História Alfa - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Monsta X
Personagens Personagens Originais, Show Nu, Won Ho
Tags Showon, Wonu
Visualizações 61
Palavras 1.853
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fluffy, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - II


Depois daquele dia, o contato dos dois havia ficado estranho, apenas falavam o necessário. Hyunwoo o tratava da mesma forma que sempre tratou os outros alfas do time. Já havia passado exatos três treinos que haviam jogado no mesmo time e para a surpresa de ambos, hoje jogaram em times adversários.



[...]


A disputa estava acirrada, Wonho mesmo não se esforçando tanto conseguia equilibrar o jogo enquanto Shownu se esforçava e cobrava ao máximo de seu time.


Depois de muito pensar, Hyunwoo tomou uma decisão, tudo dependia da vitória de seu time.


E com muito custo, cansaço e suor o time que Shownu ganhou a partida de treino, lhe dando o direito de pedir o que quisesse de Wonho.


Hyunwoo apenas esperava que o outro não o ignorasse como praticamente havia feito com mesmo.


[...]


Como sempre fazia, tomou seu banho e arrumou suas coisas, tentou fazer tudo da forma mais rápida possível para que pudesse sair e esperar o amigo bem ao lado de seu armário.


Esperou e esperou.


Talvez mais de dez minutos haviam se passado, Hyunwoo já estava quase desistindo e indo embora, quando Hoseok apareceu, já vestido e com a toalha que havia se secado em seu ombro. O alfa nunca havia parado para reparar em como Wonho era sexy, a forma como seu corpo malhado ficava marcado com as camisas justas que o outro alfa adorava usar; como o cabelo molhado e a postura bruta que o mesmo tinha durante o treino; a bela bunda que era muito bem marcado pelo uniforme que colava em seu corpo por conta do suor.


Estava quase babando ali mesmo, o corpo de Hoseok queimava ao ter aquele par de olhos praticamente o secando.



O Receiver guardou suas coisas rapidamente em seu armário, a aproveitando distração do outro que estava mais preocupado em olhar seu corpo, tentou sair o mais rápido daquilo mas para sua infelicidade, foi impedido pela mão de Quarterback.


— Você me deve um pedido! — O quarterback disse confiante porém sem graça.


— Achei que não iria falar mais comigo… — O Receiver respondeu triste. Porém cortou o alfa assim que viu que este falaria algo. Estava magoado e queria sair o mais rápido possível dali. — O que quer que eu faça? — Perguntou sério.


— Um beijo! - A cara de espanto de Hoseok havia sido extremamente fofa, sua boca aberta e conjunto com seus olhos arregalados era adorável.


Meu Deus, deveria estar muito apaixonado para se encantar até com isso.


— Eu… Eu…


— Na sua casa, depois do treino! Espero que ainda aceite me receber. — Disse firme,sem ao menos perguntar se poderia oi se o outro aceitaria. — Tenho que ir, o treinador disse que queria falar algo importante comigo. — Completou sua fala e deixou um beijo no rosto de Hoseok antes de sair e deixar o mesmo extremamente envergonhado e confuso para trás.


Hoseok não sabia se enrolava mais ali dentro do vestiário ou se corria para casa. Depois de um longo tempo, finalmente criou coragem para sair dali e ir para sua casa.


Será que o alfa já havia chegado em sua casa ?


E foi com esse questionamento que Hoseok saiu praticamente correndo de dentro do vestiário, esbarrando em tudo e todos até chegar na rua, quase sendo atropelado ao atravessá-la. Não demorou muito para finalmente chegar em casa e perceber que além do “amigo” não estar ali, sua mãe não não estava.


Estava sozinho e logo logo estaria dentro de sua casa sozinho com Hyunwoo.


Ele não poderia estar mais nervoso.


Mesmo tendo tomado um banho depois do treino, Hoseok preferiu tomar outro banho ao chegar em casa, havia corrido para chegar rapidamente em casa e consequentemente havia suado um pouco, e tudo que o alfa menos queria era estar fedendo quando seu amigo chegasse.


Conseguiu tomar um banho rápido e correu para a cozinha, pretendia comer algo antes que o outro chegasse, pois sabia que esse o obrigaria a almoçar ou no mínimo comer algo saudável. E foi no meio de um dos assaltos ao armário de doces que Hyunwoo chegou, pegando Hoseok no flagra. O dono da casa estava com suas confortáveis roupas largas com estampas fofas, sorrindo como uma criança ao finalmente achar o biscoito que tanto queria, Hyunwoo não conseguiu deixar de sorrir ao ver a cena e muito menos rir da cara de susto ao perceber que havia sido pego no.flagra.


Ao ver que o dono da casa não falaria nada, Hyunwoo tentou se explicar.


— Você deixou a porta aberta, então achei que não teria problema se eu entrasse.


— Tudo bem. Eu… Eu só me assustei. — Respondeu sem graça enquanto escondia seu doce atrás de seu corpo.


— Me desculpe por isso. — Pediu envergonhado. — Já almoçou? — E ao perceber as bochechas do amigo serem rapidamente coloridas por um rosa claro, percebeu que o amigo estava mais uma vez trocando o almoço por alguma doce. Hoseok sempre vazia isto quando sua mãe ou ele não o mandava almoçar. — Bom, eu vou fingir que não vi nada e vou pegar um doce também, que tal ? — Sugeriu querendo melhorar o clima que estava entre eles. O que funcionou, pois um.sorrindo rapidamente tomou conta do rosto de Hoseok.


— Quer ver um filme ? — O dono da casa sugeriu incerto.


— Claro! - E foi assim que os dois foram parar no quarto de Hoseok, deitado sobre a cama do mesmo enquanto viam um filme de comédia.


Seria mentira dizer que nem um dos dois estava nervoso mas ao contrário de Hoseok, Hyunwoo sabia fingir muito, esse fingia estar interessado no filme, rindo até de algumas partes enquanto Hoseok tentava ao máximo não o encarar nervoso e ansioso pelo o beijo.


E como em toda cena clichê, os dois amigos aos poucos foram se aproximando. Hoseok havia prendido a respiração de tão nervoso que estava e Hyunwoo ao perceber riu, achando fofa a atitude do outro.


— Ei pequeno, respire! — Falou baixinho olhando em seu olhos com um sorrindo no rosto.


A coloração das bochechas de Wonho apenas deixaram o mesmo mais meigo e Hyunwoo ainda mais apaixonado pelo outro, seu objetivo era beija sua bela boca mas ao ver suas bochechas coradas de vergonha, Hyunwoo não resistiu em beijá las uma de cada vez.



— Não acha que está muito longe de mim ? - Perguntou descaradamente. Hoseok vai passado o filme todo sentado na ponta de sua cama enquanto ele estava deitado confortavelmente no lado que sempre ocupava quando dividiam a cama. — Por que não deita aqui comigo ? — Sugeriu deixando um beijo perto de sua boca.


Hoseok não sabia o que fazer, seu corpo apenas fazia o que o outro mandava.


E bom, finalmente estavam confortáveis, sem toda a ansiedade e a tensão que antes dominava ambos. Hoseok estava deitado sobre o peitoral de Hyunwoo enquanto este fazia carinho em seu cabelo, apenas mais um dia normal para os dois.


O filme acabou e como o esperado, os dois acabaram dormindo. Hoseok pela primeira vez foi o primeiro a acordar, ou pelo menos era isso que ele achava. Hyunwoo respirava calmamente enquanto mantinha seu olhos fechados. Hoseok passou alguns segundos, talvez minutos, o encarnado a espera de alguma reação que mostrasse que o alfa estivesse acordado mas nada aconteceu e com o pouco de coragem que tinha, se soltou dos braços do alfa, se sentando em seguida e passando seus dedos delicadamente pelo rosto do amigo, talvez o fato de até acabado de acordar ou estar muito ansioso o fizesse realmente achar que o amigo estava em um sono pesado, pois esse acordava com um mísero movimento ou sussurro e não havia movido um dedo.


Podia ser errado mas a vontade de beijar o outro apenas se intensifica e ao ver o amigo daquela forma tão fofa não ajuda em nada. Hoseok nem percebeu que aproximava seu rosto para perto do de Hyunwoo, apenas voltou para realidade ao ser aproximar e sua respiração causar uma leve cosquinha no nariz de Hyunwoo, o que fez esse o mexer de forma fofa. Contou até três e uniu seus lábios ao do amigos, fechando seus olhos ao apreciar a sensação e já preste a se afastar sentiu a língua de Hyunwoo pedindo permissão para aprofundar o beijo, a surpresa fez com que Hoseok abrisse levemente sua boca, o suficiente para aprofundar o beijo. Esse que mesmo começando desajeitado ao poucos foi ganhando intensidade, aos de Hoseok foram para os fios de Hyunwoo, enquanto esse havia mudado de posição, ficando agora por cima do amigo e no meio de sua pernas.


Ao poucos uma das mãos de Hyunwoo que antes sustentava seu peso passou a descer pelo corpo de Hoseok, deixando apertos dignos de arfares, ao chegar nas coxas do alfa as apertou com força, intensificando o contato de sua intimidades, dando início aos gemidos e é o desejo por mais contato.


Os gemidos haviam se intensificado, a cama agora fazia barulho pela fricção dos corpos. Os beijos que antes eram apenas na boca agora eram deixados também no pescoço, com direito a marquinhas roxas de brinde. A blusa de Hoseok havia sido tirada com toda a calma que Hyunwoo fingia ter naquele momento enquanto a sua havia sido rasgada de seu corpo.


Ao ouvir seu nome ser chamado de forma manhosa por Hoseok, Hyunwoo soube o que esse queria, ambos os membros pediam por alivia e aquele “simples” esfregar de corpos não era o suficiente. E novamente com toda a calma do mundo, Hyunwoo se afastou do corpo do amigo, passando suas mãos pelo próprio corpo até chegar bem em cima de seu membro completamente duro e molhado, gemendo ao massagear levemente por cima da calça, Hoseok estava prestes a fazer o mesmo mas sua mão havia sido segurada.


— Só eu vou tocar você! — Hyunwoo disse com sua bela e sedutora “voz de alfa”.


Começando com uma “inocente” massagem por cima da calça , aos poucos o short largo que Hoseok usava para ficar em casa não fazia mais parte de seu corpo e logo em seguida sua cueca também não mas Hoseok não reclamaria, não ao ter as mãos do outro alfa o estimulando tão bem, o apertando e masturbando mil vezes melhor do que quando fazia sozinho. A visão que tinha apenas o excitava mais, ver o alfa se tocando ao mesmo tempo que o tocava e gemia o fazia ter completa certeza de que logo gozaria. Talvez Hoseok não aguentasse por muito tempo e mesmo sabendo disso, não.queria tudo acabasse tão rápido.


— Deixe vir pequeno. Goze para mim ! - E ao ouvir essas palavras o alfa desistiu de tentar segurar, deixando a bela sensação do orgasmos tomar conta de seu corpo.



Sugando não só a mão de seu amigo mas também seu abdômen, que também foi sujado pelo amigo , esse que fez questão de deixar que cada gota caísse sobre Hoseok. Os poucos minutos que se passaram não foram o suficientes para que os dois se recuperaram ou ao menos de vestissem mas isso não impediu que a mãe de Hoseok entrasse em seu quarto para acordá los, como sempre fazia ao chegar do trabalho.


Talvez os dois tivessem muito coisa para explicar a mais velha…


Ou talvez não, pois mães sabem de tudo.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...