História Algo dentro de mim queima. - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Bangtan Boys (BTS), Drabble, Fluffy, Oneshot, Vmin
Visualizações 13
Palavras 533
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Drabble, Fluffy, Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - "está sentindo, jimin?"


é ano novo e eu estou escondido no meu quarto junto a você. você, que segura minha mão neste momento e me proteje dos fogos de artifício do lado de fora. você sabe que eu sempre fui medroso. que nunca aceitei ir contigo na montanha russa por ter medo de altura e nem fui naquele encontro que um garoto me chamou uma vez, para ir ao circo, por ter medo de palhaços.

mas mesmo assim você me aceitou. você, taetae, me aceitou com todos os meus medos e receios e esperou por mim. eu demorei para perceber que era você o tempo inteiro. que eu estava apaixonado pelo meu melhor amigo, aquele que sempre esteve lá por mim, aquele que nunca me deixa esquecer que somos a combinação perfeita, almas gêmeas, feitos um para o outro.

durante todo esse tempo, eu havia levado aquelas palavras como uma simples brincadeira porque nos conhecíamos desde sempre, você era meu melhor amigo desde os seis anos de idade, e eu nunca havia pensado em você de outra forma que não como o meu melhor amigo pra sempre. entretanto, algo em como você segurava minha mão sobre o seu peito, para sentir como os seus batimentos cardíacos estavam acelerados, me fez perceber de uma vez por todas. me fez perceber o que estava bem à minha frente aquele tempo todo.

“está sentindo, jimin?” diz com um sorriso. “meu coração está palpitando muito forte.”

assinto, sem saber ao certo o que aquilo significa. os fogos de artifício ainda estouram do lado de fora e eu me encolho toda vez que um ruído parece mais forte, dando-me a impressão de que, a qualquer momento, um deles irá invadir o apartamento e estourar na sala de estar.

“você sabe por quê?”

balanço a cabeça em sinal de negação. eu não sei, taetae. eu estou tão assustado que não consigo nem ao menos raciocinar direito. e novamente aquela cena de quando éramos crianças se repete em minha mente. aquela vez em que você me abraçou forte quando comecei a chorar por causa de alguns meninos mais velhos que estouraram bombinhas perto de mim, só para me verem assustado com o barulho.

você chega tão perto de mim que eu até mesmo consigo sentir sua respiração contra o meu rosto. minha mão, que já não é mais segurada pela sua, desliza devagar pelo seu peito e depois pelo seu abdômen, sem que eu perceba. você me encara nos olhos.

“por causa de você.”

naquele momento, é como se o mundo parasse de girar e o tempo congelasse, e então só existe nós. sentados no chão do meu quarto, ao lado da minha cama escondidos mas nem tão escondidos assim, com a janela fechada e os ruídos dos fogos de artifícios ainda ecoando pelo céu, assim como as luzes que clareiam todo o quarto. mas nem mesmo o meu medo me impede de ir em sua direção para selar nossos lábios. sua boca é macia e tem sabor do sorvete de baunilha que tomamos mais cedo.

algo dentro de mim queima neste exato momento. e eu não acho que seja efeito dos fogos de artifício que estouram do lado de fora.


Notas Finais


essa é simplesmente a melhor (e mais linda) história que eu já escrevi. sem mais.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...