História Alguem que esqueci. - RusAme (countryhumans) - Capítulo 18


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Argezil, Countryhumans, Rusame, Ukranada, Yaoi
Visualizações 105
Palavras 1.962
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: LGBT, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Saca só! Mais um capítulo man

Tem beijo :3 pena que não é de RusAme :'(
Eu só queria ver eles se pegarem ;___ ;

Quem queria ver também diz ai :v

Chega de inrolação! Aproveite esse troço que eu escrevi ai. (ainda me pergunto, como que 6 gostam disso kk)

Capítulo 18 - Te amo Soome


Fanfic / Fanfiction Alguem que esqueci. - RusAme (countryhumans) - Capítulo 18 - Te amo Soome

       Amigos são algo incrível, eles te ajudam nos momentos ruins e tristes, se você não tem, não perca seu tempo ai parado mexendo no celular, por que uma coisa que minha vó me disse quando eu tava com dor de cabeça foi : -Viu, fica o tempo todo nesse celular depois vem reclamar de dor de cabeça. Mas enfim, as vezes acho que tenho duas vidas, uma na internet e uma fora, a vida real, que é a mais importante, e ela que devemos aproveitar, não destrui-la e fazer coisas orriveis para alguém ou para si próprio. Pois se a vida real não existe, oque séria da gente? Seriamos o nada?

Já é outro dia, era umas 09:00, por ai, o tempo estava bom, que nem o resto da semana, uma "beleza". Dentro de uma mansão, estava uma correria, e oque séria essa correria toda? Se você disse ou pensou festa de aniversário, para... béns! Você acertou em cheio!

Ucrânia, Canadá, USA e Polônia estavam arrumando a casa para o aniversário de Estônia, que séria naquele recinto, estava quase tudo pronto, eles pretendiam fazer isso no almoço, pois acharam uma hora melhor para fazer está festa.

Canadá : Você já convidou o pessoal né Ucrânia? - Ele e Ucrânia estavam levando a mesa para outro lugar.

Ucrânia : Sim, convidei, fiz isso ontem.

Canadá : Ótimo, pelo menos não esqueceu. - Ele sorri para ela.

Ucrânia : Pois é. - Sorri de volta. - Eu nem sei como te agradecer Canadá. - Eles soltam a mesa.

Canadá : Não precisa Ucrânia, eu só fiz isso por que amigos ajudam um ao outro.

Ucrânia : Mesmo que você não aceite, eu vou achar uma forma de lhe agradecer muito pela ajuda que me deu.

Canadá : Okey né. Pior que eu nem perguntei, quantos anos Estônia está fazendo?

Ucrânia : Exatamente 14 anos de idade.

Canadá : Ano que vêm já vai fazer 15.

Ucrânia : Parece que foi ontem que vi ela ainda uma criança, muito feliz e contente. - Ela estava olhando para o chão sorrindo por ter aquele pensamento.

USA : Oi, eu já terminei de enxer os balões. - Se aproxima dos amigos que estavam a conversar.

Canadá : Ótimo, então podemos começar a botar os balões!

USA : Ucrânia, o Rússia vira?

Ucrânia : Tenho certeza que não, ele nunca foi de festa.

USA : E se caso ele vir?

Ucrânia : Por que tantas perguntas dele?

O americano não sabia oque responder, ele ficou um tempo parado pensando, pois ele também não sabia o motivo de tanta vontade de ver o Russo rabugento.

USA : Eu e ele somos amigos agora, e... eu quero o conhece-lo.

Canadá : Sério? - Fica em dúvida da resposta do irmão.

USA : Quero o conhece-lo melhor por que estou curioso para saber o motivo de ele ser tão... frio e protetor.

Ucrânia : Disso eu tenho certeza, ele não ira querer tocar no assunto.

USA : Não posso o obrigado-lo a contar.


QUEBRA DE TEMPO DELICIOSA...


Já era 11:30, e estava tudo pronto, os balões colocados em seus devidos lugares, decorações e etc, o almoço vai ser comidas típicas da Estônia, além das sobremesas serem também. O almoço que será servido é Mulgikapsad, Silgusoust, Kartulipõrsad e Verivorst, já a sobremesa é Marzipã e Kama.

Já estavam todos no local onde será a festa, só faltava a aniversáriante, denominada, Estônia, alguém precisava busca-la, pois era uma festa surpresa e ela, lógico, não estaria sabendo de nada.

Ucrânia : Já chegou todo mundo, só falta eu buscar a Estônia. - Diz olhando para os convidados que estavam na sala.

Canadá : E você comprou o presente que você falou?

Ucrânia : Canadá! Eu esqueci de novo! - Se vira apavorada para o canadense.

Ucrânia : Vamos que ainda da tempo! - Pega na mão dele e sai do local as pressas, logo saindo da mansão e indo para as ruas.

As pessoas viram o desespero da ucraniana e ficaram meio confuços com oque acabaram de ver.

Noruega : Deve ter ido buscar a Estônia.

Lêtonia : Com o namorado dela? Hahahaha!

Noruega : Não tenho duvidas, deve ser mesmo.

Finlândia : Pois é. - Fica olhando para o nada.

Lituânia : Aconteceu algo? - Olha para o finlandes preocupada com sua desanimação.

Finlândia : Não é nada. -Desvia o olhar.

Lituânia : Se quiser pode falar para mim, sou toda ouvidos.

Ele fica a olhando, pensa um pouco e logo depois da um longo suspiro, e resolve contar o motivo de sua frustração.

Finlândia : Não quero falar perto deles.

Lituânia : Ok!

Eles se afastão dos amigos e vão para um lugar onde eles não estão para ouvirem a conversa.

Lituânia : Pronto, agora pode me dizer.

Finlândia : Você sabe que eu sinto algo a mais pela Estônia, certo?

Lituânia : Sim, todo mundo meio que sabe.

Finlândia : Então, ela não sabe, e eu queria me confessar para ela. - Bota as mãos nos bolsos de seu casaco.

Lituânia : Se ela sentir o mesmo será um presentão de aniversário, hahaha!

Finlândia : Espero que sim.

Depois de um tempo, Ucrânia liga para USA para avisar algo para ele, algo importante.

Ele pega seu celular do bolso de sua calça jeans e atende, como ele não tinha o número dela, ele não tinha ideia de quem séria a pessoa do outro lado da linha telefônica.


CHAMADA...

USA : Hello?

Ucrânia : Oi, é a Ucrânia, estamos chegando com a Estônia, pede com educação para todos fazerem silêncio e desliga a luz.

Estônia : Ta falando com quem? E desligar que luz? Você anda muito estranha. - Sua voz podia ser ouvida de fundo na chamada.

USA : Okey, entendi!

Ucrânia : добре! до побачення! - Desliga a chamada rápidamente sem dar tempo do gringo dar tchau de volta.


CHAMADA OFF


Ele poem seu celular no bolso e se alevanta do sofá, então ele prepara sua garganta para poder falar num tom mais alto para que todos podessem ouvir sua voz.

USA : Okey gente, Ucrânia está chegando com Estônia e pediu para que todos fizessem silêncio, e eu irei apagar as luzes. - Diz indo em direção as tomadas.

Todos fizeram silêncio e também se esconderam, então o gringo apaga a luz, deixando tudo numa completa escuridão silênciosa, ninguém falava nada, só se ouvia o som do nada, talvez nem o nada falava, ou será que não?

Brasil : Caralho, ta demorando, e eu to com fome. - Diz sussurrando.

Argentina : Cala boca se não eu viro o DJ! - Diz baixo, mesmo assim deu para entender que ele estáva meio estressado.

Brasil : Ta bom, só me avisa quando a TPM acabar.

Argentina nem o responde, pois não queria perder a paciência logo alí perto do pessoal desconhecido.


Alguém abre a porta devagarinho, todos estavam anciosos, só esperando alguém ligar as luzes, para assim darem uma bela surpresa para sua amiga Estônia.

Estônia : Por que as luzes estão apagadas? - Ela da uma olhada em volta e não conseguia ver nada, até que ela acha uma tomada e resolve aperta-la.

Então as luzes são acessas e...


Todos : Surpresaa!!!! - Todos saem de seus lugares, dando assim um susto enomer na estoniana.

Estônia : G-Gente! E eu achando que vocês tinham esquecido meu aniversário. - Começa a chorar de emoção ali mesmo.

Lituânia : A gente nunca esqueceria teu aniversário Estônia, você é nossa amiga!

Estônia : M-Muito obrigado gente! - Da um grande sorriso para todos e começa a limpar suas lágrimas.

Ucrânia e Canadá entram ali sem avisar, e tentam passar sem serem percebidos, para botar o presente onde todos tinham colocados os seus presentes para Estônia também.

Finlândia : Devia agradecer era Ucrânia, a ideia foi toda dela.

Estônia : Mesmo assim vocês compareceram, devo agradecer a vocês também.

Brasil : Chega de inrolação e vamos começar essa festa que eu to com fome!

Ele vai até os aparelhos e os liga, dando play na playlist de música, com as músicas que a Estônia mais estava escutando no momento, então a festa começa.

Estavam todos se divertindo e conversando, comendo e bebêndo, uns até estavam dançando, estava tudo uma beleza.

Uma finlandes preso em seus pensamentos não sábia oque fazer, ele estava confuço e nervoso, andava para o lado e para o outro, tentando tomar coragem na cara para declarar seu amor sincero pela aniversariante.

Lituânia : Ta tentando criar coragem?

Finlândia : Eu não sei como vou fazer isso.

Lituânia : Você tem que fazer isso de uma vez! Se não um dia pode perde-la e ira lembrar desse dia e pensar, por que eu não fiz isso naquele dia enquanto podia.

Finlândia : Você tem razão Lituânia, nunca se sabe o dia de amanhã. - Ele sai andando em direção da Estônia, que estava conversando com alguém.

Lituânia : Pena que o meu amanhã já chegou.

Ele se aproxima dela sem pressa, pois estáva confiante de que tudo daria certo, e se ela não sentice o mesmo, ele teria de aceitar, e isso não séria uma coisa muito fácil de se fazer, quando se está apaixonado.

Finlândia : Viro, eu quero te falar uma coisa. - Chega perto dela meio nervoso, por calsa disso, seu sutaque finlandes estava muito notável.

Estônia : Claro! Pode contar. - Se vira para ele.

Finlândia : Só que não aqui, vamos lá fora.

Estônia : O-Olgu!

Eles saem para fora do local e vão para o pátio da casa, indo para debaixo de uma árvore e se sentando lá.

Estônia : Oque tem para falar de tão importante que não pode ser dito perto das pessoas?

Finlândia : Só quero conversar.

Estônia : Também to com vontade de conversar. - Se escora na árvore.

Finlândia : Você se lembra de quando a gente se conheceu? - Se vira para a estoniana esperando uma resposta.

Estônia : Lembro-me como se tivesse sido ontem.

Finlândia : Estava uma ventania bem forte nesse dia, dai meu chapéu voou e caiu bem perto dos teus pés.

Estônia : E eu peguei ele do chão e entreguei a você.

Finlândia : Sabe, eu não me arrependo de ter te conhecido. - Ele sorri para ela. - Você foi a melhor coisa que já me aconteceu.

Estônia : O-Obrigado. - Ela sente seu rosto esquentar, e suas bochechas levemente coram.

Finlândia : De nada.

Ela se escora no finlandes e deita sua cabeça na perna dele, e ele começa a acariciar sua cabeça.

Finlândia : Eu sempre me pergunto oque séria de mim se você não tivesse entrado na minha vida.

Estônia : Acho que você séria aquele cara frio de antes. - Vira sua cabeça para ele para poder ver seu rosto.

Finlândia : Sim haha!

Estônia : Hahaha!

Finlândia : Estônia.

Estônia : Sim?

Finlândia : Eu quero te contar uma coisa, uma coisa que quero te contar a anos, que quardo no meu coração deis do dia que nós conhecemos, e não tive coragem de contar, pois não sábia que sentimento era esse, mais agora eu sei.

Estônia : Pode falar Finlândia.

Ele fica a olhando, tentando tomar uma iniciativa, então ele suspira.

Devagar ele aproxima seu rosto do dela, eles já estavam muito próximos, eles conseguiam sentir a respiração um do outro, era uma respiração abafada e aconchegante para eles, então eles se beijam, um beijo longo, quente e caloroso, eles estavam adorando aquilo, eles se sentiam nas nuvens.

Logo depois eles se separam do beijo, eles estavam muito corados, com as bochechas com a cor carmesim em suas faces, e eles se olhavam com um olhar apaixonante um para o outro.

Estônia : Eu também te amo, Soome.































CONTINUA... ;-;


Notas Finais


O krai, eu tava tentando escrever um lemon pra quando for rolar uma putaria na fic ;-;
Fico oh! Uma bosta!
Quero ver oque eu vou fazer quando eu chegar nessa parte ai kkk

Se tiver erros de português, desculpa, to postando isso morrendo de sono ;-; então meio que eu to viajando aqui kk

до свидания!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...