História Algumas drogas além do amor - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Originais
Visualizações 3
Palavras 697
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção Adolescente, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 2 - Capítulo 2


Acordei cedo no outro dia, me arrumei e fui até o prédio da escola. Eu estava em um dos corredores do quarto andar quando trombei com um menino musculoso, de cabelos loiros e olhos azuis.

-Opa, cuidado. haha. - O menino falou

-Desculpe. - Sorri

-Sou Ian Finn. - Ele estendeu a mão

-Clary Schülz. - Apertei a mão dele

-Clary! Bateu naqueles caras! - Ele disse fazendo rápida associação

-É, fui eu. - Ri

-Bom te conhecer. A propósito, você é muito bonita.

-Obrigada. - Sorri sem mostrar os dentes

Saí andando. "O famsoso "come come" Ian Finn" pensei. Fui até minha sala, o professor ainda não estava lá.

-Oi. - Jake veio até mim - Está livre hoje?

-"Tô" de castigo, haha.

-Ah é! Hoje é o último dia?

-Amanhã. Mas estou livre à noite.

-Perfeito. Vamos experimentar LSD no meu dormitório.

-Okay.

As aulas se passaram, quando a noite começou a cair fui até o dormitório do Jake.

-Toc-toc. - Falei enquanto batia na porta entreaberta

-Oi. - Ele puxou a porta - Então, está pronta?

-Claro. - Sorri

-Okay, senta do meu lado. - Fiz o que ele pediu - Toma. - Jake me entregou a droga

-1, 2, 3... - Contei. Colocamos o papelzinho na língua.

Em certo tempo comecei a ver tudo distorcido e colorido. 

-Uou. - Falei e encarei Jake

-Cara, suas pupilas estão enormes!

-As suas também!

Começamos a rir. Olhei para Jake, ele estava na minha frente. De repente, ele me beijou.

-Jake... - Ele continuou me baijando

-Shh... Aproveita.

-Okay... - Joguei ele no chão e subi em cima de seu corpo

-Clary... - Ele disse

-Aproveita. - Imitei ele dando um sorrisinho safado

Tirei sua camisa e comecei a beijar seu abdômen.

-Ah, Clary...

Tirei minha camisa.

-Tira meu sutiã. - Pedi

-Com prazer. - Jake levou a mão até minhas costas e abriu o sutiã

Tirei as calças dele e as minhas.

-Camisinha. - Falei enquanto beijava ele

-Na gaveta. - Ele me instruiu 

Abri a gaveta e lhe joguei um preservativo. Após isso, nos deitamos na cama dele  e... bem, transamos.

Às 3:40 da manhã saí de seu dormitório, o efeito da droga tinha passado. No meu dormitório, Kat ainda estava acordada.

-Oi, onde estava? - Ela perguntou

-Com o Jake.

-Mais um passeio noturno?

-Tipo isso. - Falei

-Tipo?

-Me jura confiança?

-Claro, você salvou meu irmão!

-Transei com o Jake.

Kat ficou boquiaberta.

-Como foi?

-Incrível!

-Então o Jake manda bem?

-Ah sim. - Me joguei na cama - Foi errado?

-Óbvio que não! A primeira garota que não é presa do Ian Finn.

-Primeira?

-Pois é... - Ela desconversou

-Deu pro Ian Finn?

-Sim e não me arrependo. - Ela riu

-Ui, quando?

-Ano passado, no refeitório, à noite.

-Uau. Falando nisso, qual é a fama do Jay?

-Jay? Hahaha. Virgem! O grande virgem.

-"Tá" brincando? - Perguntei surpresa

-Não, Jay é puro.

Caímos na gargalhada.

-Não tem cara. - Falei

-Pois é, pareço mais pura que ele.

-E o Jake?

-Perdeu a virgindade ano retrasado com, pasme, Leona.

-Sério?

-É, meu bem.

-E a Leona?

-Ian Finn.

-Você também?

-Não, Mark do terceiro ano, quando eu tinha 14. E você?

-Ano passado com meu namorado, bem, ex-namorado. Kyle, eu tinha 16.

-Como foi?

-À noite, na praia, nosso aniversário de dois anos de namoro. Debaixo das estrelas e de um pier. 

-Que romântico.

-E a sua?

-Na casa dele, em uma festa. Nossa, ele estava tão lindo, tinha 15, era cheiroso... Foi a primeira vez dele também.

-Own.

-Depois ele comeu a prima.

-Meu deus, o que você fez?

-Dei para o melhor amigo dele, Johnny, também do terceiro ano.

-Menina má! 

-Foi melhor que o Mark. - Rimos

-Acho que vou dormir. - Falei e fechei os olhos. Impressionantemente eu só conseguia pensar no Jay e em como ele tinha sido fofo comigo no outro dia. Afinal, eu e o Jake estávamos chapados e ele só queria enfiar a coisa dele na minha coisa, mesmo que tenha sido incrível eu não sentia nada por ele. O Jay era fofo e nunca tinha ao menos usado a coisa dele. Adormeci.

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...