1. Spirit Fanfics >
  2. ALERT: Possessive >
  3. Segunda Temporada: 15

História ALERT: Possessive - Capítulo 34


Escrita por:


Capítulo 34 - Segunda Temporada: 15


Fanfic / Fanfiction ALERT: Possessive - Capítulo 34 - Segunda Temporada: 15

— Você é linda... — mamãe toca meu rosto. — Qual seu nome princesa? 

— Mas eu já... Não, não, droga! — me levanto e caminho de um lado para o outro. — Wendy, você se lembra de algo que te disse?

— Você é linda...

— É, eu sei! — exclamo impaciente. — Mãe... — a encaro com pena.

Suspirei pesadamente e desisti de tentar dialogar, é claro que ela não consegue se lembrar, esses remédios estão drogando minha mãe.

A porta se abre e eu desvio o olhar rapidamente para Christopher que apenas balança a cabeça para fora.

—  A visita acabou.

— Acabou? Como assim acabou? Christopher é covardia o que fazem com minha mãe ela parece uma demente, repete o tempo todo as mesmas coisas, não lembra nada do que eu disse. — digo desesperada. — Você tem noção da gravidade disso? Faz anos que não vejo ela Christopher... Me deixa só mais um pouco, por favor. — peço.

— Não sou eu querida, as regras aqui são essas... — ele me encara com pena.

— Não me olha assim, eu odeio que me vejam como a sofrida da história, apesar de ser verdade. — coxicho para mim mesma. — Posso pelo o menos me despedir? — ele assente.

Adentrei o quarto novamente e ela me recebeu com o melhor sorriso do mundo, se pudesse ficaria o resto de meus dias aqui, com ela.

— Mamãe, eu... Eu já vou! 

— Mais já? Por que você vai? — ela pergunta chorosa. — Eu fico aqui, sem ninguém...

— Eu prometo que volto para te buscar, você não é louca, e irei provar isso. — digo confiante.

— Tudo bem, sem pressa. — ela sorri sem mostrar os dentes. — Só não se esqueça de mim.

— Eu nunca esqueci, mamãe. — sorrio fraco. — Eu te amo muito.

— Eu... Te... Amo... Tam...Tam... Também! — ela diz com dificuldade e eu sorrio. — S...So...

— So... — a incentivo a prosseguir. 

— So...Lange Urrea... Mi...nha... Filha! 

— Muito bom, continua assim! — a aplaudo. 

— Você promete que volta? 

— Prometo, pelo meu amor de filha. — beijo sua bochecha. — Seja uma boa menina para eles não ficarem te tratando como louca, você está bem mamãe, eu sei disso, eu sinto isso. — a abraço. — Eu te amo muito, mamãe. — digo chorosa.

— Não, não chora... Eu estou contigo... Aqui... — ela aponta meu peito. — E aqui! — ela aponta minha cabeça. — Pode ir, eu vou me comportar.

— Fica com Deus! — digo secando o rosto.

—  Fica com Deus, você também. — solto uma risada baixa e dou mais um abraço nela.

— Sol... vamos? — Christopher me chama. — Precisamos nos retirar agora.

— Hora dos remédios, Wendy... — Uma outra médica entra no quarto.

— NÃO! — entro na frente dela. — Por favor, não faz isso... Minha mãe não precisa, ela não é louca. 

— Senhora, eu estou fazendo o meu serviço. — a moça diz séria.

— É dinheiro que você quer? Meu marido te dá, não é Christopher? — pergunto desesperada. — Não deixa ela fazer isso.

— Eu não posso Sol, por favor compreenda, a sua mãe está em tratamento.  

— Não, eu não compreendo, não entendo por que eles fazem isso com ela... A Wendy é uma boa pessoa! 

— Senhor, pode por favor se retirar com a moça? — um homem chega. 

— Não, vocês não vão maltratar a minha mãe. Daqui não saio, daqui ninguém me tira! — bato o pé no chão.

— Sol... 

— Christopher, me deixa, eu não vou falar de novo!

}•{ }•{

Deitei a cabeça no vidro do carro e deixei as lágrimas rolarem, eu tentei ao máximo impedir a covardia daquele povo com minha mãe, mas falhei, novamente eu falhei com filha, como mulher e como pessoa, eu sou uma fraca chorona, tenho que parar de chorar em toda situação.

Não aguento mais viver assim...

Chegamos em casa e eu saí do carro, nem tirei o Arthur da cadeirinha essa tarefa vai ficar para Christopher hoje.

Abri a porta da sala e subi rapidamente as escadas, só ouvi de longe a Maria me chamando.

— Óh minha florzinha, por que está chorando? 

— Maria, por favor me deixa sozinha! — tranco a porra do quarto e me jogo na cama. — Me perdoa mãe...
















{...}



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...