1. Spirit Fanfics >
  2. Alerta-Cor >
  3. Only This

História Alerta-Cor - Capítulo 1


Escrita por:


Capítulo 1 - Only This


— DÁ PRA PRESTAREM ATENÇÃO EM MIM, POR FAVOR? — gritou um pequeno Yoongi, que se encontrava de pé na calçada, enquanto clamava pela atenção de seus amigos sentados no chão à sua frente.

— Yoongi hyung, se você gritar de novo, a minha mãe vai me mandar entrar... Você sabe como ela é com gritaria — reclamou Taehyung, enquanto olhava para seus pezinhos encardidos, por ter passado a tarde inteira brincando descalço.

— Desculpa, sujinho — responde Yoongi, com um pequeno sorriso nos lábios.

— Tá, tá! Sabemos que vocês se gostam, mas vamos voltar ao assunto! — reclamou Jimin.

— Olha aqui, pirralho! Eu... — reclamou com as bochechas em um tom rubro, quando foi interrompido por Seokjin.

— Yoongi, não é só porque você fez nove anos semana passada, que você não é mais criança.

Yingi, ni i si piqui vici, ah! Vê se não me amola, Jin hyung! Eu sei que não sou adulto, mas mesmo assim sou mais velho que esse estrupício! — reclamou em tom alto.

Depois de ouvir o deboche seguido de reclamação vindo de Yoongi, Seokjin cruzou os braços e levantou uma das sobrancelhas enquanto olhava para o mais novo, que abaixou a cabeça depois de entender que aquele olhar significava: "não é só você que tem um chinelo da Havaianas".

Dá pra brincarmos logo de alguma coisa? Daqui a pouco são oito horas e meu pai vai vir me chamar. — disse Hoseok, enquanto olhava para o seu relógio digital do Homem-Aranha.

— Estaríamos brincando, se o Yoongi não fosse mongolóide — disse Namjoon, com uma expressão de tédio no rosto.

— De quê vocês querem brincar? — perguntou Seokjin.

— Pique-Fruta? — perguntou Jimin, eufórico.

— Não, você inventa o nome das frutas. — falou Namjoon, e Jimin fechou a cara.

— Pique-Lateiro? — Hoseok perguntou.

— Nah, eu nunca sei oque fazer depois de bater na ponta da garrafa. — disse Yoongi.

— Jungkookie quer brincar daquela das cores. — o miúdo Jeon disse.

— Não é má ideia... Não brincamos de Alerta-Cor faz um bom tempo — falou Taehyung.

— Pior que é verdade, sujinho! Para um bebê de quatro anos, o Jungkook até que é esperto — Yoongi se pronunciou.

— Jungkookie sabe contar até dez, sabia, Yoongi hyung? — disse Jeon, com um enorme sorriso.

— Aposto que sabe, feiosinho.

— Vamos brincar logo! Namjoon, vai lá pegar a sua bola — disse um Seokjin impaciente.

— Por que não vai você? — retrucou.

— Ô cabelinho duro... — Yoongi se intrometeu — Acho que o pai do Jin hyung ainda não comprou a casa número cinco, então quer dizer que você ainda mora lá!

— Aish! — resmungou Namjoon enquanto se levantava.

— Antes de começar, vamos estabelecer regras nisso aqui! — Yoongi disse alto, ainda de pé na calçada.

— Ele tá parecendo a moça do jornal, falando certinho assim — Hoseok susurrou para Jimin, que riu.

— Um! Taehyung, não vale entrar dentro de casa pra pegar coisas da cor que tiver que achar, porque você é desses — quando terminou a frase, Taehyung deu língua para o mesmo, que sorriu — Dois! Jungkook vai ser café com leite, como sempre... — disse a última parte bem baixinho.

— Mas Jungkookie sabe correr, Yoongi hyung! — disse Jungkook, com um bico nos lábios.

— Mentira, você sempre tropeça e se rala todo. Alguém na hora te carrega na carcunda.

— Então vamos começar logo — disse Namjoon, já impaciente.

— Espera aí, meu amiguinho de cabelo duro. Antes... Vamos deixar esse negócio mais doido — duz Yoongi com um sorriso de lado — Nós vamos ter que encostar nas coisas... Com a boca.

— Ah não! Se for a sua vez, você vai falar a cor marrom, e oque mais tem de marrom nessa rua é cocô de cachorro — reclamou Jimin.

— Problema. Ou beija o cocô, ou beija a bola que vou tacar na sua cara se você não beijar.

— O Yoongi nasceu pra ser um super vilão — resmungou Hoseok.

Depois de fazerem toda a ladainha de, fazer a rodinha e jogar a bola um para o outro, enquanto cantavam a monótona musiquinha que se consistia em cantar "ALERTA-COR! QUE COR VOCÊ MAIS QUER?" Seokjin acabou por deixar a bola cair quando a mesma veio em sua direção, por ter se distraído com Jungkook, que tinha ido para perto de um gato.

Pegou a bola e gritou "alerta-cor", vendo seus amigos parados quase no fial da rua. Ele faz um pequeno drama, fingindo não saber qual cor escolher, mas ele sempre diz a mesma em todas as vezes que brincam daquilo, e sabe que ela não tem em nenhum lugar, —  nem nas roupas dos seus amigos — a vitória do Kim já estava garantida.

— Eu quero a cor... ROSA! — depois de pronunciar o nome da cor, saiu correndo o mais rápido que pôde, dando risada, por saber que a sua vitória já estava no papo.

— Merda — falou Yoongi, e acabou por levar um tapa de Taehyung, que tinha um Jungkook em suas costas.

— Não fala isso, Yoongi. Que coisa feia! — disse Taehyung, direcionando um olhar de reprovação para o mesmo.

Dito isso, ele apenas sentiu a bola acertando sua coxa esquerda com uma certa força.

— Taehyung e Jungkook estão fora! — gritou Seokjin, com um sorriso no rosto.

Minutos se passaram, e só faltavam Namjoon e Hoseok a serem pegos, para que Seokjin ganhasse a brincadeira.

Ofegantes de tanto correr, abaixados atrás do carro do vizinho, Hoseok e Namjoon procuravam pelo menos uma coisa naquela rua que fosse pigmentado de rosa.

— Vamos desistir, Namjoon. Não tem nada por aqui que seja rosa — disse Hoseok cabisbaixo, como se estivessem em um filme de terror, e ele já estivesse querendo morrer por tanto terem corrido do assassino.

— Tá maluco?! Eu beijo um chiclete mastigado, mas não me entrego pro Jin hyung, pra ele ficar rindo da nossa cara.

Dito isso, viram Seokjin chegando perto do carro, então deram a volta por trás, para não serem encontrados pelo mesmo.

Perceberam que Seokjin tinha ido mais à frente sem olhar para trás, então ficaram de pé.

— Vamos desistir logo, Namjoon. Eu quero fazer xixi — reclamou Hoseok.

— Não! Deve ter alguma coisa rosa nessa... — parou de falar assim que olhou para os lábios de Hoseok.

"Eles são rosinhas", pensou Namjoon.

— O que você tanto olha, Namjoon? — perguntou Hoseok, confuso.

— Há! Achei vocês, seus fedorentos! — gritou um Seokjin que pareceu ter brotado do chão.

Hoseok se assustou com a voz de Jin e virou o rosto para olhá-lo, e fechou os olhos com força, esperando uma bolada bem forte a qualquer momento — além de mais velho, Seokjin era o mais forte —.

E Namjoon? Como ele se encontrava? Qual foi a reação dele? Onde vive? O que come? Isso, você descobrirá sexta-feira, no Globo repórter. Brinks Hehe...

Namjoon nem sequer tinha ouvido o berro de Seokjin. Até esse momento, ainda adimirava aquela mina de ouro que eram os lábios de Hoseok, por serem tão rosinhas.

Estava tão feliz por ter a chance de ganhar pelo menos uma vez, aquela brincadeira com Seokjin como, o Doido que fica com a bola (ele não sabia como chamar, então nomeou assim).

Então virou o rosto do Jung — que até então, estava virado para o outro lado — e encostou a sua boca, na boca rosa do amigo. Era macio! Sensação engraçada aquela que sentia, parecia que estava encostando aqueles bichinos de silicone que tem no chaveiro de sua mãe, — no qual amava morder— mas era muito mais macio.

Se afastou do mesmo, e começou a dar pequenos pulos de alegria.

— EU GANHEI DO JIN HYUNG! HÁ! HÁ! HÁ! — Namjoon gritava e ria ao mesmo tempo, pois não sabia controlar a felicidade.

Quando olhou em volta, viu um Jungkook brincando com uma bolinha-de-gude que achou no chão, e, Jimin, Taehyung e Yoongi de olhos arregalados. Virando a cabeça para o outro lado, viu Seokjin com a boca aberta, e sem a bola nas mãos, por ela estar no chão, perto de seus pés. E virando o rosto para frente, viu um Hoseok com as bochechas rosas, mais rosadas que os próprios lábios.

Então percebeu o que tinha feito... Ele fez igual aos casais dos filmes...

Ele fez o que o Jimin não iria fazer quando achasse um cocô de cachorro na vez que Yoongi dissesse "marrom"...

Ele beijou Hoseok!

Mal piscou, e já ouviu um coral composto de vozes finas e infantis gritando para toda a vizinhança ouvir:

— TÁ NAMORANDO! TÁ NAMORANDO!...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...