1. Spirit Fanfics >
  2. ALERT: Possessive >
  3. Segunda Temporada: 17

História ALERT: Possessive - Capítulo 36


Escrita por:


Capítulo 36 - Segunda Temporada: 17


Fanfic / Fanfiction ALERT: Possessive - Capítulo 36 - Segunda Temporada: 17

Maria ficou branca, parecia que ia morrer, Henrique a segurou e ajudou a sentar.

Caralho, quase matei a velha.

Assumo que estou com pena, com certeza ela não esperaria uma reação assim da minha parte, nunca a desrespeitei mais estou farta de tudo isso.

— Se não está gostando da sua vida, porta da rua é serventia da casa. — Leila diz e sai andando.

— Argh... Essa mulherzinha me tira da sério! 

Me solto das mãos de Christopher e corro até a mesma que já descia as escadas, a empurro forte logo seu corpo vai de encontro aos degraus.

— ENTÃO VAI PRA RUA QUE LÁ É LUGAR DE VAGABUNDA! — grito.

— SOLANGE, PERDEU O JUÍZO? — Christopher grita e corre até Leila.

Tirei o corpo desacordado da baranga no chão, trinquei os dentes e virei ad costas indo para o outro quarto de hóspedes.

Se eu me arrependo? Eu tô me sentindo viva.

Cara, tudo que estava entalado, a porrada que eu já devia ter dado nessa piranha, saiu tudo hoje.

Tô me sentindo renovada.

Me joguei na cama e comecei a ler uma revista que estava sobre o criador mudo.

— Aí Solange... Você é demais! — digo a mesma.

}•{ }•{

— Solange, abre a porta preciso falar com você. — Christopher bate na porta e eu rolo os olhos.

Eu vou abrir a porta, mas primeiro ele vai esperar. 

Continuei lendo como sentada estivesse acontecendo.

— Solange, para de birra e abre essa porta!

— INFERNO! — esbravejo e me levanto. — Puta que pariu... — bufei alto.

Caminho até a porta e abro a mesma, Christopher entra com tudo e começa a andar de um lado para o outro, me jogo na cama novamente e volto a ler.

— Dá pra parar? Está me dando tonteira. — digo olhando para a revista, mesmo sem estar me incomodando.

— Você só pode estar maluca, a Leila está irada e toda quebrada, disse que vai te denunciar por tentativa de feminicídio homoafetivo. — ele diz e passa a mão pelo cabelo. — Precisa se desculpar com ela.

— Ué, e porquê? — pergunto deixando a revista de lado.

Me levanto e caminho lentamente até ele, sorrio fraco e finjo acertar a golada sua camisa.

— Está preocupado com sua amante por que, querido? — pergunto debochada.

— Ela não é minha amante. — ele diz o mais calmo possível.

— Você deveria se preocupar consigo mesmo Christopher, até porque se eu for presa, vocês vão juntos... — sorrio largo, credo estou parecendo uma psicopata. — Falsos testemunhos: Lembra do "suposto" roubo do seu caminhão que o Noah estava envolvido? Você matou meu pai e meu irmão, por ca-pri-cho! Tudo isso para ter uma mulher que não te queria. — falo impaciente. — Ela por dizer que minha mãe é louca, sendo que a mesma está no seu juízo perfeito, eu posso provar isso. — afirmo. — Acho bom ela não tentar nada contra mim porque se eu for pro buraco, puxo os dois... Se eu sou cobra vocês também são! E estamos ali óh... Enroscados uns nos outros, no mesmo caixote, somos cobra do mesmo baú, cria do mesmo ninho.—  digo por fim.

— Solange... Você não é assim... — ele me encara assustado.

— Eu costumo dizer que convivência gera conveniência. — respiro fundo. — Vocês acabaram com minha vida Christopher, agora eu vou acabar com a dos dois.

— Tá me chantageando? Eu faço tudo para e por você, é assim que me agradece.

— Eu estava quase gostando de você Christopher, eu disse qua-se! Após ver a situação da minha mãe, renunciei meus sentimentos. 

— A Maria está preocupada com você. — ele diz cabisbaixo.

— Eu preciso me desculpar com ela, mas isso vai ser após eu pensar em uma vingança contra aquela vagabunda. — respiro fundo. — Pode sair por favor?

— Tchau, Solange.— ele diz e sai do quarto. — Cuidado com suas atitudes.

Volto para a cama e pego a revista novamente.

Você está com medo? Eu não.

Sigo pleníssima, se eles  tem provas contra mim eu tenho o dobro contra eles.

Apesar de eu achar meio difícil Christopher armar contra mim, já que ele me "ama".

Além disso, será a palavra da comissária contra a minha, tudo está a meu favor.

— Leila... Seu inferno está apenas começando. 














{...}


Notas Finais


Pequeninho, mais está aí.



Só para não passar batido.


Good Night 🌜😴


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...