História Alguma vez fui feliz de verdade? - Capítulo 15


Escrita por: e Lenny_OwO

Postado
Categorias Histórias Originais
Visualizações 24
Palavras 764
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Ecchi, Famí­lia, Ficção Adolescente, Hentai, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Eu estou muito feliz, estou namorando, duvido acertar quem, uma dica, está muito perto de mim, mas muito longe, está junto de mim, mas está em outro lugar, está lendo conosco essa história, mas está escrevendo também

Ela é linda, mas se acha feia, vai ler isso e pedir para eu retirar.

Eu te amo <3

To muito feliz

Capítulo 15 - Tortura


Fanfic / Fanfiction Alguma vez fui feliz de verdade? - Capítulo 15 - Tortura

Pov's Garota Misteriosa

Essa vaca! Ela pensa que chegar do nada e que vai tentar matar meu lindo casal? Nunca comigo aqui, vou investiga-la, pegar cada detalhe escondido, descobrir quem é a pessoa que denunciou eles, tudo simplesmente TUDO!

EI! Acorda!- Gritei ainda furiosa- Quem você pensa que é? Chegar assim sem ser convidada? E ainda mais, ir para cima do Haru e do Niji!?

E-eu n-não sei o que você quer diz- Interrompi ela com um forte tapa

Cala a boca! não se faça de desentendida!- Gritei furiosa com toda sua falsidade

Ela me encarou "desentendida" até seu rosto deformar-se para uma cara com um sorriso psicopata

Finalmente!- Falei já satisfeita por fazer ela mostrar-se de verdade- Achei que iria fingir que era inocente!

É eu sou assim, eu iria mata-los mesmo! Um bando de viadinhos pulando e soltando suas purpurinas- Falou sarcástica- Bando de nojentos, meu filho nasceu homem e homem ele será, solte-me agora, vou matar aqueles dois!

Eu não estou mais aguentando, vou mata-la, mas antes disso eu preciso de respostas, mas torturar um pouco é bom né?

Então confessou é?- Perguntei já sabendo a resposta- Então, não sei se você sabe, mas eu não sou um de seus empregadinhos para você mandar e desmandar, posso fazer o que eu quiser aqui!

Vou aproveitar tudo isso e já pegar a informação mais importante

Mas primeiro, quem te contou sobre os dois?- Falei ainda mais psicótica que ela- Se não falar vou arrancar suas unhas, uma por uma- Nesse momento eu vi ela ficando mais assustada

E-eu irei c-c-contar!- Falou desesperada- Por favor não me machuque!

Então quem foi?- Falei fria- Fale rápido! Não tenho paciência 

Se eu contar você me solta?- Falou com esperança na voz

Sim, claro- Falei querendo rir

Nunca que eu vou soltar essa desgraça 

O-obrigada!- Falou feliz- Eu possuo um espião dentro da casa deles, um de confiança, alguém que ninguém suspeitaria, foi ishijima takumaji ou melhor dizendo- Foi enterrompida

General!- Falou um certo loiro que estava escondido no escuro- Isso é verdade? Fale serio!- Gritou furioso

Ei!- Recebi sua atenção- Eu não mandei você ficar ai?!- Já estava ficando irritada com todos ali

Eu não posso ficar parado com essa noticia, nunca que ele me trairia desse jeito! ele era meu funcionário mais fiel!- Falou Doriak

Idiota, você é muito inocente! Com dinheiro você consegue tudo!- Gritou- Com o irmãozinho dele em um hospital e umas contas médicas sendo pagas, eu consegui convencer ele fácil, pena que ele não está mais aqui para provar- Falou sarcástica me deixando furiosa

Cala a sua boca!- Gritei batendo nela com toda minha força e depois arrancar seu dedo

AAAHHH! FILHA DA PU- Antes dela terminar de falar eu tampei sua boca

Shiu! Não deve falar palavrões na frente de crianças- Falei mostrando Haru e Niji nos encarando

Vocês dois! Eu vou mata-los eu vou- Bati nela novamente 

Cala a boca! Eu não mandei você falar!- Falei com raiva

E você? ainda ama seu filhinhos? mesmo sabendo que eles são boiolinhas?- Falou me fazendo chegar no limite

Eu aceito ele do jeito que são, ainda mais quando eu sei que eu posso confiar neles, só porque eles se amam eu devo acabar com isso?- Falou dando um tapa em sua cara- E aliás, eu já sabia de tudo, eles não são muito bom em esconder a relação, mas não é por isso que vou abandoná-los 

HAHAHA- Ri satisfeita com a cara dela- E agora? não tem mais nenhuma carta na manga?- Ri muito- Aliás, Eu sou conhecida como Lenny!

Comecei a arrancar dedo por dedo, Fiz cortes longos e profundos em sua pele com um facão enferrujado, os garotos já haviam ido embora, não iriam aguentar toda essa violência, Vou mata-la após ela começar perder a graça

Quebra de tempo

Já se passaram dois meses que eu comecei a tortura-la, agora ela já perdeu a graça, vou mata-la ainda hoje

Oi, Como vai?- Perguntei sádica

Me mata- Falou fria- ME MATA, ME MATA LOGO!- Falou já insana

Com prazer!- Matei-a, ela já me enchia o saco

Bem, tudo que eu sei até agora foi... Os garotos se casaram com o consetimento dos pais, Niji herdou a empresa de sua mãe, Haru de seu pai, Continuaram a fazer suas brincadeiras, eu sei disso pois implantei câmeras no quarto deles, isso pode ser invasão de privacidade, más é o minimo que eu posso fazer em troca da tortura, que foi? mereço recompensa também.

Então foi apenas isso, uma história curta, porém com o máximo de drama possível foi clichê e fofo

 

 


Notas Finais


Quem descobrir que é a minha namorada comenta!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...