História Alguém Como Você


Escrita por:


Sinopse:
Syaoran costumava comparar a sua vida com a tríade do fogo. Ele lhe dizia que ela e a filha eram essenciais para a sua vida, ou seja, essenciais para a sua existência como ser humano. Sem uma das duas, nada faria sentido para ele. Ela e Nadeshiko eram para Syaoran os elementos – ou seja, a tríade, apesar de serem duas – que formavam a combustão – o fogo, a sua vida, sua essência e existência – que era Syaoran.

Mas, aparentemente... as coisas não foram bem assim.
Iniciado
Atualizada
Idioma Português
Visualizações 1.334
Favoritos 38
Comentários 22
Listas de Leitura 1
Palavras 43.246
Terminada Não
Categorias Sakura Card Captors
Personagens Eriol Hiiragizawa, Meiling Li, Sakura Kinomoto, Shaoran Li, Tomoyo Daidouji

Fanfic / Fanfiction Alguém Como Você
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ecchi, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Lista de Capítulos

Capítulo
Palavras
1.
You Are Not Alone
4
432
6.101
 
2.
Grace
3
284
7.807
 
3.
Storm
5
283
9.504
 
4.
Lay Me Down
5
206
10.392
 
5.
Dancing On My Own
5
129
9.442

Gostou da História? Compartilhe!

Comentários em Destaque

Postado por Jhully_silva
Capítulo 3 - Storm
Usuário: Jhully_silva
Usuário
Ok, me senti levemente intimidada pelos comentários ENORMES que estão ali em baixo, mas sei como cada um é importante para um escritor... Então... Vou comentar também.
Mulher... Mulher.. Mulher... Que coisa mais ambígua você conseguiu escrever! *------------* Sério! Ao mesmo tempo que é linda, é triste... E doce, e amarga... E leve, e densa... Cara... Fiquei sem palavras, sério mesmo.
Parabéns por cada detalhe que você colocou, cada flash back posto no momento certo, a forma como você narra é tocante e vou te contar, não me faça chorar e fungar assim... Meu pobre coração não aguenta :/
Espero ansiosamente o próximo (ou próximos) capítulo. Não desista dessa fanfic, por favor!
Postado por Lalye
Capítulo 3 - Storm
Usuário: Lalye
Usuário
GENTE. Pera. Deixa eu respirar, volto em 5 mins.


Eu queria dizer que: sim, é um capítulo longo, mas muito consistente. Em várias partes eu senti que queria mais um pouco, inclusive. Você vai falar mais da relação dele com a Meiling, né? <3 Diz que vai. UASHDUSAHD

É realmente um universo de muita dor, muito sofrimento, mas muito amor também. Eu digo que você é malvada, e é sim, mas além disso você construiu uma história não só de tortura mas de amor, porque ele ainda é a razão de todas as coisas na sua história. É o amor que faz Syaoran lutar contra o clã pra ficar com a Sakura; é o amor que faz com que a Meiling aceite e o dê suporte; é por amor que a Tomoyo trai o amor que a amiga sentia pelo amigo para salvá-la; é o amor que torna suportável para Syaoran a ideia de casar-se de novo para que a Sakura pudesse viver, e ser livre; é por amor que Meiling não cobra nem o próprio amor de volta (e, nesse caso, falta de uma dose de amor próprio e é por isso que a Mei fala por todas nós). E provavelmente é por amor que a Sakura volta e o Syaoran vai vê-la, lá no primeiro capítulo.

E isso tudo é absurdamente lindo.
Sua história é linda.
A sua descrição de ambientes me faz pensar num cenário suave como pintura de guache, mas as vezes fica tudo muito forte, muito nítido e escuro. Não sei se é minha mente que faz isso, mas é lindo, de todo jeito.

Parabéns, e continue, por favor!

ALIÁS, me enganasse direitinho porque cheguei a pensar que na verdade a Tomoyo nem tinha culpa no cartório. UAHSDUAHSDUHSAUDH

Ah, antes que eu me esqueça, achei bacana as letras entre a divisão de cenas. É bonito e bem organizado. Não ficou confuso não, fique tranquila. (:

NA VERDADE, lembra daquele lance de sinceridade 100%? A única coisa que você usa na fic que eu, particularmente, não sou fã, é o flashback [texto] flashback. É um recurso muito bom, mas eu prefiro fazer os flashbacks com recursos da própria narrativa. Acho que é só questão de preferência mesmo, porque quando leio a palavra flashback imagino uma cena engraçadinha a câmera dando close infinito em um dos olhos do personagem, até entrar na menina-dos-olhos e daí a cena acontecer lá dentro, e depois voltar na mesma cena dando zoom out. IAUHSDIUHASDIUHASIDUHAIUSHDIAUSHDIUHASUIDHASIUDHAIUSHDIUH

ENFIM LINDA, obrigada pela fic maravilhosa <3 continue e pode escrever bastante.