1. Spirit Fanfics >
  2. Algo...Novo >
  3. Capitulo 4

História Algo...Novo - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


oi,
GENTE EU TO MORRENDO DE AMOR COM ESSA HISTORIA, cara esta sendo complicada em escreve-la esta sendo dificil entrar na personagem, mas estou tentando.
Vai ser dificil eu continuar sem as minhas musicas me animando, pois hoje ou nesse momento o meu cll esta carregando e estou com pregiça de achar uma musica legal pra escultar mais esta ai o novo cap, tomara que curtam

Capítulo 4 - Capitulo 4


-Isso o que você acabou de ouvir! - Forcei a minha voz para não gaguejar e parecer que eu estou morrendo de medo dele. Com uma camiseta do iron maiden, calça preta larga, com se cabelo pintado (deve ser?!) De preto azulado com uma das franjas tampando um dos seus olhos de cor do oceano de tão azuis, e é muito alto do que eu, acho que todo mundo é maior do que eu

-Olha menina, não se meta no meu caminho- falou perto de mim- tampinha- encostou o seu dedo na minha testa e se foi, cara que idiota. Virei a minha cara para a porta, cara que medo, eu nunca da minha senti tanto medo para entrar na diretoria e olha eu já fui para diretoria de todas as minhas escolas umas duzentas vezes por mês, e nunca senti tanto medo até agora. Suspirei, levei a minha mão na maçaneta virei sentindo um arrepio, é agora entrei vendo uma senhora massageando suas têmporas. Pigarreei chamando sua atenção.

-Oh! Desculpe jovem, eu não reparei que estava aí, sente e sinta-se à-vontade- concordei e sentei na cadeira preta. Acabei reparando na sala, tem uma enorme prateleira atrás da diretora cheio de livros, as paredes da cor marfim e cheio de certificados. A sua mesa de madeira estava cheia de papeis.

-Eu sou a aluna nova Star Halle- acabei proferindo para acabar um pouco o silencio

-Ah, sim, aqui está a sua chave e o papel onde é seu quarto e suas coisas já estão lá, há! Esse são as regras por favor não as quebre, a sua sala é o 2ª A . Bom, é só isso mesmo se precisar de alguma coisa só perguntar- Deus! São muitas coisas para mim processar, ela levantou e foi me empurrando para sair da sua sala, acho para terminar as suas coisas, quando sai da sua sala ela fechou a sua porta na minha cara.

Peguei a minha mochila, peguei os papei para achar o meu quarto, ainda bem que a senhorinha me deu um mapa pra mim não perguntar para pessoas chatas e significantes, para minha pessoa. Segui o mapa até os dormitórios, parti dali peguei o papel onde ficava o meu quarto, agora que percebi que tem uma placa se é um dormitório feminino ou masculino, eu estou no dormitório masculino, que vergonha e o outro lado é o feminino, virei o meu calcanhar e fui passando no corredor até achar o número do meu dormitório

-Achei! Até que fim- eu estava comemorando até que vi o ogro saindo do seu quarto e me olhando como seu eu fosse retardada total, ri envergonhada peguei a chave e entrei no quarto.

O Quarto era grande, com uma varanda LINDA!, entrei num cômodo, é o banheiro e olha só tem uma BANHEIRA!!!, cara eu estou morrendo, sai do banheiro e entrei no meu quarto e tem uma cama de casal e encima da cama esta minha mala, então deixei a minha mochila encima dela, olhei bem o quarto e vi um guarda-roupa e-n-o-r-m-e de madeira. Um tempo eu fiquei rondando no meu quarto novo, vi muitas coisas, parece que vou ter uma colega de quarto, tem uma sala, cozinha (não sei pra que), eu já estou amando essa escola, não quero mais sair  

                                         #######

Já é o dia para minha pessoa ir na sala de aula e estudar, e matar de tanto estudar ou pirar de vez. Só falta esse dia piorar serioooo, mano só falta eu cair na sala do ogro ou do Kevin, não acho ruim ficar com o Kevin mais sim a sua prima louca da cuca. Ah! Minha colega de quarto ainda não a vi, mas tomara que não seja uma mimada de pedra e que faça matar com as minhas próprias mãos- fechei as minhas mãos em um punho bem fechado-.

Sai do quarto para ir na cantina para comer algo já se eu se ficar de barriga vazia, morreria eu amo comer eu podia gritar para o mundo ouvir isso. Peguei a minha mochila na minha mão, colocando todo o peso da minha mochila nos meus ombros, estou pronta pra comer

Corri como uma lebre louca para comer a comida que escola nos dá, um delicia

-Licença, tem uma pessoa com fome aqui! -Gritei para a pessoa que andava como uma tartaruga

-Desculpa, princesa- Pô, só um dia sem ver esse cara ou ouvi lo só uma vez na vida, o universo me prega peças, mas que cara irônico, eu posso ser pior

-Não vi você, poste- ele virou suas costas para me olhar, o olhar dele não era uma boa coisa porque eu sempre o irrito, por que?

- Não estou enxergando você tampinha- ele colocou a sua palma da mão em cima dos seu olhas virando a cara para todos os lados, direita e esquerda, e repetindo. Agora ele me irritou, chutei a canela dele e si correndo como fosse uma maratona, e ganharia alguma coisa, mas sim eu ganharia a minha comida, no meio da corrida acabei sorrindo. Hoje vai ser o dia que vou irritar o ogro.


Notas Finais


gente escrevam como ficou a minha história por favor ta


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...