhar o seu trabalho. – Ironizou ele rindo e pegando os seus materiais. _ Draco meu amigo, McGonagall adora você, ela lhe deu uma babá gostosa. Não quer mais alguém para cuidar Granger? Sabe acho que nós três iriamos nos divertir muito juntos.

_ Vá para o inferno Nott. – Mandou-a sentando-se irritada e cruzando os braços, por isso ela nunca confraternizou com os sonserinos, eles eram irritantes. _ E eu não sou sua babá Malfoy.

_ Ela é arrisca Draco, cuidado. – Falou Theodore rindo. _ Nos vemos mais tarde, claro se a Granger deixar você se divertir um pouco sozinho essa noite.

         Ele saiu rindo e sentou-se ao lado de Blásio que estava encarando o casal na sua frente animadamente.

_ Não precisa ficar emburrada Granger, se vai ser a minha babá pelo resto do ano vai ter que se acostumar com Blásio, Theodore e Pansy, eles são meus amigos e parece que iremos conviver a partir de agora. – Informou Draco ouvindo um gemido frustrado da morena ao seu lado que estava procurando o seu livro dentro da mochila. _ Mas, é claro que você pode pedir arrego para a diretora.

_ Eu nunca faria isso Malfoy. – Disse Hermione o encarando irritada. _ Então cale a boca, pois, a sua voz me irrita profundamente.

_ Como se eu fizesse o que você mandasse Granger. – Falou ele sorrindo, adorava ver a morena irritada e estava vendo que iria começar a fazer isso mais vezes apenas para ver ela perder aquela pose de boa moça.

         Hermione deu graças a deus quando o novo professor de DCAT entrou na sala, ninguém o conhecia, mas para que a diretora McGonagall tivesse o contratado para dar aulas na escola ele deveria ser qualificado para a função.

_ Bom dia alunos, eu sou Antonie Dipper, serie o professor de Defesa Contra as Artes das Trevas esse ano. – Disse ele colocando a sua pasta sobre a mesa e virando-se para os alunos. _ Sou francês e lecionei essa mesma matéria em Academia de Magia Beauxbatons e por um convite da diretora McGonagall resolvi lecionar esse ano em Hogwarts, soube que temos alguns heróis de guerra nessa sala, mas, saibam que eu não irei dar colher de chá para ninguém, então para aqueles que não estão com vontade de lecionar a minha matéria é melhorem se retirar agora. Abram o livro na página 207, iremos começar com a matéria e quem sabe no seguindo tempo se vocês tiverem entendido alguma coisa, eu faço um passe um pequeno desafio para os alunos do sétimo ano, já que vocês já devem estar cansados de teoria e eu adoro falar e encher as suas mentes jovens de teoria brilhantes.

_ Ouviu Granger, ele não vai puxar o seu saco apenas porque você salvou o pescoço de Potter durante toda a vida dele. – Sussurrou Draco vendo a morena cerar os punhos e sorriu com aquilo.

_ Como se eu precisasse disso Malfoy. – Falou ela respirando fundo, não iria cair no joguinho de Malfoy, ela era mais sensata que isso. _ Pelo menos ele não vai puxar o saco de um ex-comensal como você.

         Draco rosnou e virou-se para sempre, se Granger estava achando que ele iria se rebaixar e discutir com ela sobre aquilo ela estava muito enganada, ele iria fazer muito pior quando ela estivesse desprevenida, sabia muito bem que ele teria tempo para isso.

         Hermione resolver prestar atenção no que o professor falava e esquecer a doninha que estava ao seu lado, estava cansada de ficar ouvindo as provocações do loiro sem poder fazer nada e ele estava muito enganado se estivesse pensado que com aquilo ela iria pedir para que a diretora lhe livrasse dele.

_ Muito bem senhorita Granger, 10 pontos para a Grifinória. – Falou o homem encarando a garota que estava sorrindo quando acertou mais uma das suas perguntas. _ Estou vendo que pelo menos alguém está prestando atenção no que eu estou falando aqui na frente.

_ Não se iluda professor, Granger deve ter decorado esse livro nas férias. – Disse Draco fazendo com que todos os sonserinos rissem. _ Já que ler é a coisa mais interessante que ela faz na sua vidinha medíocre.

_ Senhor Malfoy menos dez pontos para a Sonserina pela falta de respeito com a sua colega. – Informou o professor fazendo com que o sorriso do loiro sumisse aos poucos. _ E fale mais uma vez sem a minha permissão que o senhor vai parar no escritório da diretora e pelo que ela me informou, você não pode sair um centímetro da linha.

         O loiro encarou o professor furioso ao ouvir as risadas vinda da parte grifana da sala, ele iria mostrar para aquele imbecil que ele não era um menininho que tinha medo das suas ameaças, ouviu Granger engolir a risada do seu lado e voltar a prestar atenção na aula, ela era outra que iria ter um castigo merecido por estar fazendo aquilo com ele.

         O resto da aula se passou rapidamente e o professor não passou o desafio que tinha prometido no começo, pois, eles estavam eufóricos demais e nem ao menos iriam prestar atenção no que ele estava fazendo ali na frente e iriam ter que mudar muito para conseguirem lhe acompanhar por aquele ano.

         Hermione jogou a sua mochila nas costas quando a aula terminou e saiu da sala rapidamente, mas, não chegou muito longe, pois, um certo loiro lhe puxou pelo quarto e jogo-a dentro de uma sala irritado e fazendo com que a garota tirasse a sua varinha de dentro da bota e apertasse na jugular do loiro.

_ Ficou maluco Malfoy? – Perguntou ela irritada apertando mais forte a sua varinha no pescoço dele vendo o sorriso debochado no rosto dele. _ Faça isso na sua vida de novo e eu não irei deixar isso passar barato.

_ Você se acha a gostozona não é Granger? – Perguntou ele jogando a garota contra a parede e segurando as suas mãos dela contra a parede e vendo os olhos dela ficarem nebulosos, Granger estava com medo dele e isso fez com que o rosto desse mais um pequeno sorriso. _ Se você não percebeu, eu não tenho medo de você e sou mais forte e maior que você.

_ Me solte agora fuinha. – Mandou-a tentando se livrar do aperto do loiro, mas, o ele estava apertando os seus punhos firmemente sem que machucasse a morena e ela estava incomodada com aquilo, não gostava naquela proximidade com o loiro. _ Eu não tenho medo de você.

_ Desculpe-me estragar os amassos de vocês, mas, Draco nós temos aula. – Falou Blásio encarando o casal e sorrindo para os dois. _ Você e Granger iram ter muito tempo para isso mais tarde na festinha de Nott. Agora vamos de uma vez, pois eu não irei levar uma detenção no meu primeiro dia de aula.

         Blásio puxou o amigo para longe da garota e continuou o seu caminho com o amigo resmungando ao seu lado.

_ Você não consegue manter a língua dentro da boca? – Perguntou Draco quando eles se afastaram o suficiente para que Granger não ouvisse o que eles conversavam. _ Você acabou de acabar com a nossa festa.

_ O máximo que a Granger pode fazer é avisar para a diretora e ela não faria isso, pois, a Weasley nunca deixaria. – Disse Blásio encarando o amigo. _ Então, pare de ser chato e comece a andar mais rápido, pois, você não vai querer ver Pansy irritada conosco.

         Draco resmungou e começou a andar mais rápido ao lado do amigo, ele não sabia se matava Blásio por ele ter aberto a boca e falado para Granger sobre a festa ou por ele ter atrapalhado o seu momento a sós com a morena.

         Hermione arrumou a sua roupa e saiu daquela maldita sala andando apressada para a sua próxima aula.

_ Mione onde você estava? – Perguntou Gina sorrindo para a amiga quando ela sentou ao seu lado. _ Pensei que iria perder essa aula.

_ Estava resolvendo um pequeno problema. – Respondeu ela suspirando. _ Você está sabendo alguma coisa sobre uma festa de Theodore Nott essa noite?

_ Shiiu. Não fale isso alto. – Mandou Gina a encarando. _ Claro que eu sabia, é a festa mais proibida e excitante do primeiro dia de Hogwarts. Como você ficou sabendo disso? Você sabe onde vai ser? Eu estou louca para ir a essa festa desde o meu quinto ano, mas, você sabe como esses sonserinos são.

_ Eu não sei onde vai ser. – Respondeu Hermione cruzando os braços. _ Isso é ilegal, se a diretora descobrir sobre isso todos estarem ferrados, principalmente Theodore Nott.

_ Você não vai falar absolutamente nada. – Avisou Gina ouvindo a amiga bufar. _ Todos iram saber que foi você que os dedurou e a sua vida vai virar um inferno. Você poderia descolar apenas o lugar dessa festinha, nós iriamos ser as únicas grifanas no ninho das cobras.

         Hermione bufou e balançou a cabeça negativamente, ela não sabia como ainda se surpreendia com o que Ginevra falava, era melhor ela voltar a prestar atenção nas aulas. Depois do almoço ela estava andando pelo corredor norte na direção da sala de astronomia onde teria a sua próxima aula quando trombou com Theodore Nott no meio do corredor.

_ Sala Precisa às 11:00 pm Granger, você pode levar a sua amiguinha ruiva com você. – Avisou ele segurando o braço da morena e fazendo com que ela arqueasse uma sobrancelha. _ Tomem cuidado com os monitores da Corvinal, eles são um porre e você tem sorte por Blásio gostar de você ou eu nunca iria contar isso para a rata de biblioteca.

         Ele saiu deixando a morena perplexa para trás, nunca imaginou em momento nenhum da sua vida que iria ouvir aquilo sair da boca de Theodore Nott e principalmente que ela tinha sido convidada para a festa mais proibida de Hogwarts.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...