História Alfa - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Monsta X
Personagens Personagens Originais, Show Nu, Won Ho
Tags Showon, Wonu
Visualizações 92
Palavras 1.756
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fluffy, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - I


Mais um dia normal de treino. Todos os jogadores do time se encontravam treinando , no total de quarenta e quatro membros, vinte e dois para casa time, onze no ataque e onze na defesa.



Son Hyunwoo jogava como quarterback  do time "A" , responsável por liderar o time e armar as jogadas. Ele era quem recebe a bola e lança para o ataque.


Enquanto Shin Hoseok,  era o receiver do time "B" , o que recebe a bola, e geralmente corre na direção da "end zone"- a área do touchdown (a maior pontuação do jogo). 


Como sempre adoravam fazer quando caiam em times diferentes, Shin e Son adoravam apostar algo, o membro do time perdedor teria que fazer o que o ganhador quisesse e bom... de uns tempos pra cá, os pedidos que antes eram simples , como obrigar o perdedor a fazer seu trabalho, tornaram-se mais intensos.


[...]




Tudo começou quando o time que Wonho, como Hoseok era chamado pelo time, ganhou a partida, lhe dando direito de pedir qualquer coisa para Shownu, Hyunwoo.


Como sempre faziam, tomaram seu banho depois de treino a arrumaram suas coisas, Hoseok parecia avoado, estava distraído, em outro planeta. O loiro apenas "voltou para o planeta" quando Hyunwoo o chamou, o apressando para sair do vestiário pois todos já haviam saído e o treinador precisava fechar o mesmo.


Hoseok apenas concordou e saiu do vestiário, indo para onde todos os seus colegas de treino estavam. O receiver era elogiado e apertado pelos outros jogadores conforme andava.


—Você foi muito bem hoje Wonho !


—Tenho certeza que estará no próximo jogo!


—Estou orgulho, ótima jogada cara!


—Nunca o vi jogando deste jeito, uau! 


Enquanto todos o elogiava, Wonho passava por seus colegas apenas sorrindo fraco, estava feliz por ter ganho o jogo e ainda mais feliz por todos terem reconhecido seu esforço. Mas algo atormentava o alfa de feições e personalidade delicada. Ao mesmo tempo que estava feliz ,se sentia mal por ter ganho o jogo, sabia que isso lhe daria a chance de conseguir o que tanto sonhava ultimamente e isso o atormentava.



Já fora da quadra, Hoseok andava rapidamente , querendo despistar de todas as formas Hyunwoo , havia conseguido sair rapidamente da quadra, já estava do lado de fora , pronto para atravessar a rua que para o seu azar estava movimentava, ao ver o amigo correndo sua direção, até pensou e correr pelo meio dos carros mas sabia que acabaria, se não morto, extremamente machucado. Respirou fundo assim que quarterback se aproximou , colocando seu braço envolta de seu pescoço.


—Nem me esperou! O treinador queria falar comigo, nem tive tempo de avisar, quando vi, você já nem estava mais lá. — Disse ofegante. O receiver não disse nada, apenas esperou que o sinal fechasse e assim pudesse atravessar e talvez correr até sua casa. —Então, qual será seu pedido desta vez ? Quer que eu faça algum trabalho para você? Que eu consiga o número de um ômega ? — Perguntou brincalhão, porém novamente não obteve nem uma resposta , o alfa apenas olhava para o chão.


Mesmo sendo um alfa, Hoseok possuía um personalidade única.


Geralmente alfas era agressivos, impiedosos e mais másculo, porém este apenas mostrava esse seu lado nos treinos e jogos, normalmente esse era muito manhoso e sensível , muito sentimental e extremamente calmo. Os Alfas possuíam um tipo de "encantamento" na voz, um timbre com  poder de afetar as demais pessoas, deixando-as com medo ou persuadindo-as a fazerem o que os alfas desejam, independente do que for, porém mesmo sendo um alfa e tendo uma das melhores "voz de alfa " já ouvida por muitos, o alfa muitas vezes ficava afetado pela "voz de alfa" alheia, principalmente a de seu amigo Son Hyunwoo , que mesmo sendo um alfa extremamente calmo e quieto, quando estava irritado , tinha umas vozes mais intimidadoras já ouvidas.



— Eu não quer nada Woo! Apenas vou para a casa. — Disse desanimado , se soltando do meio abraço do amigo e o deixando confuso para trás.





Algo estava errado e pela forma que seu amigo estava era algo sério.


Enquanto Hoseok praticamente corria para casa, Hyunwoo andava pensativo logo atrás de si, sabia que não adiantaria correr, seu amigo iria para a casa de qualquer forma.


Ao chegar em casa, entrou correndo, nem falou com sua mãe que como todos os dias, arrumava o almoço para o filho e seu amigo antes de ir trabalhar. Mesmo preocupada, a mais velha preferiu não ir até o filho sabia como era seu temperamento e algo lhe dizia que logo logo Hyunwoo entraria pela porta de sua casa com aquele jeitinho calmo de ser.


E foi exatamente isso que aconteceu, um pouco mais de cinco minutos depois de seu filho entrar em casa, o outro alfa entrou, mas diferente do outro, cumprimentou a mais velha, lhe dando um beijo no rosto e um abraço. Após trocar breves palavras com a mãe do amigo, a mesma pediu para que assim que descobrisse o que havia acontecido com seu filho a contasse.


Com toda sua falsa calma, Hyunwoo subiu as escadas e andou até a porta branca do quarto de Hoseok, como todas as vez, bateu na porta do quarto de um jeito único, que apenas ele fazia para anunciar sua chegada, não obtendo nem uma resposta,entrou no quarto do outro alfa. Seu quarto era composto por móveis branco, paredes azuis e enfeites de diversas tonalidades de azul.


Hoseok amava azul!


Mesmo não sabendo muito bem como agir, se sentou na cama onde o alfa se encontrava deitado de bruços com a cara enfiada em seu travesseiro.


— Ei cara, me conta o que aconteceu?! — Falou da mesma forma que tratava qualquer outro amigo, fazendo o amigo soltar um leve soluço por conta do choro baixo que havia consigo esconder até agora. — Ei pequeno, fala comigo!? — Talvez o chamando de forma mais doce o fizesse querer falar consigo.


Hyunwoo ficou sentando o observando durante um bom tempo, não eram amigos a tanto tempo e mesmo conhecendo o jeito manhoso do amigo, não sabia como agir naquela situação. Deveria o tratar como um se fosse um.ômega?


Era tanta coisa para pensar.


Sua salvação chegou assim que a Sra.Shin entrou no quarto.


—Meu amor?! —Chamou o filho ao se aproximar. — Fala para a mamãe o que está acontecendo! Está sentindo alguma coisa? Eu estou preocupada. — Disse já sentava ao lado do filho enquanto mexia carinhosamente em seu cabelo.


— Pede para ele ir embora! — Falou ainda com a cara enterrada no travesseiro.


A mais velho ficou sem reação, sabia que o outro alfa havia ouvir por causa de seus boa audição. Quando estava prestes a dizer algo, o alfa se pronunciou :


— Hoseok se você quer algo comigo,fale diretamente para mim! — Disse um pouco irritado, porém sem usar sua “voz de alfa”, não queria desrespeitar a mais velha que o tratava com tanto carinho.


Mesmo a contragosto, Hoseok se sentou, sua carinha de choro era capaz de amolecer qualquer um, a mãe quase chorou ao ver o filho naquele estado e Hyunwoo perdeu toda sua postura séria e irritada.


— Mãe, você pode sair um pouco? — Pediu vem baixinho.


— Não demorem, logo os chamarei para almoçar!  Fica bem, bebê. Mamãe te ama!— A mais velha disse antes de deixar um beijo na testa do filho e sair do quarto.


— Agora eu sei o motivo de você ser assim… — O alfa disse brincando mas magoando o amigo sem querer. Ao ver a cara nada boa de surpresa que o amigo vez, logo tratou de se explicar. — Me desculpa eu não… não queria ofender! Eu não acho ruim a forma que você criado… até tenho um pouco de inveja para falar a verdade, só… me desculpe. — Seu nervosismo o atrapalhava.


— Por que está aqui ? — Hoseok perguntou.


— Eu apenas queria saber se estava tudo bem....— Respondeu Woo colocando as mãos no bolso da calça jeans. — Eu fiz algo de errado ? — Perguntou preocupado. — Se sim, me desculpe, eu nunca quis te deixar assim e …


—Você não fez nada… —O cortou.


—Então por que está assim? Tem haver com o pedido? — Questionou confuso. — Ei pequeno, me fale, eu estou preocupado com você. — Disse se aproximando mais e agora sentando ao seu lado.


—Por que você é tão carinhoso comigo?

—Perguntou baixinho. —Por que não pode me tratar igual um alfa normal  como todos os outros ?


—Por que você não é igual aos outro, você é especial!


—Você me odiaria se eu te pedisse um beijo ? —Perguntou já triste pelo provável fora que levaria.


—Eu… eu… — Hyunwoo não sabia o que fazer, não queria deixar o outro alfa pior, porém parecia tão errado beijar outro alfa.


—Acho melhor você ir embora… vou entender caso não queria falar mais comigo. — Falou baixo e triste. Estava prestes a levantar quando o outro segurou sua mão e gritou um “não” usando sua “voz de alfa “, Hoseok não pode deixar de se encolher e tentar se sentar daquele aperto de mão.


—Não! — Disse maia baixo e convicto. — Eu não vou embora! — Sua mente estava dividida, cinquenta por cento queria beijar o amigo enquanto os outros cinquenta o alertavam que aquilo era errado.


Ignorando uma das partes, se ajoelhou na cama para ficar na mesma altura que o outro, que se encontrar com joelho apoiado na cama e um pé no chão. Se aproximou nervosamente, respirando fundo ao sentir o cheiro mais forte e másculo que o dos ômegas, pela primeira vez estava hipnotizado pelo cheiro de um outro alfa, não resistiu e passou a ponta de seu nariz pelo pescoço do outro, causando arrepios no tenso corpo alheio, ao poucos, foi se aproximando de sua boca, as encostando em um simples selar. O alfa sabia que não era apenas aquilo que o outro queria mas não havia coragem o suficiente para aprofundar o beijo, uma de suas mãos segurava o rosto alheio, fazendo um singelo carinho em sua bochecha.


— Meninos, acabou o tempo de vocês, venham al… mo...çar! — Sua frase morreu assim que entrou no quarto e se deparou com a cena dos dois algas se beijando.


— Desculpa, eu… eu… eu já vou indo? Isso! Eu já vou indo! — Hyunwoo disse nervosamente ao ver que a mais velha os encarava. Saiu nem ao menos esperar uns dos Shin falar algo, deixando o alfa envergonhado e com sorriso timidamente feliz para trás enquanto sua mãe sorria boba para filho.


Mães sabem de tudo e como uma boa mãe, Sra Shin já desconfiava dos sentimentos de seu filho em relação ao outro alfa.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...