História Alguma vez fui feliz de verdade? - Capítulo 14


Escrita por: e Lenny_OwO

Postado
Categorias Histórias Originais
Visualizações 30
Palavras 423
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Ecchi, Famí­lia, Ficção Adolescente, Hentai, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Penultimo capítulo

Capítulo 14 - Penúltimo capitulo


Fanfic / Fanfiction Alguma vez fui feliz de verdade? - Capítulo 14 - Penúltimo capitulo

Pov's Mari

Desde o dia que meu pai falou sobre o casamento não tinha como eu ficar mais feliz do que é possível, eu iria ser dona das duas maiores empresas do mundo, aquele cara é muito certinho, prefiro os mais errados, como traficantes entre outros que já passaram pela policia, eu sempre odiei ser a certinha, meu pai pensa a mesma coisa, ele já sabia que eu sou assim, por isso ele me escolheu, minhas irmãs são certinhas demais, dá um nojo delas

Filha- Chamou meu pai- Você vai casar amanhã então já preparei tudo

Certo, vou fazer isso apenas pelo dinheiro daqueles trouxas- Falei sorrindo- Nunca pensei que aquele velho iria concordar tão facilmente

Realmente filha- Sorriu ele- Trouxas, quando pegarmos o dinheiro daquele idiota já podemos acabar com essa relação

Quebra de tempo 

Nos casamos finalmente, já estava cansada de me fazer de boazinha, estou grávida, claro, nunca que eu vou cuidar dessa praga, vou aborta-lo hoje mesmo, estou indo em direção a clinica agora mesmo, quando aquele loiro maldito me para

Está louca?!- Gritou furioso

O filho é meu! Eu faço o que quiser!- Respondi

Mas ele também é meu, sua louca!- Respondeu

Quebra de tempo

Essa peste nasceu, eu odeio esse maldito, vou apenas ignora-lo, quando pegar todo o dinheiro eu vou abandonar esses malditos e finalmente poder ir embora dessa casa de merda, aquele homem é muito irritante, brincando com aquele monstro sem sentimentos

Quebra de tempo

Hoje aquele garoto vai morrer! ele acabou de fazer 17 anos, vou matar ele e aqueles malditos, aquela maldita mulher que foi a culpada de eu não receber o dinheiro, vou mata-los! Já estou a dias procurando aquele maldito, acabei descobrindo onde ele mora e que possui uma reação com um garoto loiro, disseram ser irmão dele, nojentos, onde já se viu isso? Homem com homem, merece ainda mais morrer!

chegando na sua casa fui vendo como aquilo estava decorado e temo dizer belo, vou chegando na casa já escutando o som irritante dessas tal musicas eletronicas, quando avisto Niji já vou direto para cima dele, quando sou segurado por um homem que mais parece um militar, eu o olho com raiva e vou logo pegando a arma escondida em minha bolsa

Quando o tiro é ouvido por todos, simplesmente tudo parou, os sons desapareceram como se nunca tivesse tocado musica ali, aquele homem estava no chão todo ensanguentado

GENERAL!- Foi gritado por Niji

Quando me dei conta, já estava no chão, graças ao soco que levei de uma garota


Notas Finais


Próximo capítulo é o final/especial


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...